Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Coisas para se fazer de sexta a domingo em Caxias

15 de maio de 2015 0

v

Coisa bacanas para se fazer de hoje a domingo:

Hoje à noite, depois das 19h, no Bugio Eco (Rua Visconde de Mauá, São Pelegrino) tem lançamento do cardápio criativo de saladas e pizzas, harmonizadas com cerveja Imaculada, mais som do DJ Mono e hits da Tropicália.

Mais tarde, na All Need Master Hall, rola a festa Prime. A atração principal é o DJ Victor Ruiz e a VJ Any Bello foto acima, de André Mello/Divulgação). O Line Up tem ainda os DJs Kriger, Willyan Schumann, Akiruz, Hi Hoppin e Flavia Leite.

Amanhã, tem duas coisas legai ai ar livre: às 9h, no Parque dos Macaquinhos, rola a exposição Olhares Jardim Parque, com trabalhos do Clube do Fotógrafo para o público conferir em meio à natureza, rodas de chimarrão e outras atividades de lazer.

Às 12h, junto ao Moinho da Estação, tem o 1º Moinho da estação Foord Park. Com esta logo bacana abaixo, criada pela moçada do Coletivo Labs, a programação tem o som, os dj’s da Associação Caxiense de Food Truck – ACAFT, que vão harmonizar música com comidas e bebidas.O projeto Ar-te Livre, que toca nas ruas, praças e parques,vai se apresentar. Até agora os trucks confirmados são o Food Truck Pizza Taglio by Nella Pietra – pizza em pedaço, Salvador Brew Kombi – cervejas artesanais Japesca Móvel – comida japonesa, Cartel Andante, de comida mexicana, J&M Lanches, com xis e cachorro-quente campeiro, além de versão brasileira comida de rua para pratos brasileiros. A entrada é franca e, caso chova, o encontro será transferido.

No domingo, às 17h, a pedida é chegar no barracão da Acadêmicos Pérola Negra, no Mariani, onde vai rolar mais uma roda de samba com o Clube do Samba. No comando da festa, o músico Leonel Costa.

foodok

Fulanos de Tal no palco em Flores da Cunha sábado e domingo

14 de maio de 2015 0

Fulanos de Tal

Essa trupe toda aí forma o elenco da peça Muito ajuda quem não atrapalha, que será apresentada sábado e domingo, às 19h30min, no Espaço Cultural São José (Rua Barros Cassal, 777)​, em Flores da Cunha

O novo trabalho do grupo Fulanos de Tal é ambientado num bairro fictício na cidade de Flores da Cunha, que se tornou mais populoso que o Centro nos últimos anos, mas que ninguém sabe exatamente a sua localização exata. Lá existe uma tal Casa da Cultura, que reúne os mais curiosos artistas.

Porém, este lugar incrível pode desabar, pois o dono do terreno, um empresário inescrupuloso conhecido como Sr. Robaldo, que deseja ficar rico a qualquer custo, quer demolir o local para construir um shopping. A menos que os atuais proprietários, Juliana e Horácio, ela uma bailarina e ele um palhaço, consigam realizar um grande espetáculo que convença o Sr. Robaldo a investir no empreendimento

Os ingressos custam R$ 10 e podem ser adquiridos com o elenco ou no Museu Municipal. Quem doar ração de cão ou gato paga metade do valor (a ração será destinada à União Pela Vida Animal – UPEVA).

Foto de Tuany Areze, Divulgação

Crespas de Jaque Pauletti e o cabelão e o novo CD de Gal Costa

13 de maio de 2015 0

caracol

Como registro na coluna impressa de hoje, a artista plástica Jaque Pauletti está produzindo uma série de desenhos com mulheres de cabelos crespos. Eça batizou as figuras de encaracoladas. Como se vê na imagem acima, cada desenho tem uma mensagem.

São frases tipo “livre, leve e solta”, “sou mulher que pode pegar chuva” e “por um cabelo com mais cachos e ideias desenroladas”. A ideia é que estas peças gráficas viralizem nas redes sociais, defendendo a beleza natural de muitos cabelos que, às vezes acabam presos à ditadura das chapinhas, alisamentos e quetais.

Na carona dessa ideia, eis abaixo a reprodução da capa do novo disco de Gal Costa, Estratosférica. O destaque fica por conta do cabelão crespo da baiana, que também andou alisado por muito tempo. Para obter esse volume todo, Gal usou aplique. O disco sai até o fim do mês, com o seguinte repertório:

1. Estratosférica (Junio Barreto)

2. Amor, se acalme (Arnaldo Antunes, Marisa Monte e Cezar Mendes)

3. Anuviar (Moreno Veloso e Domenico Lancellotti)

4. Átimo de som

5. Casca (Jonas Sá e Alberto Continentino)

6. Dez anjos (Milton Nascimento e Criolo)

7. Ecstasy8. Espelho d’água (Marcelo Camelo e Thiago Camelo)

9. Jabitacá (Junio Barreto, José Paes Lira e Bactéria)

10. Muita sorte (Lincoln Olivetti e Rogê)

11. Por baixo

12. Quando você olha para ela (Mallu Magalhães)

13. Sem medo (Arthur Nogueira e Antonio Cícero)

14. Você me deu (Caetano Veloso e Zeca Veloso)

15. Vou buscar você para mim

galcostaestratosfericacapa

Projeto Miniarte reúne obras de 145 artistas no Campus 8 a partir desta terça-feira

11 de maio de 2015 0

mini

Abre amanhã, no Campus 8 da UCS, a exposição em torno do 22º Intercâmbio Internacional de Miniarte/ 22th International Miniart Exchange. O Projeto Miniarte foi criado pela artista gaúcha Clara Pechansky e reúne, nesta edição, participantes da Argentina, Brasil, Colômbia, Holanda, Irlanda do Norte, e México foram convidados a produzir uma obra de 18 x 18cm, com o tema Ideal. O pequeno formato permite ao público uma visão panorâmica da arte que está sendo executada em diferentes países e com as técnicas mais diversas. Tem criações de 145 artistas. As obras não estão à venda e a entrada é franca.

Ernani Aguiar rege Sinfônica da UCS quinta-feira

10 de maio de 2015 0

aguiar

Mineiro de Ouro Preto, o maestro Ernani Aguiar tem vasto repertório composto para música coral, além de obras instrumentais, líricas e orquestrais. Aplaudido nacional e internacionalmente, ele também mantém uma relação profissional muito bacana com a Orquestra Sinfônica da UCS. É o compositor da obra Sinfonietta Prima que consta no CD da formação e foi também o primeiro professor de regência do Maestro Manfredo Schmiedt.

Essa parceria se renova na próxima quinta-feira, às 20h30min, no UCS Teatro, em mais uma edição da Quinta Sinfônica, que tem edição comemorativa aos 30 anos do curso de Ciência da Computação. Para essa edição o repertório escolhido traz obras do período contemporâneo e do período romântico.

Outro convidado é Carlos Freitas, que é trombone solo de diversas orquestras importantes no cenário musical brasileiro e entre suas qualidades está sua dedicação na difusão do repertório contemporâneo para instrumento, executando obras de compositores nacionais e estrangeiros.

Ingressos disponíveis na Livraria do Maneco (Rua Marechal Floriano, 879 – Centro ou na Cidade Universitária)
Inteira: R$ 10,00 – Sênior e estudantes: R$ 5,00 – Informações: (54) 3218.2610.

 

Foto Dulce Helfer, BD

Ícones do pop em exposição na Arte Quadros

09 de maio de 2015 0

Elvis
Abriu quinta-feira e pode ser conferida até dia 6 de junho, na Galeria Arte Quatros, em Caxias, a exposição do artista plástico Victor Senger. Batizada de Jukebox, a mostra retrata os grandes ícones do rock’n roll dos anos 1960 e 1970. Nas telas do artista, aparecem nomes como Janis Joplin, Mick Jagger e Elvis Presley (imagem acima/reprodução).

Essas figuras são representadas numa escala fora do convencional, chamando atenção para alguns detalhes, criando texturas e, na maioria das vezes, trabalhando com cores vibrantes. A técnica utilizada é uma mistura de massa e tinta acrílica sobre tela, aplicada com pincéis e espátulas.

Groove tropicalista e sambalanço hoje no Rolê Alternativo

08 de maio de 2015 0

cae

Na noite desta sexta-feira, depois de conferir o show de Fred Zeroquatro no Zarabatana, a pedida é o Rolê Alternativo, no Marechal Rock Bar. Em meio aos shows das bandas Groove Solution, ÓoauêaÍ, Mindgarden e Catavento, vão rolar sets pra lá de espertos da jornalista e DJ Sandra Cecilia Peradelles e do músico da Catavento e também DJ Johnny Boaventura.

Para o blog, Johnny antecipou que vai fazer um set mas que transite por coisas bem legais tipo bossa nova, tropicália, alguma coisa de rock dos anos 1970 e muito groove, balanço e suingue.

Daí rolou uma pressãozinha para ele apontar alguns nomes de seu set. Eis, então: bossa de Sérgio Mendes e Brasil 66, Tropicália de Caetano e Gil (foto acima/reprodução), mais o balanço do Tim Maia e Cassiano. O baile promete, não?!

Fricções estéticas no zine happy/SAD_

07 de maio de 2015 0

foc

Como escrevi na coluna impressa de ontem, a cena caxiense tem mais um zine na roda: happy/SAD_. A publicação tri bacana é idealizada e produzida por Eduardo Panozzo. Tem 12 páginas com fotos super legais que, segundo Panozzo, procuram fazer relatos visuais sobre a memória “humana, dos celulares e dos computadores”.

Nesses afrescos visuais sintéticos contemporâneos, happy/SAD_ fricciona felicidades e tristezas em composições bizarras, tal qual o cotidiano mundano.

Na primeira edição, há também um texto de Rafael Froner, da banda Cuscobayo, sobre música, internet e compartilhamento de conteúdo. happy/SAD_ é mais uma entre as diversas coisas bacanas já lançadas pela Noia Coletiva.

Para conseguir o seu, passa na loja HIP (Visconde de Pelotas, 951), no estúdio de tatuagem Buena Onda (galeria São Pelegrino), na Regentag (Rua Bento Gonçalves, 1615) e no Coletivo Labs (Rua Marechal Floriano, 1083).

Foto Eduardo Panozzo/Divulgação

 

Alô, alô: Fred Zero Quatro toca sexta-feira no Zarabatana Café

06 de maio de 2015 0

Fredzeroquatro -  foto Marcelo Lelys

Começo a preparar este post ouvindo a rádio Cultura (SP). É para falar de Fred Zero Quatro, que estará em Caxias sexta-feira, às 21h, no Zarabatana Café. E, santa confluência, rola O Mistério do Samba, composição dele com a Mundo Livre S/A no dial. Daí fica tudo muito claro: o que esses caras fizeram pela música brasileira, atualizando nosso pop à pegada de raiz, sampleando a ginga, dando o recado sobre as tantas possibilidades e idiossincrasias do Brasil, já é história.

E por ser história, deferências ao vocalista da Mundo Livre, que chega aqui na tour em que se apresenta solo. Fred Zero Quatro é o vocalista e principal compositor do grupo pernambucano que ficou muito órfão desde que Chico Science se foi em 1997. Fred segurou a parada do mangue beat. Em outubro de 2008, a revista Rolling Stone promoveu a Lista dos Cem Maiores Artistas da Música Brasileira, cujo resultado colocou Fred Zero Quatro em 85° lugar.

Neste show que o povo poderá conferir, batizado de Voz, vodca e violão, Fred traz composições inéditas e releituras de suas principais referências musicais, como Led Zeppelin, Nelson Cavaquinho e Jorge Ben Jor. Essa empreitada deriva, em breve, para a gravação de um disco.

Em tempo: Tiago Garziera, editor do caderno Comportamento, falou com Fred na terça-feira à tarde. Papo massa que vai rechear a matéria de capa da edição de sexta. Se liguem na matéria e no show!

Foto de Marcelo Lelys/Divulgação

Musical 'Cazuza' tem apresentação gratuita domingo em Porto Alegre

05 de maio de 2015 0

Cazuza_LeoAversa-73

Vai a Porto Alegre no fim de semana? Então se liga na apresentação gratuita do musical Cazuza Pro Dia Nascer Feliz, que vai rolar às 19h de domingo, no Parcão.

A apresentação integra a turnê especial de 2015, que iniciou dia 4 de abril em Vitória, foi para Curitiba e inclui Florianópolis e Porto Alegre. O espetáculo é vencedor de Melhor Espetáculo, Melhor Direção (João Fonseca) e Melhor Ator (Emílio Dantas), na categoria musical (Prêmio Arte Qualidade Brasil 2014)

Sucesso de crítica, visto por mais de duzentos mil espectadores, o musical reúne alguns dos maiores clássicos de Cazuza, em carreira solo ou no Barão Vermelho, como Pro Dia Nascer Feliz e Codinome Beija-Flor. Também fazem parte da montagem as músicas Bete Balanço, Ideologia, O Tempo não para, Exagerado, Brasil e Faz parte do meu show. O texto é de Aloísio de Abreu e a direção geral de João Fonseca.

O patrocínio da turnê é d’A Rede, empresa do conglomerado Itaú Unibanco.

Foto de Leo Aversa/Divulgação