Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Documentário vai registrar a vindima na Serra

24 de dezembro de 2014 0

doc@Felipe_Gue_Martini

Anelino Moro, cima, em foto de Felipe Gue Martini/Divulgação, é um dos personagens do documentário À Sombra das Videiras. À cargo do Núcleo Audiovisual da Faculdade Cenecista de Bento Gonçalves, o filme vai mostrar o zelo e a dedicação dos proprietários das terras que, às vezes, não conseguem dar conta do trabalho árduo nos parreirais no momento da maturação das uvas. A proposta é mostrar o amadurecimento das primeiras frutas, que deve acontecer entre janeiro e fevereiro, criando uma visão muito próxima de todo processo da vindima.

Nessa empreitada, os produtores contam com a ajuda de migrantes vindos de diferentes cidades do Estado e da Região Sul para trabalhos temporários. São jovens, adultos, senhores, que convivem de forma intensa debaixo dos parreirais e do mesmo teto que as famílias proprietárias, num ambiente que desperta muitas paixões.

A produção está sento tocada pelos realizadores Boca Migotto, Felipe Gue Martini, Deise Chagas e Rogério Rodrigues. A produção tem financiamento do Fundo Municipal de Cultura de Bento Gonçalves e parceria com Epifania Filmes e Majola Pro Vídeo.

Estátuas Humanas no Sonho de Natal de Canela

23 de dezembro de 2014 0

Estátuas Humanas  - Foto de Sérgio Azevedo

É incrível a renovação das atrações da programação do Sonho de Natal, em Canela. No fim de semana que passou a novidade foram as Estátuas Humanas (acima, em foto de Sergio Azevedo/Divulgação). Em frente à Catedral de Pedra, na Praça Matriz, cinco personagens vestidas como as tradicionais estátuas de rua realizaram performance através de movimentos que remetem ao nascimento do menino Jesus.

As Estátuas Humanas, criada e dirigida pela atriz e diretora Lisiane Berti e coordenada pela Fundação Cultural de Canela, agora passam a integrar a programação semanal da temporada natalina de Canela. Nesta terça-feira, a atração será apresentada às 18h, voltando à cena quarta e quinta-feira, no mesmo horário. AS apresentações são gratuitas. O 27º Sonho de Natal de Canela vai até 11 de janeiro.

 

Debate sobre arte contemporânea nesta segunda, na Galeria Gerd Bornheim

22 de dezembro de 2014 0

casal

É nesta segunda-feira, às 19h30min, na Galeria de Arte Gerd Bornheim, o bate-papo com o casal de artistas Angela Detanino e Rafael Lain (acima, em foto de Roni Rigon). Caxienses radicados na França, eles têm um trabalho reconhecido e respeitado mundialmente. Já expuseram nas Bienais de Veneza e São Paulo, além da do Mercosul e, conforme reportagem na edição impressa do Pioneiro, em 2015 vão expor em Portugal, Canadá e Grécia.

Seguindo a tradição do conceitualismo, elaboram sistemas gráficos e de representação em diferentes mídias que cruzam vídeo, escultura, desenho e tipografia. Numa espécie de catalogação de coisas e contextos do mundo, tentam evidenciar graficamente aquilo que, às vezes, é invisível aos olhos. Uma estratégia que se vale da semiótica e da linguística para a construção de um pensamento artístico.

Nessa trajetória, eles receberam o Prêmio Nam June Paik, de arte e Mídia, na Alemanha, em 2004, e também são verbetes no ABC Arte Brasileira Contemporânea, que destaca a dupla entre os 86 artistas nascidos entre 1960 e 1985 com maior destaque no Brasil e fora dele. O encontro é organizado pelo  Bacharelado em Artes Visuais da UCS, com coordenação de Silvana Boone.

Guigo Dedecek exercita linguagem fotográfica

20 de dezembro de 2014 0

gg1

Nesta semana, na edição impressa da coluna de quinta-feira, registrei o trabalho do fotógrafo Guigo Dedecek, autor das imagens acima e abaixo, de divulgação. Formado pelo curso de Fotografia da UCS, ele tem 23 anos e vive em Caxias há 4. Está há um ano trabalhando profissionalmente.

Desde pequeno ele teve afinidade com trabalhos manuais, além de interesse pela pintura, desenho e artes em geral e, vindo para Caxias, começou a buscar mais referências, trabalhou com photoshop, organizando informações de forma autodidata.

Como afirma ter dificuldade para se expressar, Guigo começou a criar algumas edições de imagens para se comunicar, organizando visualmente alguns princípios de suas expressões em torno de temas como os movimentos feministas, gays, e a favor da liberdade de expressão. A linguagem tem muitas referências, da música em especial  — cita Die Antwoord, M.I.A., e Elliphant.

— Apesar de digital, é (um trabalho) muito manual também  — explica Guigo.

gg2

Projeto de arquitetos de Caxias ganha menção honrosa

19 de dezembro de 2014 0

arq

A imagem acima, feita pelo Estúdio Butiá, reproduz um dos ambientes do projeto de cinco arquitetos caxienses que recebeu Menção Honrosa no Concurso do Projeto para a Sede do Museu da Imagem e do Som (MIS PRO), no Rio de Janeiro. Quem desenvolveu a proposta foram os arquitetos Eduardo Bavaresco, Greice Portal, Matias Vazquez, Rodrigo Romanini e Rodrigo Salvati.

O concurso, promovido pela Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro, faz parte de um plano em desenvolvimento para tornar o MIS referência internacional sobre a cultura brasileira. O complexo museológico ocupará dois prédios: uma nova sede será construída em Copacabana e a estrutura administrativa, localizada na Lapa, será transformada no MIS PRO. O trabalho caxiense concorreu com outras 53 propostas.

Na concepção, os arquitetos atentaram ao fato de que a Lapa é uma região cultural, por onde circulam democraticamente diferentes camadas sociais. Por isso, os acessos buscaram configurar o local como uma extensão da rua, reiterando que o museu é um espaço público e acessível. Entre os destaques estão o “tubo”, um integração espacial do conjunto localizado no mezanino e as vias de circulação, que proporcionam aos visitantes mobilidade nos diversos espaços, como praça interna, ilhas de edição e estúdios, café e um auditório.

Animação mostra personagem de Ernani Cousandier, de Bento Gonçalves

18 de dezembro de 2014 0

Foi um presente ver um personagem sair de uma tira para virar uma animação. Assim, o personagem Valter, criado pelo cartunista Ernani Cousandier, de Bento Gonçalves, ganhou vida no cinema, numa criação do argentino Marcos de Cousandier.

Os dois se conheceram por causa do sobrenome em comum. Aí Ernani mandou um exemplar de seu belo livro Nenhum Dia Sem Um Traço para a Argentina, presenteando o artista de lá.

A receptividade foi tanta, que Marcos criou uma animação, dando angulações cinematográficas, com direito a trilha e tudo, para o intrépido Valter. Como registrado na coluna impressa desta quinta-feira, eis aqui Valter na Biblioteca:

Ângela Detanico e Rafael Lain falam sobre seu trabalho segunda-feira em Caxias

17 de dezembro de 2014 0

detanico
A imagem acima (de Adriana Franciosi) reproduz um detalhe da obra Alfabeto Infinito, exposto pela dupla de artistas caxienses Ângela Detanico e Rafael Lain no ano passado, no térreo da Fundação Iberê Camargo, em Porto Alegre. A instalação era é inspirada no astrônomo alemão Johann Bayer, que, em 1603, desenvolveu um sistema de classificação dos astros.

Os astros também inspiraram a escultura Vizinhança (abaixo, em foto de Guilherme Jordani, de divulgação), criada especialmente para a Casa & Cia, Mostra Serra, em outubro deste ano. Feita em aço com pontos de led, pesando 300 quilos, a peça representa as 30 estrelas vizinhas da Terra.

Com trabalhos com estes, através de pesquisas que partem do design e envolvem questões de Linguística e Semiótica, eles exploram códigos e sistemas de representação que envolvem imagem e palavra, sons e luzes, na tradição da arte ótica. Trabalhando entre o Brasil e a Europa, os dois artistas têm uma carreira de reconhecida projeção, com participações nas 26ª e 28ª Bienal de São Paulo, 10ª Bienal de Havana, Bienal de Veneza de 2007, 8ª Bienal do Mercosul.

Também receberam o prêmio Nam June Paik, de arte e mídia na Alemanha, em 2004. Também são verbetes no ABC Arte Brasileira Contemporânea, que destaca a dupla entre os 86 artistas nascidos entre 1960 e 1985 com maior destaque no Brasil e fora dele.

Tudo isso justifica o bem vindo papo marcado com os dois segunda-feira próxima, às 19h30min, na Galeria de Arte Gerd Bornheim. O encontro é promovido pelo  Bacharelado em Artes Visuais da UCS, com coordenação de Silvana Boone.

detanico1

Jayme Rocha festeja 20 anos de rock sexta em Caxias

16 de dezembro de 2014 0

JR

Aviso ao fã clube do cara: sexta-feira o DJ, hamburgueiro (sic) e roqueiro Jayme Rocha (acima, em foto de divulgação de Thay Andrade) comanda a Festa Baú do Rock,  às 23h, no espaço onde funcionava no antigo Havana, junto ao Largo da Estação, em Caxias.

Reproduz ao vivo o clima do programa que apresenta às quintas-feiras, às 22h, na UCS FM. A seleção musical inclui, claro, grandes hits do rock. São 20 anos de estrada que ele festeja tocando sons que certamente não deixarão ninguém parado. Tem ingressos para vender na hamburgueria dele, no Centro.

 

 

Rolling Stones dia 10 de novembro de 2015 em Porto Alegre

14 de dezembro de 2014 2

stn

Está na coluna de Ancelmo Gois, do jornal O Globo deste domingo, e a gente reproduz para os fãs daqui e de acolá: Foram confirmadas, sexta, as novas datas dos shows do Rolling Stones no Brasil. O grupo inglês abre a turnê, em Porto Alegre, dia 10 de novembro. No dia 14, o show será no Maracanã, no Rio. Dias 18 e 20, em São Paulo. Há ainda um quinto show sendo disputado por Recife e Belo Horizonte.

Foto: Divulgação

 

 

Coro, piano e batucada em Caxias neste domingo

13 de dezembro de 2014 0

zing

Programa bacana reunindo música coral, piano e batucada neste domingo, às 19h, junto ao Moinho da Estação, no porão das obras do Teatro Moinho da Estação, em Caxias: o Coro Juvenil do Moinho vai se apresentar seu repertório de canções natalinas, incluindo algumas obras incluídas nos concertos realizados ao longo do ano.

A noite terá também a presença do grupo Zingado. O espetáculo inclui acompanhamento de piano, tocado por Alberto Herrera. A regência e direção artística do coral é de Cristiane Ferronato.

O Coro Juvenil do Moinho é autônomo, mantido pelos pais dos cantores e tem o apoio da Lynch Gestão Cultural. O coro é aberto a quaisquer interessados com idades entre 12 e 25 anos.

Para assistir, não há um valor de ingresso definido. A contribuição é espontânea.

Foto: Maurício Concatto, Divulgação