Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Saiba como evitar a gravidez psicológica em animais de estimação

06 de novembro de 2012 0


A gravidez psicológica em animais é mais comum do que se imagina, sabia? Alguns sintomas, como comportamento anda alterado e choro pelos cantos, pode evidenciar sinais da doença. Karine Lodi, médica veterinária do hospital veterinário Batel, explica que a doença pode ocorrer tanto em cadelas que já tiveram uma gestação, como nas que nunca cruzaram.

— A gravidez psicológica é desencadeada por distúrbios hormonais e a fêmea passa a se comportar como se realmente estivesse grávida, podendo ocorrer desde o primeiro cio da cadela. Algumas podem se preparar para o parto, apresentando contrações, abdômen aumentado, secreções lácteas, inquietação, queda de temperatura corporal e todos os demais sinais próprios do parto — destaca.

A veterinária explica que as causas biológicas da doença estão relacionadas ao hormônio progesterona, que precede o cio. O hormônio prepara tanto os órgãos genitais como as mamas para o acolhimento do feto. Quando não há a fertilização, essa fase se torna passageira, e o útero começa a se preparar para novo ciclo reprodutivo.
Uma das medidas mais efetivas para a prevenção e tratamento da pseudogestação é a castração, de acordo com Karine.

— A castração é o maior benefício para as fêmeas sem interesse de procriação e para pacientes com o distúrbio da pseudociese, pois poderemos evitar outras cirurgias de maior risco — explica.

Foto: Ricardo Duarte, BD

Envie seu Comentário