Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Verão: época de pulgas e carrapatos

22 de dezembro de 2012 0


O verão chegou e com ele também vieram as pulgas e os carrapatos. Esses parasitas existem no inverno, claro, mas o calor e a umidade, típicos da estação do sol, criam o ambiente ideal para a sua reprodução. Apesar de parecerem inofensivos, eles podem causar doenças que podem matar o pet. Para tirar algumas dúvidas sobre o assunto, a coluna conversou com o médico veterinário Nardeli Lucena. Confira:

4patas: A incidência de pulgas e carrapatos aumenta mesmo no verão?
Nardeli Lucena:
Sim. O carrapato e a pulga precisam de calor para acelerar o seu ciclo. No verão, eles se desenvolvem muito mais rápido.

4patas: Quando o animal começa a se coçar muito, o que fazer?
Lucena:
Olhando o bicho com atenção, é possível enxergar as pulgas. Mas não é tão fácil de detectar se o animal está com carrapato. Só percebemos o parasita quando ele está quase na forma final. Qualquer situação anormal, procure um veterinário.

4patas: Quais as principais doenças transmitidas por carrapatos?
Lucena:
São duas que podem matar o animal: babebiose e erliquiose. A primeira infecta e destrói os glóbulos vermelhos dos cães e pode causar febre, anemia e sangramentos. A segunda ataca as células de defesa do animal e causa febre, perda de peso, falta de apetite, vômitos e sangramentos. Mas é bom lembrar que não são todos os carrapatos que transmitem doenças, são só os doentes. Só é possível detectar se o animal foi infectado com exames clínicos.

4patas: Como prevenir os animais desses parasitas?
Lucena:
Para combater e tratar, é preciso usar produtos antipulgas e carrapaticidas. Eles devem ser aplicados a cada 25 dias. É difícil, mas o ideal é evitar passear com o bicho em lugares com grande circulação de animais nesta época. Também não adianta só tratar do animal. É preciso limpar todo o ambiente no qual ele vive. Muitos falam: “O meu cachorro mora em apartamento e só sai para passear na calçada. Ele não pode ter pulga”. Isso não existe. As pulgas não ficam somente no animal, 95% delas estão no ambiente.

Envie seu Comentário