Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Não abandone o seu bichinho de estimação, tá?

24 de março de 2014 12

Foto: Cynthia Vanzella, agência RBS
Não sei se deveria ficar furiosa, mas eu fico. Confesso. Cada vez que recebo um e-mail ou atendo a uma ligação que começa assim, já tenho vontade de chorar:

- Oi, queria saber se tu podes me ajudar: eu tenho um cachorrinho há cinco anos e agora vou me mudar. Mas para o lugar onde eu vou, eles não aceitam cachorro. Daí, né, eu preciso doar o meu cachorrinho. (grifo ainda mais raivoso: já ouvi gente trocando o ‘doar’ por ‘vender’ quando se tratava de um bicho de raça). Me ajuda?

Eu juro, mas juuuuuuuuuro, que tenho vontade de dizer: NÃO, NÃO VOU TE AJUDAR. NÃO QUERO E NÃO VOU. E depois tenho vontade de apagar aquele e-mail ou desligar o telefone e rezar pra ser mentira. Sério. Mas nunca é. Daí as pessoas perguntam: Mas como, então, que tu publicas, Carol?

Pois bem. Eu publico porque sei que o animal não tem culpa e, se eu não ajudar a procurar um novo dono, onde aquele bicho vai ficar? Vão jogá-lo na rua? Abandoná-lo no lixo?

Não entendo, não quero entender e não vou. Não adianta tentar me convencer. Não sei o que passa na cabeça de uma pessoa para abandonar um bichinho. Sim, isso é abandono! Aquela criaturinha, muitas vezes, já se apegou aos donos e agora será descartada. MAS QUE MUNDO É ESSE?!

Na minha cabeça é tããão simples: se tenho um cachorro, quero me mudar e o lugar que eu escolhi não aceita cachorro, é simples! NÃO VOU PARA AQUELE LUGAR, VOU PARA OUTRO! Não comparo bicho com gente, mas gente do céu: a minha Malu é um cachorro, mas ela depende de mim. Eu tenho que levá-ao veterinário, eu tenho que saber quando vaciná-la, eu preciso dar água e comida, eu preciso ver se está tudo bem, eu preciso abrigá-la… ela é minha responsabilidade. É um mascote, é uma responsabilidade, é como um filho! POXA!

Sei que muitos de vocês concordam comigo, né?

Comentários (12)

  • Laís diz: 24 de março de 2014

    Oi Carol!
    Tu sabe que em relação à este assunto um dia eu li no Facebook uma guria, não me lembro quem era, que postou algo parecido com isso:
    Olá, sou Fulana de Tal e tenho 3 filhos (dois meninos e uma menina de entre 2 e 5 anos), vou me mudar e para onde vou eles não aceitam crianças, por favor, alguém pode me ajudar à encontrar um lugar para eles?
    Estranho ler isso não é? E se fossem 3 cachorrinhos? Seria um pouco menos estranho? NÃOOOOOOOOO!!!…

    Amei a ideia da guria e tenho a mesma opinião!!!!

  • Vanessa diz: 24 de março de 2014

    Concordo contigo e não abro Carol !!! Cachorro é como um bebe com a diferença que o bebe cresce e depois se vira sozinho e o cachorro sempre vai depender da pessoa, por ter sido domesticado não consegue mais se virar sozinho na natureza!

    Antes de adotar ou de comprar a pessoa tem que saber que cachorro/gato implica responsabilidade tanto quanto ter um filho tem que cuidar enquanto o pet viver e pelo tempo em que viver!

  • daiane diz: 24 de março de 2014

    oi. Concordo! Pois imagine a saudades que o bichinho vai ter do seu dono. que é sua referencia sempre. Eu nunca abandonaria a minha cachorrinha, onde eu for, ela vai junto.

  • Francine diz: 24 de março de 2014

    Concordo com você, Carol. Os animais tem sentimento como nós, eles entendem perfeitamente o que está acontecendo ao redor deles e no ambiente onde vivem, por isso as pessoas tem que pensar bem antes de adotar ou comprar um bichinho, pois eles dependem de nós. Amo minha cachorrinha, onde vou, ela vai comigo, ela faz parte da nossa família.

  • daiane diz: 24 de março de 2014

    CONCORDO COMPLETAMENTE , MEUS CÃES FAZEM PARTE DA MINHA FAMILIA , ONDE EU FOR ELES VÃO JUNTO . SEMPRE . . .
    ACHO UM ABSURDO ABANDONAR UM BICHO COMO SE ELE NÃO TIVESSE SENTIMENTOS , ELES SÃO MUITO MAIS HUMANOS QUE A MAIORIA DOS QUE SE DIZEM SERES HUMANOS . ELES NÃO SÃO FALSOS , NÃO SÃO RANCOROSOS E NÃO TE COBRAM NADA , AO CONTRARIO , TE AMAM INCONDICIONAVELMENTE .!!!

  • Vivian diz: 24 de março de 2014

    Concordo plenamente com você!! É um absurdo isso, as pessoas não pensam na dor que causam a esses bichinhos… eles sentem dor, fome, frio igual a nós… A velha desculpa de sempre de que “para onde vou não aceitam bichos” não dá mais para engolir…
    Se você ama, você cuida e não vai querer se desfazer em hipótese alguma…

  • Taisa Cristina Ribeiro diz: 24 de março de 2014

    Eu e o meu marido Leonardo temos 4 cachorros. Todas as vezes que nos mudamos, era possível levá-los. Não foi fácil, não foi rápido …foi a nossa escolha. Simples assim!

  • Rafaele diz: 24 de março de 2014

    Concordo com você Carol!!
    Até quando viajo de férias procuro ir a lugares que eu possa levar minha cachorrinha, visto que ela vive dentro de casa e estranharia ficar no pátio, e as outras duas sempre deixo alguém de confiança cuidando já que não são acostumadas a sair de carro.
    Há 2 anos uma cachorrinha foi abandonada na rua da minha casa, cheia de pulgas, carrapatos, magrinha e com muita, muita fome! Para ganhar sua confiança dei comida, água fresquinha e dei carinho, e ela então parou de fugir quando me via, imagine o quanto o antigo dono mal tratou ela, para sentir tanto medo! Adotei a pequena, hoje ela é gordinha, carinhosa e súper arteira! rsrsrs
    Pena que nem todos o animaizinhos abandonados tem a mesma sorte de encontrar um lar onde sejam bem tratados e protegidos, na minha opinião gente que abandona um ser tão inocente e ingênuo é digno de desprezo!

  • Kat diz: 24 de março de 2014

    Vale lembrar, também, que o condomínio NÃO PODE PROIBIR que os moradores tenham animais de estimação. Isso é ilegal! É possível resguardar o direito de ter seu bichinho no seu apartamento através de um processo judicial, se necessário. Por isso, mudar-se para um apartamento não é motivo para abandono.

    Vide: http://www.olharanimal.net/perguntas-frequentes/135-tutela/139-podem-proibir-o-transito-e-permanencia-de-animais-em-condominios

  • Patrícia diz: 24 de março de 2014

    Olá Carol eu adotei um cão de rua ele não vive aqui dentro do apartamento , mas todos do condomínio dão água e comida pra ele, doamos até uma casinha ele é muito dócil se chama Bob e vive ao lado do nosso prédio já se fazem 1 ano que cuidamos dele e é um amor incondicional…sem palavras concordo plenamente contigo.
    O problema é também nestas construções, aqui no meu bairro cada vez que construtoras começam um empreendimento lá se vem uns 2 ou 3 cães, e depois ficam aqui na rua me indigno com isso…

  • Anderson diz: 24 de março de 2014

    Infelizmente descartam os pequenos peludos(animais de todo tipo) em qualquer lugar. Entram no carro com o bicho, abrem a porta e jogam pra fora. Simples como andar pra frente. A que ponto chegamos nessa tal sociedade moderna. Ao nao respeitar outras formas de vida, automaticamente a pessoa nao se respeita. Sao as mazelas que fazem seus ninhos nos corações dos escurecidos bípedes andantes, adormecidos seres humanos envoltos no veu da ignorancia.

  • Cissa diz: 25 de março de 2014

    Concordo plenamente!
    E mais, meu pai foi pintar a casa de praia por esses dias e ele ficou impressionado com o tanto de animais (gatos e cachorros) abandonados na praia… não é possível que as pessoas tenham coração tão duro que não se comovam vendo um bichinho passando fome e sede! Eles têm sentimentos e necessidades tanto quanto nós!

Envie seu Comentário