Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Você não viu esses cachorros por aí?

26 de janeiro de 2015 0


Esses dois cachorros das fotos estão perdido em Caxias do Sul e o dono está louco atrás deles. Eles fugiram no dia 17 do bairro Santa Lúcia.

É um rottweiler chamado Simão e uma policial que atende por MArgarida. Se você viu eles por aí, entre em contato pelos telefones (54) 3201.1972, 9138.8333 ou 9138.8333, com Gilberto.

Projeto Momma's Gone City ganhou mais um membro

24 de janeiro de 2015 0

Fotos: Jessica Shyba / divulgação

Em 2013, mostrei aqui algumas imagens do projeto Momma’s Gone City. Nele, a mamãe americana Jessica Shyba fotografou vários momentos do pequeno Beau tirando uma soneca ao lado do cãozinho Theo. Pois bem: os dois cresceram e a família ganhou mais um membro, a Evvie. Jessica continuou a clicar e essas imagens acima são algumas fofuras que fazem parte dessa segunda fase do projeto.

Mais de 500 mil seguidores acompanham os dias do trio no Instagram (@mommasgonecity) e Jessica agora se prepara para lançar, em fevereiro, o livro Naptime with Theo and Beau, em que registra alguns momentos únicos.


Feira de adoção de gatos em Flores

23 de janeiro de 2015 0

Foto: Agrobichos / divulgação
A União Pela Vida Animal (Upeva) de Flores da Cunha realiza sábado uma feira para adoção de gatos. Mais de 50 filhotes estão aguardando por um lar.

Será das 8h às 17h, na Agrobichos Clínica Veterinária (Rua Júlio de Castilhos, 2.130).

Você não viu essa cachorrinha por aí?

19 de janeiro de 2015 0

Foto: divulgação
Essa cachorrinha da foto, a Kate, está desaparecida em Caxias do Sul. Ela é velhinha, é de porte médio e bem medrosa. A peluda sumiu de casa, no bairro Presidente Vargas.

Se você a viu por aí, entre em contato com Maria Alice (54) 9913.2235, (54) 8116.4713, (54) 8415.8885.

Por que adotar um mascote?

17 de janeiro de 2015 0

Foto: Carolina Pezzi / divulgação

Há meses, falei aqui sobre a Adoção Bacana, uma ação da Chiquita Bacana, da fotógrafa Manuela Zatti e da Proteção Animal de Caxias do Sul (PAC) para conseguir um lar para cachorros carentes. Pois bem, alguns animais foram adotados com a ajuda dos padrinhos, mas dois ainda seguem sem uma família. Uma das estrelas que tirou a sorte grande foi o Amendoim, adotado pela Kira Manfredini e pelo Kiko Goulart. Ciente da felicidade que é ter um bicho e para incentivar quem ainda não tem um melhor amigo, pedi para a Kira contar como foi e como está sendo a vida ao lado do quatro patas. Quem sabe você não se inspira?

“Há um tempo, adotamos a Penélope, a Pepê, uma doce cachorrinha de sete anos. Infelizmente, após um acidente, nossa anjinha partiu. Passado os dias de luto, percebemos que tínhamos muito amor guardado dentro de nós e que precisávamos distribui-lo a um novo cão. Foi aí que, graças a uma amiga, nos deparamos com a foto do Amendoim exibido na campanha da Adoção Bacana. Ao colocar os olhos nele, não restou dúvidas: ele seria nosso novo cachorro, aquele que receberia todo o nosso amor. O Amendoim é um bebêzão, um espoleta. Para ele tudo é brincadeira e a alegria da casa está garantida. Adotar é tudo de bom, mesmo! Existe um carinho, um amor, que só cães podem dar ao ser humano, e cães adotados conseguem ser ainda mais carinhosos. Eles parecem que são eternamente gratos e fazem de tudo para retribuir. A alegria de chegar em casa e ser recebido por um cão todo rebolante não tem preço”.

Na Argentina, cães poderão viajar a bordo com os donos

12 de janeiro de 2015 0

Foto: Juan Barbosa / BD
Cristina Kirchner, presidente da Argentina, anunciou que duas empresas aéreas vão permitir que os passageiros levem cães e gatos pequenos a bordo. A partir do dia 15, a Aerolíneas Argentinas e a Austral Líneas Aéreas vão deixar os animais viajarem com seus tutores.

Mas, claro: somente cachorros e gatos pequenos serão autorizados.

Puma vai para nova ala no Gramadozoo

10 de janeiro de 2015 0

Fotos: Halder Ramos / divulgação
Lembram do puma que foi atropelado em agosto do ano passado em Cambará do Sul? Desde que foi resgatado, ele é cuidado pela equipe do Gramadozoo e, a cada dia, vai melhorando. Recentemente, o bicho foi transferido para uma nova ala de quarentena que fica junto ao hospital veterinário do parque em Gramado. O felino ainda não está em exposição para o público, mas o projeto de construção de um recinto adaptado está em fase de implantação e deverá ser concluído até a metade do ano.

Antes de ir para a nova área, o puma foi submetido a uma série de exames, como ultrassonografia, avaliação e limpeza odontológica e também microchipagem.

O animal, que já ganhou 10 quilos desde que chegou ao parque, teve a pata amputada ainda no início do tratamento, mas está sendo estimulado pelos médicos veterinários a caminhar. Apesar de tudo, o seu estado de saúde é considerado excelente.
A parte triste da história: apesar da grande melhora, o puma não poderá ser reintroduzido na natureza.

O G1 está em busca de um nome para o puma. Entre no site e envie a sua sugestão!

Dia de ver os mascotes dos leitores

08 de janeiro de 2015 0

Dia lindo para ver os mascotes dos leitores! Quer ver o seu por aqui? Então anota porque é muito simples: envie o clique do seu bichinho (com os dados para a publicação) para o meu e-mail, que é o carolina.kloss@pioneiro.com

Todos serão publicados por ordem de chegada, tá?

Começamos com as lindezas da Lulu Alberti, o Sushi e o Sake:


Mima é a gatinha da Bruna da Silva Costa:


Belinha é a mascote do Guilherme Pommer Brezolin:


Priscila Kramer e Willian Xavier enviam a foto do Valentino:

Dono salva peixe ao desembolsar R$ 1,2 mil

07 de janeiro de 2015 0

Foto: reprodução
Notícia fofa!

Na Inglaterra, o proprietário de um peixe de aquário salvou a vida do mascote ao desembolsar o equivalente a R$ 1,2 mil em uma cirurgia. O homem, não identificado, notou que seu peixinho não estava bem e o levou ao veterinário. A solução seria uma operação delicada para a remoção de um nódulo. O peixe, com dois anos, foi salvo e voltou para o aquário do dono.

Vai viajar com seu mascote?

05 de janeiro de 2015 0

Foto: Maicon Damasceno / BD
Chegou o verão, época de férias e de viagens. Quem tem bicho de estimação _ e não opta por deixá-lo com pessoas de confiança ou em hotéis específicos _ precisa se preparar para pegar a estrada. Com a ajuda da médica veterinária Valéria Corrêa, listamos algumas dicas para ajudar na hora de viajar com o mascote. Confira:

Vai de carro? Leve a caixinha, cadeirinha ou não esqueça do cinto!

Seja para cães ou gatos, é importante se preocupar com o espaço do animal. Em viagens de carro, é comum eles ficarem estressados ou enjoados. Por isso, é recomendável acostumar o pet ao automóvel, fazendo pequenos passeios com ele antes da viagem. Os gatos se sentem mais seguros dentro da caixa de transporte, mas elas são importantes também para os cachorros —  para garantir a segurança do animal e do motorista. Caso o bicho não se sinta à vontade na caixa, há a opção de cadeirinhas (como essa da foto, da Malu) ou cintos de segurança específicos.
Não esqueça de parar, caso a viagem seja longa
É provável que o seu animal de estimação não seja acostumado a viajar durante horas em um carro fechado. Por isso, o ajude: pare algumas vezes para que ele possa caminhar, fazer suas necessidades e pegar um ar. Não esqueça da alimentação e da hidratação. Para evitar enjoos, não dê muita comida e, caso ache que seja necessário, consulte um veterinário e peça um remédio específico. A temperatura do carro também é essencial para evitar mal estar.

Cuidado em viagens de avião
Se o seu animal de estimação pesa menos de 10 kg, mais fácil: é possível que a companhia aérea permita que ele fique com você, na área de passageiros, dentro de uma caixa de transporte. Se ele é mais pesado que isso, é mais difícil, e é provável que ele tenha que viajar junto com outras cargas. Procure um veterinário para analisar todas essas possibilidades e, quem sabe, optar pela sedação. Além disso, é importante consultar a companhia aérea para saber o que é permitido e proibido. As regras mudam de acordo com a empresa. Fique atento também aos documentos necessários. Normalmente são solicitadas a carteira de vacinação em dia e um laudo veterinário atestando boa saúde. Em viagens para alguns países, é necessário submeter o animal a um período de isolamento.

Tudo que você precisa levar na mala
Assim como o dono, o pet também deve ter uma mala só dele. Para os bichos, é imprescindível levar ração, coleira, cama, roupas, brinquedos, escovas, medicamentos que eles tomem (ou aqueles receitados pelo veterinário para a viagem), caixas de areia e a própria areia (para os gatos), lenços umedecidos próprios para animais, soro fisiológico e gaze para limpeza de olhos e ouvido.