Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Finanças é coisa de criança - As primeiras lições para a vida financeira

02 de dezembro de 2013 1

A inadimplência entre os jovens de Porto Alegre é de 40% segundo o SCPC. É “só” quatro vezes a média! Significa que, a cada dez consultas a nomes de jovens no cadastro de inadimplência, quatro têm problemas de contas não pagas.

E, para começar a preparar um programa especial sobre o assunto, o Destaque Econômico acompanhou uma aula do oitavo ano do Ensino Fundamental, no Colégio Farroupilha, em Porto Alegre. Uma das conclusões dos alunos: como filho é caro!

foto educa 1

É sim. Levantamento do Instituto Nacional de Vendas mostra que pode custar entre R$ 53 mil e R$ 2 milhões em média, dependendo da classe social, que influencia na quantidade e no tipo de gasto. Depois da aula, conversei com os alunos Guilherme Milman, Stela de Miranda Corrêa e Rafael Lippert. Todos de 14 anos. Também falei com o economista Igor Morais, da Vokin Investimentos, e que deu a aula de educação financeira para a gurizada. O colégio tem atividades nesta área para várias idades, explicou a coordenadora de ensino Letícia Nunes.

foto educa 2

Implementar a educação financeira nas escolas já é tema de um programa nacional, mas que demora para deslanchar. Vice-presidente do Conselho Regional de Economia do Rio Grande do Sul, Everton Lopes conta que há obstáculos políticos. Trabalha em parceria com a administradora Ana Paula Pregardier, que tem uma página no Facebook que sugere brincadeiras para ensinar finanças para crianças: Finanças é coisa de criança.

Além destas entrevistas, o programa Destaque Econômico especial sobre educação financeira foi buscar com a Secretaria Estadual da Educação e o Sindicato das Empresas de Ensino Privado o que pensam sobre criar a disciplina nas escolas. E ainda, a analista de mercado Débora Morsch fala sobre ações como investimento para os pais fazerem para seus filhos. A dica de livro é do escritor Álvaro Modernell, autor de Pé de Meia Mágico, que trata como a educação financeira deveria abordada por professores e pelos pais.

O programa fecha ainda com uma entrevista com o pai que fez uma planilha para pagar a mesada dos filhos, compartilhou no Facebook e virou febre na rede. O juiz do Trabalho de Rondônia, Vitor Yamada, contou como surgiu a ideia. E a planilha virou um aplicativo para celular. É chamado de Mesada. Deixar a roupa jogada no chão, por exemplo, pode gerar um desconto de R$ 1 no fim do mês. Está na loja virtual da Apple e custa US$ 0,99.

Ouça o programa na íntegra:

Programa feito em parceria com o produtor Tiago Boff (tiago.boff@rdgaucha.com.br).

Ouça o programa Destaque Econômico, na Rádio Gaúcha. Domingos, às 9h.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Comentários (1)

  • Luis diz: 4 de dezembro de 2014

    Parabéns pela premiação Giane!

Envie seu Comentário