Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Manlec entra em recuperação judicial

20 de agosto de 2014 29
Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

A Manlec entrou em recuperação judicial. A rede de lojas do Rio Grande do Sul teve o pedido autorizado à noite passada pela Justiça gaúcha. A ação havia sido ajuizada na última sexta-feira.

A empresa enfrenta uma crise financeira há anos. O passivo atinge R$ 100 milhões. Deste montante, R$ 56 milhões são débitos somente com bancos. Outros R$ 35 milhões são com fornecedores. Há ainda cerca de R$ 5 milhões que são dívidas trabalhistas.

Com a autorização da Justiça, a empresa tem 60 dias para apresentar o plano de recuperação judicial, que terá que ser aprovado por credores. Todo este prazo deverá ser usado. Por 180 dias, as ações de cobrança e execução ficam suspensas. O próximo passo será fazer o diagnóstico da situação da Manlec. O que deve demandar mais esforço será a renegociação com bancos, prevê o advogado Laurence Bica Medeiros, sócio-diretor da SMR Assessoria e Consultoria Empresarial, que está atuando no caso.

- A Manlec quer manter o negócio. O nosso objetivo é fazer a reestruturação e deixar a empresa saudável.

A figura jurídica da recuperação judicial substituiu a antiga concordata. O objetivo é dar um período para as empresas arrumarem o negócio e voltarem a operar, evitando a falência.

Nos últimos dias, a Manlec demitiu 117 pessoas, segundo o tesoureiro-geral do Sindicato dos Comerciários de Porto Alegre, Luis Carlos Barbosa. A maioria ficava em Porto Alegre e o restante, em outros sete municípios.

As verbas rescisórias não foram pagas ainda e, apesar de terem prioridade sobre as demais dívidas, a recuperação judicial dá prazo de um ano para a quitação. Segundo o advogado João Medeiros, da Medeiros Fernandes Jr. Advogados – escritório contratado pela Manlec -, o pagamento não ocorreu por absoluta falta de recursos.

- Explicamos a situação para o Sindicato dos Comerciários de Porto Alegre. Fomos pedir a homologação das demissões mesmo assim para que os trabalhadores tenham acesso ao seguro desemprego e ao FGTS. A Manlec segurou os empregos até por mais tempo que podia. Muitos funcionários estavam ociosos pela baixa atividade da empresa. A empresa adiou o que pode as demissões.

A empresa cogita injeção de capital externo. Os advogados, no entanto, esclarecem que isso não é venda da Manlec.

- Estamos trabalhando. Estamos estudando uma reestruturação. – diz o diretor da Manlec, Atílio Manzoli Júnior.

A Manlec foi fundada em 1953, com uma pequena fábrica de móveis no Bairro Bom Fim. A entrada no varejo ocorreu em 1967. Atua no comércio de eletroeletrônicos, móveis, entre outros itens.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Comentários (29)

  • Julierme diz: 20 de agosto de 2014

    O problema não é só a Manlec, estamos passando por uma das piores crises que já vi na minha vida, o problema é que a mídia e também o governo federal (PT) não querem assumir para não atrapalhar a campanha política. É simples de analisar isso, pergunte para 10 empresas como estão financeiramente e você chegará a essa conclusão também… Ah, se quiser a prova real pergunte também para as pessoas como pessoa física como está o seu financeiro? você verá que tudo isso que escrevi é fato……

  • adilson diz: 20 de agosto de 2014

    Faz tempo que venho comentando com colegas e clientes que, apesar da fragilidade economica de nossa empresa, a crise se aproxima com forca em todos os setores e que
    nao e exclusividade nossa, Manlec.

  • Marta diz: 20 de agosto de 2014

    Há expansão no comércio. . O Angeloni de SC e eamlias brasileiras nunca viajaram tanto. Duas viagens internacionais por ano. Aeroportos novos funcionando e aviões quase lotados.´ O meu financeiro está ótimo. Imóveis e carros de luxo…etc…etc
    e voto na Dilma….O arrocho não é comigo….

  • Orgui diz: 20 de agosto de 2014

    Pois é Julierme,acho que fizemos(eu e tu) parte de uma “minoria”…
    Já a Marta esta de parabens,fazendo parte de uma “grande maioria”(?)com imóveis,carros de luxo,viagens internacionais,etc,etc…e quem sabe com alguma “CC” no governo.

  • serj diz: 20 de agosto de 2014

    A tal Marta ali… totalmente sem noção

  • wando diz: 20 de agosto de 2014

    È isto aí dona Marta, sendo CC do governo petista no rs , o dinheiro tá sobrando. Viva os petralhas.

  • RBS diz: 20 de agosto de 2014

    Vamos mais. Hoje assisti no Bom dia Brasil que estamos passando pela maior crise de inadimplência dos últimos 23 anos. E o estado de São Paulo lidera o ranking. O número de cheques devolvidos no mês de julho dobrou. Se isto não é crise !!!!

  • Marta Cargo Comissão diz: 20 de agosto de 2014

    Esqueci de dizer que sou CC do PT.

  • mario diz: 20 de agosto de 2014

    Marta, tu é uma (editado) mentirosa!
    kkkkkk

  • Otávio Angeli diz: 20 de agosto de 2014

    Trabalhei na Manlec e sempre foi uma Empresa de honrar os compromissos trabalhistas. Fico triste em saber da dificuldade da Empresa.

  • ecio diz: 20 de agosto de 2014

    A crise sempre existiu em todos os segmentos, mas o maior custo hoje das empresas é o Financeiro para bancar o estoque , que é dele que depende a qualidade da venda e a margem que se busca, juros menores para financiar estoques , com certeza iria movimentar a economia.
    Mas só isto não basta temos que ter uma excelência no atendimento ao consumidor.
    Ecio Reis
    É especilista em CRM
    quer saber mais envie um email para ecio.farias@live.com

  • André diz: 20 de agosto de 2014

    Há 10 anos na faculdade em uma cadeira de análise de balanço, usamos um da Manlec para explicar a matéria, e o professor já salientava que ela não estava bem, pois valorizava demais a marca como “ativo intangível”. Em resumo, o cenário econômico atual não é desculpa para justificar o que está ocorrendo hoje !

  • Carlos Coelho diz: 20 de agosto de 2014

    Concordo plenamente com o Sr. Julierme.

  • Jovem Nem Nem diz: 20 de agosto de 2014

    Ótimo! Já devia ter fechado há muito mais tempo, pq tem um estilo antelubiano, como diria o nosso Timoneiro maldito. Aliás, por mim, seriam fechadas todas as lojas de rua, tipo Manlec, deixando apenas aquelas dos Xópingues. Para mim, até, só deveriamos ter iLojas. Eu, por exemplo, nunca entrei numa loja deste tipo, mesmo pq nem estudo e nem trabalho e a minha mesada só dá prá mim e a minha mina comer e transar. E olha lá!

  • Trajano Bello Silva diz: 20 de agosto de 2014

    Será que é um problema dos últimos anos???
    Vejam se lembram destes nomes de empresas e em que anos fecharam:
    Mesbla Veículos, Mesbla Magazine (rua voluntários) Mesbla Náutica(Rua Icaraí), Hermes Macedo, Distribuidora de Material Fotográfico, Casa dos Gravadores, Arapuã, Klift, J.H.Santos, Tapesom, Aldo Auto Capas, o enorme complexo de lojas da Ferramentas Gerais reduzido a UMA loja, Casa Vitor, Casa Coates, Hermann, Fogões Wallig, Nautisul, Importadora Americana (concessionária Ford), Gaucha Car, Imcosul, Casas Masson com suas maravilhosas propagandas, VARIG, VASP, TRANSBRASIL, RFFSA..etc…

    Ou seja, fazem uns 30 anos que vejo empresas brasileiras acabando….

    Para refletir….

  • Crise diz: 20 de agosto de 2014

    É agora a incompetência administrativa da Manlec é culpa do PT, o mundo passa pela maior crise econômica desde 1929, queria ver se fosse os neoliberais que governaram o Brasil por 8 anos quanto estaríamos pagando o litro da gasolina hoje, lembro que um Tigre Asiático dava um expiro e o Brasil pegava uma pneumonia, agora vem querer falar em crise em choque de gestão, iriam fazer mais um acordo com o FMI? Há tem gente que não sabe mas quando o PSDB + PFL (Hoje DEM) viviam de 4 para o FMI.

  • Lupin junior diz: 20 de agosto de 2014

    Vou cocordar com a marta gente isto é ma administração, existe empresas com dificuldade mais se for mal administrada a manlec tem pessoas do tempo antigo nunca se atualizou no mercado só se atualizou em mercadorias, a estrutura é muito antiga sei disso por que publicidade para a manlec só nos feiroes, isto é mentalidade de empresa antiga, lembro do tempo da incosul a da Marinha magazine e até mesmo do SMAG, tinham a mesma forfula eo que aconteceu a manlec sobreviveu mais agora está com dificuldades.

  • Patrick diz: 20 de agosto de 2014

    Essa empresa sempre cobrou juros altíssimos. Se está em crise, imagina o que sobra para os consumidores!

  • Vinícius Bartholdi diz: 20 de agosto de 2014

    Apesar do ótimo papel que a Manlec teve ao restaurar e dar uma utilidade àquele prédio na esquina da Otávio Rocha com a Dr. Flores, creio que ele seja um dos motivos da entrada dela em recuperação judicial. Deve ter sido injetado muito dinheiro para a criação do “Manlec Mega Store”.

  • Marcos diz: 20 de agosto de 2014

    Eu pergunto uma coisa: por que nao existe crise no mercado imobiliario tambem? Os apartamentos hoje com um preco absurdo e isso nao baixa de jeito nenhum, pelo contrario, aumenta todos os meses.
    Eh culpa de gestao isso, vende parcelado porque quer, nao analisa as condicoes dos clientes, etc. Depois se leva calote nao tem do que reclamar.

  • Julierme diz: 20 de agosto de 2014

    Então ai vai uma relação para aqueles que falam em incompetência ou má administração…. Frigorifico Marfrig unidade de Alegrete 700 pessoas serão demitidas dia 01/09/2014, rede vivo com matriz em Santa Maria e atua na região central e fronteira oeste do estado fechou seu supermercado em Uruguaiana e parece que passa por restruturação, rede Peruzzo de supermercado que atua na região da campanha e central do estado esta tentando desfazer o negócio com a CAAL de Alegrete, são dois supermercados de grande porte na cidade, Tumeleiro fechou suas lojas em São Gabriel e Alegrete, Ferramentas IRWIN multinacional fechou sua unidade na serra gaúcha fora os pequenos e isso que citei é em um prazo de 60 dias pra cá… Mas a copa foi a copa das copas….. Juros altos nos bancos, prazos curtos comissão do senado preocupado com “ç”, “ss” e “ch”… Como diz o Datena… Me ajuda aí…. Pô…

  • rochele diz: 20 de agosto de 2014

    Ja fui funcionaria da manlec, fiquei pouco tempo pois nao conseguia bons lucros. Apesar de ter o salario minimo que nao dabprabnada as vendas eram muito fracas.

  • Pablo diz: 21 de agosto de 2014

    Com relação ao comentário do Marcos, acesse o site http://www.bolhaimobiliaria.com.

    Já para a crise da Manlec digo que o Varejo, no Brasil, vai implodir.
    Pesquisem sobre o Magazine Luiza – Amiga da Rainh@ – e o financiamento via BNDES para as LOJAS AMERICANAS.

  • Tesoureiro diz: 21 de agosto de 2014

    Como ex-funcionário e tendo acompanhado o rumo que a empresa tomou, lamento pelo empreendedor Atílio Manzoli. De tudo que acompanhei, me chamou muito a atenção:
    - plano de sucessão familiar mal encaminhado;
    - diretoria administrativa completamente ultrapassada;
    - secretária interferindo nas finanças da empresa;
    - RH/DP sem o mínimo de profissionalização.

    Torço pela recuperação, da empresa, das pessoas.

  • neni diz: 21 de agosto de 2014

    A culpa na e do PT mas sim do atilio Junior que compra fazendas e apartamento de um milhão e fode com a empresa e pior deixa 117 pessoas sem dinheiro pra pao e leite…..canalha

  • Funcionário diz: 3 de setembro de 2014

    Na minha opinião a Manlec deveria vigiar mais e entrevistar com mais eficiencia pois a culpa da loja estar em crise é de alguém que tem contato direto com as finanças não estou julgando ninguém mas acho estranho uma loja de tantos anos, passando por situações piores das épocas passadas, sobreviveu a muitos desastres financeiros de anos atrás simplesmente entrar em crise sem mais nem menos numa época boa de vendas no Rio Grande do Sul, e sobre os juros altíssimos como alguns reclamaram ai a Manlec possui uma financeira chamada Losango os juros são dados pela financeira e os cartões os juros são vindos dos fornecedores de cartões de crédito, a Manlec tem culpa nisso apenas no contratar uma financeira tão exigecente como a Losango que a cada cem crediários dez aprovam pela política da financeira, a Manlec é uma empresa maravilhosa de se trabalhar e de se comprar eu posso dizer sou funcionario e cliente e me orgulho disso.

  • Iolanda diz: 7 de setembro de 2014

    Eu não sabia porque o Site está fora do ar,até que pesquisando,descobri a que a loja está em crise,fico triste porque nós do Rio Grande do Sul não temos muitas opções nesse tipo de loja,os grandes Magazines ficam em São Paulo e Rio ou mais para cima,um exemplo é a Americanas que aqui vende coisas pequenas e em São Paulo é um monstro que vende até móveis e tem outras mais,nós precisamos aprender a votar direito,porque não existe incentivos para as empresas se instalarem aqui e as daqui estão fechando,lamento pela Manlec,torço para que supere essa crise,torço para que baixem os seus preços pois são muito altos,bem acima da média.

  • eliza diz: 22 de novembro de 2014

    fui funcionária da manlec e era uma empresa boa sim d trabalha mais assim q entro em crise demitiu um monte d gente, e muita gente assim como eu não receberam um centavo ainda, desde q saiu da loja e com possibilidadade até d ir para o spc

  • Vanderlei decore diz: 19 de abril de 2015

    Trabalhei mais de 4 anos na Manlec e fui mandado embora antes da empresa entrar nesta crise. Na época fiquei chateado, mas agora eu vi que sai na hora certa. Espero que a empresa consiga se recuperar, pois eu gostava de trabalhar lá.

Envie seu Comentário