Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Greve dos petroleiros completa 12 dias e não afeta distribuição de combustíveis no Estado

12 de novembro de 2015 0
Félix Zucco / Agencia RBS

Félix Zucco / Agencia RBS

babi mugnol

 

 

A greve dos petroleiros completa 12 dias nesta quinta-feira (12). A Petrobras entregou proposta para o acordo coletivo com reajuste de 9,53% nas tabelas salariais e em outras parcelas remuneratórias, mas a greve continua e uma nova reunião foi marcada para esta quinta-feira (12) no Rio de Janeiro. Segundo a estatal, o impacto na produção de petróleo permanece na ordem de 115 mil barris ao dia em todo o país.

Em Canoas, a Petrobras tem garantido a continuidade das operações com equipes de contingência formadas por empregados que optaram por não aderir à greve, segundo nota da companhia. Só que o Sindicato dos Petroleiros do Rio Grande do Sul (Sindipetro-RS) solicitou intervenção da Justiça e do Ministério Público do Trabalho, que vistoriou a Refinaria Alberto Pasqualini (Refap) nesta semana. O presidente do Sindepetro, Fernando Maia, diz que cerca de 12 pessoas estão dentro da Refap desde o dia 1º, o que chamou de cárcere privado. A Justiça de Canoas e o MPT ainda avaliam a situação.

Em nota, a Petrobras disse que a empresa não obriga a permanência de trabalhadores nas unidades e reforça que as operações estão sendo mantidas dentro da legalidade, com segurança para as pessoas e preservando a integridade das instalações. Por enquanto, nem a greve dos petroleiros e nem a dos caminhoneiros afeta a distribuição de combustíveis no Rio Grande do Sul, de acordo com Adão Oliveira, presidente do Sindicato Intermunicipal do Comércio Varejista de Combustíveis e Lubrificantes do Estado (Sulpetro).

Envie seu Comentário