Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Indústria eólica pretende gerar 50 mil empregos em 2016

02 de fevereiro de 2016 2
Foto: Genaro Joner / Agencia RBS.

Foto: Genaro Joner / Agencia RBS.

Em meio à crise, o setor eólico se destaca projetando criar 50 mil empregos no País em 2016. A previsão é da Abeeólica, associação do setor de geração de energia a partir do vento.

A previsão usa por base o crescimento do parque gerador de energia eólica nos próximos anos.

- Em 2016, vamos crescer em torno de 40% em relação a 2015. Nós geramos cerca de 15 postos de trabalho por cada megawatt instalado, e isso está dividido ao longo da cadeia de produção. – afirmou a presidente da Abeeólica, Elbia Gannoum, ao programa Destaque Econômico.

O Rio Grande do Sul ficou fora dos maiores investimentos recentes, segundo Elbia, pela demora na liberação de licenças ambientais. Mas a presidente acredita que o Estado volte com mais força aos leilões de venda de energia eólica para o Governo Federal.

Atualmente, o Rio Grande do Sul fica em terceiro no ranking nacional de potência instalada. Mas fica em sétimo em potência em construção.

Ouça a entrevista completa com a presidente da Abeeólica, Elbia Gannoum:

 

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Comentários (2)

  • Edu Eder diz: 3 de fevereiro de 2016

    O Brasil com falta de energia de norte a sul e as “licenças ambientais” de arrasto, como sempre!

  • Erika diz: 5 de fevereiro de 2016

    Muito bom saber que as energias renováveis estão com tudo! Quero ver esse setor crescer bastante, pois vai ser muito bom para a economia e para o meio ambiente.

Envie seu Comentário