Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Quanto investir para garantir renda mensal de R$ 2,5 mil?

15 de abril de 2016 2

 

Foto: Porthus Junior / Agencia RBS.

Foto: Porthus Junior / Agencia RBS.

 

Quer viver de renda?

Pensa em R$ 2,5 mil por mês? Tenha R$ 1 milhão investido.

Importantíssimo! Para calcular quanto de dinheiro você tem para gastar do seu rendimento, é preciso considerar apenas o retorno líquido. Ou seja, tire taxas de administração, Imposto de Renda descontado da aplicação financeira e – principalmente! – a inflação. São itens que corroem o retorno da aplicação financeira.

O banco não faz esse cálculo para você. O investidor é que precisa considerar estas desvalorizações antes de contar com aquele dinheiro no mês. Se você gastar a rentabilidade bruta e não apenas o valor líquido, seu dinheiro vai minguar ao longo do tempo até… acabar!

Poupança! Atenção aqui: a poupança está perdendo para a inflação. Ou seja, o dinheiro que está na poupança não pode ser considerado para a sua meta de renda mensal. Aliás, é o contrário! Quando a correção da poupança é inferior à inflação, o dinheiro perde o poder de compra.

- Hoje, a poupança não faz parte da vida de um investidor sério. – fala o consultor financeiro André Massaro.

Não é fácil viver de renda, mas você conseguiu R$ 1 milhão? Ainda assim o retorno não é uma cifra astronômica depois de todos os descontos que você obrigatoriamente tem que considerar. Considera que terá que gastar pouco.

Um investimento bem interessante para aplicar essa quantia é o título Tesouro IPCA+ com cupons semestrais, do Tesouro Direto. Este papel rende a inflação, mais um percentual determinado na hora da compra e que chegou a atingir 7% recentemente. Este tipo de título paga cupons semestrais ao investidor, que podem ser usados como renda ou reaplicados. Ainda assim, lembre que Tesouro Direto tem taxas de custódia, Imposto de Renda e eventual taxa da corretora.

Confira a simulação do consultor financeiro André Massaro para os leitores do blog Acerto de Conta$:

“Para ter renda “limpa” de R$ 2,5 mil ao mês, você precisa ter R$ 1 milhão investido.

Meus argumentos:

Usando uma das melhores rentabilidades atuais de renda fixa, ainda mais com risco baixo:
IPCA (do mês passado) 10,36 + Taxa do Tesouro Direto IPCA 6% (em média)
Em números redondos: 16%

Menos Imposto de Renda de 15%, dá 13,6%.

Tirando a inflação “redondamente”, dá 3% ao ano.

Portanto:

Para ganhar R$ 2,5 mil ao mês (R$ 30 mil ao ano) com 3% ao mês, é preciso ter R$ 1 milhão.”

Mas posso não descontar a inflação? Poder, até pode. Mas o dinheiro vai acabar aos poucos porque o montante não acompanha o aumento dos preços, ou seja, vai perdendo o poder aquisitivo.

Veja a simulação de Massaro para este caso:

“Para ter uma renda bruta de R$ 2,5 mil, precisa ter R$ 270 mil.

Considero uma taxa prefixada de 13%. É mais ou menos o que paga hoje o Tesouro Direto. Poupança paga muito menos.

- Mas cuidado, investidor. Não considerar a inflação é se autoenganar.”

 

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Comentários (2)

  • Critico POA diz: 15 de julho de 2016

    Mas que inflação é essa de 3%, se o IPCA e 10% a inflação não é os 10%? Não é o próprio IPCA que é calculado para a inflação nesse caso?

    Tem algum indice utilizado ou foi uma média de indices diferentes?

    IGP-10 IGP-M IPCA Geral IPCA-15 Geral
    IGP-DI IPC-FIPE Geral INPC Geral IPCA-E Geral
    ?

    Se for ver por exemplo IPCA jun/2015 a jun/2016 foi de: 9,70%.

    Podem falar mais sobre isso?

  • Andre diz: 16 de agosto de 2016

    O difícil é junta 1 milhão…

    Bazinga Toys – Colecionáveis e produtos geek

Envie seu Comentário