Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Liminar suspende 127 demissões da Intecnial em Erechim

01 de junho de 2016 1
Foto: Reprodução site Intecnial

Foto: Reprodução site Intecnial

babi mugnol

 

 

O Ministério Público do Trabalho (MPT) em Passo Fundo obteve liminar contra a Intecnial S.A., de Erechim. Com isso, foram suspensas as 127 demissões realizadas na metade de maio. Foram 99 rescisões de metalúrgicos e outras 28 da construção civil.

Em caso de novas demissões sem prévia negociação coletiva, a Intecnial deve pagar multa de R$ 10 mil por empregado dispensado.

O procurador do Trabalho Roger Ballejo Vilarinho se baseou na dispensa coletiva feita às vésperas do pedido de recuperação judicial feito em 16 de maio. Segundo o procurador, a empresa se viu “desobrigada” de realizar de imediato o pagamento das verbas rescisórias aos trabalhadores demitidos por causa do plano de recuperação.

A decisão foi acolhida pela juíza do Trabalho substituta Nelsilene Leão de Carvalho Dupin, da 3ª Vara do Trabalho de Erechim.

Conforme o MPT, agora a empresa terá de buscar negociação com os sindicatos: o dos metalúrgicos e o dos trabalhadores na indústria da construção e do mobiliário de Erechim.

O sindicato dos Metalúrgicos de Erechim teve assembleia na manhã desta quarta com os trabalhadores. De acordo com o presidente Fábio Adamczuk, a decisão é aguardar a proposta da empresa.

 

Comentários (1)

  • Teresinha Winter diz: 1 de junho de 2016

    É bom verificar QUANTOS INCENTIVOS, RENÚNCIAS FISCAIS, etc. essa empresa recebeu pra aumentar o número de empregados. Se demitir, tem de devolver todos esses benefícios. Ou não??? A coisa está muito mansa pra essas empresas que participam desses programas do Governo, não é??? Todo mundo reclama do Bolsa-Família. E o resto? E a grana que escorre pelos dedos nesses benefícios de pai pra filho??? Hein??? Se vamos discutir, vamos discutir TUDOOOOOOOO !!!

Envie seu Comentário