Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Faturamento das exportações gaúchas é o mais baixo desde 2010

26 de julho de 2016 0
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS.

Foto: Porthus Junior / Agencia RBS.

 

As exportações gaúchas fecharam o pior semestre desde 2010. Somaram US$ 7,7 bilhões, recuo de US$ 350 milhões na comparação com o primeiro semestre de 2015.
O balanço é da Fundação de Economia e Estatística. Foi embarcado o maior volume para o exterior de toda a série histórica da pesquisa. Mas o crescimento não foi o suficiente para compensar a retração dos preços dos produtos exportados.

Pesquisador em Economia da FEE, Tomás Amaral Torezani explica o aumento recorde do volume embarcado:

- Além do incremento da demanda dos principais importadores dos produtos gaúchos, a forte contração do mercado doméstico e, em certa medida, o processo de depreciação do real frente ao dólar, também contribuíram para o crescimento nos embarques em 2016.

No ranking nacional, o Rio Grande do Sul ficou em 5º lugar no ranking nacional. Ultrapassou o Rio de Janeiro, atingido pela redução do preço do petróleo. Mas foi superado por Mato Grosso, pela forte elevação das vendas de soja e milho em grãos, e por Paraná, também pelas vendas de soja.

 

Soja

A soja em grão foi o principal produto exportado pelo Rio Grande do Sul. Teve recorde histórico em 2016 de volume embarcado para um 1º semestre (5,1 milhões de toneladas).

- Na esteira da supersafra do ano, dos massivos embarques para a China e do crescimento das vendas para o Irã e Paquistão.

Mas a receita em dólar foi a menor dos últimos quatro anos. Houve queda no preço do grão.

 

Celulose

Um destaque positivo é a venda de celulose, que segue crescendo. Deve-se ao aumento da capacidade produtiva da Celulose Riograndense, em Guaíba, além do recorde de vendas para China e para outros 17 países.

 

Automóveis e plásticos

A FEE também destaca a venda de automóveis e plásticos.

- A exportação de automóveis cresceu em função do estabelecimento de novos acordos automotivos no âmbito nacional, com recuperação de vendas para Argentina e início de embarques para a Colômbia. A elevação da venda dos polímeros plásticos ocorreu pelo crescimento da demanda de países como Estados Unidos, Bélgica, Argentina e Chile. – complementa Torezani.

 

China

A China é o principal destino das exportações gaúchas. Absorve mais de um quarto das vendas. A venda de soja para o país representou 21% das exportações totais do Rio Grande do Sul, no primeiro semestre.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Envie seu Comentário