Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Cobranças abusivas de dívidas crescem com a crise. Até onde as empresas podem ir?

19 de setembro de 2016 0
Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

 

A crise aumentou o número de cobranças abusivas. As pessoas estão com mais dificuldade de honrar pagamentos e as empresas estão mais preocupadas em garantir a quitação.

Dívida feita é para ser paga. Não há dúvida quanto a isso. Mas as empresas precisam respeitar limites na hora de cobrar.

Ligações insistentes demais, contato com familiares e chamadas para o trabalho do devedor. São alguns exemplos de cobranças abusivas e que até podem gerar ações por dano moral, explica o diretor do Procon Porto Alegre, Cauê Vieira. Só em 2016, o órgão recebeu 71 reclamações de cobranças exageradas por telemarketing.

- O que é bastante significativo em relação ao tipo de reclamação. – explica Vieira.

Recentemente, TRC Taborda Recuperação de Crédito e Banco Santander foram proibidos de ligar mais de duas vezes ao dia para cobrança. Foi uma ação coletiva de consumo. A decisão ainda estabelece um número máximo de dez ligações ao consumidor para cobrança da dívida. E vai ter pagamento de dano moral para consumidores.

Ouça a entrevista ao programa Destaque Econômico com o diretor do Procon Porto Alegre, Cauê Vieira:

Ouça o programa Destaque Econômico, na Rádio Gaúcha. Domingos, às 9h.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

 

 

Envie seu Comentário