Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Três investimentos de baixo risco que rendem mais que a poupança

20 de setembro de 2016 5
CC0 Public Domain

CC0 Public Domain

 

 

A gente sempre diz: “poupança não é investimento”

Por que?

Porque a rentabilidade da poupança, quase todos os meses, não alcança nem a inflação. Ou seja, o dinheiro que fica na caderneta vai perdendo poder de compra porque os produtos e serviços vão subindo de preço mais do que é pago para o poupador.

Por ser isenta de imposto, a caderneta serve mais para deixar um dinheiro para emergência ou juntar dinheiro para um investimento que exige aporte mínimo inicial. Mas há resistência em tirar o dinheiro da poupança. Principalmente, porque é considerado o lugar mais seguro pelos poupadores.

Então, o programa Destaque Econômico pediu para o especialista em investimentos Mauro Calil:

Três investimentos de baixo risco e que rendam mais do que a poupança:

Tesouro Direto - Papéis do Governo Federal. É como emprestar dinheiro para o governo. Pode fazer pelo banco ou uma corretora. Procurar o que cobra taxa mais baixa. A rentabilidade é de 80% do CDI, comparada a 60% da poupança. Para quem está acostumado com poupança, Calil sugere o título Selic pós-fixado.

LCI e LCA - Tem a mesma segurança da poupança, que é o Fundo Garantidor de Crédito. Ou seja, se o banco quebra, o fundo cobre o valor até R$ 250 mil. Aplicações partem de R$ 1 mil ou R$ 3 mil. Consegue 95% do CDI já livre de taxas e impostos.

CDB - Para valer a pena, tem que pagar pelo menos 100% do CDI, que é a “remuneração do banqueiro”. Os Certificados de Depósito Bancário (CDBs) são uma forma de os bancos captarem recursos.

Ouça mais detalhes sobre os investimentos na entrevista com Mauro Calil:

 

 

===

 

Leia mais:

Básico para boas finanças – Padrão de vida da família tem que ficar abaixo do que a renda permite

Cinco passos para programar a aposentadoria e não depender apenas da previdência pública

Reserva financeira – Se perder o emprego, teria dinheiro para viver quantos meses?

 

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

 

Comentários (5)

  • Pâmela diz: 20 de setembro de 2016

    Giane!

    Muito interessante a reportagem. Mas tenho algumas dúvidas:

    Onde vc encontrou 95% do CDI para LCI/LCA?

    Sabe me dizer pq o site do tesouro direto não está disponível para compra de títulos há vários dias?

  • Rafael diz: 20 de setembro de 2016

    Oi, acredito que não está certa a informação sobre a remuneração do Tesouro Direto em relação ao CDI. Normalmente, as LFTs pagam mais que o CDI.

  • Susumu Kodai diz: 20 de setembro de 2016

    95% do LCI em bancos de primeira linha só para valores acima de 1 milhão (em alguns bancos bem mais que isso). Outra coisa, a reportagem não mencionou que tanto Tesouro Direto como CDB pagam imposto de renda.

  • Pâmela diz: 20 de setembro de 2016

    Quanto ao tesouro direto, acredito que tenham colocado 80% do CDI porque esta é a remuneração líquida, após 15% de IR e a taxa de custódia, que fica em torno de 0,5%.
    Já o CDB, sim, faltou informar que terá IR de no mínimo 15%.
    Mas 95% do CDI líquido na LCI, só se for em bancos muito pequenos, mas acho que nem esses.

Envie seu Comentário