Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Cinco tarifas bancárias que só paga quem gosta de rasgar dinheiro

11 de outubro de 2016 21
Foto: Maicon Damasceno / Agência RBS.

Foto: Maicon Damasceno / Agência RBS.

 

 

Espante a preguiça e analise seu extrato bancário. Pode estar pagando tarifas sem necessidade.

“Ah, mas são só R$ 20 por mês. Pouca coisa… Dá trabalho ir até a agência.”

São R$ 240 por ano. E se forem R$ 40 por mês? São R$ 480 por ano. E por aí vai…

Os bancos têm aumentado bastante as tarifas. É uma forma de compensar o aumento da inadimplência e fazer todo mundo arcar com o prejuízo.

O IBGE mostra aumento de 11,5% das tarifas no último ano. É maior do que a inflação do período.

Então, informe-se com o gerente para eliminar ao máximo estes custos. Peça, por exemplo, limites isentos de TED ou DOC por mês.

Também pergunte quais os critérios para eliminar tarifas geral de conta. Em alguns casos, concentrar aplicações em uma instituição pode melhorar a relação com o banco e permitir estes “agrados”.

Pois o planejador financeiro e editor-chefe do Infomoney, João Sandrini, fez uma lista muito bacana das cinco tarifas bancárias que só paga quem gosta de rasgar dinheiro. Nos autorizou a compartilhar aqui alguns tópicos. Confira:

 

1 – Tarifas de conta corrente

No primeiro semestre, as mensalidades dos pacotes de serviços foram reajustadas, em média, em 12%. O dado é do Banco Central. Entre os maiores bancos, Bradesco elevou 6% e o Banco do Brasil, 24%!

- A verdade é que só paga tarifas bancárias quem quer. – alerta o planejador financeiro.

Dá como exemplo o Itaú e Bradesco. Ambos têm conta digital, que é totalmente isenta para pessoas físicas se não usar serviço na agência nem emitir cheque.

Veja mais sobre o assunto aqui: Oito serviços bancários que são gratuitos para o cliente

 

2 – Anuidade do cartão de crédito

Tem cartão de crédito por aí cobrando anuidades de R$ 1,2 mil. Será que os benefícios são tão bons assim? Qual a relevância para você do acesso a salas VIP em aeroportos?

Negocie e barganhe com o banco. Simule o cartão de crédito com outras instituições financeiras.

- O Nubank é um cartão sem anuidade e que atende quem não tem renda muito alta. É um Mastercard Gold. – cita João Sandrini.

Não tem os benefícios, como programa de milhas, por exemplo. Também é preciso ficar atento aos juros do rotativa.

 

3 – Taxa de administração de fundos

Como é mais cômodo, a maioria dos investidores aplica em fundos pelos bancos tradicionais. Tanto que os três maiores bancos brasileiros (Banco do Brasil, Itaú e Bradesco) controlam 55% do dinheiro investido em fundos. Só que cobram bem nas taxas de administração e de performance.

- Não há fundos de renda fixa sem taxa de administração, mas gestoras que não estão atreladas a grandes bancos costumam cobrar bem menos. É possível achar percentuais bem baixos, a partir de 0,15% ou 0,30% ao ano. – alerta Sandrini.

Ao escolher um fundo de investimento, o principal é comparar as taxas de administração. Elas podem corroer a rentabilidade da aplicação financeira.

 

4 – Taxa de custódia para Tesouro Direto

Investimento em títulos públicos, que tem dado boa rentabilidade. Tem a taxa cobrada pela Bovespa, que é de 0,3% e não tem como fugir. Mas é possível investir por corretoras que não cobra a taxa de custódia. Confira a tabela retirada hoje do site do Tesouro Direto:

 

taxas

 

Os maiores bancos brasileiros cobram de 0,4% a 0,5%.

- Como no primeiro ano a taxa é cobrada no momento da compra do título, ao invés de aplicar R$ 100.000, vai comprar R$ 99.502. Ou seja, já perde R$ 500 logo de cara. – exemplifica Sandrini.

No decorrer dos anos, são milhares de reais pagando taxas desnecessárias para investir no Tesouro Direto.

 

5 – Taxa de custódia da Bovespa

Quem investe em ações e opções pelo banco e pela maioria das corretoras paga taxa de custódia mensal. Os grandes bancos cobram de R$ 7,59 a R$ 30.  Só que há corretoras que isentam da cobrança de taxa de custódia. É o caso da XP Investimentos e a Clear Corretora, informa João Sandrini. O Banco do Brasil também isenta para investimentos de até R$ 300 mil. Fugindo desta taxa, sobra a taxa de corretagem e emolumentos para a Bovespa.

===

Leia mais:

É possível viver de renda com R$ 1 milhão?

Como juntar R$ 1 milhão?

Cobranças abusivas de dívidas crescem com a crise. Até onde as empresas podem ir?

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

E também curta a página Giane Guerra, no Facebook.

 

 

 

Comentários (21)

  • Márcio diz: 11 de outubro de 2016

    E vem cá… precisa pagar taxa mensal no mês que estão em greve? Quero ressarcimento! Não pude utilizar o banco.

  • Vicente diz: 11 de outubro de 2016

    “Cinco sites de notícias que só paga quem gosta de rasgar dinheiro.

    Espante a preguiça e analise os sites de notícias. Você pode estar pagando mensalidade sem a necessidade, já que existem centenas de sites com conteúdo superior, atualizado, não tendencioso e gratuito.

    “Ah, mas são só R$ 1,90 nos primeiros dois meses. Pouca coisa… Dá trabalho acessar outro site.”

    São R$ 3,80 por dois meses. Depois não se sabe, porque o site não informa. E por aí vai…

    Os portais de notícias manipulativos tem cobrado pelo acesso ao conteúdo. É uma forma de ganhar dinheiro e fazer todo mundo arcar com o prejuízo.”

    Só deixo uma pergunta, para quem quiser responder: você trabalharia de graça? E não me venham com a história de lucros exorbitantes e mimimi…

  • Adilson diz: 11 de outubro de 2016

    Quanto às taxas de custódia da BOVESPA:
    As duas corretoras de fato não tem essa taxa; porém, a matéria deveria informar que elas cobram altas taxas de corretagem em cada operação.
    Esse fato torna praticamente irrelevante o fato de não cobrarem taxas de custódia.

  • Leandro Marchioretto diz: 11 de outubro de 2016

    Giane, Parabéns pela matéria. Eu acrescentaria mais uma Tarifa. Tarifa de Contrato de Câmbio em operações de Importação, Exportação, Serviços, Compra de Bens no Exterior e Etc….Tem banco cobrando R$ 400,00 para fazer o envio….Se você quiser saber mais sobre o assunto, me chame no e-mail que lhe repasso informações relevantes sobre o assunto. Tenho um Canal sobre o assunto chamado CAMBIO NA VEIA..Abs e Sucesso

  • Guilherme diz: 11 de outubro de 2016

    Tem “repórter” ganhando jabá de corretora e de certos sites para escrever matéria.. deveria constar um “a pedido” ou “matéria paga” na notícia..

  • Taís Milani diz: 11 de outubro de 2016

    Vicente, adorei teu comentário! Muito pertinente!
    QUEM TRABALHA DE GRAÇA???????
    Os bancos fornecem opções de taxas e tarifas, cada um opta pela que melhor lhe servir. Só não pode querer ter acesso a todos os serviços e não pagar 1 centavo por isso!
    Brasileiro se deixa influenciar por qualquer notícia, desde que lhe convenha.
    Tenha santa paciẽncia!

  • Júlia diz: 11 de outubro de 2016

    EU NÃO ACREDITO
    que os cidadãos vão DEFENDER os bancos e banqueiros em detrimento de informações úteis como estas (eu já as conheço e utilizo faz tempo).
    Nibiru: já pode vir! não tem mais jeito, não

  • Paulo diz: 11 de outubro de 2016

    Um oferecimento de Giane XP Guerra “ninguém trabalha de graça” lkkkk

  • Zeroni Dos S Da Silva diz: 11 de outubro de 2016

    INFORMAÇÃO: O cartão do NuBank é Mastercard “PLATINUM”

  • Serj diz: 11 de outubro de 2016

    Júlia… qualquer um pode ser “banqueiro”, basta comprar ações dos bancos.
    Parem com este tipo de argumento sem noção…

    Isso daí é mais uma propaganda da XP.

  • Adilson diz: 11 de outubro de 2016

    Corretagem XP INVESTIMENTOS: R$14,90

    Ninguém trabalha de graça.
    Outras corretoras, no mínimo, iguais à essa, tem custódia em torno de R$10,00 e corretagem de R$4,90 a R$10,00.

    Momento econômico: patrocínio XP INVESTIMENTOS.
    Quanto à quinta dica, só pode ser isso que explica.
    As outras quatro estão ok.
    Mas essa última é dose!

  • Adilson diz: 11 de outubro de 2016

    Ademais, a Clear, listada na reportagem é do grupo XP.
    Veja em:
    https://www.xpi.com.br/sobre-a-xp/grupo-xp/

    Pois é, INFORMAÇÃO É TUDO!
    Pra bom entendedor, meia palavra basta.
    JABÁ VELADO!

  • vladimir.fontoura@gmail.com diz: 11 de outubro de 2016

    Perfeita a analogia do Vicente(numa alusão ao Clic RBS,que cobra para ler),mas existem outros sites que oferecem de graça(como o Jornal O Sul),mas não com a mesma qualidade,senão estaríamos lá. agora. O intuito da matéria foi positivo,pois há coisas que eu não sabia. O objetivo da matéria a gente sabe,mas o daqueles incomodados é que fica a dúvida.

  • Igor diz: 11 de outubro de 2016

    Concordo com a reportagem, mas vale lembrar que:

    1 – Não utilizar os espaços bancários é ótimo para o banco, pois diminui o custo do mesmo, mas também vai falar com os “robôs” de call center que vão lhe pedir para ir em uma agência física para resolver um assunto e teu assunto urgente será respondido pelo chat em 4 ou 6 horas, pois é o tempo de resposta (e apenas de responder o que tu escreveu) que foi estabelecido.

    2 – Tranquilamente tu pode usar esses cartões. São ótimos e não cobram nada. Desde que seja um bom pagador, precise de pouco auxílio e não use seu cartão em qualquer lugar, já que as conferências de segurança são menores e aquela simples máquina de cópia de tarja já clonam teu cartão.

    3 – Como diz ali, é mais cômodo pelos bancos. Mas se prefere fazer manualmente e ser cobrado taxa de corretagem, tranquilo. Taxa de carregamento também é tranquila.

    4 – Almoço de graça? Difícil né! Sempre se paga por fora. Como por exemplo, por consulta de saldo. Fui taxado pois solicitei meu saldo e extrato pela segunda vez em 6 meses.

  • Johnny diz: 11 de outubro de 2016

    Quando tem matéria ruim eu falo pacas aqui e do amadorismo de alguns “jornalistas”. Mas quando a matéria é boa, a pessoa merece elogio. Se essa matéria é própria da pessoa dona da página, meus parabéns.

  • Carlos Alberto diz: 11 de outubro de 2016

    Não pago nenhuma anuidade ou mensalidade em banco. O Banco já ganha com minha conta salário, com todas as minhas contas em débito automático e com a concentração de todas minhas operações. Tanto é que se alguém chegar no banco pedindo pra encerrar a conta porque encontrou outro banco que não te cobra nada, eles cobrem a proposta. O lucro dos bancos está no spred. Pagam no máximo 1,5 ou 2% ao mês para aplicações e cobram 12, 14, 16% ao mês no cheque especial. O Vicente fez um comentário irônico comparando com os sites de notícia que querem cobrar. O lucro destes sites vem dos anúncios. Antigamente se comprava jornais no jornaleiro e se pagava. Mas era para a receita do jornaleiro. O jornal mesmo não ganhava nada com isso. Sua receita vinha dos anúncios. Por que tem que cobrar agora? Eu não pago. A Zero Hora cobra, mas eu não pago e vou para outros sites.
    Um funcionário recebe salário. E não adianta pedir para a empresa abastecer o tanque do seu carro ou pagar o estacionamento. Já as empresas, bancos, sites, querem ganhar de tudo que é jeito, de todos os lados.

  • Helena diz: 11 de outubro de 2016

    Não sejam burros, tire seu dinheiro do banco.
    Ele pega e empresta para outros, com juros absurdos.
    Se todos, ou pelo menos 50% das pessoas tirasse o dinheiro dos bancos, eles quebrariam. Vamos fazer esta revolução sem derramar sangue.

  • Joao diz: 11 de outubro de 2016

    Isto helena , vamos tirar o dinheiro dos bancos e guardar o nosso salario debaixo do colchão, sair com dinheiro na rua ,afinal nossa cidade se encontra num momento muito tranquilo em relaçao a segurança né?
    Faça me o favor , tem comentarios que nao posso acreditar que sejam veridicos

    Quanto a matéria, concordo plenamente com a analogia do Vicente, cada prestador de serviço deve cobrar por isso para sobreviver, tem gente que chega no banco e quer uma conta salario sem pagar nada por isso, e nao pensa que o banco tem o custo da emissao do cartao, dos cash eletronicos para realizar pagamentos , papel gasto na emissao de extratos, deslocamento do carro-forte para que seja feito o devido abastecimento dos cashs e da agencia, folha de pagamento dos funcionarios que estao sempre a disposicao para atende-los, isso aliado inumeras outras coisas, a pessoa usufrui de todos esses serviços direta ou indiretamente e nao quer pagar nada…ta certo

  • leandro diz: 11 de outubro de 2016

    Alguém já percebeu que o clicrbs está só replicando matérias e ainda por cima algumas quer cobrar? As vezes o plágio demora um pouco para não ficar muito aparente, mas sempre vem.

  • Tiago diz: 11 de outubro de 2016

    P/ Helena aqui em cima: tirar a grana dos bancos e por onde, no colchão?

  • olavio kleinert diz: 12 de outubro de 2016

    Os bancos falam em inadimplencia, os caras de roubam, e ainda acham que são credores, parece samba de crioulo doido

Envie seu Comentário