Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Capital, Serra e Litoral - As regiões que concentram o turismo no Rio Grande do Sul

10 de novembro de 2016 2

Quatro regiões se destacam no turismo do Rio Grande do Sul: a Região das Hortênsias, Porto Alegre, Litoral Norte e a Região da Uva e do Vinho. O que já era uma percepção foi confirmado em estudo divulgado nesta quinta-feira pela Fundação de Economia e Estatística.

Atividades de turismo movimentaram R$ 7,4 bilhões em 2013. É 4% do setor de serviços e 2,6% do total do Estado.

Região das Hortênsias

A Região das Hortênsias é a onde o turismo tem o maior peso. Do Valor Adicional Bruto total da região, 9,2% vem de atividades características do turismo. Chega a 16,8% no município de Gramado e 7,1% em Canela.

Porto Alegre

Porto Alegre é a segunda região em destaque na análise da FEE. Considera só o município. Abrange 37% de todo o VAB do turismo no Rio Grande do Sul. A cidade se destaca em serviços como agências, operadores de turismo e locação de automóveis.

- Pode-se supor que mesmo as empresas que atendem ao interior do RS estejam operando a partir de uma base na capital. Uma boa parcela do turismo da região das Hortênsias, por exemplo, chega ao Estado pelo aeroporto Salgado Filho e, de lá, parte para a região serrana em veículos alugados ou mesmo em ônibus fretados por operadores sediados em Porto Alegre. – pondera o economista Tomás Fiori, Coordenador do Núcleo de Desenvolvimento Regional.

Litoral Norte

A Região do Litoral Norte do Rio Grande do Sul é a terceira região em destaque, com 2,5% do total estadual, em 2013. Mas é uma região relativamente pobre quando observada do ponto de vista da geração própria de riqueza, observa a FEE. Com 75% de sua estrutura produtiva baseada nos serviços, boa parte está associada ao fluxo sazonal dos turistas no verão, especialmente com serviços de alimentação.

Uva e Vinho

A quarta região do Rio Grande do Sul a ser destacada nos indicadores do turismo é a Região da Uva e do Vinho. Caxias do Sul é o segundo município que mais contribuiu para o VAB do turismo em 2013.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

E também curta a página Giane Guerra, no Facebook.

 

Comentários (2)

  • Anderson diz: 10 de novembro de 2016

    Porto Alegre tem um apelo por ser capital.

    Região das hortências é tradicional por suas belezas o ano todo, muitos eventos, o clima serrano, muitas sensações pelos lugares onde se passa.

    Litoral norte vem crescendo em números populacionais(será que estão retornando as origens?). No verão a oferta de praticamente “tudo”.

    Região uva e vinho por seus atrativos vinícolas, como não poderia ser diferente, alguns eventos no turismo de negócios aqui e ali.

    Claro que há muito a ser explorado, respeitosamente.

  • Douglas diz: 11 de novembro de 2016

    O RS desperdiça boa parte de seu potencial, há muito o que descobrir, por exemplo a região da Campanha com os pampas (no inverno o vinho, o azeite e o frio seriam atrações), a rota paleontóloga com os fósseis de dinossauros (segundo a RBS, foi na região de Santa Maria que os dinossauros surgiram), as Missões e claro, a parte mais exuberante do estado: os CANYONS, que são pessimamente aproveitados, acho que Cambará do Sul é a única que poderia fazer frente à gigantesca Gramado, mas nem rodovias decentes que levam até lá temos.

Envie seu Comentário