Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Quais são as cinco tarifas básicas que os bancos podem cobrar pelo cartão de crédito

23 de novembro de 2016 1
Foto: Ricardo Duarte / Agência RBS.

Foto: Ricardo Duarte / Agência RBS.

 

 

Fique atento: os bancos podem cobrar cinco tarifas básicas pelo cartão de crédito. O alerta é do Banco Central e do Ministério da Justiça.

São elas:

- Anuidade
- Emissão de segunda via do cartão
- Uso no saque em espécie
- Uso para pagamento de contas (por exemplo, faturas e boletos de cobranças de produtos e serviços)
- Pedido de avaliação emergencial do limite de crédito

No entanto, podem ser cobradas outras tarifas pela contratação de serviços considerados “diferenciados” na regulamentação do setor. É o caso de envio de mensagem automática informando sobre movimentação ou lançamento na conta de pagamento vinculada ao cartão de crédito, fornecimento de plástico de cartão de crédito em formato personalizado e fornecimento emergencial de segunda via de cartão de crédito.

Em tempo, só para alertar mais uma vez: o cartão de crédito não pode ser enviado ao cliente sem autorização expressa. Muito menos habilitar o cartão sem a solicitação.

Há três opções de pagamento do cartão de crédito:

1. Pagar o valor integral da fatura: essa é a opção recomendada, pois, sendo pago o valor integral, o cartão de crédito se restringe a meio de pagamento, não havendo incidência de encargos financeiros.
2. Parcelar o valor da fatura: neste caso, o cartão é utilizado como meio de financiamento, havendo incidência de encargos financeiros. Os juros do parcelamento são menores que os juros do crédito rotativo. Se o consumidor desejar parcelar o valor da fatura, deve seguir as recomendações constantes da sua fatura ou entrar em contato com a
instituição financeira emissora do cartão, para verificar como solicitar o parcelamento.
3. Pagar um valor entre o mínimo, de 15% do valor da fatura, e o integral: nesse caso, o consumidor usa o crédito rotativo, com incidência de encargos financeiros. Essa é a opção menos indicada, pois a taxa de juros aplicada é uma das maiores do mercado.

Se o consumidor deixar de pagar a fatura ou se pagar valor inferior ao mínimo, estará descumprindo o contrato. Isso caracteriza inadimplência. Nesse caso, além de pagar juros e Imposto sobre Operações Financeira, o consumidor terá de arcar com multa e juros de mora.

Cancelamento: O contrato do cartão de crédito pode ser cancelado a qualquer momento. Mas NÃO quita ou extingue dívidas pendentes. Negocie o pagamento com a instituição que emitiu o cartão.

 

 

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

E também curta a página Giane Guerra, no Facebook.

 

 

Comentários (1)

  • Anderson diz: 23 de novembro de 2016

    Há no mercado cartões que não cobram nada dessas tarifas.

Envie seu Comentário