Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Preço do aluguel faz Colombo fechar loja em shopping de Porto Alegre

06 de janeiro de 2017 40

Jefferson Bernardes © 2009

 

 

A Lojas Colombo fechou a loja no BarraShoppingSul. As atividades foram encerradas no último dia 26 de dezembro. A unidade vendia eletroeletrônicos.

Em entrevista à Babiana Mugnol, da Gaúcha Serra, o dono da Colombo disse que o motivo foi o aluguel. Segundo Adelino Colombo, a rede de varejo não conseguiu renegociar o valor com a administração do shopping.

Segundo a CDL POA Shopping, outros lojistas cogitam fechar lojas ainda em janeiro. A reclamação contra shoppings de Porto Alegre em geral é sobre o aluguel. Engloba valores, dificuldade de negociação e a cobrança do 13º aluguel no ano.

Leia mais: Lojistas apontam fechamento de operações em shoppings de Porto Alegre e brigam para não pagar 13º aluguel

Atualizando: A CDL POA Shopping marcou reunião com lojistas para o dia dez de janeiro. Diz que tem 70 empresários já confirmados para o encontro.

Aliás, a entrevista completa da Babiana com o empresário vai ao ar no domingo no programa Serra de Negócios, na Gaúcha Serra. Às 9h.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

 

Comentários (40)

  • elizeu diz: 6 de janeiro de 2017

    Não chega os impostos altíssimos que essas empresas ou lojas pagam de aluguéis nos shoppings, esse pagamento de 13º é um verdadeiro absurdo, descalabro, presumo que isso ocorra só neste País, afinal, quem aprova essas medidas absurdas, depois querem culpar os governos, quando essas lojas fecham ou se mudam para outros Estados, ou definitivamente.

  • Márcio Silva diz: 6 de janeiro de 2017

    Devido a crise e a falta de sensibilidade a mesma mais lojas deverão fechar.

  • MARCIO RAMA DE VARGAS diz: 6 de janeiro de 2017

    Giane,
    Tens ideia de quanto é o valor do aluguel?
    abs

  • Marcos diz: 6 de janeiro de 2017

    e qual era o valor do aluguel?
    entendo pela que reportagem a culpa é quase que exclusiva do Barra Shopping Sul

  • pris diz: 6 de janeiro de 2017

    História …. aluguel é só a desculpa, a verdade mesmo é que esses shoppings são uma verdadeira exploração, tudo, mas TUDO MESMO, é mais caro ! não tem como sustentar uma estrutura dessas, senão cobrando dos clientes. as mesmas lojas fora do shoppings tem os mesmos produtos bem mais baratos, inclusiva na parte da alimentação… Hoje evito ao máximo a ída ao shoppings, compro fora do shopping e são muito bem atendida. FORA ZAFFARI EXPLORAÇÃO !!!!! que com seus shoppings conseguem quebrar todo o comercio do bairro, quem deixa de arrecadar é a prefeitura e o governo do estado … abre os olhos Marchezan, põe os óculos Sartori.

  • Rodrigo Soares diz: 6 de janeiro de 2017

    Linda essa Giane Guerra!!!

  • Brent Mydland diz: 6 de janeiro de 2017

    13° de aluguel… se eu fosse lojista, fazia um movimento de abandono geral das lojas, deixando esse megalomaníaco shopping entregue às baratas… e aos moradores de rua.

  • Jegue diz: 6 de janeiro de 2017

    O melhor dessas matérias é ler os comentários. Só tem “PHD especialista phudêncio” comentando. Leram uma matéria de meia dúzia de linhas – a própria matéria faz menção à entrevista completa que sequer foi veiculada ainda – e já tem a resposta para tudo, conseguem fazer o diagnóstico, encontrar o problema, listar as soluções, apontar os culpados e já terminam os comentários com várias exclamações e maiúsculas fazendo protestos…isso é o brasileiro, infelizmente.

  • Jonathan Lopes Moreira diz: 6 de janeiro de 2017

    13º Aluguel ? Mas que absurdo.

  • Alex diz: 6 de janeiro de 2017

    A dificuldade de negociação não é exclusividade do Barra Shopping.
    No Wallig pra abrir uma loja tem que ter 1 ano de aluguel já pago como garantia.
    O Wallig está ficanod as moscas que eles não baixam nenhum valor de aluguel.

  • leandro diz: 6 de janeiro de 2017

    Poucos devem ter percebido, mas é o COMEÇO do FIM.

  • Observador diz: 6 de janeiro de 2017

    Rodrigo, já vi que tua preferência é tamanho “plus size”.

  • Marcus Duarte diz: 6 de janeiro de 2017

    E quando vão deixar os shoppings se pronunciarem???

  • Eduardo diz: 6 de janeiro de 2017

    Marcio, eu tinha uma pequena loja no Rua da Praia Shopping, cerca de 36M2, e eu pagava o valor de R$ 4800 por mês. Agora mudei a loja para um espaço na voluntários da pátria, onde estou pagando R$ 2700. Abraço!!

  • Rafael diz: 6 de janeiro de 2017

    Esta rede de varejo é séria e muito honesta, lojas Colombo é uma tradição, quase todas as cidades tem, pena fechar por uma falta de entendimento ou negociação com os donos do ponto..este shopping está mais pobre, pode ter certeza..

  • Daniel diz: 6 de janeiro de 2017

    Bem vindos ao neoliberalismo, estado mínimo, livre negociação.
    Aqueles que defendem estado mínimo e usam como exemplo os EUA lembrem que uma coisa é lá onde abusos realmente não são permitidos, há bom senso e punição, mas aqui no Brasil, neoliberalismo significa que o mais fraco vai ser subjugado pelo mais forte, tá aí o exemplo do 13° aluguel, que isso……….

  • Daniel diz: 6 de janeiro de 2017

    Bem vindos ao neoliberalismo, estado mínimo, livre negociação.
    Aqueles que defendem estado mínimo e usam como exemplo os EUA lembrem que uma coisa é lá onde abusos realmente não são permitidos, há bom senso e punição, mas aqui no Brasil, neoliberalismo significa que o mais fraco vai ser subjugado pelo mais forte, tá aí o exemplo do 13° aluguel, que isso……….ha, e olha que a Colombo é gigante, imagina empresa x funcionário numa livre negociação e sem lei trabalhista.

  • Emerson Corrêa diz: 6 de janeiro de 2017

    Assim como lojistas, consumidores devem unir-se também contra as práticas abusivas de cobrança e aumento de preços dos estacionamentos dos shoppings. Organizando dias de boicote a idas a determinados shoppings que abusem dessa prática de cobrança.

  • Felipe diz: 6 de janeiro de 2017

    Amarraram o dono da Colombo e o forçaram a assinar o contrato? Nenhum shopping obriga nenhum lojista a ter loja. Se os lojistas abrem inconsequentemente alguma loja, sabendo que o faturamento deverá ser alto para suprir os custos, a culpa é única e exclusiva do lojista. E quanto ao 13º aluguel, os locatários assim o fazem porque diminui-se o valor do aluguel mínimo mensal ao longo do ano, para que em dezembro possa se cobrar o aluguel dobrado. O mesmo ocorre com lojas de crianças no mês de outubro.

  • Tião diz: 6 de janeiro de 2017

    Antes, o consumismo desenfreado suportava esse tipo de absurdo: pagar 13º aluguel, ou seja, você usa 30 dias o prédio, mas em um mês paga 60.
    Com a crise, shopping tem sido muito mais um lugar de passeio e para dar “uma olhada” do que para efetivamente comprar. Muitos olham lá e saem comprar no comércio de rua. E que bom que seja assim.
    O consumidor dita o ritmo nas relações de consumo, sempre foi assim. Ou os shoppings se adaptam à realidade ou vão perdendo atrativos.
    Boicote você também e contribua nessa transformação!

  • Ananias Nunes de Oliveira diz: 6 de janeiro de 2017

    Deveria haver uma lista de lojistas apoiadores do golpe (tipo riachuelo, boticário…) e nestas lojas não comprar.

  • Adriana diz: 6 de janeiro de 2017

    O valores dos aluguéis são altíssimos e o shopping realmente não renegocia valores. Falo isso porque trabalhava em uma loja nesse shopping que foi fechada devido a eles não negociarem. Fui visitar esse dias e várias lojas boas já fecharam. Uma pena.

  • Pablo diz: 6 de janeiro de 2017

    Os Preços cobrados no Shopping SEMPRE SÃO MAIS ELEVADOS que o preço da mesma mercadoria em lojas de Rua, se isso continuar , haverá uma queda maior nas vendas de lojistas estabelecidos no shopping….O comércio de rua Agradece…

  • Rodrigo diz: 6 de janeiro de 2017

    Vai fazer uma falta essa colombo que fechou, nossaaa!

  • Eliane diz: 6 de janeiro de 2017

    aqui em Novo Hamburgo o Bourbon Shopping também cobra 13 aluguel.me parece ser padrão em shoppings mas deve ser revisto na minha opinião!

  • Atento de Souza diz: 6 de janeiro de 2017

    E o assalto no estacionamento do shopping total ontem à noite? Não vão divulgar nada?

  • Fernanda diz: 6 de janeiro de 2017

    Sem falar que a Colombo concorre com ela mesma… fui varias vezes nessa loja e o preço era bem mais alto do que o preço do próprio site da Colombo.. e não tinha negociação! Entendo que poderia ser devido ao conceito da mesma, mas eu apenas olhava o produto e comprava pela internet (sem pagar frete), e acredito que o mesmo era feito por várias pessoas.

  • ODAIR BANDEIRA diz: 6 de janeiro de 2017

    A única loja que eu sei que aplica o sistema de pontuação no crediário, ainda não aprovado no Congresso!Não vai fazer falta!

  • Tião diz: 6 de janeiro de 2017

    Exatamente Fernanda. Acho que a tendência é diminuir cada vez mais as lojas físicas. Os preços são bem salgados, amenizados pela loja na internet, onde eventualmente se encontram boas promoções e a entrega na porta de casa, sem custo adicional.
    Eu só compro na Colombo pela internet. Não tem sentido ir à loja física e pagar bem mais caro. Ah, e ainda pagar frete da loja até em casa, se o produto é grande.

  • Vinicius Moraes diz: 6 de janeiro de 2017

    Pela Internet é óbvio que será mais barato que na loja. Internet não tem custo da loja, do espaço físico, estrutura, aluguel e etc..

    Mas enfim.. Estava buscando um telefone em dezembro para comprar, e de todas lojas que eu fui no Iguatemi, a Colombo era a mais cara. E bem mais cara. Cerca de 30% mais cara que as demais.

    Apenas para fazer o contra-ponto. Também acho um absurdo os preços de shoppings. Começando pelo estacionamento. Pagar $10 reais só para deixar o carro la, não tendo nenhum abatimento caso consuma algo no shopping, é uma exploração ao consumidor.

    Como os demais ja disseram, eu reforço: vou a shopping somente para passear e as vezes um cinema. Não compro mais nada la. Salvo algumas exceções de promoções. Que são raras.

  • Ali diz: 6 de janeiro de 2017

    Colombo? Podem fechar todas. Uma TV que lá custa 4.000,00 + 100,00 de frete pela internet tu compra por 2.800,00 com frete grátis e horário agendado.

  • Ana diz: 6 de janeiro de 2017

    Loja fechada dá um ar de abandono, e mesmo assim a administração não cede, prefere deixar fechado do que negociar. E outro “espanta-cliente” é o preço do estacionamento. Aumentou em todos os shoppings de Porto Alegre.

  • Athos Pereira diz: 6 de janeiro de 2017

    Essa de 13º aluguel é uma piada que só na República das Bananas se vê. Querem ganhar sempre mais e mais e não abrem mão de nada mesmo na crise que o país vive.
    Tem mais é que ficar com todas as lojas fechadas dando prejuízo para aprenderem.

  • jo ao pedro diz: 6 de janeiro de 2017

    que deusa essa Giane Guerra, meu Deus! não me importava de viver “guerra” com ela todo dia..

  • Douglas diz: 6 de janeiro de 2017

    Boa tarde a todos!

    Creio que uns dos contratos mais Leoninos seja os de Shopping.
    Li alguns argumentos de que aanpessoas as pessoas não são obrigadas a assinarem esse tipo de contrato. Ledo engano.
    Ocorre que muitos segmentos do comércio varejista se obriga a abrirem lojas no Shopping em razão da concorrência. Hoje, Shopping Center é um entretenimento familiar para os fins de semana.
    Crise econômica e cláusulas abusivas mas legalmente previstas, geram essa bateção de portas. Um dos poucos contratos que são regulamentados por lei especifica são os de Shopping Center.

  • Barbaridade diz: 6 de janeiro de 2017

    Meu deus quanto especialistas em contrato e em franchising. Nao sabem que existe ateh 16 alugueis nos shoppings. Eh um contrato único nao tem isso de coitadismo. quer quer… n quer tem quem queira uma loja ancora. A colombo eh a mais cara de todas as lojas, mesmo na internet. Nunca bateu os precos da pto frio americanas. Tem toda uma estrutura no shopping. Desde o visual musica ar cond seg estacionamento midia. Vao estudar! O modelo de negocio eh totalmente norteamericano. Tao com pena da loja? Que isso comunismo?! Eh uma salada de fruta de ignorancia com pedancia essa gentarada. Reclamando de pagar 10 reais de estacionamento kkkkk mas vao pro caMelodromo entao!

  • Atento de Souza diz: 6 de janeiro de 2017

    Pesquisa. Vai no total e apura. Ou quer que eu trabalhe por ti?

  • Jorge Lemos dos Santos diz: 6 de janeiro de 2017

    Essa loja atendia muito mal e com preços muito superiores aos dos concorrentes. A Colombo, como outras redes, prefere fazer concorrência do seu site com as suas lojas, sem qualquer margem de negociação na loja física e com diferenças grandes. Eu mesmo deixei de comprar na loja para comprar no site. Isso tudo é desculpa para fechar lojas e demitir os empregados, tentando reduzir as ações trabalhistas, pois o empregado fica com “pena” da loja que fechou por culpa do shopping.

  • Antonio diz: 6 de janeiro de 2017

    Pois é Ananias eu ja exclui a Magazine Luiza.

Envie seu Comentário