Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Aumento da energia elétrica pode superar 25% no Rio Grande do Sul em 2017

24 de janeiro de 2017 9
Foto: Marco Favero / Agência RBS

Foto: Marco Favero / Agência RBS

 

Depois da forte alta em 2015 e de um certo alívio em 2016, ganham força as previsões de que a tarifa de energia elétrica ficará mais cara mesmo em 2017. E em 2018 também. A pedido da Rádio Gaúcha e blog Acerto de Conta$, a TR Soluções fez projeções para as distribuidoras do Rio Grande do Sul.

Para CEEE, o consultor Paulo Steele prevê reajuste de 25,41% em 2017. Para 2018, aumento médio previsto de 6,5% na energia.

- Basicamente, toda essa elevação em 2017 para a CEEE é explicada pelas elevações dos custos com transmissão, que é o impacto da indenização.

Como tem reajuste no segundo semestre, a CEEE terá certamente o impacto do custo que aumenta em julho de 2017. Já a RGE e a RGE Sul (antiga AES Sul), ambas da CPFL, têm reajuste em junho e em abril, respectivamente.

Aí, Steele explica que os reajustes vão depender do resultado de uma audiência pública que está em andamento e que estabelece que a Agência Nacional de Energia Elétrica pode antecipar o repasse de custos para os reajustes.

- Em 2017, temos ao menos uma elevação excepcional. O custo relacionado ao sistema de Transmissão de Energia deve ter uma elevação de cerca de 300% em julho.

Então, se a Aneel antecipar essas elevações de custo para RGE e RGE Sul, os reajustes serão maiores em 2017 também para estas distribuidoras.

- Nossa expectativa são de reajustes para os consumidores em baixa tensão de 3% para clientes da RGE Sul e 9% para a RGE em 2017. No entanto, para 2018, teríamos para os consumidores em baixa tensão de -0,5% para a RGE Sul e +0,6% para a RGE.

Mas se a Aneel não antecipar, o acumulado de dois anos ficará ainda mais pesado para o consumidor.

- Se a Aneel não antecipar, os reajustes para os consumidores em baixa tensão devem ser de -7% para a RGE Sul e +0,5% para a RGE em 2017. Só que, para 2018, teríamos para os consumidores em baixa tensão +20% para a RGE Sul e +16% para a RGE.

RGE Sul e RGE não serão tão impactadas em 2017 por essa alta nos custos com a transmissão devido à queda de 25% de um encargo setorial, a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE). CEEE já repassou parte desta redução.

Previsão da Aneel divulgada pelas agências de notícias nesta terça-feira aponta que indenização a transmissoras pode causar alta média de 9% nas tarifas de energia elétrica em 2017. Entre 2017 e 2024, consumidores terão que pagar cerca de R$ 65 bilhões pela conta de luz.

É dinheiro que o governo deve às concessionárias de transmissão de energia. Serve para compensar investimentos feitos nas linhas de transmissão antes de 2000, mas que ainda não tinham sido totalmente pagos via tarifa. O pagamento tinha que ter começado em 2013, mas foi atrasado e, então, R$ 35 bilhões referem-se à atualização do valor. Têm direito concessionárias que aceitaram renovar concessões em 2012 dentro do plano lançado por Dilma Rousseff para baratear as contas de luz.

 

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

E também curta a página Giane Guerra, no Facebook.

Comentários (9)

  • Antonio diz: 24 de janeiro de 2017

    Poisé..tudo se aumenta..e com indices assim..20..25..30%.Ai os impostos logico..aumentam tb…mas todos os governos alardeam q estao quebrados..eu nao entendo q calculo eles fazem.Allias..entendo sim..CALCULO DO ZE BOBALHAO.Povo idiota..ta na hora de derrubar esse sistema.Chega…ate quando vamos tolerar isso!!

  • Nicolau Skli diz: 24 de janeiro de 2017

    Eu não apoiava faze gato mas ppr causa deste abuso tem que se fazer gayo mesmo pois a ganância está nas nuvens. Só tem uma maneira para endireitar as coisas nestes país e é na porrada contra estes empresários e politicos gananciosos.

  • gus diz: 24 de janeiro de 2017

    Que brasileiro é otário todos sabemos, pq brasileiro nao tem nome, é um boi em meio a boiada, é uma massa sem rosto, é um homem médio ABAIXO da média em todos os quesitos. Brasileiro é um sujeito sem brio, acostumado a ser tratado como lixo, não conhece dignidade nem valores éticos e morais pq é acostumado apenas a sobreviver e quando pode tbm gosta de levar vantagem. O que não consigo entender é uma imprensa formada por JORNALECOS e jornalistas que nao honram as calças, basta ver as reportagens, onde ALGUÉM compõem o texto, mas nao o jornalista e sim o seu patrão. ONDE ESTÃO as justificativas dos numeros? onde está a aferição da verdade? esse bloguete gosta de jogar numeros e nao explicar, pq o público médio dessa imprensa marrom nao vai se importar mesmo. E ai GIANE, cadê a investigação? cadê a opinião sobre a venda do sistema energético aos chineses? estão sempre brincando conosco… sai da sua zoninha de conforto…….

  • Diego Motta diz: 24 de janeiro de 2017

    Pois é, a geração de Energia Sustentável está cada vez mais em ação. Vamos começar o movimento para a Energia Solar, o governo incentiva, tem linhas de financiamento e o impostos são isentos devido o consumidor ser um gerador de energia.

  • PAULO diz: 24 de janeiro de 2017

    COITADO DO POVO!……MAIS UM POUCO E, VAMOS GANHAR r$1000,00 DE SALÁRIO E PAGAR r$1.200 DE IMPOSTOS…..TEM SOLUÇÃO?????….ACHO QUE SÓ UMA REVOLTA POPULAR MESMO!

  • Paulo diz: 25 de janeiro de 2017

    Quando será devolvido o valor dos impostos recolhidos a mais dos consumidores?
    Essa agência é mais inútil que buzina em avião.

  • Teresinha Winter diz: 25 de janeiro de 2017

    Pelo amor de Deus, chega de sangrar a gente !!! Sera que essa exploracao nunca vai ter fim ??? Querem que voltemos a usar velas??? Nao vamos poder ligar nada na luz, porque senao a conta fica impagavel !!! Sera que a midia vai assistir a tudo isso sem opinar???

  • Carlos Schlittler diz: 25 de janeiro de 2017

    A solução é a instalação de sistemas de ENERGIA SOLAR.
    Entre em contato: carlosalberto@epienergia.com.br.
    O retorno do investimento é rápido e você estará livre destes aumentos abusivos.

  • joao paulo da silva diz: 15 de março de 2017

    tudo isso é culpa desse governo safado querendo tapar os rombos do país de toda forma corte daqui, corte dali já prestaram atenção que tudo no brasil ta aumentando ate onde vai isso e hr de fazer paralização tbm contra isso.

Envie seu Comentário