Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Aprovados em concurso processam Banrisul por contratação de estagiários

16 de fevereiro de 2017 82
Foto: Ricardo Chaves / Agencia RBS.

Foto: Ricardo Chaves / Agencia RBS.

 

A Associação dos Aprovados em Concursos do Banrisul ajuizou ação contra o banco por contratação de estagiários. A reclamação é antiga e frequente entre quem participou do último processo seletivo, realizado no fim de 2015.

“Banrisul não será privatizado. Assunto encerrado.” – garante presidente do banco.

Banrisul: “Não há previsão de chamar mais concursados”

Banrisul lança plano de aposentadoria voluntária para até 700 empregados

Os autores da ação na Justiça do Trabalho alegam que os estudantes estão exercendo função de escriturários. A entidade representa 276 aprovados no concurso.

- Na época, a seleção contou com 118 mil inscritos. Foram 3.965 aprovados no concurso, mas apenas 300 convocados em um ano. O número representa menos de um terço dos estagiários contratados no mesmo período, 1.094 estudantes que desempenham irregularmente as mesmas funções dos aprovados no concurso. E a demanda por mão de obra continua crescente no Banrisul. Em novembro, foram abertas 500 novas vagas para estágio em todo Estado e, em 2015, já haviam sido oferecidas outras mil vagas. – argumenta o advogado Cristiano de Souza.

Segundo Souza, ação tem provas de desvio de função.

- Revelam uma prática generalizada de utilização de estagiários para abertura de contas, venda de produtos, com pagamento de comissões para escriturários que depois eram repassadas aos estagiários, e também de acesso dos estudantes a dados sigilosos dos clientes, o que é proibido pelo Banco Central.

Pedem suspensão liminar do contrato entre Banrisul e todos os estagiários, além da convocação dos aprovados da associação.

Posicionamento enviado pelo Banrisul:

“O Banrisul desconhece a ação, por não ter sido notificado. A se confirmar a notícia, tomará as providências jurídicas cabíveis.”

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

 

Comentários (82)

  • johnny diz: 16 de fevereiro de 2017

    Não é so o Banrisul que tem 684 estagiarios em Porto Alegre e Região Metropolitana ocupando as vagas de que fez concurso e passou, isso existe tambem na CEF que usa 1.275 estagiarios SÓ NO RS, ocupando ilegalmente as vagas de quem pagou e fez concurso. O Ministerio Publico nem toma conhecimento disso, incrivel!

  • Fernando diz: 16 de fevereiro de 2017

    Os estagiários realmente estão executando serviços de escriturários. No entanto, requerer que apenas os representados por esta Associação sejam convocados é ilegítimo. O certo seria a determinação de rompimento de contrato com os estagiários e a conseqüente convocação dos aprovados seguindo a lista de classificação. Onde está o MPT em uma hora dessas???

  • WAGNER diz: 16 de fevereiro de 2017

    Sempre ouvi falar nessa prática que o banco comete. Se ninguém reclama, fica por isso mesmo, estão economizando um dinheirão fazendo isso. Estão mais do que certos em buscar os direitos.

  • Diego Silva diz: 16 de fevereiro de 2017

    O novo entendimento jurisprudencial do STF e STF reitera que é legítimo sim.

  • Luis Henrique Dambroser diz: 16 de fevereiro de 2017

    Não concordo com sua colocação Fernando, quer dizer que se os primeiros colocados do concurso não procurassem seus direitos quem ficou em posições posteriores não poderiam busca-lo, acho injusto, pois dessa forma ficariam engessados e teriam que aceitar tudo quietos sem poder fazer nada!!

  • WAGNER diz: 16 de fevereiro de 2017

    Não vejo nada de ilegítimo em reclamar seus direitos. Quem se sentiu prejudicado com a ilegalidade do banco entrou. Quem não entrou é porque está ok ficar somente aguardando uma posição do banco. Já que o MPT não intervém, somente dessa maneira, e com o “regulamento debaixo do braço”, para obter o direito.

  • Carlos Lehr diz: 16 de fevereiro de 2017

    Tomara que o Judiciário faça justiça neste caso. Sabemos que essa é uma prática antiga do banco.

  • Luis Henrique Dambroser diz: 16 de fevereiro de 2017

    Não concordo com sua colocação Fernando, acredito que se acham que tem o direito devem busca-lo, quer dizer que se os primeiros colocados do concurso não fizessem nada os outros teriam que engolir tudo de boa, sem direito de buscar os seus direitos?

  • Vanessa diz: 16 de fevereiro de 2017

    Ilegítimo, Fernando, é o que o Banrisul está fazendo. A CF já garante ao cidadão a apreciação pelo Poder Judiciário de lesão ou ameaça de lesão ao direito. Se pessoas se organizaram para isso e outras optaram por não participar sagrado direito de escolha de cada um. Se o STF e STJ entendem que quem não buscou por seus direitos é porque NÃO tinha interesse na vaga, não podemos falar que o que busca a Associação é ilegítimo. Já diz o velho jargão jurídico “o Direito não socorre aos que dormem”.

  • Filipe diz: 16 de fevereiro de 2017

    Existe inclusive uma matéria do Diretor Financeiro do Banco publicada no final do ano passado, dizendo que contratariam estagiários por ser uma mão de obra mais barata. Foi para uma revista do centro do país.

  • Filipe diz: 16 de fevereiro de 2017

    Vanessa, Wagner e Luis, não tenho conhecimento para dizer se é legítimo ou não, mas se o Banco contratasse as pessoas representadas por essa associação, abriria uma brecha para que todos os outros aprovados também ajuizassem ação requerendo o mesmo direito, viraria uma bagunça esse concurso. O correto e justo seria convocar pela ordem de classificação em cada microrregião conforme está no edital. Claro, essa é a minha opinião e respeito a de vocês também.

  • Fernando diz: 16 de fevereiro de 2017

    Exatamente. Contratando os representados por esta associação, aqueles que ficaram na frente destes na classificação final poderiam entrar com ação requerendo as vagas.
    Na minha opinião o correto seria a intervenção do MPT para o chamamento dos aprovados seguindo a classificação final do concurso, afinal o MPT vai ser parte do processo de qualquer forma.
    Mas acho a tentativa válida por parte da associação. Está defendendo o interesse dos seus filiados.

  • Elisabeth diz: 16 de fevereiro de 2017

    Estudantes que ficarão um tempo e depois caem fora com dados sigilosos de clientes. É um ESCÂNDALO! Somente poderiam ter acesso a dados dos clientes FUNCIONÁRIOS CONCURSADOS, que ao serem convocados, ainda passam por um CRIVO. Torço para que esta ação seja considerada PROCEDENTE e que acabe esta farra de ESTAGIÁRIOS fazendo o trabalho de escriturários!

  • Alex diz: 16 de fevereiro de 2017

    Tem que chamar estagiários mesmo. São mais baratos, funcionários entram e depois o bco paga pra eles se demitirem

  • Vicente diz: 16 de fevereiro de 2017

    O errado nessa história é o banrisul, os aprovados que entraram na justiça estão apenas buscando seu direito. Quem deve intervir para defender o interesse coletivo é o MPT.

  • Carlos Gonçalves diz: 16 de fevereiro de 2017

    Senhore(a)s,

    Trabalho no banco há 8 anos e sempre foi assim, sabe-se claramente que o banco será vendido após o balão de ensaio lançado pelo governo federal em combinação com o estado.
    A PEC para eliminar a exigência de plebiscito (CRM, Sulgas etc) não vai passar e com certeza no plebiscito vão incluir o Banrisul.
    Como o povo na maioria quer estado mínimo… vai ser vendido e tanto faz estagiário quanto funcionário… vamos todos pro ralo.
    Enfim, eu não nutriria esperança entrar no banco agora.

  • WAGNER diz: 16 de fevereiro de 2017

    Sim, Fernando, isso seria a Jurisprudência, depois que o pessoal da associação for chamado (se for), abre precedente para os outros entrar e ganhar também. Então, cabe o entendimento do Juiz assim, imagino eu, se o banco precisou de 1.000 estagiários e exerceram função de escriturário, quer dizer que precisava de 1.000 escriturários, então, chama-se o restante na ordem classificatória até completar os 1.000. Mas como falei, pode acontecer qualquer coisa, depende do Juiz. O que não dava era ficar assistindo algo errado e não fazer nada, já que o MPT não se manifestou.

  • Amadeu Henrique diz: 16 de fevereiro de 2017

    Sou estagiário do banco e não exerço atividade de escriturário. Por favor, não generalizem.

  • Rafael diz: 16 de fevereiro de 2017

    Alex, você que pensa que estagiário é mais barato. Vai pesquisar pra ver quantos já ganharam ações na justiça por desvio de função. Isso é pura politicagem.

    Carlos, concordo com você. Tudo não passa de um grande jogo pra colocar o Banrisul no rol das empresas estatais que serão privatizadas.

    Quanto a ordem de chamamento, acho que deveria seguir a lista de aprovado. Sou um aprovado no último concurso. e embora não tenha uma grande colocação, creio que quanto mais gente aderir a ela, maiores as chances.

  • amarildo diz: 16 de fevereiro de 2017

    Sou estagiário, aprovado no concurso e faço tudo.. Crédito rural, vendas

  • Rogerio diz: 16 de fevereiro de 2017

    Amadeu, a muitas provas, talvez você não, mas é a maioria…

  • Monique diz: 16 de fevereiro de 2017

    Somente poderiam ter acesso a dados dos clientes FUNCIONÁRIOS CONCURSADOS, que ao serem convocados, estudantes tendo acesso a dados sigilosos é um escândalo. Torço para que esta ação seja considerada PROCEDENTE e que acabe esta farra de ESTAGIÁRIOS fazendo o trabalho de escriturários!!! E que as pessoas que se esforçaram para passar em um concurso publico tenham seu reconhecimento e sejam convocadas para seus cargos de direito.

  • Jardel diz: 16 de fevereiro de 2017

    Entende-se que o Cadastro reserva não possuí nenhum direito absoluto de convocação. Contudo, chamar estagiários para fazer essa função é um desrespeito com todos os aprovados e até inscritos no processo seletivo. Tivemos mais de 100 mil inscritos e mais de 3 mil aprovados. Quem é cliente do Banrisul vê com nitidez a falta de funcionários há algum tempo. Muitas vezes o mais barato se torna caro. Espero que esses aprovados que entraram com a ação consigam o deferimento do processo.

  • Lisiane Souza diz: 16 de fevereiro de 2017

    Que a justiça seja feita! Queremos apenas o que temos direito! Estudamos e muito para estar lá dentro do Banco trabalhando e ao invés de chamar o CR o Banco preferiu reduzir custos contratando estagiários. Se isso não é agir de má fé, o Brasil está perdido mesmo. Temos que aprender e reivindicar nossos direitos. #justiça

  • Susumu Kodai diz: 16 de fevereiro de 2017

    Banco fazendo o que o patrão sartori manda. Reduzindo custos a qualquer custo. E os incomodados que se danem.

  • Diego Silva diz: 16 de fevereiro de 2017

    O barato sairá caro senhor Sartori!

  • Patricia diz: 16 de fevereiro de 2017

    Chega de estagiarios, nao é so no Banrisul – quantas outras empresas, principalmente privadas nao abusam de estagiarios para fazer economia!!!!

    daqui a pouco vamos ter 40 anos e se eternos estagiarios, abrindo as pernas para o empregador e dando gracas a deus por ter um trabalho com 0 garantias e direitos.

    espero que a justica analise com calma esta ação e que as providencias devidas sejam tomadas.

    ps. fora que o atendimento no banrisul e muito ruim… mesmo com este monte de estagiarios!

  • carlos diz: 16 de fevereiro de 2017

    O Banrisul fazendo PDV para demitir funcionários e os concursados querendo entrar na marra.

    Como diz a reportagem ja foram 300 convocados em um ano. Qual empresa do RS contratou 300 pessoas em um ano?

    Se isso acontecer, não reclamem de privatização pq este tipo de decisão inviabiliza a gestão do Banco.

  • Fernanda diz: 16 de fevereiro de 2017

    Carlos, o Sr Presidente deixou bem claro que estava repondo as vacâncias dos escriturários com estagiários. Qual empresa no RS contratou 1000 estagiários em um ano?

  • Lucia diz: 16 de fevereiro de 2017

    Foram 300 convocados em um ano. Depois de anos sem convocar ninguém, o concurso anterior foi em 2009. Neste período, muitos funcionários saíram, por aposentadoria ou pedido de demissão, e não foi reposto NENHUM funcionário. Esses 300 não cobrem, nem de longe, as vacâncias do banco. E a convocação de mais de mil estagiários confirmam o meu ponto de vista.
    Os funcionários do banco agradecem aos membros da Associação por terem buscado os seus direitos. Torcemos para o melhor!!!!

  • carlos diz: 16 de fevereiro de 2017

    Por qual motivo o banco fez PDV?

  • Joao diz: 16 de fevereiro de 2017

    Nova realidade! Bancos privados trocam tijolos por algoritmos faz tempo, não deveria ser diferente com esse banco.

  • carlos diz: 16 de fevereiro de 2017

    A mentalidade que sempre é necessário contratar mais é extremamente errada e levou todas estatais ao fracasso. Conheço o Bansirul a fundo e espero que o Banco aumente sua produtividade. Se o banco for pro caminho de apenas contratar e não se importar com a produtividade daqui a pouco até os funcionários hoje empregados estarão tendo que se recolocar no mercado.

  • Fernanda diz: 16 de fevereiro de 2017

    Carlos, não foi um PDV e sim um PAV – Plano de Aposentadoria Voluntária, é um programa diferente.

  • carlos diz: 16 de fevereiro de 2017

    O nome não importa, o que importa é a finalidade. Diminuir a folha de pagamento.

  • Susumu Kodai diz: 16 de fevereiro de 2017

    carlos: O banco fez PDV para diminuir o número de empregados e assim ficar mais enxuto para a privatização que inevitavelmente virá. É uma velha estratégia, deixa o serviço bem precário por falta de pessoal e depois liquida porque é ineficiente.

  • Ademir diz: 16 de fevereiro de 2017

    Enfim mais uma das tantas mutretas que ocorrem na nossa pátria amada. Se já sabiam que não iriam contratar os aprovados, então por que fazer um novo concurso público? Talvez para faturar algum em cima dos que se dedicam a estudar. Foram só 118 mil inscritos…deu pouca renda…kkkk
    Independente de que foi à justiça ou não, acho que pelo menos a ordem de classificação será obedecida…

  • Andre diz: 16 de fevereiro de 2017

    Só para deixar claro que o estágio possui uma legislação própria e todas as empresas a partir de certo número de funcionários são obrigadas por lei a oferecer um percentual de vagas de estágio. O problema ai é usar os estagiários como mão de obra barata, em funções que não agregam nenhum conhecimento, e não na função precípua que é aprendizado.

  • Auren diz: 16 de fevereiro de 2017

    Carlos, e vc acha certo os funcionários desligados serem substituídos por estagiários, e os estagiários tendo que trabalhar em desvio de função, recebendo comissão por fora?Isso também não é justo com os estagiários, afinal de contas, o estágio serve para aprendizado dentro dá área a qual cursa….E vale lembrar que o próprio relatório do banco e em entrevista para outro site de reportagens o próprio presidente do banco diz estar utilizando estagiário como mão de obra mais barata.

  • carlos diz: 16 de fevereiro de 2017

    Bom, entao torço para a ação prospere e chamem todos aprovados.

    Mas se depois de todo mundo contratado, o lucro do banco cair enquanto o lucro de todos outros bancos subirem espero que lembrem do que falei e não reclamem do governo que privatizar o banco.

    Cada causa uma consequência. Quem não quer a consequência não dê motivo a causa.

    Abç e #paz!

  • Ademir diz: 16 de fevereiro de 2017

    Se vai privatizar daí só piora a situação,pois abriram o concurso sabendo do rumo que as coisas tomariam

  • Chavez Meu-líder diz: 16 de fevereiro de 2017

    O Golpe piorou ainda mais nossa situação!

  • Jhon diz: 16 de fevereiro de 2017

    Não é contra estagiários, mas contra os desvios de função. Esses desvios que acabam precarizando a qualidade no atendimento.

  • L Fernando diz: 16 de fevereiro de 2017

    Eu coloco aquela máxima
    Se ESTÁGIARIO faz o serviço não precisa mesmo de funcionário

    Deprimente ler esta geração de concurseiros
    Vão trabalhar na empresa privada e produzir
    Querem na marra entrar no serviço publico nem que seja para ganhar 1 real
    Aproveite estes estudo todo de decoreba para concurso e vê se arruma um emprego numa empresa de verdade que produz para a sociedade e gera impostos

    Entrar na justiça é coisa de país de quinto mundo
    Sabe de onde vem o dinheiro pago a qualquer funcionário publico?
    Se a arrecadação não comporta, não se contrata e ponto final

  • Sil Matos diz: 16 de fevereiro de 2017

    Chega de estagiários! Chega de concursados! Privatização já!

  • fernando diz: 16 de fevereiro de 2017

    total falta de respeito com os aprovados. pessoas que se prepararam para serem aprovados. essa atitude do banrisul nao é hoje, alias já foi condenado judicialmente em 2009 ou 2010 e teve que demitir todos estagiarios, alem da equiparaçao dos salarios com os da categoria por ter colocado os mesmos na funçao de escrituraio. é triste ir ao banrisul e ver que a demanda crescente de atendimento e a precarizaçao e falta de respeito com o publico e seus clientes.

  • Luis Antonio Ferreira de Ferreira diz: 16 de fevereiro de 2017

    Privatização URGENTE de todas as estatais. O povo acordou.

  • Janice Souza diz: 16 de fevereiro de 2017

    Boa tarde. Como entrar em contato com a associação, quem estiver interessado em participar da ação? Faltou esse dado no texto…

  • Tiago diz: 16 de fevereiro de 2017

    Parabéns pela iniciativa dos envolvidos

  • WAGNER diz: 16 de fevereiro de 2017

    Carlos, é errado empilhar contratações sim, mas nesse caso, o banco já tinha um déficit de mais de 2.000 funcionários antes de sair esse concurso em função de aposentadorias e PDVs. Se o banco precisou de mais de 1.000 estagiários para fazer função de escriturário também, é sinal de que precisavam de funcionários concursados, mas preferiram a mão de obra mais barata para isso. Se você conhece bem o banco como diz, sabe que isso ocorre e prejudica a produtividade que você alegou. Não há nada de errado em buscar seus direitos, e nesse caso, não será diferente.

  • Denise diz: 16 de fevereiro de 2017

    Também tive a oportunidade de entrar nesta ação particular e não fiz por falta de recurso, pois é claro que não é gratuita. De qualquer forma eu estou torcendo que todos consigam buscar o que é de direito, o q certamente irá gerar novas ações, pois é o único caminho que temos na falta do MPT, que se cala diante desta vergonha ao invés de tomar a frente desta ação.

  • karlos diz: 16 de fevereiro de 2017

    Por isso que os funcionários ficam tomando café o dia inteiro, os estagiarios q fazem serviço, privatiza esse banco logo…

  • André diz: 16 de fevereiro de 2017

    Toda empresa tem o direito de contratar estagiários até um limite de aproximadamente 20% do seu quadro de pessoa, e estagiários tem que estar cursando ou ter terminado recentemente o nível de ensino da função do estágio. Para escriturário basta ensino médio, então qualquer aluno de ensino médio pode ser estagiário. O que querem é simplesmente manter uma industria de concursos, o banco está usando das regras para manter um minimo de flexibilidade operacional. Não sou cliente do Banrisul, pois a tenho relatos péssimos do atendimento, só ia a ele em meu tempo de faculdade para pagar o boleto da EPTC, me parecia muito arcaico. A minha impressão a época, era que faltava tecnologia não pessoal. Basta entrar em uma agência do maior banco privado de mesmo porte e ver a diferença de pessoal.

  • Gabriele diz: 16 de fevereiro de 2017

    O Banrisul fez um concurso para arrecadar dinheiro enganando 118 mil pessoas que pagaram para se inscrever e dedicaram seu tempo estudando muito para fazer esta prova com a expectativa das convocações na proporção de todos os concursos anteriores…. vagas existem sim, sempre existiram…só estão sucateando elas com mão de obra barata e ineficiente e prejudicando o lucro do banco pois atualmente é realizado um péssimo atendimento..esta diretoria colocada por esse governo é uma piada para a vaca leiteira do RS.

  • Ademir diz: 16 de fevereiro de 2017

    Pra fazer o lucro de um banco cair a ponto de inviabilizar o seu funcionamento é necessário que tenha “interesses” maiores no sentido de vendê-lo. Certamente não é a força de trabalho que provoca o prejuízo… vide petrobras

  • João diz: 16 de fevereiro de 2017

    Se o Trabalho pode ser realizado por estagiários é sinal que não precisa de concurso… ou somente concurso para estagiário

  • Gean diz: 16 de fevereiro de 2017

    Quanta gente ignorante, na acepção da palavra… Bradam pela privatização do banco, mas não se dão conta do papel social do banco público, não se dão conta que se privatizarem os bancos públicos os governos terão que PAGAR pra executarem as políticas públicas de infraestrutura e sociais, e que, o que é pior, os bancos privados atendem tão mal o até de forma pior, e lucram cifras astronômicas em taxas… Vivemos no absurdistão…

  • Luciano diz: 16 de fevereiro de 2017

    Gean se alguém tem uma opinião diferente da sua é ignorante ?
    Essa história de papel social do banco público é pura balela de funcionário que não quer perder o cargo.
    O Estado não tem nenhuma premissa de oferecer serviços bancários ao povo.
    Com relação aos bancos privados o atendimento é melhor SIM. Tive conta em praticamente todos os bancos estatais e privados e de longe os bancos privados são melhores, tanto em atendimento quanto tecnologia e suporte ao cliente.
    O Banrisul vai ser privatizado e muitos funcionários já sabem disso.
    Aparentemente só você não sabe. Ou finge não saber.

  • Paiva diz: 16 de fevereiro de 2017

    O banco chamou as vagas previstas no edital, simples assim. Não existe lei obrigando a ampliação de vagas de concurso após o edital publicado, muito menos que elimine contratos de estágio sem nenhuma irregularidade. Ah, e esse ‘arjumento’ dos dados sigilosos é risível. Mas vão em frente, boa sorte com os honorários da ação.

    PS.: o comentário do ‘funcionário’ falando da privatização foi muito bom também, gente bem informada é outro nível.

  • Igor diz: 16 de fevereiro de 2017

    Pois é Janice Souza, eu tentei buscar informações a respeito e não obtive. Quando solicitei o link com o vídeo que fornecia explicações sobre a ação, disseram que o mesmo não estava mais disponível, e também não concordo que foi amplamente divulgado. Não vou aceitar em hipótese alguma que nenhum aprovado abaixo da minha classificação assuma vaga que seria minha por direito, ja busquei assessoria jurídica a respeito e se isso ocorrer, já sei como reverter. Aconselho os demais aprovados que se sentirem lesados a fazerem o mesmo.

  • Michele diz: 16 de fevereiro de 2017

    Muito lindo todos os comentários.
    Mas ninguém parou pra pensar que entrar ou não com a ação não significa estar conformado com a postura do banco?
    Nem todo mundo tinha R$ 700,00 pra dar para um advogado.
    Pararam pra pensar que muitos vivem com pouco mais que isso é tem família pra sustentar?
    Pessoas que se mataram estudando, justamente para poder dar uma vida melhor para sua família?
    E que pagar R$ 700,00 para um advogado significaria tirar comida da boca dos filhos?
    Vcs ficam aí discutindo isso ou aquilo enquanto o advogado da causa está R$ 193.200,00, enquanto os asaciados estão apenas com a possibilidade de entrarem e, se entrarem, nada impede esse banco de dispensá-los após o contrato de experiência, alegando não atenderem os requisitos propostos.
    E os associa dos farão o quê?
    Vão entrar com nova ação pra deixar a conta do seu advogado um pouco mais gorducha?
    Aproveito aqui para deixar claro que não sou da turma de aprovados que não entrou na associação.

  • Michele diz: 16 de fevereiro de 2017

    Retificando alguns trechos que saíram incompletos:

    Muito lindo todos os comentários.
    Mas ninguém parou pra pensar que entrar ou não com a ação não significa estar conformado com a postura do banco?
    Nem todo mundo tinha R$ 700,00 pra dar para um advogado.
    Pararam pra pensar que muitos vivem com pouco mais que isso é tem família pra sustentar?
    Pessoas que se mataram estudando, justamente para poder dar uma vida melhor para sua família?
    E que pagar R$ 700,00 para um advogado significaria tirar comida da boca dos filhos?
    Vcs ficam aí discutindo isso ou aquilo enquanto o advogado da causa está R$ 193.200,00 mais rico, enquanto os associados estão apenas com a possibilidade de entrarem e, se entrarem, nada impede esse banco de dispensá-los após o contrato de experiência, alegando não atenderem os requisitos propostos.
    E os associados farão o quê?
    Vão entrar com nova ação pra deixar a conta do seu advogado um pouco mais gorducha?
    Aproveito aqui para deixar claro que não sou da turma de aprovados que não entrou na associação.

  • Júlio diz: 16 de fevereiro de 2017

    Se abriu concurso, deve contratar os concursados e pronto!!!

  • Michele diz: 16 de fevereiro de 2017

    Ah, mais uma coisinha…O banco não lançou PDV, ele lançou PAV(Plano de aposentadoria voluntária), procedimento feito periodicamente.

  • WAGNER diz: 17 de fevereiro de 2017

    Luciano, ignorantes sim!!! pois ignoram o fato de o banco ser lucrativo ao estado e se sustenta sozinho. É um dinheiro que sempre “cai na conta”. O banco não é público, é uma economia mista, portanto, tem vários acionistas privados que querem ver o negócio dando lucro. A privatização é apenas do interesse de alguns que querem comprar para ganhar muito dinheiro. Assim, o estado não terá mais esse reforço de caixa e logo estará quebrado de vez.

  • Eduardo D. diz: 17 de fevereiro de 2017

    Nooooossa Michele quanto drama! Vai escrever uma novela das 9…
    Quem buscou seus direitos será recompensado, quem nao buscou só lamento…fica para a próxima.

  • WAGNER diz: 17 de fevereiro de 2017

    É Michele, muitos dos que pagaram, não tinham condições de ficar gastando assim também, mas se tirou de onde não tinha para pagar. Eu e minha esposa entramos, portanto, 1.400 pra nós, sendo que ela está desempregada e eu para ser demitido. Foi uma aposta que fizemos. A vida é feita de escolhas, apostas, oportunidades, etc.

  • Michele diz: 17 de fevereiro de 2017

    Eduardo, a novela que está sendo escrita é muito melhor que a das 21:00hs.
    E Wagner, não me referi a escolha, me referi a NÃO ter.
    Beijinho pra vcs.

  • Equipe de Comunicação – AACB diz: 17 de fevereiro de 2017

    Igor, o link foi amplamente divulgado em todos os grupos de Whatsapp e Facebook do Concurso Banrisul 2015. Este link ficou disponível exatos 30 dias para que todos pudessem optar pelo ingresso.
    Caso queira, podes entrar em contato diretamente com o escritório que está cuidando da ação para obter mais informações.

  • Equipe de Comunicação – AACB diz: 17 de fevereiro de 2017

    L Fernando, o Banrisul é uma sociedade de economia mista e sua receita vem dos produtos e serviços comercializados, e não da arrecadação de impostos da população.
    O que estamos buscando é a convocação de aprovados que poderiam já estar trabalhando, caso o banco não tivesse colocado os estagiários irregularmente em desvio de função.

  • equ diz: 17 de fevereiro de 2017

    Janice Souza, podes entrar em contato diretamente com o professor Cristiano de Souza, ou com o escritório dele, que está cuidando da nossa ação.

  • Fábio diz: 18 de fevereiro de 2017

    Por gentileza, alguém tem o contato desta associação ou do escritório que está representando a ação? Grato!

  • Diego diz: 20 de fevereiro de 2017

    Contato da associação e escritório? Gostaria de participar mas não fiquei sabendo a tempo.

  • Leo Deleon diz: 20 de fevereiro de 2017

    Meus Caros, só não esqueçam que o simples fato de ingressarem com ação judicial que o Banco também não irá contrapor e que ação interposta significa que irão ter sucesso garantido. Não se espantem se a ação perdurar por tanto tempo que ao sair uma sentença, o banco já tenha sido privatizado e estes estagiários já tenham se graduado em suas faculdades e já tenham passado outros tantos por lá, afinal o banco tem o direito de gerir seus recursos humanos e seus recursos financeiros, pois no final do mês existe aquela chamada FOLHA DE PAGAMENTO e os recursos tem que sair de algum lugar, não serão os concursados que irão prover estes. ESTÁ NA HORA DE PROCURAREM OUTROS MEIOS DE VIDA DO QUE FICAR PROCURANDO CONCURSOS PÚBLICOS. A vaca foi pro brejo, o poço secou, o estado não tem recursos para pagar a folha o banco logo, vai ser vendido ou quebra de qualquer forma. não percam tempo. Ah!! ações judiciais tem custas, alguém vai pagar por isto. Boa sorte!!!

  • Rafael diz: 21 de fevereiro de 2017

    Leo, cada um faz da vida o que quiser. Se querem estudar pra passar em concurso, é um direito que se tem, não acha?? Afinal, os concursos servem justamente pra não se ver mamatas e falcatruas dentro de instituições públicas. Já pensou se não precisasse concursos para cargos públicos? virariam cabides de emprego, e a classe política iria mandar e desmandar nesses setores também. O Banrisul será mesmo privatizado. Várias situações me deixam com esse sentimento. Mas existem muitas outras empresas públicas. Tem lugar pra todo mundo que se dedica e que luta pra conseguir um lugar desses. TRE, RF, TRT, TTN, entre tantas outras…
    E lógico que o dinheiro vai sair de algum lugar pra pagar as custas. Se você ler os comentários, vai saber que os que ingressaram na ação pagaram certa de R$ 700,00 cada um…

  • Ademir diz: 21 de fevereiro de 2017

    Engraçado que tem gente achando o máximo essa situação porque tem raiva de quem estuda para ser ou já é servidor público…esses mesmos nunca se manifestam quando os políticos (que também são servidores) lhes praticam o coito forçado…se é que fui claro

  • Liz diz: 21 de fevereiro de 2017

    Pela ótica de alguns comentários, “deveriam privatizar” todos os órgãos públicos: TRTs, TREs, Defensorias, Santas Casas, UFRGS, escolas, tudo. Paga quem puder, o resto retorna ao tempo das cavernas – Lei de Talião. Optar por concurso, ter o mérito de passar é uma escolha pessoal e um direito individual. Procurar outros meios de vida? País livre e democrático, cada um faz suas opções, Leo Deleon. Meu caçula, que passou neste concurso, largou emprego na iniciativa privada para se dedicar ao estudo para o Banrisul. Passou, porém não entre os 300 primeiros. Depois de quase um ano, por ter sido um bom funcionário, acabou readmitido. Esta revoltado como os demais, e não poderia ser diferente. Cada vez que eu vou ao Banrisul, dou de cara com três estagiários e fico pensando cá com meus botões, estão ocupando a vaga dos que fizeram concurso e que estão sendo tratados pelo governo Sartori e seu cachorrinho pau mandado presidente da instituição bancária como descarte, lixo, sobra.

  • WAGNER diz: 21 de fevereiro de 2017

    O “empoderamento” do brasileiro com a internet gera, sempre, em qualquer notícia, boa ou ruim, uma inundação de besteiras. Essa geração do “se não tô dentro e levando vantagem, crítico e sou contra”, é um saco. É cada uma que aparece! Frustrados por não terem capacidade de passar em concursos, etc. A associação, devidamente embasada e cinte de como funciona o processo, está buscando seu direito, assim como qualquer um que pode entrar na justiça por qualquer coisa que julgar procedente. O banco é, SIM, muito lucrativo ao estado e só não bateu recorde ano passado, pois comprou dezenas de folhas de pagamento, inclusive a do estado por mais de 1 Bi ajudando mais ainda as finanças do estado e de prefeituras. Se for privatizado será um crime contra o estado e estaremos ferrados de vez alguns anos à frente.

  • Rodolfo Prestes Pacheco diz: 22 de fevereiro de 2017

    To tentado entrar em contato com o escritório mas eles não respondem!!!
    dsradv

  • Leo Deleon diz: 24 de fevereiro de 2017

    Adorei a defesa daqueles que cultuam as enumeras horas de estudos para ingressarem em um órgão publico. Não sou contra não. Já fiz isto, já fui funcionário publico (Claro, pedi demissão), então não me encaixo nos “frustrados” que alguém mencionou. O que defendi foi o direito das instituições publicas, ou mistas, como o Banrisul, a terem uma gestão responsável, admitindo somente o numero estritamente necessário em seus quadros efetivos. Porque o Estado do RS está falido, justamente porque politicos irresponsáveis inflaram o quadro de funcionários, além disto concederam aumentos fora da realidade de mercado, e agora não sabem o que fazer ao verem que a arrecadação cair e não tem dinheiro suficiente para arcar com todos os compromissos. É isto que os Srs. querem para o Banrisul? Notem a besteira que falaram: “O banco teve um lucro astronômico”. Ora, gostariam que tivessem prejuízo, que seus acionistas fossem prejudicados? Tudo em prol dos coitadinhos que fizeram concurso e querem obrigar o banco a contratá-los?
    É justamente por estas artimanhas que o estado e muitas empresas faliram, como a justiça é cega, recorramos a ela, pois os despachos de juízes mais cegos ainda, dão ganho de causa, sem pensar no que vai acontecer com o órgão afetado. Pobre pais este, e querem políticos sérios, o problema é onde encontrá-lo, pois eles são um de vocês, que pensam que o estado pode tudo. mesmo sabendo que: quem paga a conta é você mesmo, é como furtar a carteira do seu pai, vai faltar comida. AZAR É DELES, eu estou com o dinheiro. Pensem um pouco. Ah! pelo menos em aLguma coisa concordaram comigo, quem vai sair lucrando mesmo é o advogado, perdendo ou ganhando, já teve seu lucro. Bem este pelo menos não é publico. continuo afirmando e desejando; BOA SORTE.

  • Rafael diz: 24 de fevereiro de 2017

    Leon, sou funcionário público em um município, exerço minha função com tanta dedicação de quando trabalhava na iniciativa privada. Tenho tantas responsabilidades aqui quanto lá. Se eu não exercer minha função, cumprir horários, trabalhar como devo, serei cobrado por isso, inclusive com sindicância. (vc trabalhou no setor público, então deve saber o que é isso). Sou tesoureiro… se faltar um centavo, tenho que repor. Mas agora, por favor, me responda: ONDE É QUE ESTÃO DANDO AUMENTOS FORA DA REALIDADE DO MERCADO??? Sabe há quanto tempo eu não tenho um aumento de salário? recebemos apenas a reposição da inflação, o que é lei. Agora, se o teu ponto de vista é dizer que estagiários farão o mesmo serviço de um concursado por um preço mais baixo, melhor rever seus conceitos. Conheço vários ex-estagiários que tiraram uma grana preta do banco, alegando desvios de função… e é o que vai acontecer com esses mais de mil que foram chamados… Os concursos públicos servem exatamente pra qualificar o quadro de funcionários!! caso contrários seria o caos!! com tantos parentes de políticos sendo empregados, ganhando fortunas, tendo que repassar 30% pro partido, etc, etc, etc… Passar em concurso não é sorte!! são anos de dedicação, estudo, conhecimento, experiência… tudo pra poder exercer de forma digna a vaga merecida!!!

  • Filipe diz: 11 de abril de 2017

    Como está o andamento desta ação? Ja vi boatos que estão ingressando com mais uma 2ª turma de aprovados.

Envie seu Comentário