Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Shopping Gravataí ameaça divulgar lojistas que estão inadimplentes e quanto devem

21 de fevereiro de 2017 2

 

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

 

Depois do post publicado mais cedo Lojistas negociam retorno da energia cortada no shopping de Gravataí, o M.Grupo procurou a Rádio Gaúcha e blog Acerto de Conta$ e disse que está organizando os documentos para divulgar os lojistas que estão inadimplentes e quanto cada um deve.

“Diante de algumas matérias que saíram no dia de hoje na imprensa (21/02/2017), a direção do M.Grupo comunica que está tomando medidas judiciais em relação à RGE e estará divulgando publicamente a relação e valores dos lojistas inadimplentes. O Grupo tem informações que muitos que estão inadimplentes estão nestas reuniões. Também serão divulgadas todas as ações judiciais que estão movendo contra estes inadimplentes . Está sendo aguardada uma definição interna para divulgar todos estes documentos.”

Houve hoje reunião no Sindilojas de Gravataí em busca alternativas para o retorno da energia elétrica no Shopping Gravataí. O fornecimento foi cortado pela RGE no dia dez de fevereiro por inadimplência e agora os lojistas tentam uma negociação direta com a concessionária, sem passar pela gestão do shopping.

Veja aqui: Shopping de Gravataí não paga conta e lojas ficam sem luz

A RGE só vai religar a energia quando houver o pagamento. Gestor do shopping, o M.Grupo disse que a inadimplência dos lojistas é alta e por isso contas não estão sendo pagas. Representante de alguns comerciantes, o Fontoura Escritório de Advocacia rebate, dizendo que a informação não é verdadeira.

Segundo a advogada Eliane Fontoura Soster, o débito total informado pela concessionária é de R$ 1,79 milhão. Conta que o grupo que esteve na reunião pede que a Justiça determine um administrador judicial para o shopping.

- Afastando o M.Grupo, poderia continuar a negociação com a RGE.

Único shopping de Gravataí, o estabelecimento está funcionando, mas com geradores. Algumas lojas reforçam com ventiladores. Clientes reclamam que o ar condicionado está fraco.

Há ações judiciais solicitando troca da gestão do shopping. Um lojista que não quis se identificar manifestou preocupação por não haver garantia de que outra empresa cumpriria o que foi contratado com a atual administração.

Na semana passada, foi decretada falência de uma empresa do M.Grupo: Decretada falência de empresa do M.Grupo no Rio Grande do Sul

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

E também curta a página Giane Guerra, no Facebook.

Comentários (2)

  • m.group diz: 21 de fevereiro de 2017

    M.Grupo…o nome já diz tudo: GRUPO!!!

  • Iza diz: 22 de fevereiro de 2017

    Pessoas com restrição de crédito, na imprensa são chamadas de “com nome sujo na praça”. Já políticos desonestos, são pegos no “ficha limpa” e empresários são inadimplentes. Classificações com dois pesos e duas medidas. Parece tendencioso isso.

Envie seu Comentário