Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Banco Central chegou a avaliar corte maior na Selic

18 de abril de 2017 2

O Banco Central chegou a avaliar um corte maior na taxa de juros Selic. A informação está na ata divulgada nesta terça-feira, onde analisa a redução de 1 ponto percentual definida na reunião da semana passada.

Conforme o documento, os integrantes do Comitê de Política Monetária ponderaram por antecipar o ciclo de redução dos juros:

“Por um lado, argumentaram que a evolução da conjuntura econômica já permitiria uma intensificação do ritmo de flexibilização monetária maior do que a decidida nessa reunião. Por outro lado, os membros do Copom também argumentaram que, dado o caráter prospectivo da condução da política monetária, a continuidade das incertezas e dos fatores de risco que ainda pairam sobre a economia tornaria mais adequada a manutenção do ritmo imprimido nessa reunião.”

A próxima reunião será em 30 e 31 de maio. A Selic está em 11,25% ao ano e o mercado projeta fechar 2017 em 8,5%.

Ainda na ata, o Copom ressaltou que o ritmo de redução do juro dependerá da atividade econômica e da inflação. São dois fatores essenciais na decisão sempre.

Mas enfatizou a importância da aprovação e implementação das reformas. Principalmente, a Reforma da Previdência.

“são fundamentais para a sustentabilidade da desinflação, para o funcionamento pleno da política monetária e para a redução da taxa de juros estrutural da economia, com amplos benefícios para a sociedade.”

Na reunião anterior, o corte no juro foi de 0,75 ponto percentual.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

E também curta a página Giane Guerra, no Facebook.

 

Comentários (2)

  • Angelo Frizzo diz: 18 de abril de 2017

    A GORA está fácil. A inflação é definida pelos “governantes” da globogolpe. De repente (não no mercado real, é claro) ela baixou de 11% para 5,5% quando foi para ESTABELECER O SALARIO MÍNIMO DE 2017.
    Que bom se fosse verdade. Mas a realidade é que REDUZIRAM O SALARIO MÍNIMO dos Trabalhadores, que ainda era SALARIO ESCRAVO , DEZ vezes menor que os da Europa e dos da América do Norte(e os sonegadores falam em custo Brasil).

  • Anderson diz: 18 de abril de 2017

    Muito bem Angelo. A globo é apenas uma entre as que alardeiam as coisas como elas “não são”, por aí.
    É por isso que eu não acredito em nenhuma palavra que a mídia(seja ela qual for) fale ao vento.

Envie seu Comentário