Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Justiça manda telefônica indenizar trabalhadora que se recusou a mentir para clientes

31 de julho de 2014 0

Uma funcionária da operadora de telefonia Vivo terá que receber uma indenização de R$ 50 mil por se recusar a mentir para clientes. A decisão é do Tribunal Regional do Trabalho, no Rio Grande do Sul.

A empresa queria priorizar a contratação de planos pós-pagos. Por isso, mandava os atendentes informarem aos clientes que o sistema para planos pré-pagos estava indisponível.

A trabalhadora não aceitou. Por isso, foi alvo de xingamentos e brincadeiras na companhia.

Uma testemunha contou à Justiça que tentou comprar um plano pré-pago, mas foi informado de que o sistema não estava funcionando. Quando tentou novamente, esta funcionária vendeu o plano normalmente e foi hostilizada pelos colegas. A trabalhadora ficou afastada e foi demitida ao retonar.

Além da reparação por danos morais, a Justiça mandou pagar salários equivalentes aos 12 meses de garantia de emprego a que teria direito por causa da doença ocupacional. A Vivo vai recorrer ao Tribunal Superior do Trabalho.

Liminar derruba regras que ampliavam direitos dos consumidores de telefone, TV e internet

31 de julho de 2014 0

A Justiça concedeu liminar desobrigando empresas de telefonia, tv por assinatura e internet de cumprirem regras determinadas pela Anatel. As normas ampliavam o direito de consumidores dos serviços. Entraram em vigor no início de julho.

Entre as regras atingidas, está a que obriga as empresas a retornar para o cliente a chamada para o call center que tenha caído durante o atendimento. Outra mandava estender para clientes antigos os mesmos benefícios das promoções feitas para captar novos usuários.

A liminar foi pedida pela Associação Brasileira das Prestadoras de Serviços de Telecomunicações Competitivas (Telcomp). Entre as empresas beneficiadas, estão Oi, Claro, Vivo, TIM, Embratel, GVT, Sky e Nextel.

Não foi atingida pela liminar a obrigação de as operadoras oferecerem canal para o cliente cancelar o serviço sem passar por um atendente.

A Anatel vai recorrer da decisão.

Seleção para vagas no Walmart com salário de até R$ 6 mil

31 de julho de 2014 0
Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

O Sine realiza nesta sexta-feira, 1º de agosto, entrevistas para 92 vagas na rede de supermercados Walmart. Os salários variam entre R$ 1,2 mil e R$ 6 mil. A empresa é dona de lojas como Nacional e BIG.

A Agência FGTAS/SINE Montaury fica na Rua José Montaury, 31, em Porto Alegre. A seleção para o programa Líderes Walmart acontece das 9h às 13h. É preciso levar Carteira de Trabalho. Tem como requisito poder viajar e mudar-se de cidade e Estado.

Ensino Médio

Candidatos com Ensino Médio completo podem disputar vagas de encarregados, que exigem experiência de seis meses em comércio varejista ou atacadista. As vagas são para gerente de mercearia (10), supervisor de atendimento (caixas e bilheteiros: 10) e de encarregados de açougue (10), hortifrutigranjeiros (10), frios (10) e de padaria (10). O salário é de R$ 1,2 mil, mais de 20% de insalubridade.

Também podem concorrer às vagas de gerente de supermercado (gerente de área: 20), com salário de R$ 2,4 mil, e de gerente de loja e supermercado (gerente geral: 10), com salário que vai de R$ 2,8 mil a 3,9 mil. Ambas exigem um ano de experiência em comércio varejista ou atacadista.

Ensino Superior

Candidatos com Ensino Superior completo podem participar de seleção para duas vagas de diretor de operações comerciais, com salário de R$ 6 mil. Exige experiência de um ano em comércio varejista ou atacadista.

Benefícios

A empresa oferece assistência médica, refeição no local, vale transporte, previdência privada, seguro de vida, auxílio farmácia, além de programa de participação de resultados para todos os cargos.

Etapas

Os selecionados participarão de treinamento de 90 dias. Depois, serão encaminhados para unidades do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Supermercado terá que indenizar cliente impedido de assistir futebol por defeito na TV

31 de julho de 2014 7
Foto:  Ronald Mendes  /  Agencia RBS.

Foto: Ronald Mendes / Agencia RBS.

A Justiça gaúcha mandou o Carrefour indenizar um cliente que não conseguiu assistir aos jogos de futebol da Copa das Confederações por defeito na televisão. A 2ª Turma Recursal Cível fixou o dano moral em R$ 1 mil.

O consumidor relata que comprou a TV para ver os jogos. Só que, três dias depois, o aparelho mostrou defeito. A loja se negou a trocar a televisão e mandou o cliente procurar a assistência técnica. Após 10 dias, ainda não tinha chegado a peça.

Relatora do processo, a juíza Vivian Spengler diz que houve descaso e demora na resolução do problema.

- As circunstâncias inegavelmente ultrapassam a seara dos meros dissabores, contratempos e aborrecimentos da vida cotidiana, já que o autor ficou sem utilizar a televisão por mais de 40 dias, exatamente no período da Copa das Confederações.

A indenização, segundo a juíza, tem o objetivo de incentivar que as empresas adotem mecanismos para evitar a repetição de condutas lesivas aos consumidores em geral.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Varejo gaúcho espera receber R$ 1,2 bi do crédito injetado no mercado

31 de julho de 2014 0
Foto: Jean Schwarz / Agencia RBS.

Foto: Jean Schwarz / Agencia RBS.

O varejo do Rio Grande do Sul espera que chegue até o setor R$ 1,2 bilhão em crédito. Em breve.

A projeção para o blog Acerto de Conta$ foi feita pelo presidente da Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo a partir da medida do Banco Central para injetar R$ 45 bilhões no mercado brasileiro de crédito. Vilson Noer considerou a partipação do Rio Grande do Sul no PIB brasileiro e a fatia da economia gaúcha que corresponde ao varejo.

Os bancos estavam retraídos na concessão de empréstimos. Para Noer, o crédito vai beneficiar principalmente pequenos e médios lojistas, que estão endividados.

- Vai ajudar o lojista a repor o estoque para as vendas de fim de ano. Uma das formas de chegar ao consumidor são linhas de crédito para o 13º salário. O salário extra é geralmente usado pelo consumidor para colocar as contas em dia e, então, fazer novas compras.

Leia mais: Banco Central injeta dinheiro no mercado para estimular crédito

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Saída de pessoas do mercado de trabalho reduz o desemprego na Região Metropolitana

31 de julho de 2014 0

A taxa de desemprego teve uma queda significativa em junho na Região Metropolitana de Porto Alegre. Passou para 5,7%, frente aos 6,2% de maio.

A pesquisa é feita por FEE, Dieese e Fundação Gaúcha do Trabalho. Segundo os pesquisadores, o motivo é a saída de pessoas do mercado de trabalho, ou seja, deixam de procurar emprego e isso influencia o cálculo, reduzindo a taxa de desemprego.

“Esse resultado ocorreu devido à saída 12 mil pessoas do mercado de trabalho, concomitantemente à relativa estabilidade do nível ocupacional.”

O número total de desempregados em junho foi estimado em 104 mil pessoas.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Agenda Econômica 31.07

31 de julho de 2014 0

Começam inscrições para o programa Inglês sem Fronteiras.

Posse do novo secretário da Fazenda de Porto Alegre, José Tonetto.

FGV divulga a Sondagem Conjuntural do Setor de Comércio e do Setor de Serviços.

IBGE divulga resultados do Índice de Preços ao Produtor referente a junho.

ACI de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha promove o evento Prato Principal, com palestra do economista-chefe do Banco Cooperativo Sicredi Alexandre Englert Barbosa.

ADVB/RS lança o novo TOP de Marketing ADVB/RS.

Cientista política Ramone Mincato palestra no Café com Informação, na Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul.

Justiça gaúcha suspende registros de dados pessoais no SPC sem autorização do consumidor

30 de julho de 2014 0
Foto: Diego Vara / Agencia RBS.

Foto: Diego Vara / Agencia RBS.

A Justiça suspendeu o registro de dados pessoais no banco de dados do SPC sem autorização prévia do consumidor. A empresa também não pode divulgar nem comercializar as informações sem a permissão. A liminar determina pagamento de multa por descumprimento.

A decisão é da 16ª Vara Cível do Foro Central de Porto Alegre. Atende pedido em ação coletiva do Ministério Público Estadual.

O órgão alega que a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, que gerencia o SPC, vende as informações para empresas de marketing e telemarketing, deixando vulnerável a privacidade do consumidor. Na ação, coloca imagens do site da entidade oferecendo diversas informações. Até mesmo o signo dos cadastrados.

Na argumentação jurídica, a Promotoria do Consumidor afirma que diversas pessoas manifestaram não ter autorizado e muito menos consentido com a divulgação e comercialização. Segundo o Ministério Público, são dados excessivos que ultrapassam a função de cadastros de restrição de crédito de apenas informar o inadimplemento de pessoa física ou jurídica. Inclusive o próprio cadastro positivo, com histótico de bom pagador, exige autorização prévia do consumidor.

O SPC Brasil foi procurado, mas disse que não foi notificado da decisão judicial e não vai se manifestar. Cabe recurso.

Ações individuais estão suspensas

Na decisão liminar, o juiz Silvio de Avila determinou a suspensão das ações individuais sobre o assunto. Nesta semana, o presidente do Tribunal de Justiça, José Aquino Flôres de Camargo, editou também uma orientação para a suspensão de todas as ações individuais que tramitam no Rio Grande do Sul contra o SPC Brasil e sobre o mesmo assunto.

São mais de 3 mil processos. A ideia é que a ação coletiva siga o trâmite mais rapidamente até transitar em julgado, ou seja, não couber mais recursos. O mesmo posicionamento, então, poderá ser usado para avaliar as ações individuais, independente de qual for a decisão.

- O objetivo é alcançar mais eficiência. Este projeto, para assuntos que envolvem milhares de ações, permite agilidade, redução de custo e segurança jurídica quanto ao posicionamento do Judiciário. – explica a juíza-auxiliar do TJ-RS, Maria Thereza Barbieri.

Outros bancos de dados

O caso analisado diz respeito apenas ao SPC Brasil. No entanto, o Ministério Público Estadual trabalha em mais inquéritos civis que devem originar ações coletivas também contra outros bancos de dados.

Leia mais: Ação no Supremo Tribunal Federal pede suspensão de registros em cadastros de inadimplentes

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Brasil produz apenas 1% do azeite de oliva que consome

30 de julho de 2014 1
Foto: Olivas do Sul / Divulgação.

Foto: Olivas do Sul / Divulgação.

A produção de azeite de oliva no Brasil supre apenas 1% do consumo. A estimativa é do presidente da Associação Rio Grandense dos Olivicultores. Guajará Oliveira diz que seriam necessários mais 100 mil hectares de oliveiras.

- A área plantada não passa de mil hectares e muitos têm menos de quatro anos. Dificulta projeções porque a maioria não produz ainda.

O brasileiro consome 80 mil toneladas de azeite de oliva por ano e mais 100 mil toneladas de azeitonas de mesa. O presidente da entidade quer políticas de incentivos e mais jornadas técnicas para estimular o cultivo de oliveiras no País.

Nos dia dois de setembro, começa a primeira Feira Internacional de Negócios em Olivicultura, na PUCRS.

Leia mais:

Fepam dá licença prévia para fábrica de azeite de oliva

Gaúchos emplacam produção de azeite de oliva

Teste reprova onze marcas de azeite de oliva

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Fábrica de Santo Antônio da Patrulha vende climatizadores para Portugal

30 de julho de 2014 0
Foto: Marcelo Matusiak/Divulgação.

Foto: Marcelo Matusiak/Divulgação.

A gaúcha Joape está vendendo climatizadores para Portugal. Os equipamentos são fabricados em Santo Antônio da Patrulhas e revendidos no país europeu por uma empresa portuguesa.

Portugal se mostra um bom mercado com tempo seco e temperaturas que beiram 40 graus em julho e agosto. Além disso, a revendedora, Arcoinstal, decidiu diversificar o portfólio a partir da crise de 2009, que ficava restrito a ar condicionado.

- O ingresso no mercado português não foi fácil, já que os consumidores são conservadores e, em alguns casos, resistentes a inovações. Os produtos da Joape com maior saída são os com pedestal, que têm mais autonomia e baixo consumo. – explicou o representante da Arcoinstal, Nuno Couceiro.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.