Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Lojistas de Porto Alegre calculam vender apenas R$ 190 mil a mais neste Dia dos Pais

29 de julho de 2016 0
Foto: Félix Zucco / Agencia RBS.

Foto: Félix Zucco / Agencia RBS.

Os lojistas de Porto Alegre estão projetando vender apenas R$ 190 mil a mais neste Dia dos Pais, na comparação com a data no ano passado. Serão R$ 56,77 milhões, conforme a pesquisa. O valor a mais não chega a repor a inflação do período.

A pesquisa é da CDL e do Sindilojas Porto Alegre. Temperaturas mais baixas devem estimular a compra de roupas e calçados.

O ticket médio deve ficar em torno de R$ 132,80. Pagamento à vista deve ter prioridade.

Veja pesquisa estadual para o Dia dos Pais: Comércio projeta queda de 8% nas vendas para o Dia dos Pais

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

 

Sancionada lei que inclui educação financeira nas escolas de Porto Alegre a partir de 2017

29 de julho de 2016 0

 

Foto: Diogo Sallaberry / Agência RBS.

Foto: Diogo Sallaberry / Agência RBS.

 

Foi sancionada a lei que inclui educação financeira no currículo das escolas de ensino fundamental e médio da rede pública municipal de ensino. O texto será publicado no Diário Oficial de Porto Alegre no início da semana que vem.

A lei entra em vigor no ano que vem. O texto sancionado é esse:

 

……

LEI Nº 12.102, DE 27 DE JULHO DE 2016.

Dispõe sobre a inclusão de atividades e conteúdos relativos à educação financeira no plano curricular das escolas de ensino fundamental e médio da rede pública municipal de ensino.

O PREFEITO MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE

Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu, no uso das atribuições que me confere o inciso II do artigo 94 da Lei Orgânica do Município, sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º Fica obrigatória a inclusão de atividades e conteúdos relativos à educação financeira no plano curricular das escolas de ensino fundamental e médio da rede pública municipal de ensino.
§ 1º As atividades e os conteúdos relativos à educação financeira constituirão matéria da base diversificada do currículo escolar, devendo ser contemplados como tema transversal, estar presentes nas diferentes disciplinas do contexto escolar e ser desenvolvidos de forma interdisciplinar.

§ 2º Poderão ser abordados os seguintes temas relativos à educação financeira:

I – noções de economia monetária, fiscal e de capitais;

II – noções de planejamento financeiro; e

III – princípios contábeis, especialmente débito e crédito.

Art. 2º O Conselho Municipal de Educação e a Secretaria Municipal de Educação (Smed) disponibilizarão, nas Conferências Municipais de Educação, espaço para debate, análise e articulação das atividades e dos conteúdos relativos à educação financeira, a fim de inseri-los no documento-referência que será debatido na Conferência Nacional de Educação – Conae.

Art. 3º Esta Lei entra em vigor no ano letivo seguinte ao ano de sua publicação

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE, 27 de julho de 2016.

 

José Fortunati,
Prefeito.
Cleci Maria Jurach,
Secretária Municipal de Educação.

Registre-se e publique-se.
Urbano Schmitt,
Secretário Municipal de Gestão

 

…..
O projeto foi criado na Câmara de Vereadores de Porto Alegre por Any Ortiz quando era vereadora. Agora, como deputada estadual, ela tem um projeto semelhante na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa. No Legislativo municipal, o vereador Mendes Ribeiro acrescentou emendas.

A Educação Financeira será tratada nas aulas da rede pública municipal como atualmente os professores abordam Direitos Humanos com os alunos. É a forma “transversal”, como o pessoal da educação chama.

E como será?

- O foco será ensinar nossas crianças a planejar gastos, lidar bem com o salário. Principalmente, não se gastar mais do que ganha. – exemplifica a secretária Municipal de Educação, Cleci Jurach.

Começar pelas noções de endividamento e mostrar o que ocorre quando se gasta mais do que se ganha. São noções básicas para a vida financeira adulta e que fazem a diferença. Atualmente, a inadimplência é mais alta exatamente entre os jovens, que mostram não saber lidar com o dinheiro.

Segundo a secretária, as coordenações pedagógicas, diretores e professores serão chamados para discutir, juntos, a aplicação. Inicialmente, serão textos orientados. Haverá formação para professores e, em um ano, a secretária espera que as disciplinas já estejam abordando Educação Financeira como hoje fazem com Direitos Humanos.

Leia mais:

Secretaria da Educação apoia projeto que inclui educação financeira nas escolas públicas de Porto Alegre

Lançados novos quadrinhos da Mônica sobre educação financeira para crianças

Sete erros para evitar ao dar mesada para os filhos

“Faço birra, ajoelho, deito” – Crianças contam como fazem para ganhar o que querem

Mesada deve começar a partir dos sete anos da criança
Finanças é coisa de criança – As primeiras lições para a vida financeira

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Trabalhadores podem consultar na internet se têm direito ao abono salarial PIS/Pasep

29 de julho de 2016 0
Foto: Marcos Porto / Agencia RBS.

Foto: Marcos Porto / Agencia RBS.

 

O Ministério do Trabalho lança nesta sexta-feira ferramenta para informar os trabalhadores sobre o abono salarial do PIS/Pasep ano-base 2014. Em um sistema disponível no portal do Ministério, as pessoas podem fazer consulta rápida para saber se têm direito ao benefício e como poderão sacá-lo. Basta informar o número do CPF ou do PIS/Pasep e a data de nascimento.

A orientação é que o trabalhador faça essa consulta e caso seja identificado que ele tem direito ao abono, que procure a Caixa Econômica Federal no caso do PIS, ou o Banco do Brasil no do Pasep, para fazer o saque. No Rio Grande do Sul, são mais de 97 mil trabalhadores que perderam o prazo regulamentar e agora tem o prazo prorrogado para pegar o dinheiro do ano-base 2014.

 

Imagem: Reprodução.

Imagem: Reprodução.

 

O valor é um salário mínimo (R$ 880) e o prazo final é 31 de agosto. Depois dessa data, o recurso volta para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Gaúchos já podem sacar R$ 85 milhões de PIS/Pasep prorrogado e mais o dinheiro do abono de 2015

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

 

 

Azul pede autorização para voos sem escalas entre Porto Alegre e Cuiabá

29 de julho de 2016 0

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras quer operar dois voos semanais entre Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, e Cuiabá, no Mato Grosso. O lançamento será em três de outubro.

A nova rota doméstica da companhia será operada às segundas e sextas-feiras, com decolagem da Capital Gaúcha pela manhã e retorno à tarde. Com duração de aproximadamente três horas, o voo será realizado com o Embraer 195, de 118 assentos.

A Azul será a única companhia a operar esta rota de forma direta.

- Os clientes poderão acessar rapidamente o interior do Rio Grande do Sul (Santa Maria, Passo Fundo, Uruguaiana e Pelotas) e do Mato Grosso (Rondonópolis, Sorriso, Sinop e Alta Floresta). - comenta Daniel Tkacz, diretor de Planejamento de Malha da Azul.

A novidade precisa de autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

 

Lançada no Rio Grande do Sul cerveja inspirada em Alice no País das Maravilhas

29 de julho de 2016 1

Logica Absurda Rotulo

 

 

Cerveja Lógica Absurda será lançada nesta sexta-feira, no Rio Grande do Sul. A bebida foi inspirada em Alice no País das Maravilhas. Lógica absurda é como o escritor inglês Lewis Carrol definiu a história de Alice no País das Maravilhas.

Foi desenvolvida em parceria pela engenheira química e mestra cervejeira Amanda Reitenbach e a Cervejaria Tupiniquim, que é do Rio Grande do Sul.

A cerveja é uma Berliner Weisse, com diferenciais de ameixa vermelha e framboesa no sabor.

- Conheci o estilo quando morei em Berlim, na Alemanha, onde foi criada e até hoje é tradicionalmente consumida misturada com um tipo de xarope. É uma receita irreverente. – explica Amanda.

A Lógica Absurda é produzida a partir de trigo, é leve, com baixo teor alcoólico. Entre 2,5% e 3,5%. Tem frutas vermelhas no aroma e no sabor, além de característica cítrica e acidez.

A ‘Lógica Absurda’ é uma cerveja de edição limitada. Haverá um evento de lançamento nesta sexta-feira, na MaltStore Cervejas Especiais.

Blog Acerto de Conta$ – Terá em garrafa?

​Sim, em garrafas de 330​ml.

Onde as pessoas podem comprar?

​Estará disponível nas lojas que comercializam cervejas especiais.​

Ideia de preço?

​Em torno de R$ 20​.

 

Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

 

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

 

Agenda Econômica e Vagas de Emprego 29.07

29 de julho de 2016 1

IBGE divulga:
Pnad Contínua – Inserção da população no mercado de trabalho.
IPP – Indústria de Transformação.

FGV divulga Sondagens da Indústria e de Serviços.

Divulgação do PIB dos Estados Unidos no segundo trimestre.

Processo de internacionalização das Empresas Artecola é pauta no Seminário de Comércio Exterior da Amcham.

Lojas Americanas inaugura sua primeira loja no município de Uruguaiana, no Rio Grande do Sul. Com cerca de 600m².

Senac Floresta realiza amanhã o curso Desenvolvimento de Líderes.

Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas está com inscrições abertas até domingo, 31 de julho. A inscrição pode ser feita no site www.premiompe.sebrae.com.br.

===

Vagas de emprego:

Agências FGTAS/SINE de Canoas e Centro de Porto Alegre (Rua José Montaury, 31) realizam seleção de emprego. Interessados devem comparecer à unidade com Carteira de Trabalho e Previdência Social.
Das 8h30 às 12h, ocorre seleção para 10 vagas de auxiliar de depósito para trabalhar em Nova Santa Rita na Agência FGTAS/SINE Centro de Porto Alegre. A ocupação exige Ensino Fundamental completo e seis meses de experiência. O empregador oferece salário de R$ 1095,60 mais 20% de adicional de insalubridade, vales transporte e refeição, assistência médica e seguro de vida.
Já na Agência FGTAS/SINE de Canoas as entrevistas para 5 vagas de operador de caixa e 2 vagas para repositor de mercadoria serão das 9h30 às 12h. A função exige Ensino Médio completo. O empregador oferece salário de R$ 1.005, mais vales transporte e refeição, assistências médica e odontológica e auxílio creche.

Gaúchos já podem sacar R$ 85 milhões de PIS/Pasep prorrogado e mais o dinheiro do abono de 2015

28 de julho de 2016 4
Foto: Marcos Porto / Agencia RBS.

Foto: Marcos Porto / Agencia RBS.

 

Começaram hoje dois prazos importantes para saque do abono salarial do PIS/Pasep. São eles:

Ano-base 2014

- Começou o prazo para sacar o dinheiro do ano-base 2014 que ainda não tinha sido sacado. O prazo foi prorrogado e agora vai até 31 de agosto apenas. Durante esse mês, os trabalhadores que têm direito ao benefício, mas não retiraram o dinheiro no período regulamentar, que se encerrou em 30 de junho, poderão procurar uma agência da Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil e fazer o saque.

O que é o abono? É o benefício no valor de até um salário mínimo anual, assegurado aos empregados que recebem até dois salários mínimos de remuneração mensal de empregadores que contribuem para o Programa de Integração Social (PIS) ou para o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP).

Secretário Estadual do Trabalho, Catarina Paladini enfatiza que são mais de 97 mil gaúchos que não pegaram o dinheiro que têm direito. São mais de R$ 85 milhões para serem injetados na economia do Rio Grande do Sul.

Como sacar?

· PIS – o trabalhador que possuir Cartão Cidadão e senha cadastrada pode sacar o PIS nos terminais de autoatendimento da Caixa, ou em uma Casa Lotérica. Se não tiver o Cartão Cidadão, pode receber o abono em qualquer agência da Caixa mediante apresentação de documento de identificação. Informações podem ser obtidas pelo telefone 0800-726 02 07 da Caixa.
· Pasep – quem recebe o Pasep precisa verificar se houve depósito na conta. Caso isso não tenha ocorrido, deve procurar uma agência do Banco do Brasil e apresentar um documento de identificação. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 0800-729 00 01, do Banco do Brasil
· Mais informações – a Central de Atendimento Alô Trabalho do Ministério do Trabalho, que atende pelo número 158, também tem informações sobre o PIS/Pasep.

…..

Ano-base 2015

Também hoje, começou a ser pago o abono ano-base 2015. Quem nasceu de julho a dezembro recebe o benefício neste ano (2016). Os nascidos entre janeiro a junho receberão no primeiro trimestre de 2017. Em qualquer situação, o recurso ficará à disposição do trabalhador até 30 de junho de 2017, prazo final para o recebimento.

*** Quem tem direito pode sacar este abono junto com o dinheiro do ano-base 2014, caso tenha perdido o prazo. ***
Veja abaixo perguntas e respostas do Ministério do Trabalho sobre o assunto:

1 – Eu trabalhei no ano passado como empregada doméstica. Pela nova lei eu tenho direito ao Abono Salarial?

As empregadas domésticas vinculadas a empregador “pessoa física” não tem direito ao Abono Salarial, porque a norma legal não obriga o seu patrão a contribuir para o Programa PIS/PASEP.
Têm direito ao Abono Salarial os trabalhadores que atendem simultaneamente às seguintes condições:
· Estar cadastrado no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos;
· Ter recebido de empregador contribuinte do PIS/PASEP (inscrito sob CNPJ) remuneração mensal média de até dois salários mínimos, durante o ano-base que for considerado para a atribuição do benefício;
· Ter exercido atividade remunerada, durante pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano-base considerado para apuração;
· Ter seus dados informados pelo empregador corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) do ano-base considerado.

2 – Minha duvida é quanto à mudança nas regras do Abono. Antes você trabalhava 30 dias durante um ano e já tinha direito ao recebimento do abono de formal integral. E agora será proporcional aos meses trabalhados? Como devo calcular?

O valor do abono salarial anual será calculado na proporção de 1/12 (um doze avos) do valor do salário-mínimo vigente na data do respectivo pagamento, multiplicado pelo número de meses trabalhados no ano correspondente. A fração igual ou superior a 15 (quinze) dias de trabalho será contada como mês integral.

3 – Eu trabalhei três meses em 2015. Tenho direito ao abono salarial inteiro?

No caso, a atual legislação assegura o pagamento proporcional do Abono Salarial aos meses trabalhados. Assim, três meses trabalhado no ano, dará direito ao valor proporcional de 3/12 do salário-mínimo vigente na data do respectivo pagamento.

4 – A partir de quanto tempo de trabalho passo a ter direito a receber o abono?

Para ter direito ao Abono Salarial o trabalhador precisa estar cadastrado há pelo menos cinco anos no Fundo de Participação PIS-Pasep, no Cadastro Nacional do Trabalhador.

5 – A partir de quando estará disponível a consulta dos valores do Abono Salarial?

O calendário está disponível nas Agências da Caixa e Banco do Brasil e nos respectivos correspondentes bancários, como Lotéricas e caixas eletrônicos. Para informações sobre o assunto os trabalhadores poderão ligar também para o telefone 158 do Ministério do Trabalho ou no 0800 729 0001 do Banco do Brasil, para o PASEP e no 0800-726-0207 da CAIXA, no caso do PIS.

6 – Quem estagiou tem direito a receber o abono salarial?

Não. O teor do art. 3º da Portaria MTPS nº 1.002, de 29 de setembro de 1967 indica que estágios não geram vínculos de emprego com empresas, conforme o Art. 3º os estagiários contratados através de Bolsas de Complementação Educacional não terão, para quaisquer efeitos, vínculo empregatício com as empresas, cabendo a estas apenas o pagamento da Bolsa, durante o período de estágio.

7 – Abono salarial e PIS são a mesma coisa?

Não. Abono salarial se refere ao PIS e ao Pasep. O Abono é o benefício no valor de até um salário mínimo anual, assegurado aos empregados que recebem até dois salários mínimos de remuneração mensal de empregadores que contribuem para o Programa de Integração Social (PIS) ou para o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP). O Abono foi instituído pela Constituição Federal de 1988. Para situações anteriores, até 1988, existem trabalhadores que são ainda portadores de contas individuais específicas que constituem o denominado Fundo de Participação PIS/PASEP.

8 – O que ocorre se a empresa não enviou corretamente os dados cadastrais para o RAIS, ano base 2014? A empresa paga algum tipo de multa?

Conforme determina o art. 2º da Portaria nº 14, de 10 de fevereiro de 2006, alterada pela Portaria nº. 688, de 24 de abril de 2009, o empregador que não entregar a RAIS no prazo legal ficará sujeito à multa prevista no art. 25 da Lei nº 7.998, de 1990, a ser cobrada em valores monetários a partir de R$ 425,64 (quatrocentos e vinte e cinco reais e sessenta e quatro centavos), acrescidos de R$ 106,40 (cento e seis reais e quarenta centavos) por bimestre de atraso, contados até a data de entrega da RAIS respectiva, ou da lavratura do auto de infração, se este ocorrer primeiro.
O valor da multa resultante da aplicação, acima prevista, quando decorrente da lavratura de Auto de infração, deverá ser acrescido de percentuais, em relação ao valor máximo da multa prevista no art. 25 da Lei nº 7.998, de 1990, a critério da autoridade julgadora.

9 – E como fica o funcionário que preencheu todos os requisitos para receber o Abono, porém, por erro cometido pela empresa na RAIS, deixou de receber?

Os empregadores que não entregaram a RAIS no prazo, podem ainda prestar informações depois do prazo, para que no final de setembro, essa informação seja reprocessada e o trabalhador tenha direito ao Abono. Caso a empresa não faça, o funcionário terá que recorrer no âmbito judicial.

10 – Qual o tempo de recolhimento? 5anos?! Esse tempo é somado na mesma empresa?

Trabalhadores precisam estar cadastrados há pelo menos cinco anos no Fundo de Participação PIS-Pasep ou no Cadastro Nacional do Trabalhador. Nesse caso não há que se falar necessariamente de tempo de recolhimento na mesma empresa. Contudo, para direito ao benefício no calendário atual, o trabalhador deverá ter vínculo mínimo de pelo menos um mês de trabalho e o valor do Abono nesse caso, será proporcional ao período de trabalho atual.

11 – Quando o empregado está licenciado pelo INSS tem direito a recebimento do abono salarial?

Se no ano de referência para o cálculo do Abono Salarial, tiver pelo menos 30 dias de trabalho, terá direito ao Abono Salarial, ainda que na situação atual seja licenciado pelo INSS.

12 – Com as novas regras, caso um trabalhador tenha estado licenciado pelo INSS por alguns meses no ano de 2015, esse período de licença é contabilizado no cálculo do abono salarial?

Não, pois o trabalhador não está exercendo atividade remunerada nesse período de licença.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

 

Proibida venda de lotes de cinco marcas de molho e extrato de tomate com pelo de roedor acima do limite

28 de julho de 2016 2

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária está proibindo a distribuição e venda de lotes de molho e extrato de tomate com pelo de roedor. São cinco marcas.

A decisão da Anvisa está publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira. Conforme os textos, a agência reguladora foi oficiada de análises feitas pelo Laboratório de Saúde Pública de Santa Catarina.

As empresas têm que recolher o que já está no mercado dos produtos dos lotes:

Lote L 076 M2P (val.: 01/04/2017) do produto extrato de tomate, marcaAmorita, fabricado por Stella D’Oro Ltda (CNPJ: 05.117.323/0001-83).

Fabricados por Predilecta Alimentos Ltda (CPNJ: 62.546.387/0001-33):

Extrato de tomate Predilecta – Lote 213 23IE – Validade 03/2017

Extrato de tomate Aro – Lote 002 M2P – Validade 05/2017

Fabricados por Cargill Agrícola S.A (CNPJ 60.498.706/0370-77):

Molho de tomate tradicional Pomarola - Lote 030903 – Validade 31/08/2017

Extrato de tomate Elefante - Lote 032502 – Validade 18/08/2017

Reportagem com vídeos e entrevistas no blog Lado Natureba: Proibida venda de lotes de cinco marcas de molho e extrato de tomate com pelo de roedor acima do limite

Como lavar tomates e fazer extrato em casa

Leia mais: Proibido lote de extrato de tomate Heinz com pelo de roedor

Molho-de-tomate

 

 

Agenda Econômica e Vagas de Emprego 28.07

28 de julho de 2016 0

FGV divulga IGPM de julho. Índice de inflação usado para reajustar contratos. Teve forte desaceleração.

Começa a prorrogação do prazo para os trabalhadores que não conseguiram sacar o abono salarial do PIS/Pasep ano-base 2014. O novo período de saque será de um mês e termina no dia 31 de agosto.
Ainda hoje, também começa a ser pago o Abono, ano-base 2015. Quem nasceu de julho a dezembro, recebe o benefício neste ano (2016) e os nascidos entre janeiro a junho, no primeiro trimestre de 2017. Em qualquer situação, o recurso ficará à disposição do trabalhador até 30 de junho de 2017, prazo final para o recebimento.

Escritório de Carreiras da PUCRS promove o painel Pensar a Carreira em Tempos de Crise.

ACI de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha promove reunião-almoço com o economista Leandro de Lemos.

FETAG realiza o Seminário de Comercialização para Agroindústrias.

Mestre-Cervejeiro inaugura unidade no Shopping Paseo Zona Sul, Loja 28 – Av. Wenceslau Escobar, 1823 – Tristeza – Porto Alegre, RS.

ABF – Associação Brasileira de Franchising e o Sebrae promovem o Curso “Entendendo Franchising”, em Novo Hamburgo.

===

Vagas de Emprego

A Agência FGTAS/SINE Centro de Porto Alegre (Rua José Montaury, 31) seleciona jardineiro e auxiliar de depósito. Interessados devem comparecer à unidade com Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS).
Na quinta-feira, 28 de julho, das 14h às 16h, serão realizadas entrevistas para duas vagas de jardineiro. A função exige seis meses de experiência comprovada e, no mínimo, Ensino Fundamental incompleto. O empregador oferece salário de R$ 1.027,32 mais vales transporte e refeição.
Na sexta-feira, 29 de julho, das 8h30 às 12h, ocorre seleção para 10 vagas de auxiliar de depósito para trabalhar em Nova Santa Rita. A ocupação exige Ensino Fundamental completo e seis meses de experiência. O empregador oferece salário de R$ 1095,60 mais 20% de adicional de insalubridade, vales transporte e refeição, assistência médica e seguro de vida.

Corte de empregos continua, mas perde força no Rio Grande do Sul

28 de julho de 2016 1
Foto: Roni Rigon / Agencia RBS.

Foto: Roni Rigon / Agencia RBS.

 

O número ainda é alto, mas perde força. Foram cortados 10.340 empregos em junho. É 26% menos do que em junho do ano passado. Quando a comparação é com maio, mês imediatamente anterior, foram 35% menos postos de trabalho extintos no Estado.

Essa desaceleração ocorreu em especial na indústria, que vinha demitindo a todo vapor. Em junho, foram 3,7 mil demissões a mais do que as contratações. No ano passado, esse número ultrapassava 7 mil. Além disso, o número teve um impacto de segmentos sazonais, como alimentos, borracha de fumo.

Comércio e serviços ainda estão reduzindo o quadro de empregos no mesmo nível. O varejo ainda sofre com a queda no consumo, pressionada pela renda menor, inflação e crédito restrito.

No ano, o Rio Grande do Sul perdeu 13.845 vagas de emprego com carteira assinada. Ainda dentro do levantamento do Ministério do Trabalho.

Só o comércio responde por mais de 10 mil cortes. A agropecuária cortou empregos também, assim como serviços.

A notícia melhor veio da indústria da transformação, que criou 1.758 empregos de janeiro a junho. Destaque para os segmentos de fumo, borracha e calçados. São segmentos que registraram aumento de exportações.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.