Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Lojistas de Canela enviarão imagens de câmeras em tempo real para delegacia

25 de maio de 2016 0
Foto: Cristine Rochol/PMPA/Divulgação.

Foto: Cristine Rochol/PMPA/Divulgação.

 

Lojistas de Canela, na Serra Gaúcha, estão agindo para conter o aumento dos crimes, mal que atinge todo o Rio Grande do Sul. A Associação Comercial e Industrial está organizando a compra de um sistema que será instalado no município e que enviará em tempo real para a delegacia de polícia as imagens das câmeras de segurança dos estabelecimentos comerciais.

De uma empresa de Santa Catarina e já usado em alguns condomínios fechados, o sistema custa R$ 4 mil e tem capacidade para captar 200 câmeras. A delegacia já tem o equipamento para receber as imagens. As câmeras custam R$ 400 cada.

- A ideia é colocar câmeras principalmente no Centro, em pontos turísticos como a catedral de Canela, entradas de bairros e onde mais for possível. – conta o presidene da ACIC, Alexandre Raymundo.

O delegado Vladimir Medeiros buscou inspiração para o projeto em algumas cidades da Europa. Conta que desde que chegou a Canela, em 2014, já registrou 900 arrombamentos. Número relativamente baixo, mas alto para uma cidade turística e que sempre foi segura.

A ideia é que o sistema comece a funcionar ainda em junho, antes da alta temporada de inverno na Serra Gaúcha.

 

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

 

Procon alerta para uso obrigatório da carteira nacional de meia-entrada

25 de maio de 2016 1

 

Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

 

Depois de muitas reclamações de empresários e de confusões em bilheterias, o Procon do Rio Grande do Sul alerta: é obrigatório o uso da nova Carteira Nacional de Meia-Entrada. O documento tem que ser apresentado para o estudante conseguir o benefício, afirma a diretora Flávia do Canto Pereira.

Inclusive, foi lançada nesta quarta-feira uma campanha de divulgação da carteira. O vídeo promocional será projetado nos cinemas.

E mais: uma unidade móvel do Procon está nesta semana em frente ao prédio 40, da PUCRS, em Porto Alegre. Em parceria com a União Estadual dos Estudantes, estão fazendo a carteirinha na hora. Inclusive, tirando a foto.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

 

Desemprego cai pela primeira vez desde dezembro

25 de maio de 2016 0

17362118 (1)

 

A taxa de desemprego caiu em abril na Região Metropolitana de Porto Alegre. Mesmo que seja um pequeno recuo, é a primeira queda desde dezembro.

A pesquisa é feita por FEE, Dieese e FGTAS. A taxa passou de 10,7% em março para 10,5% em abril. Ainda assim, é bem maior do que em abril de 2015, quando ficou em 7,3%.

Mesmo que mais pessoas tenham passado a buscar trabalho no mês passado, a criação de vagas absorveu essa demanda. Indústrias, construção e serviços criaram empregos. Apenas o comércio fechou vagas.

Outra boa notícia foi o aumento do rendimento médio real do trabalhador. Passou para R$ 1.935, alta de 1,9%.

 

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Postos relatam dificuldade para comprar diesel e gasolina

25 de maio de 2016 0
Foto: Leo Munhoz / Agencia RBS.

Foto: Leo Munhoz / Agencia RBS.

 

 

Donos de postos de combustível enviam diversos relatos nos últimos dias para a Rádio Gaúcha e o blog Acerto de Conta$ reclamando de dificuldade para comprar gasolina e diesel. Afirmam que as distribuidoras estão determinando cotas diárias.

Em alguns casos, a quantidade vendida não suporta a demanda do posto. Há proprietários que afirmam que chega a faltar o combustível na unidade. Sindicato do setor, o Sulpetro recebeu informação de um problema na Refap, mas não soube detalhes.

- Quem recebia dez, por exemplo, está recebendo cinco. Estamos indo buscar combustível no Paraná. A informação é que houve algum problema na Refap e que não vai refinar por semanas. Mas também não temos informações claras. – relata um empresário, que não quer ser identificado. Como os outros, tem receio de restrição ainda maior.

Há dois dias, fizemos contato com a BR Distribuidora em busca de uma explicação e um posicionamento. Não conseguimos ainda o retorno. Também falamos com uma gerente da empresa, que disse que daria um posicionamento, o que ainda não ocorreu também.

Lembrando que também há problemas no fornecimento de asfalto pela Petrobras. Algumas obras, inclusive, foram paralisadas no Rio Grande do Sul. Para a Gaúcha, a justificativa dada pela estatal foi um problema na monoboia da Transpetro e, na semana passada, a garantia de que não faltaria combustível.

Leia também: Serviços de asfaltamento de ruas estão suspensos em Porto Alegre

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

 

Agenda Econômica 25.05

25 de maio de 2016 0

Dia da Indústria.

Ministério do Trabalho divulga os resultados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) referentes a abril de 2016.

Taxa de desemprego, nível ocupacional e rendimentos são alguns dos dados da PED RMPA de abril de 2016 que serão apresentados pela FEE, FGTAS e DIEESE.

IBGE divulga Estatísticas de Finanças Públicas e Conta Intermediária de Governo 2014.

Com uma projeção de colheita de 162 mil toneladas de citros, a safra será aberta em Montenegro. A 17ª edição da Abertura da Safra de Citros acontece às 13h30 e marca a colheita das bergamotas da variedade Caí.

Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo realiza reunião mensal durante a Festa de Maio 2016, que comemora os 35 anos de Teutônia. Terá como norte o debate político e econômico. Também estão na pauta: o fórum da venda a prazo no varejo; e a projeção de venda para inverno e dia dos namorados.

Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos – ABIMAQ – apresenta o desempenho do setor de bens de capital mecânicos referente ao primeiro quadrimestre de 2016.

Secretário Estadual de Segurança, Wantuir Jacini, palestra no “Tá na Mesa” da Federasul.

Dez empresas gaúchas do setor coureiro-calçadista participam da feira Anpic 2016, no México. O estande tem apoio da Agência Gaúcha de Desenvolvimento e Promoção do Investimento (AGDI).

Mais uma edição do DBCoffee, com o tema Inception, uma etapa importante no processo de desenvolvomento de software e produtos. No Tecnopuc.

GM ultrapassa Tramontina entre marcas mais lembradas no Rio Grande do Sul

24 de maio de 2016 0

A Gerdau segue na liderança do Top of Mind. Mas a GM ultrapassou a Tramontina e assumiu o segundo lugar.

1 – Gerdau – citada por 10,3% dos consumidores.
2 – GM – 8,1%
3 – Tramontina – 5,3%

E ainda:

4 – Zaffari
5 – Banrisul

O Top of Mind está na 26ª edição. É da revista AMANHÃ, em parceria com a Segmento Pesquisas. Ouviu 1,2 mil pessoas com idades entre 16 e 65 anos, de todas as classes sociais.

Premiados do Grupo RBS:
Empresa que gostaria de trabalhar RBS
Empresa que Investe na Cultura RBS
Emissora de Rádio de Notícias Gaúcha
Locutor Esportivo de Rádio Pedro Ernesto Denardin
Emissora de Rádio de Música Atlântida
Emissora de TV/Rede de Televisão RBS/Globo
Jornal Zero Hora
Programa Local de TV Jornal do Almoço
Blog Pretinho Básico
Colunista de jornal Paulo Sant’ana
Comunicador Local de TV Cristina Ranzolin

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Leitora reclama que lojas negam crédito alegando "pontuação baixa" da cliente

24 de maio de 2016 0

Leitor pergunta. Acerto de Conta$ responde.

 

Foto: Cleber Gomes / Agencia RBS.

Foto: Cleber Gomes / Agencia RBS.

 

 

 

Leitora Janaína (e vários outros leitores) relata:

“Tive crediário negado em duas grandes redes de varejo. Não estou com restrição atualmente no meu CPF. Tenho carteira assinada. Disseram que minha pontuação não era suficiente”

Provavelmente, as lojas estão usando os bancos de dados que pontuam os consumidores conforme o histórico anterior de pagamentos. Mesmo que ele já tenha quitado a dívida, aquilo puxa a pontuação para baixo. Por receio de inadimplência, a loja opta por não dar o crédito.

O Superior Tribunal de Justiça permite o uso desses mecanismos de pontuação pelo comércio.

Leia: STJ autoriza uso de pontuação para liberar crédito ao consumidor

Mas…

O diretor do Procon Porto Alegre, Cauê Vieira alerta:

“O sistema entende que a negativa sem motivos é irregular, já que o consumidor tem o direito de saber o motivo. O problema é que o atendimento à lei se dá de modo superficial: “nosso sistema de análise trabalha com variáveis que não aparecem no sistema” é a resposta geral.
Nossa orientação: não recebeu a informação adequada ou não ficou satisfeito com a justificativa, reclama no Procon.
Notificamos a empresa, com base no direito à informação ampla, clara e ostensiva, e buscamos as justificativas.”

 

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

 

Leitor foi demitido e pergunta como seguir guardando dinheiro para aposentadoria

24 de maio de 2016 0

Leitor pergunta. Acerto de Conta$ responde. 

 

14004239-e1452768243448

 

 

Leitor Juliano quer fazer “previdência privada”:

“Há um ano, tenho uma aplicação automática de R$ 100 na poupança. A intenção era que fosse uma grana para longo prazo, mas não funcionou. Concluí que o rendimento é baixo e acabei misturando o recurso com outro e usando o dinheiro.
Penso em começar com R$ 100 mensais no Tesouro Direto porque o rendimento é maior, a aplicação pode ser automática e a aplicação favorece mais um uso como previdência. Também vou continuar a contribuir com o INSS, depois de 15 anos de contribuição e uma demissão em 2015 (como muitos).
Conclusão minha: alguém que perde o emprego não pode deixar de pensar no futuro enquanto decide o que vai fazer, se vai buscar recolocação ou empreender.”

 

Sócio da Monte Bravo Investimentos, Pier Mattei responde:

O raciocínio do leitor, na minha opinião, está perfeito. Gosto de pensar que um planejamento ideal consiste em dividir as sobras que conseguimos acumular ao longo do tempo em três bolsos:

- bolso da liquidez: para este bolso, separamos um pouco mensalmente para nos prepararmos para eventuais emergências que exijam desembolsos imediatos, como uma despesa médica inesperada por exemplo. Uma vez constituído este colchão de segurança, devemos partir para o próximo bolso.
- bolso dos investimentos: neste pensamos em acumular para objetivos definidos de médio prazo, como compra de carro, viagens, entrada em imóvel, entre outros.
- bolso da aposentadoria: aqui o objetivo é formar uma reserva que sirva como uma previdência para o futuro. Como o prazo geralmente é bem longo, pode ser a menor fatia das sobras. O mais importante neste caso é realmente a constância e o comprometimento de manter os aportes ao longo do tempo.

Usando o exemplo do leitor, a parcela de liquidez poderia estar numa poupança, os investimentos em renda fixa como CDB/Fundos e a parte da aposentadoria em títulos públicos. Assim, ele saberá – tanto na hora de aplicar quanto na hora de resgatar – em qual bolso deve mexer.

Leia mais: Quanto investir para ter uma renda mensal de R$ 2,5 mil?

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

 

 

Brasileiro se endivida ainda mais para pagar contas

24 de maio de 2016 0
Foto: Jefferson Botega / Agencia RBS.

Foto: Jefferson Botega / Agencia RBS.

 

Parece estranho. Mas quatro em cada dez brasileiros tomam empréstimo pessoal com bancos e financeiras para quitar dívidas. São faturas de cartão de crédito, prestação de lojas e até outros empréstimos.

Em segundo lugar, estão contas básicas. É o aluguel, condomínio, luz, telefone e escola.

Não é sempre uma alternativa ruim:

- Se as dívidas saem do controle, pode ser conveniente trocar uma modalidade de crédito mais cara por outra mais barata. – pondera a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

Só que… Ainda há os 21% que admitem não analisar condições de taxas e juros. Significa que ignoraram o contrato e nem sabem se realmente valia a pena tomar aquele crédito. Muitos recorrer a financeiras, inclusive.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Soja derruba exportação do Rio Grande do Sul em abril

24 de maio de 2016 0
Foto: Tadeu Vilani / Agencia RBS.

Foto: Tadeu Vilani / Agencia RBS.

 

O recuo das exportações gaúchas foi tanto em valor (-20,3%) quanto em volume (-10,9%) e preço (-10,6%) em abril. Foram US$ 334,8 milhões a menos que no mesmo mês do ano passado, segundo a Fundação de Economia e Estatística.

As vendas do Rio Grande do Sul para o exterior somaram US$ 1,312 bilhão. Com isso, o Estado ficou na quinta posição no ranking nacional, atrás de São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso e Paraná. No País, as exportações aumentaram em valor (1,4%) e em volume (17,1%).

A soja em grãos foi o principal produto que levou à redução. Na esteira da alta do dólar, houve antecipação das vendas da soja, o que reduziu estoques.

- Mesmo com o forte recuo, foi o segundo melhor abril da história em termos de volume embarcado do grão. Contribuiu com 31,1% das exportações gaúchas e com 56,4% das exportações de produtos básicos. – explica o pesquisador da FEE Tomás Torezani.

Para os próximos meses, o pesquisador projeta crescimento dos embarques de soja pela sinalização de safra recorde de 2016.

- Se olharmos para o quadrimestre deste ano, a soja em grãos, o trigo e o farelo de soja foram os principais responsáveis pelo recuo que já chega a US$ 619,4 milhões (-13,1%) em relação ao mesmo período do ano anterior.

Já as exportações dos produtos semimanufaturados e manufaturados cresceram em volume em abril. A redução dos preços médios, no entanto, acabou diminuindo a receita também.

Entre os desempenhos positivos deste primeiro quadrimestre, destacam-se as vendas de celulose para a China (+US$ 70,1 milhões), automóveis para a Argentina (+US$ 24,6 milhões) e polímeros plásticos (+US$ 23,8 milhões) para os EUA.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.