Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

"Imposto de Fronteira será eliminado", diz vice-governador eleito

31 de outubro de 2014 0

Vice-governador eleito no Rio Grande do Sul, José Paulo Cairoli é enfático:

- O Imposto de Fronteira será eliminado.

O tributo foi criado por decreto ainda no governo Yeda Crusius. Depois, foi mantido durante o governo Tarso Genro. É o Diferencial de Alíquota do ICMS e afeta principalmente o pequeno e médio varejo. O setor conseguiu apoio dos deputados estaduais para a aprovação de uma lei impedindo a cobrança. No entanto, a Secretaria Estadual da Fazenda não reconhece a validade da norma e mantém a cobrança.

- O Imposto de Fronteira foi um equívoco. Já fui contra quando foi criado. E agora tem ainda lei contra aprovada pela Assembleia. – complementa Cairoli.

Segundo Cairoli, os trâmites para acabar com a cobrança serão feitos assim que o futuro governo assumir.

O programa Destaque Econômico entrevistará o vice-governador eleito, José Paulo Cairoli. Ouça na Rádio Gaúcha. Domingo, às 9h.

Foto: Jocimar Farina / Rádio Gaúcha

Foto: Jocimar Farina / Rádio Gaúcha

Leia também:

Lojistas gaúchos dizem que Imposto de Fronteira leva empregos para Santa Catarina

Justiça renova liminar que desobrigava lojistas de pagarem Imposto de Fronteira

Fazenda vai colocar na dívida ativa quem não pagar Imposto de Fronteira

Promulgada lei que proíbe cobrança do Imposto de Fronteira

Governo gaúcho vai discutir Imposto de Fronteira no Judiciário

Lojistas dizem que governo gaúcho age com soberba

Tarso não vai vetar projeto de lei contra o Imposto de Fronteira

Governo não deve sancionar lei que acaba com o Imposto de Fronteira

Aprovado projeto de lei que proíbe cobrança do Imposto de Fronteira de pequenas empresas

Federações não entram em acordo sobre lista para isenção do Imposto de Fronteira

Renegociação de dívidas de ICMS é prorrogada

Pequenos lojistas gaúchos pagam quase o dobro em tributo do que os paranaenses

Projeto contra retorno do Imposto de Fronteira deve ser votado em dezembro no Plenário da Assembleia

Advogado recomenda que lojistas façam depósito judicial do Imposto de Fronteira

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Loja de material de construção vende 20% mais oferecendo instalação

31 de outubro de 2014 0
Foto: Reprodução site Elevato.

Foto: Reprodução site Elevato.

Rede de materiais de construção, a Elevato aumentou em 20% a venda a partir do momento que passou a oferecer também o serviço de instalação e manutenção dos produtos. A empresa trabalha essencialmente com acabamentos e precisava buscar um diferencial em relação aos concorrentes para ganhar mercado.

- Também investimos no pós-venda. A loja liga para o consumidor depois para saber se está tudo bem com o produto e com a instalação. – conta o sócio-diretor da Elevato, Arcione Piva.

A empresa ampliou o serviço em 2007. Lá, tinha 50% de reclamações. Com treinamento de equipe, conseguiu reduzir este índice para 5% atualmente.

Sobre o recuo na construção civil, Piva explica que o varejo ainda demora um pouco para sentir o impacto. As pessoas que compraram o imóvel ainda seguem fazendo obras. Já sobre as vendas perdidas durante o período de Copa do Mundo, o empresário acredita que várias foram perdidas e não serão recuperadas.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Metalúrgicos de Gravataí conseguem reajuste acima da inflação

31 de outubro de 2014 0

Após longa negociação com o sindicato patronal, os metalúrgicos de Gravataí conseguiram reajuste salarial de 8%. O percentual inclui a inflação.

O Sindicato dos Metalúrgicos de Gravataí comemora já que o ambiente econômico não é o ideal. O setor está demitindo e dando férias coletivas.

A negociação não inclui GM e sistemistas, que têm um acordo individual.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Receita Federal marca audiências para instalação de freeshops no Rio Grande do Sul

31 de outubro de 2014 0
Foto: Duda Pinto / Agencia RBS.

Foto: Duda Pinto / Agencia RBS.

A Receita Federal marcou as primeiras audiências para discutir a instalação dos freeshops brasileiros no Rio Grande do Sul. A primeira será na segunda-feira. As lojas francas ficarão nas cidades que fazem fronteira com Argentina e Uruguai.

3 de novembro – Porto Xavier
4 de novembro – São Borja
4 de novembro – Itaqui
5 de novembro – Uruguaiana
5 de novembro – Barra do Quaraí
6 de novembro – Quaraí

As audiências são para esclarecer e debater com as comunidades onde as lojas poderão ser instaladas. Serão apresentados os modelos de lojas que podem ser usados, a forma de funcionamento, o Regime Aduaneiro e a Legislação sobre o assunto.

No Estado, poderão ser criados freeshops em dez municípios: Aceguá, Barra do Quaraí, Chuí, Itaqui, Jaguarão, Porto Xavier, Quarai, Santana do Livramento, São Borja e Uruguaiana.

As cidades onde ainda não há audiência marcada receberão os encontros entre 25 e 27 de novembro.

Leia mais: Três cidades já aprovaram leis autorizando freeshops brasileiros

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Iesa garante pagamento dos funcionários dispensados em Charqueadas

31 de outubro de 2014 0

A Iesa Óleo e Gás garante que pagará na semana que vem os salários dos funcionários que foram dispensados por dez dias da fábrica de Charqueadas. A produção foi suspensa até dez de novembro e 700 trabalhadores da área de produção foram liberados.

Em nota, a Iesa informa que o canteiro de obras foi parado para a conclusão da negociação de parceria no projeto de construção e montagem de módulos para a Petrobras. O mercado aposta em um acordo com a Queiroz Galvão.

A empresa acrescenta que a paralisação foi comunicada à Petrobras e rebate as informações de atraso nas encomendas:

“O cronograma de obras está sendo revisado e a Iesa acredita que não haverá atraso significativo na entrega do trabalho.”

Leia também:

Iesa suspende produção em Charqueadas por dez dias

Nova empresa deve entrar na Iesa em Charqueadas

Iesa Óleo e Gás demite dezenas de trabalhadores em Charqueadas

Terminam as férias coletivas na Iesa Charqueadas

Iesa Charqueadas confirma perda de oito módulos para a China

Dona da Iesa Óleo e Gás tem dívidas de quase R$ 49 milhões com bancos gaúchos

Justiça autoriza recuperação judicial e Iesa atrasa salários de novo

Metalúrgicos de Charqueadas vêm protestar em Porto Alegre contra crise na Iesa

Sindicato vai à Justiça tentar garantir pagamento de trabalhadores da Iesa

Metasa fecha dois contratos e garante a operação de Charqueadas

Iesa dá férias coletivas para trabalhadores de Charqueadas

Trabalhadores param na Iesa de Charqueadas

Iesa e Andrade Gutierrez fecham acordo sobre fábrica de Charqueadas

Petrobras reconhece que crise na Iesa começou ainda no ano passado

Prefeitos querem que trabalhadores suspendam greve na Iesa de Charqueadas

Prefeitos discutem situação da Iesa Charqueadas

Trabalhadores entram em greve na Iesa Charqueadas

Reunião nesta terça-feira decidirá sobre greve na Iesa

Protesto impede entrada de trabalhadores na Iesa de Charqueadas

Iesa retomará atividades em Charqueadas

Trabalhadores da Iesa em Charqueadas recebem salário atrasado

Metasa garante que ficará em Charqueadas

Trabalhadores protestam em frente à Iesa de Charqueadas

Iesa adia retorno de trabalhadores em Charqueadas 

Petrobras garante que está pagando Iesa em dia

Iesa promete regularizar na semana que vem todas as dívidas de Charqueadas

Trabalhadores da Iesa são dispensados em Charqueadas

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Agenda Econômica 31.10

31 de outubro de 2014 0

Banco Central divulga Nota de Política Fiscal.

IBGE divulga as Estatísticas de Gênero – Uma análise dos resultados do Censo Demográfico 2010.
Apresenta ainda os resultados do Índice de Preços ao Produtor – Indústria de Transformação (IPP) referente ao mês de setembro de 2014.

A Sede da FGTAS (Av. Borges de Medeiros, 521), as Agências FGTAS/SINE, o Vida Centro Humanístico (Av. Baltazar de Oliveira Garcia, 2132) e a Casa do Artesão (Av. Júlio de Castilhos, 144) estarão fechadas hoje devido à transferência do Dia do Funcionário Público.

Conselho Regional de Contabilidade realiza o 2º Encontro Estadual de Peritos Contábeis. Após a solenidade de abertura, tem o painel Precatórios: a polêmica dos índices de atualização.

Estão abertas as incrições para o MESAS TI, do SEPRORGS. O palestrante será Dado Schneider. Será em 14 de novembro.

Sete gaúchas estão no ranking da maiores varejistas do Brasil

30 de outubro de 2014 0

Sete empresas gaúchas estão entre as 120 maiores redes de varejo do Brasil. O ranking IBEVAR é feito pela PwC. É considerado o faturamento da empresa.

13° posição – Lojas Renner S.A. (Porto Alegre)

Foto: Fernando Gomes / Agência RBS.

Foto: Fernando Gomes / Agência RBS.

19° posição – Companhia Zaffari Comércio e Indústria (Porto Alegre)
42° posição – Dimed S.A. Distribuidora de Medicamentos  (Panvel) – (Porto Alegre)
46° posição – Grupo Herval (Dois Irmãos)
51° posição – Lojas Colombo (Farroupilha)
81° posição – Lojas Quero-Quero (Cachoeirinha)
88° posição – Unidasul Distribuidora Alimentícia S.A. (Esteio)

Leia mais:

Renner fechará 2014 com lojas em todos os Estados

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

 

Protocolado na Prefeitura de Passo Fundo projeto para novo shopping

30 de outubro de 2014 0
Imagem: Divulgação.

Imagem: Divulgação.

Foi protocolado na Prefeitura de Passo Fundo o projeto técnico para a construção do Passo Fundo Shopping. O documento será analisado pela Secretaria de Obras.

Com a aprovação, a AR Participações dará entrada no pedido de licença de construção. O empreendimento será construído na Avenida Presidente Vargas, no antigo Frigorífico ZD Costi.

O lançamento comercial do Passo Fundo Shopping será no dia 20 de novembro. O início das obras está previsto para o primeiro trimestre de 2015 com previsão de entrega para 2016.

O Passo Fundo Shopping foi projetado com seis salas de cinema, um hipermercado e 280 operações. O investimento no empreendimento será de cerca de R$ 120 milhões.

Leia mais:

Primeiras imagens do projeto do Passo Fundo Shopping

Projeto para novo shopping center em Passo Fundo

Mais um projeto de shopping para Passo Fundo

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Incentivo fiscal leva indústria de automação para São Leopoldo

30 de outubro de 2014 0

Foi assinado o termo de compromisso que reduz Imposto Sobre Serviços (ISS) para a instalação da Device Automation em São Leopoldo. É a primeira empresa a ser beneficiada pela lei de incentivos fiscais do município.

A Device montou a indústria em agosto, transferindo para São Leopoldo a operação que estava em Canoas. Está empregando 60 pessoas e planeja construir uma fábrica.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico, Sandro Cassel, a Device dá a largada na concessão de incentivos pelo município.

- Estamos reduzindo de 3% para 1,5% o tributo por 18 meses. E nos 12 meses seguintes, a alíquota fica em 2%.

Instalada no Bairro São José, a Device Automation desenvolve projetos para fabricantes das áreas de petróleo e gás, química e petroquímica, automotivo, alimentos e bebidas, robótica, siderurgia, papel e celulose, mineração e energias renováveis. Além de São Leopoldo, a empresa possui filial no Rio Grande do Norte.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Credores aprovam plano de recuperação judicial da Via Uno

30 de outubro de 2014 0
Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

O plano de recuperação judicial da Via Uno foi aprovado em assembleia de credores. A empresa alegou que não há como manter a atividade industrial como foi proposto inicialmente. Por isso, apresentou um aditivo.

O endividamento da empresa é superior à capacidade de pagamento dos créditos. A Via Uno acrescentou que, se houver falência, não seriam pagas nem 10% das dívidas.

O objetivo do aditivo era viabilizar a venda da unidades produtivas com o passivo já repactuado. Foi pedida ainda autorização para vender a marca Via Uno junto com contratos de licenciamento de franquias.

“Tendo sido constatada a inviabilidade do financiamento da operação por forças próprias, bem como diante da dificuldade de acesso a outras fontes de financiamento que sejam suficientes à manutenção, por si, da operação industrial, passa a terceirização de sua produção, bem como da gestão dos canais de venda.
Desse modo, passará a Via Uno a administrar marcas próprias, mantendo para si a gestão da marca e a elaboração das linhas de produtos (coleções), os quais serão industrializados por terceiro licenciado e comercializadas através da rede de franquias.
Com isso, além da drástica redução dos custos fixos e variáveis (o que implicará em maior margem de resultado da sua operação), será possível a obtenção de recursos para satisfação dos credores mediante a liquidação de significativa parcela de seu ativo imobilizado, notadamente, lojas, plantas industriais e equipamentos.”

O administrador judicial Laurence Bica Medeiros explica que a aprovação do plano de recuperação precisa ainda ser homologada pelo juiz. Enquanto isso, a Via Uno afirma que ainda não há interessado no negócio.

A fabricante e varejista de calçados foi fundada em Novo Hamburgo em 1991.

Leia mais:

Via Uno vai vender a marca por R$ 1

Gaúcha Via Uno fecha última fábrica em operação no País

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.