Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts na categoria "Seu Bolso"

Rio Grande do Sul tem o terceiro IPVA mais alto por habitante no País

26 de março de 2015 1

O Rio Grande do Sul tem o terceiro IPVA mais alto por habitante no País. Fica atrás apenas de São Paulo e do Distrito Federal.

A média paga pelo gaúcho é de R$ 199,78. A média nacional é bem mais baixa, R$ 161,55. O Maranhão tem o imposto médio mais baixo pago pelos donos de carros: R$ 47,28.

O levantamento é do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Preço do leite começa a aumentar com força para o consumidor

26 de março de 2015 0

foto blog

O preço do leite começou a aumentar para o consumidor e a tendência é subir mais. Em 30 dias, a elevação é de 3% em média, segundo o IBGE para a Região Metropolitana de Porto Alegre. Mas o litro do longa vida, que chegou a ser encontrado por cerca de R$ 1,60, agora já ultrapassa R$ 2 em alguns supermercados. Levantamento da Associação Gaúcha de Supermercados mostra valor médio do leite a R$ 2,04 em março.

Para o produtor no campo, o valor pago começa aos poucos a aparecer nos levantamentos. A elevação é recente e o pagamento do leite captado em março deve ser feito pelas indústrias em abril.

Presidente do Sindicato da Indústria de Laticínios do Rio Grande do Sul e diretor da Cooperativa Santa Clara, Alexandre Guerra afirma que as fábricas estavam sem margem desde o fim do ano passado. O reajuste agora ocorreu no leite longa vida e ainda não no em pó.

- Março e abril são os meses de menor produção. Além disso, a aumento da energia elétrica e dos combustíveis atingiu a indústria e também os fornecedores. Desde o produtor no campo até as embalagens.

Novas elevações e preços vão depender da estratégia de cada empresa, explica o presidente Alexandre Guerra.

- Depende também da resposta do mercado para novos valores. Mas a indústria ainda precisaria fazer novos reajustes.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Revendas têm que informar tributos no preço dos automóveis

26 de março de 2015 0
Foto: Diego Vara / Agencia RBS.

Foto: Diego Vara / Agencia RBS.

Os vendedores de automóveis e motocicletas, novos ou usados, serão obrigados a informar ao comprador os valores dos tributos no preço. A lei foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira e passa a valer em 60 dias.

O texto também determina a informação sobre a situação de regularidade dos veículos. Isso inclui dados sobre furtos, multas, taxas anuais, débitos de impostos alienação fiduciária ou outros registros que limitem ou até impeçam a circulação do veículo.

As informações devem estar no contrato de compra e venda:

“Parágrafo único. No contrato de compra e venda assinado entre vendedor e comprador devem constar cláusulas contendo informações sobre a natureza e o valor dos tributos incidentes sobre a comercialização do veículo, bem como sobre a situação de regularidade em que se encontra o bem (…)”

Os empresários que descumprirem as regras terão de arcar com o pagamento dos tributos, taxas e multas incidentes sobre o veículo até a data da compra. Também dá direito ao consumidor da restituição do valor integral no caso de o carro ter sido furtado.

O Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário estima que os tributos representem, em média, 35% do preço do carro.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Tarifa de ônibus sobe, mas andar de carro está mais barato em Porto Alegre

25 de março de 2015 2
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS.

Foto: Porthus Junior / Agencia RBS.

A população de Porto Alegre cresceu 10% nos últimos 15 anos. No mesmo período, a frota de carro aumentou 65% e a de motos, 256%.

A pesquisa é de André Augustin, da Fundação de Economia e Estatística. Como fatores, salienta aumento da renda do trabalhador, alta de tarifas, falta de qualidade do transporte coletivo, inexistência de linhas de metrô e, é claro, os incentivos ao transporte individual.

A questão financeira pesa bastante nestes 15 anos para este cenário de Porto Alegre. Veja:

Inflação +188%
Passagem de ônibus +364% (descontando a inflação, aumento real de 61%)
Custos para andar de carro 142% (considerando a inflação, uma queda real de 16%)

- Um estudo do IPEA com dados de 2003 e 2004 mostra que, do total de subsídios diretos ao transporte no Brasil, de 7,6% a 9,9% são direcionados ao transporte público, sendo o restante ao automóvel. A política de preços dos combustíveis também está incentivando o transporte individual: nos últimos 13 anos, o preço da gasolina em Porto Alegre subiu 120%, e o do diesel, 212%, segundo a Agência Nacional do Petróleo. – acrescenta o pesquisador André Augustin.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

 

Taxa de desemprego cai, mas menos pessoas estão trabalhando na Região Metropolitana

25 de março de 2015 0
Foto: Genaro Joner / Agencia RBS.

Foto: Genaro Joner / Agencia RBS.

A taxa de desemprego ficou em 5,9% na média de 2014 na Região Metropolitana de Porto Alegre. É a menor média anual dos 22 anos da pesquisa da Fundação de Economia e Estatística.

Só que, ao mesmo tempo, o nível de ocupação caiu e o rendimento médio do trabalhador ficou estável, após aumentos desde 2005. A ponderação é da pesquisadora Iracema Branco, da Fundação de Economia e Estatística.

- Esses resultados interrompem o desempenho positivo dos indicadores do mercado de trabalho regional, observado nos 10 anos anteriores. Nesse contexto, será que a menor taxa de desemprego em 2014 pode representar a melhor fase do mercado de trabalho?

A taxa de desemprego é calculada considerando apenas as pessoas que estão trabalhando ou que estão procurando emprego. Portanto, quando pessoas saem do mercado porque não querem trabalhar, a base do cálculo é menor.

- Quanto à demanda por trabalho, há indicativos de que a fase de crescimento contínuo do emprego, que foi o principal determinante para a redução da taxa de desemprego no período de 2004 a 2013, ficou para trás. De fato, o nível ocupacional, já em desaceleração desde 2011, contabilizou queda em 2014. Como a economia não cresceu, a maioria dos setores demitiu mais do que contratou. – acrescenta a pesquisadora.

Houve redução da força de trabalho de 2009 a 2012, relativa estabilidade em 2013 e retração de 2,7% em 2014. Foi a saída de 51 mil trabalhadores do mercado de trabalho.

- Essa redução da População Economicamente Ativa, sendo de maior magnitude do que a retração da ocupação (menos 38 mil ocupados), possibilitou a diminuição de 13 mil no contingente de desempregados e a consequente queda na taxa de desemprego, de 6,4% para 5,9%. Se não houvesse esse declínio da PEA e mantida a queda da ocupação, o resultado seria uma elevação na taxa de desemprego para 8,4% em 2014.

Comparando 2013 a 2014, houve saída do mercado de trabalho entre os jovens de 16 a 24 anos (menos 30 mil ou -8,6%) e adultos de 25 a 39 anos (menos 27 mil ou -3,7%). No entanto, houve aumento de 6 mil entre os que possuem 40 anos e mais.

Quanto à escolaridade dos que saíram, destaca-se que 43 mil possuíam, no máximo, o fundamental completo. Outros 11 mil tinham concluído o ensino médio ou estavam cursando o ensino superior.

E então: a proporção de jovens de 16 a 24 anos que somente estudam, na Região Metropolitana, aumentou de 23,9% (127 mil) em 2013 para 26% (133 mil) em 2014. O mesmo ocorreu entre os jovens que nem estudam e nem trabalham (nem-nem), cuja proporção subiu de 11,2% (60 mil) em 2013 para 12,6% (65 mil) em 2014.

- O cenário da economia brasileira e da gaúcha para 2015 não é de otimismo. Nessa situação, uma menor renda no âmbito familiar poderá desencadear o movimento de retorno desses jovens e de outros membros da família ao mercado de trabalho.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Rio Grande do Sul tem o maior PIB per capita entre arranjos populacionais

25 de março de 2015 0
Foto: Marcelo Oliveira / Agencia RBS.

Foto: Marcelo Oliveira / Agencia RBS.

O maior PIB per capita entre arranjos populacionais está no Rio Grande do Sul. Entre os 294 arranjos identificados pelo IBGE em 2010, a primeira posição pertence a Charqueadas – Triunfo – São Jerônimo.

São 83.247 habitantes, distribuídos em três municípios. O PIB per capita é de R$ 85.505.

O IBGE divulgou o estudo “Arranjos Populacionais e Concentrações Urbanas do Brasil”. Define arranjo populacional como grupos de dois ou mais municípios com forte integração por motivo de trabalho ou estudo; ou proximidade de zonas urbanas principais.

Já a última posição é ocupada pelo arranjo populacional de Picos, no Piauí, com população de 78.889 habitantes em dois municípios. PIB per capita de R$ 92 reais.

Leia mais: Porto Alegre tem a quinta maior concentração urbana do País

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Faurgs seleciona para cargos administrativos e de saúde

25 de março de 2015 0

A Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul vai realizar seleção para cargos da área administrativa e de saúde. O edital foi publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira.

Será processo seletivo simplificado. Serão contratados para os cargos de: Assistente Administrativo I; Assistente Técnico TI; Monitor em Telessaúde (áreas de Odontologia, Nutrição, Farmácia, Fisioterapia, Saúde Coletiva, Terapia Ocupacional, Serviço Social ou Biomedicina); Monitor em Telessaúde (nas áreas de Enfermagem, Psicologia ou Educação Física).

Inscrições na na sede do TelessaúdeRS, Rua Dona Laura, 320 – sala 1101, Bairro Rio Branco, até o dia seis de abril. Das 9h às 12h e das 14h às 17h. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 51.33337025.

Também haverá seleção para o cargo de Assistente Técnico em Ensino. Neste caso, inscrições: Faculdade de Farmácia da UFRGS, Av. Ipiranga, 2752, 7º andar, Bairro Santana, até 30 de março, das 14h às 17h15. Outras informações pelo pelo telefone 51.3308-2106.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Carnê enviado para empreendedores individuais é verdadeiro

24 de março de 2015 0
Imagem: Divulgação.

Imagem: Divulgação.

Ao contrário de boatos que surgiram nas redes sociais esta semana, o Carnê da Cidadania do MEI 2015 é verdadeiro. O documento começou a ser enviado para o endereço dos microempreendedores individuais pela Secretaria da Micro e Pequena Empresa. Mas também pode ser acessado pela internet.

São 4,7 milhões de pessoas que abriram pequenas empresas e estão recebendo o documento. O carnê começou a ser enviado para as pessoas para reduzir a inadimplência, facilitando o pagamento.

Se atrasar o pagamento, o microempreendedor corre o risco de perder o acesso aos benefícios. São eles aposentadoria por idade, licença maternidade, auxílio doença, entre outros.

O Carnê da Cidadania inclui os valores de todos os tributos para o MEI trabalhar formalizado. Para a Previdência Social, são recolhidos 5% do salário mínimo ao INSS, que para 2015, com o reajuste no valor, será de R$ 39,40, mais R$ 1 de ICMS para atividades de indústria, comércio e transportes de cargas interestadual ou R$ 5 de ISS em atividades de prestação de serviços e transportes municipais.

A gerente de Atendimento do Sebrae/RS, Viviane Ferran, conta que o número de atendimentos no 08005700800 dobrou ontem com essas perguntas.

- Os carnês completos começaram a chegar e são diferentes do ano passado, mas devem ser pagos normalmente. Os empresários podem ficar tranquilos. O carnê correto é colorido, tem código de barras e as informações dos dados da empresa devem estar corretos e completos.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Companhias aéreas cancelam passagens em reservas feitas por agência ligada ao Hotel Urbano

24 de março de 2015 0

A Avianca e a Copa Airlines suspenderam bilhetes aéreos de passageiros que fizeram reserva pela agência Time Brazil (ROD2), ligada ao Hotel Urbano. A Avianca, inclusive, conseguiu revogar liminar na Justiça e que a obrigava a honrar 1,7 mil reservas de passagens aéreas internacionais.

Há reservas de clientes do Rio Grande do Sul. Os destinos são Estados Unidos, Peru e Costa Rica. Embarques previstos desde oito de março.

As companhias aéreas afirmam que as agências não pagaram as passagens. Segundo a Avianca, o canal de venda da maioria das passagens foi o Hotel Urbano, que tenta ainda forçar os embarques por decisão judicial.

Avianca diz que não recebeu os dados dos passageiros para informar o cancelamento. Já o Hotel Urbano afirma que pagou, mas que está pagando novamente para o consumidor não ser prejudicado.

O Instituto de Defesa do Consumidor explica que a responsabilidade sobre eventuais prejuízos para o cliente é de todos os envolvidos, chamada de solidária. Segundo o Idec, a companhia aérea permitiu que a venda ocorresse pelas agências de viagens e o consumidor não pode ser afetado pelo problema de pagamento entre elas.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

 

Sete em cada dez consumidores não sabem o que é estar endividado

24 de março de 2015 1

Coluna Acerto de Conta$, no Diário Gaúcho. Todas as terças.

O que é estar endividado?

Sete em cada dez consumidores não sabem ao certo o que é estar endividado. Este seria o passo básico para organizar a bagunça financeira. A pesquisa é do site Meu Bolso Feliz.

Para mais da metade dos entrevistados, estar endividado é ter conta atrasada. Outros acham que é estar com o nome em cadastros de inadimplentes.

Só que estar endividado é ter parcelas a vencer de compras já feitas e ter empréstimos. Quando a conta fica atrasada é que a pessoa passa de endividada para inadimplente.

Resultado: muita gente que está endividada não sabe que se encaixa nesta situação e a tendência é que não se preocupe tanto com isso.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.