Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts na categoria "Seu Bolso"

Justiça bloqueia FGTS do novo emprego de aposentada

15 de maio de 2017 0

19319163

 

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região manteve decisão que não liberou para aposentada o FGTS do novo emprego. No argumento, lembrou que só pode movimentar o saldo do fundo de garantia nas hipóteses previstas em lei ou em situações realmente graves e urgentes.

Após se aposentar por tempo de contribuição em fevereiro de 2012, a servidora começou em um novo emprego em março do mesmo ano. Então, ajuizou ação contra a Caixa Econômica Federal pedindo a liberação do saldo depositado pelo novo empregador na conta do FGTS. Alegou que ser aposentada lhe dava direito ao saque: “que a liberação dos valores evidencia o cumprimento de princípios constitucionais, fazendo referência à dignidade humana.”

Só que não levou também no recurso feito ao tribunal.

- A condição de aposentada da requerente não é suficiente para permitir o levantamento dos valores depositados, que se referem a vínculo empregatício que surgiu após a aposentadoria. – afirmou o relator, desembargador Cândido Leal Junior.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

E também curta a página Giane Guerra, no Facebook.

 

 

4all - Empresa de tecnologia abre quase 40 vagas de emprego em Porto Alegre

12 de maio de 2017 1

 

Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

 

Empresa de tecnologia criada no ano passado em Porto Alegre, a 4all está abrindo mais 37 vagas de emprego. Entram no plano de expansão da empresa, que atualmente tem pouco mais de 160 funcionários.

As vagas são para trabalhar na sede, que fica no bairro Bela Vista, em Porto Alegre. São para a área de desenvolvimento:

Analista de UX – User Experience
Analista de Testes automatizados
PO – Product Owner
Desenvolvedor de Software IA / Chat Bot
Desenvolvedor Mobile – IOS e Android
Desenvolvedor JavaScript/React
Desenvolvedor Back-End NodeJS
Desenvolvedor Back-End Java EE
Desenvolvedor Full-stack
Estágio Desenvolvedor Back-end Node.JS
Tester

- Precisamos de pessoas empreendedoras para seguirmos criando um dos maiores cases digitais de nosso país. – diz o CEO da 4all, José Renato Hopf.

O currículo deve ser enviado para: querofazerparte@4all.com.

Recentemente, a 4all anunciou parceria com o Tecnopuc, na PUCRS. Deverá ter um espaço físico no parque tecnológico, inclusive.

Além destas vagas de desenvolvedores, a 4all segue em busca de profissionais da área que chama “de negócios”. São pessoas com mais experiência, perfil sênior e conhecimento de gestão. Funções: head de CRM/Mktg Digital, head de Mktplace, head de Produtos, especialista (Product Owner) em carteira digital, especialista (PO) em mktg esportivo (futebol) e marketing (Face/Google Ads).

===

Leia também:

Tecnopuc terá operação da empresa de tecnologia 4all

4all – Empresa de tecnologia está com mais 60 vagas abertas em Porto Alegre

Novo aplicativo do Grêmio paga contas, dá desconto e reverte receita para o clube

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

E também curta a página Giane Guerra, no Facebook.

Mais um: Novo recall de molho de tomate da Heinz

12 de maio de 2017 0

Está no Diário Oficial nova proibição de distribuição e venda de lote de molho de tomate da Heinz. É uma publicação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Conforme o texto, responde a um comunicado de recolhimento voluntário encaminhado pela própria empresa Heinz Brasil. O produto não estaria de acordo com normas sanitárias. Cita resolução de 2014 do Ministério da Saúde que trata de “matérias estranhas macroscópicas e microscópicas em alimentos e bebidas, seus limites de tolerância e dá outras providências.”

Lote que teve a venda proibida: lote L25 20:54 M3-1 do produto MOLHO DE TOMATE COM PEDAÇOS TRADICIONAL, marca HEINZ

Veja trecho do Diário Oficial:

“considerando o comunicado de RECOLHIMENTO VOLUNTÁRIO
encaminhado pela empresa Heinz Brasil S/A, em decorrência
da identificação de não conformidade com a Resolução-RDC nº 14,
de 28 de março de 2014, resolve:
Art. 1º Proibir a distribuição e comercialização, em todo o
território nacional, do lote L25 20:54 M3-1 do produto MOLHO DE
TOMATE COM PEDAÇOS TRADICIONAL, marca HEINZ, fabricado
por Heinz Brasil S/A, CNPJ: 50.955.707/0004-72, situada à
Rodovia GO 080, Km 26, Nerópolis/GO, CEP 75460-000.”

molho

 

 

Estamos tentando contato com a empresa para mais detalhes.
===

Entenda:

Há limites para materiais estranhos em alguns alimentos. Vão de pelos a insetos inteiros. Acima dessa tolerância que a Anvisa considera prejudicial à saúde.

O limite foi estabelecido por legislação de 2014. Os fragmentos não podem ser vistos a olho nu. Até então, não eram tolerados pela Anvisa.

Na época da norma que implementou os limites, a Anvisa alegou que era inviável muitas vezes eliminar todos os fragmentos. Exemplos de produtos que permitem, até um limite, a presença de “matérias estranhas”:

Molhos, purês e extratos de tomate: um fragmento de pelo para cada 100 gramas

Geleias de frutas: 25 fragmentos de insetos para cada 100 gramas

Café torrado e moído: 60 fragmentos de insetos para cada 25 gramas

Chá de camomila: cinco insetos inteiros mortos para cada 25 gramas

Canela em pó: um fragmento de pelo de roedor para cada 50 gramas

Chocolate e achocolatados: um fragmento de pelo de roedor para cada 100 gramas

Orégano: 20 fragmentos em 10 gramas

No caso de insetos, não vale moscas, baratas ou formigas, por exemplo. Anvisa considera que estes trazem riscos à saúde.

A norma completa está neste link: RDC 14/2014

===

Leia mais:

Proibida venda de mais um lote de extrato de tomate com pelo de roedor acima do limite

Proibida venda de lotes de cinco marcas de molho e extrato de tomate com pelo de roedor acima do limite

Proibido lote de extrato de tomate Heinz com pelo de roedor

Proibida venda de lote de geleia produzida no Rio Grande do Sul com larva, fungo e pelo de roedor

Como lavar tomates e fazer extrato de tomate em casa

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

E também curta a página Giane Guerra, no Facebook.

Juro para o consumidor é o menor em um ano

11 de maio de 2017 0
Pixabay.

Pixabay.

 

Até que enfim. O juro médio cobrado do consumidor atingiu o menor patamar desde março do ano passado. A pesquisa mensal foi divulgada no início da tarde pela Associação Nacional de Executivos de Finanças.

São consideradas seis linhas de crédito. Em abril, a taxa média de juros mensal ficou em 7,87%. No acumulado do ano, foi de 148,20%. Não baixava de 150% de março de 2016.

O cartão de crédito segue com o juro mais caro, mas baixou de 15%, ficando em 14,31% ao mês. Ao ano, ainda está nos estratosféricos 397,75%.

É reflexo da redução da taxa de juros Selic, afirma a Anefac. O Banco Central começou a flexibilizar a política monetária em outubro do ano passado. No fim de maio agora, tem nova reunião do Comitê de Política Monetária.

Juros crediário RS

Depois de bater nos 100%, os juros nas lojas caíam também. No Rio Grande do Sul, ficou em 5,8% em abril. A taxa anual passou para 96,71%. A Anefac pesquisa seis estados e mais o Distrito Federal.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

E também curta a página Giane Guerra, no Facebook.

 

 

 

Um terço das sogras de gaúchos ganhará presente de Dia das Mães

11 de maio de 2017 0
Foto: Pixabay.

Foto: Pixabay.

 

Foram 31% dos gaúchos entrevistados que disseram que vão comprar presente de Dia das Mães também para a sogra. A pesquisa é da Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo.

O resultado chamou a atenção do blog porque as sogras apareceram depois das mães (86%) e antes das avós (10%). Perguntamos para o presidente da entidade, Vilson Noer: o que faz a sogra virar a queridinha número dois na pesquisa?

- Ah, o motivo é comportamental! Sogras estão sendo fundamentais para casais que trabalham. Cuidam dos filhos e é melhor do que terceirizar isso. Há uma desmistificação do papel de ser sogra.

Sobre as vendas

Comparação feita pela AGV para o blog mostra que as vendas de Dia das Mães devem ter o primeiro crescimento real desde 2013 no Rio Grande do Sul. Ou seja, aumento no faturamento acima da inflação.

- Depois de anos patinando em números negativos, podemos alcançar vendas de 3% a 4% maiores. Em 2013, foi crescimento de 0,9%.

Importante, já que o Dia das Mães é a segunda melhor data de vendas para o varejo. Fica atrás apenas do Natal.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

E também curta a página Giane Guerra, no Facebook.

Trabalhadora atingida por pedra no ônibus da empresa será indenizada

10 de maio de 2017 1
Foto: Diego Vara / Agencia RBS.

Foto: Diego Vara / Agencia RBS.

 

A funcionária de uma fabricante de calçados do Rio Grande do Sul será indenizada por ferimento provocado por pedra lançada contra o ônibus da empresa. A decisão é do Tribunal Superior do Trabalho, que considerou acidente de trajeto.

O TST rejeitou o recurso da A. Grings S.A. contra decisão que havia determinado indenização de R$ 10 mil. O caso é de uma funcionária que teve os ossos do rosto fraturados por uma pedra jogada contra o ônibus. O veículo era da empresa e transportava os funcionários do local de trabalho para casa. O fato ocorreu em 2008. A funcionária havia trabalhado até a madrugada.

A autora da ação teve lesões permanentes e irreversíveis. Entre elas, perda de sensibilidade do lado direito do rosto, redução do campo visual e dor devida à pressão de um dos ossos atingidos sobre um nervo.

A Justiça entendeu que a mulher estava à disposição da empresa no momento do acidente. O fato de a pedra ter vindo de fora do ônibus não afastou a responsabilidade do empregador. A decisão citou que o acidente ocorreu em uma rodovia em horário de alto risco.

Segundo argumentos da empresa no recurso ao TST, estava-se tentando atribuir à empresa papel que deveria estar sendo desempenhado pelo Estado. Outra alegação foi a de que as dores relatadas pela trabalhadora poderiam decorrer de problemas já existentes, como sinusite e disfunção visual.

Relator no TST, o ministro Hugo Carlos Scheuermann lembrou que há responsabilidade objetiva do empregador que fornece o transporte para o deslocamento do empregado.

- O empregador, ao se responsabilizar pelo transporte de seus empregados, equipara-se ao transportador.

Acrescentou ainda que, nos contratos de transporte, a culpa de terceiro não pode ser invocada para afastar a responsabilidade do transportador.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

E também curta a página Giane Guerra, no Facebook.

 

 

Conta de luz mais barata derruba inflação

10 de maio de 2017 0
Imagem:  CC0 Public Domain.

Imagem: CC0 Public Domain.

 

A conta de luz ficou mais barata em abril no país. O motivo foi o ajuste feito pela Agência Nacional de Energia Elétrica, que decidiu arrumar as tarifas e devolver dinheiro cobrado errado dos consumidores em 2016. O brasileiro pagou por encargos da usina de Angra III, que acabou não entrando em operação.

Na média nacional, a queda foi de 6,39%. Aqui na Região Metropolitana de Porto Alegre, a queda foi um pouco maior: 6,85%.

A pesquisa é do IBGE, que calcula a inflação oficial do país. A energia elétrica foi a principal pressão de baixa do IPCA.

O indicador recuou com força em abril. Passou de 0,25% em março para 0,14%. Na comparação com abril do ano passado, a queda é maior ainda. Naquele mês, o indicador estava em 0,61%.

12 meses – No acumulado,  o índice desceu para 4,08%, menos do que os 4,57% do mês anterior. Segundo o IBGE, é a menor taxa em 12 meses desde julho de 2007.

Na Região Metropolitana de Porto Alegre, o recuo foi bem menor. O IPCA passou de 0,24% para 0,22%. Mas aqui tivemos o reajuste das passagens de ônibus.

Mas um alerta: preços de alimentos estão aumentando. Tomate e batata lideram esta disparada. Alguns indicadores paralelos de inflação já estão mostrando avanço no início de maio.

 

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

E também curta a página Giane Guerra, no Facebook.

 

Justiça manda indenizar vendedor forçado a mentir sobre planos de telefonia

09 de maio de 2017 2
Foto: Daniel Conzi / Agencia RBS.

Foto: Daniel Conzi / Agencia RBS.

 

A Justiça mandou pagar R$ 5 mil de indenização ao vendedor de uma operadora de telefonia que era forçado a mentir para clientes. A decisão é da 3ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região.

O trabalhador tinha que mentir sobre os planos de telefonia, ocultando informações importantes ou incentivando os consumidores a contratar serviços mais caros. Para os desembargadores que analisaram o caso, a conduta viola a liberdade de consciência do empregado e pode ser caracterizada como assédio moral.

O vendedor trabalhou na Claro por dois anos. Enviou testemunha que afirmou também receber a orientação para enganar clientes. Por exemplo, dizer que um chip seria oferecido como brinde, quando na verdade seria cobrado como “dependente” e acarretaria em novos custos se fosse usado regularmente. Também tinha que alegar que o sistema estava fora do ar ao ser consultada sobre serviços menos rentáveis, para forçar a venda de produtos mais caros. Relatou ainda que que era obrigada a ocultar informações como a fidelização de clientes por um ano ou quanto à venda de internet para pessoas idosas. A testemunha convidada pela empresa disse que nunca foi obrigada a adotar essas condutas.

Relator do caso no TRT, desembargador Claudio Antonio Barbosa usou o relato da testemunha como argumento, mas também lembrou de processo similar, ajuizado contra a operadora Vivo e julgado pela mesma Turma, com relatos de condutas semelhantes. Segundo o magistrado, as empresas adotam estratégias de venda parecidas e, portanto, as alegações do empregado deveriam ser consideradas verdadeiras.

- Que espécie de censura se há de fazer àquele ou àquela que, necessitando do emprego para prover sua subsistência e de sua família, segue a cartilha de escusas condutas empresariais? Há um inequívoco dano moral que reclama a devida reparação.

O entendimento foi unânime no tribunal. A decisão reformou sentença da 25ª Vara do Trabalho de Porto Alegre. Ainda cabe recurso ao Tribunal Superior do Trabalho.

O blog Acerto de Conta$ abriu espaço para manifestação da operadora e aguarda posicionamento.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

E também curta a página Giane Guerra, no Facebook.

Porto Alegre tem mais de 400 mil famílias endividadas e quase 200 mil inadimplentes

09 de maio de 2017 0
Foto: Jefferson Botega / Agencia RBS.

Foto: Jefferson Botega / Agencia RBS.

 

Dois números chamam a atenção na pesquisa deste mês sobre a situação do consumidor gaúcho. Segundo a estimativa da Fecomércio-RS, Porto Alegre está com:

400.417 famílias endividadas e 191.623 famílias inadimplentes 

A diferença é que a inadimplente atrasou o pagamento das dívidas. A pesquisa aponta ainda que 73.911 dizem que não terão condições de pagar as contas.

Com isso, o endividamento das famílias teve a quarta alta consecutiva. Atingiu 75,2%. A inadimplência alcançou 36%.

Segundo a Fecomércio-RS, a situação está diretamente ligada ao endividamento por necessidade para manter consumo, já que há restrições de renda.

“Os condicionantes do endividamento voluntário por parte das famílias, como as taxas de juros (apesar da queda marginal da taxa Selic), nível de confiança e restrições de oferta, permanecem contribuindo para conter a formação de novas dívidas. Entretanto, o mercado de trabalho enfraquecido, com um largo número de destruição de postos de trabalho, aumenta o número de famílias com queda de renda, estimulando o endividamento por necessidade.”

- Os dados da pesquisa ainda mostram um cenário difícil. Com as fortes quedas do emprego e da renda, as famílias têm dificuldades para manter suas contas em dia. A redução dos juros, nos próximos meses, contribuirá para aliviar a pressão sobre essa situação. – afirma o presidente da Fecomércio-RS, Luiz Carlos Bohn.

Cartão de crédito lidera o ranking de dívidas. Em seguida, aparecem os carnês e o financiamento de carro.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

E também curta a página Giane Guerra, no Facebook.

 

Conselho Regional de Medicina abre concurso com salários de até R$ 6,8 mil

09 de maio de 2017 0
Foto: Piero Ragazzi / Agencia RBS.

Foto: Piero Ragazzi / Agencia RBS.

 

Novo concurso pintando. É do Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul e foi publicado no Diário Oficial da União. É seleção para cargos públicos efetivos e também para formação de cadastro de reserva.

A contratação é por CLT. O concurso será organizado pela Fundação Universidade Empresa de Tecnologia e Ciências – FUNDATEC.

Há vagas para diversos níveis. Salários entre R$ 1,6 mil e R$ 6,8 mil.

Confira:

NIVEL SUPERIOR COMPLETO
Cargos (vagas): Advogado Especialista – Porto Alegre
(3+CR) e Analista Contábil Especialista- Porto Alegre (1+CR).
Carga horária semanal, respectivamente: 20 horas e 44 horas Salário, respectivamente: R$ 6.850,35 e R$ 5.035,21

NÍVEL TÉCNICO COMPLETO
Cargo (vagas): Assistente Pleno – Porto Alegre (4+CR) e
Técnico em Informática Pleno – Porto Alegre (1+CR).
Carga horária semanal: 44 horas.
Salário, respectivamente: R$ 2.292,32 e R$ 2.673,76.

NÍVEL MÉDIO COMPLETO
Cargo (vagas): Assistente Básico: Camaquã (1+CR), Carazinho
(1+CR), Caxias do Sul (1+CR), Palmeira das Missões (1+CR),
Rio Grande (1+CR), Santa Cruz do Sul (1+CR), Santa Maria (1+CR),
São Borja (1+CR), São Gabriel (1+CR), Três Passos (1+CR) e Uruguaiana (1+CR).
Carga horária semanal: 44 horas.
Salário: R$ 1.656,06.

As inscrições começam nesta terça-feira (9) e vão até 1 de junho. Serão pelo site www.fundatec.org.br. A taxa varia de R$ 60 a R$ 120, dependendo do cargo.

As provas devem ocorrer em 25 de junho. Informações pelos telefones 51.33201000 e 0800 035 2000.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

E também curta a página Giane Guerra, no Facebook.