Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "emprego"

Guaíba em busca de cursos para qualificar trabalhadores para vagas nas empresas

24 de outubro de 2014 0

- A primeira coisa que as empresas perguntam quando negociamos a instalação de fábricas no município é: vocês têm mão de obra para nós? – conta o secretário municipal de Guaíba, Cleber Quadros.

O município corre para garantir mão de obra para empresas como Celulose Riograndense e Foton. São 27 companhias que responderam um questionado feito pela Prefeitura indicando que tipo de mão de obra precisam. Os dados estão em análise.

Enquanto isso, negociam a abertura de cursos de engenharia no município com a Ulbra. Tentam ainda buscar cursos do Pronatec, como de soldador e técnico de segurança do sistema S.
Por exemplo, implantar uma Unidade Nacional de Aprendizagem da Indústria.

A UFRGS chegou a manifestar a intenção de construir uma extensão da faculdade com cursos de engenharia em Guaíba. Encontrou um terreno adequado, com dez hectares, próximo do Distrito Industrial. É do Governo do Estado.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Região Metropolitana de Porto Alegre deixa de ter o menor desemprego do País

23 de outubro de 2014 0
Foto: Diego Redel / Agencia RBS

Foto: Diego Redel / Agencia RBS

Historicamente com a taxa mais baixa de desemprego no País, a Região Metropolitana de Porto Alegre engata o quarto mês atrás de outras capitais na pesquisa do IBGE.

Em setembro, a taxa ficou em 4,9%. Construção e serviços domésticos vêm piorando o desempenho. Os demais ficam relativamente estáveis.

Houve novo aumento em relação a agosto, quando a taxa foi de 4,8%. Em junho, estava em 3,7%. Em janeiro, 2,8%.

A pesquisa do IBGE considera seis regiões metropolitanas. Taxas de desemprego em setembro

1 – Rio de Janeiro: 3,4%
2 – Belo Horizonte: 3,8%
3 – São Paulo: 4,5%
4 – Porto Alegre: 4,9%
5 – Recife: 6,7%
6 – Salvador: 10,3%

A população desempregada é estimada pelo IBGE em 99 mil pessoas na Região Metropolitana de Porto Alegre. Houve um aumento de 46% em relação a janeiro. O número de trabalhadores também aumentou, mas apenas 0,2%.

Os dados mostram que a taxa de desemprego subiu na Região Metropolitana de Porto Alegre porque mais pessoas passaram a buscar trabalho e o mercado não conseguiu criar vagas suficientes. A taxa é calculada com o número de pessoas sem emprego em cima de quem responde à pesquisa dizendo que está em busca de ocupação.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Transportadora é proibida de consultar situação financeira de candidatos a emprego

21 de outubro de 2014 0

Uma transportadora gaúcha foi proibida de investigar a situação financeira de candidatos a vagas de emprego. A decisão é do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região.
A Planalto está impedida de verificar se há dívidas, títulos protestados ou restrições de crédito e também de usar estas informações para a seleção de trabalhadores. A multa por descumprimento é de R$ 5 mil a cada trabalhador prejudicado.

A ação civil pública foi baseada em denúncia de que a empresa fazia pesquisas e exigir certidões negativas aos candidatos. Alegou que a conduta da transportadora é discriminatória e viola a intimidade dos trabalhadores. A empresa se negou a firmar Termo de Ajuste de Conduta e afirmou que as informações não eram usadas com fins discriminatórios, sendo apenas mais um dos elementos de análise subjetiva para a contratação de empregados. Argumentou, também, que esse tipo de consulta não é caracterizado por lei como ato discriminatório.

Para a relatora do caso no TRT-RS, o fato da situação financeira dos trabalhadores não ser o único critério de avaliação utilizado no momento da contratação não o torna menos discriminatório. Segundo a desembargadora Denise Pacheco, se a consulta não fosse levada em conta, sequer precisaria ser realizada. Também observou que a negativa de emprego a um trabalhador endividado dificulta que ele próprio saia da situação.

Cabe recurso ao Tribunal Superior do Trabalho.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Empresa terá que reverter justa causa de empregado que fez churrasco no trabalho

15 de outubro de 2014 0

Foi lá em Minas Gerais. Uma empresa mineira terá que reverter uma demissão por justa causa de um empregado que fez um “churrasco musical” no ambiente de trabalho. A decisão foi do Tribunal Superior do Trabalho.

Segundo o empregado, a comemoração ocorreu em um domingo de trabalho, sem bebida alcoólica e sem prejudicar seu trabalho. Complementou que cuidava da carne nos intervalos da jornada de trabalho.

Já a Companhia Tecidos Santanense alegou que, além de o churrasco ter sido realizado durante o expediente, o local era inapropriado, pois era área de tinturaria de tecido, ambiente de estoque e manipulação de produtos químicos. Argumentou que a demissão foi por mau procedimento.

O TST, no entanto, manteve decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região. Para a Justiça, apesar de o empregado merecer “dura repreensão”, não justificaria a “pena capital trabalhista”, que é a demissão por justa causa.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Cresce ocupação de cargos executivos por mulheres na Região Metropolitana

10 de outubro de 2014 0

A ocupação de cargos executivos por mulheres cresceu 20% entre 2008 e 2013 na Região Metropolitana de Porto Alegre. No mesmo período, a participação masculina caiu 1,6%.

A análise foi feita pela pesquisadora da Fundação de Economia e Estatística Patrícia Biasoli. Considerou o segmento de trabalhadores com emprego de nível gerencial entre os que têm pelo menos ensino médio completo.

- Os resultados mostram redução do hiato de gênero.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

 

Emprego intensifica queda na indústria do Rio Grande do Sul

10 de outubro de 2014 0

O nível de emprego nas indústrias do Rio Grande do Sul registrou queda de 4,7% em agosto, na comparação com o mesmo mês do ano passado. Em julho, o resultado havia sido de recuo de 3,8%.

Na média nacional, a queda foi menor, de 3,6%. Só as indústrias de Pernambuco tiveram desempenho positivo no nível de emprego.

No Rio Grande do Sul, os setores que têm se destacado negativamente no indicador do IBGE são máquinas e equipamentos, calçados e couro, meios de transporte, produtos de metal e alimentos e bebidas.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Agências gaúchas projetam 35% menos vagas temporárias para o Natal

09 de outubro de 2014 0
Foto: Diego Redel / Agencia RBS

Foto: Diego Redel / Agencia RBS

As agencias de empregos do Rio Grande do Sul projetam a abertura 8.016 vagas temporárias para o Natal. É 35% menos do que a previsão feita no mesmo período do ano passado.

O levantamento inclui comércio e indústria. Foi encomendado pela Federação Nacional dos Sindicatos de Empresas de RH, Trabalho Temporário e Terceirizado ao Instituto de Pesquisa Manager.

O Natal é a principal data do ano de vendas. Mas o presidente da Fenaserhtt, Vander Morales, alerta que a desaceleração da economia, inflação e alta de juros podem empurrar as contratações temporárias para a última hora.

- A indústria, por necessidade de produção, contrata mão de obra adicional muito antes do comércio, este mais sensível aos rumos da economia. É possível que nesse ano o varejo primeiro avalie a movimentação comercial para depois contratar mão de obra extra, em meados de novembro.

INDÚSTRIA

Remuneração média: R$ 1.298,00

COMÉRCIO

Remuneração média: R$ 1.024,00

Leia mais: Lojas gaúchas vão contratar 7 mil temporários a menos para o fim do ano

- Prazo maior

O prazo maior para trabalho temporário não vale para as contratações do final de ano, alerta a entidade. O Ministério do Trabalho e Emprego ampliou o contrato de trabalho temporário para até nove meses. A nova regra, porém, só é válida quando há comprovação da necessidade de substituição de funcionário regular e permanente. Portanto, não pode ser aplicada em contratos para suprir o acréscimo extraordinário de serviços, situação comum no período que antecede datas comemorativas como o Natal, Páscoa e Dia das Mães.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

 

Metalúrgicos aprovam suspensão de contrato por layoff na Dana de Gravataí

09 de outubro de 2014 0
Foto: Reprodução Google Earth.

Foto: Reprodução Google Earth.

Em assembleia no início da manhã, o Sindicato dos Metalúrgicos de Gravataí aprovou o pedido de layoff para 200 trabalhadores do terceiro turno da Dana. A fábrica de autopeças quer suspender o contrato dos funcionários por cinco meses, segundo o diretor do sindicato, Valcir Ascari.

No sistema de layoff, os empregados ficam dispensados, mas seguem recebendo salário e têm que participar de cursos de qualificação profissional. Parte do pagamento é feita pela empresa e o restante usa recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador. É uma medida solicitada por fábricas que querem reduzir produção em época de baixa demanda.

General Motors

Quanto à GM, o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos afirma que não há sinal de redução de produção ou dispensa de trabalhadores. Valcir Ascari explica que a situação é diferente das fábricas de São Paulo, onde a montadora abriu programa de demissão voluntária.

- Há ainda a expectativa dos trabalhadores para um projeto novo da montadora para cá.

Há alguns meses, a direção mundial da GM esteve no Brasil e anunciou investimentos de R$ 6,5 bilhões para o Brasil nos próximos cinco anos. Foi de um anúncio destes que saiu a ampliação da fábrica de Gravataí da outra vez. O blog Acerto de Conta$ perguntou ao diretor da montadora, Luiz Moan, se parte deste aporte viria para o Rio Grande do Sul. Brincando, disse que não informaria “nem sob tortura”.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Furg abre concurso para professor

07 de outubro de 2014 0

A Universidade Federal do Rio Grande (Furg) publicou no Diário Oficial da União edital de concurso público para professor.

Área do conhecimento: Letras.
Matéria(s)/Disciplina(s): Libras I e Libras II.
Número de vagas: 1.

Área do conhecimento: Ciências Exatas e da Terra.
Matéria(s)/Disciplina(s): Oceanografia Física com ênfase em Oceanografia por Satélite/Oceanografia por Satélite, Oceanografia Física.
Número de vagas: 1.

Área do conhecimento: Ciências Exatas e da Terra.
Matéria(s)/Disciplina(s): Física Geral e Experimental.
Número de vagas: 1.

A remuneração pode chegar a R$ 8.344,64, exigindo doutorado. As inscrições começam no dia 10 de outubro. Devem ser feitas na Divisão de Protocolo, em horário de expediente – Campus Carreiros – Avenida Itália, Km 8, telefone 53.32336696.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

65% dos executivos de RH estão adiando contratações

26 de setembro de 2014 0
Foto: Diego Redel / Agencia RBS

Foto: Diego Redel / Agencia RBS

Pesquisa da Manpower aponta que 65% dos executivos de Recursos Humanos não planejam contratar trabalhadores nos últimos três meses do ano. Foram ouvidos quase 900 profissionais do País.

O levantamento foi enviado ao blog Acerto de Conta$ pelo gerente da Manpower em Porto Alegre, Guilherme Lopes, após ler aqui: Desemprego na Região Metropolitana aumenta também na pesquisa do IBGE.

- É sinal de compasso de espera onde deveríamos ter um pico de contratação. A realidade é preocupante.

A pesquisa é feita todos os trimestres tentando antecipar os movimentos do mercado de trabalho nos meses seguintes. Segundo Lopes, o resultado de agora mostra a expectativa menos otimista de final de ano desde 2009, quando a pesquisa foi iniciada.

- Setores como indústria e construção civil apontam queda de contratações. Já o setor de serviços sinaliza um crescimento maior de vagas.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.