Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "emprego"

Desemprego volta a cair após três meses de alta

18 de dezembro de 2014 0
Foto: Alvarélio Kurossu / Agência RBS

Foto: Alvarélio Kurossu / Agência RBS

A taxa de desemprego voltou a cair após três meses de elevação na Região Metropolitana de Porto Alegre. Passou de 6,5% para 6,3% de outubro para novembro.

O número total de desempregados é estimado em 117 mil pessoas. São 3 mil a menos do que no mês anterior. Houve aumento dos postos de trabalho.

Indústria de transformação criou 5 mil vagas. A construção civil abriu 3 mil postos de trabalho e o comércio, 1 mil empregos. Já o setor de serviços fechou 2 mil vagas.

A pesquisa é feita por Dieese, FEE e FGTAS.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Petrobras Distribuidora abre concurso com remuneração de até R$ 8.866

15 de dezembro de 2014 0
Foto: Piero Ragazzi / Agencia RBS.

Foto: Piero Ragazzi / Agencia RBS.

A Petrobras Distribuidora publicou edital de concurso público no Diário Oficial desta segunda-feira. É para preencher vagas imediatas e também para formação de cadastro reserva.

São vagas para vários Estados e também oportunidades nacionais. Para o Rio Grande do Sul, são:

Cargo: Técnico de Operação Júnior
Nível Médio
Canoas, Passo Fundo ou Rio Grande
1 vaga imediata
75 vagas para cadastro reserva

Cargo: Profissional Júnior – Ênfase em Venda a Rede Automotiva
Nível Superior
Qualquer município
1 vaga imediata
30 vagas para cadastro reserva

As provas também serão realizadas em Porto Alegre. A incrição pode ser feita a partir desta terça-feira, dia 16, e o prazo termina em 12 de janeiro. Deve ser feita no site da Fundação Cesgranrio. A taxa de inscrição é de R$ 40, para nível médio, e R$ 58, para cargos de nível superior.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Rio Grande do Sul puxa queda do emprego industrial no Brasil

10 de dezembro de 2014 0

O Rio Grande do Sul tem o segundo principal impacto negativo no emprego da indústria brasileira no acumulado do ano. De janeiro a outubro, o nível de emprego no setor caiu 4,3% no Estado. A média nacional é de queda de 3%.

O principal impacto fica com São Paulo. Lá, caiu menos, mas o tamanho do parque industrial faz o Estado pesar mais no cálculo do IBGE.

No Rio Grande do Sul, o nível de emprego na indústria caiu 5,1% em outubro, na comparação com o mesmo mês do ano passado. Os setores com pior desempenho são máquinas e equipamentos (-12,0%), meios de transporte (-9,7%), metalurgia básica (-29,1%), calçados e couro (-5,5%), produtos de metal (-7,9%) e máquinas e aparelhos eletroeletrônicos e de comunicações (-9,3%).

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Comércio e serviços respondem por mais da metade dos empregos formais no Rio Grande do Sul

10 de dezembro de 2014 0

O comércio de bens e serviços é responsável por 52,2% dos empregos com carteira assinada no Rio Grande do Sul. Engloba prestação de serviços, atacado e varejo. O dado aparece na atualização no Mapa do Emprego divulgada nesta quarta-feira pela Fecomércio-RS.

O Setor Terciário Privado registrou no ano passado 1,6 milhão de empregos formais. A distribuição das vagas é equilibrada entre homens e mulheres.

As mulheres têm maior participação no setor de atenção à saúde (79,7%). Já os homens estão em maior número nas atividades ligadas ao transporte terrestre (87,4%).

A média de idade dos trabalhadores do comércio é de 35,12 anos. O tempo médio de emprego é de 45,3 meses. Quase metade dos empregos é ocupada por pessoas com Ensino Médio Completo.

A remuneração média mensal de R$ 1.777,48. O setor de serviços paga mais do que atacado e varejo.

Foto: Genaro Joner / Agencia RBS.

Foto: Genaro Joner / Agencia RBS.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Conselho de Administração abre concurso público no Rio Grande do Sul

21 de novembro de 2014 0
Foto: Piero Ragazzi / Agencia RBS.

Foto: Piero Ragazzi / Agencia RBS.

Publicado edital de concurso público do Conselho Regional de Administração do Rio Grande do Sul. Há vagas para admissão imediata e também para cadastro reserva. O regime é CLT.

Nível Superior:
Fiscal – Porto Alegre – 2 vagas e cadastro reserva
Fiscal – Caxias do Sul – cadastro reserva
Fiscal – Ijuí – cadastro reserva
Fiscal – Novo Hamburgo – cadastro reserva
Fiscal – Osório – cadastro reserva
Fiscal – Passo Fundo – cadastro reserva
Fiscal – Pelotas – cadastro reserva
Fiscal – Santa Maria – cadastro reserva
Fiscal – Uruguaiana – cadastro reserva
Carga Horária Mensal: 40h. Salário: R$ 3.286,70.

Nível Técnico:
Técnico de Informática – Porto Alegre – 1 vaga
Carga Horária Mensal: 40h. Salário: R$ 2.396,07.

Nível Médio:
Auxiliar Administrativo – Porto Alegre – 3 vagas e cadastro reserva
Auxiliar Administrativo – Caxias do Sul – cadastro reserva
Auxiliar Administrativo – Ijuí – cadastro reserva
Auxiliar Administrativo – Novo Hamburgo – cadastro reserva
Auxiliar Administrativo – Osório – cadastro reserva
Auxiliar Administrativo – Passo Fundo – cadastro reserva
Auxiliar Administrativo – Pelotas – cadastro reserva
Auxiliar Administrativo – Santa Maria – cadastro reserva
Auxiliar Administrativo – Uruguaiana – cadastro reserva
Carga Horária Mensal: 40h. Salário:R$ 1.385,15.

As inscrições podem ser feitas a partir desta sexta-feira e vão até 19 de dezembro. São pelo site www.fundatec.org.br, onde também está o edital completo.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Iesa comunica demissões aos trabalhadores de Charqueadas

20 de novembro de 2014 13

A Iesa Óleo e Gás acabou de enviar comunicado aos trabalhadores informando das demissões em Charqueadas. A rescisão será na segunda-feira, quando todos os funcionários voltariam ao trabalho após a liberação temporária.

A empresa pede para os funcionários não irem até a fábrica na segunda-feira, avisando que não haverá atendimento. Promete envio de correspondência até terça-feira para os trâmites da demissão.

O Sindicato dos Metalúrgicos de Charqueadas ainda não foi comunicado pela empresa. São cerca de 800 operários e outros 300 que trabalhavam na parte administrativa da unidade.

A Iesa acrescenta que as demissões foram provocadas pela rescisão de contrato informada pela Petrobras na segunda-feira. Desde lá, os funcionários não tinham recebido sinalização ou orientação da empregadora ainda.

A estatal cancelou a licitação ganha pela Iesa de US$ 800 milhões para produzir módulos de plataformas em Charqueadas. A empresa entrou em crise financeira e descumpriu contrato. Na sexta-feira, o presidente, Valdir Carreiro, e o diretor Otto Sparenberg foram presos na Operação Lava Jato. O Grupo Inepar, dono da Iesa, está em recuperação judicial.

Neste momento, acontece uma audiência no Ministério Público do Trabalho de Santa Cruz do Sul. Foram convocados o Sindicato dos Metalúrgicos de Charqueadas e a Iesa Óleo e Gás.
foto blog

Leia mais:

Sine Móvel não foi enviada para Charqueadas

Nota da Iesa Óleo e Gás revolta empresários, trabalhadores e políticos

Contratadas da Petrobras devem mais de R$ 500 milhões para fornecedores gaúchos

Grupo dono da Iesa tem até segunda-feira para apresentar plano de recuperação judicial

Petrobras rescinde contrato com Iesa Óleo e Gás

É hoje audiência sobre Iesa Charqueadas na Presidência da República

Polícia Federal prende um diretor da Iesa Óleo e Gás

Iesa amplia dispensa de trabalhadores e estende para todos os funcionários

Petrobras analisa medidas sobre Iesa Charqueadas

Situação da Iesa Charqueadas será discutida na Presidência da República

Prefeito organiza protesto na frente da Iesa Charqueadas

Iesa adia retomada da produção em Charqueadas

Iesa garante pagamento dos funcionários dispensados em Charqueadas

Iesa suspende produção em Charqueadas por dez dias

Nova empresa deve entrar na Iesa em Charqueadas

Iesa Óleo e Gás demite dezenas de trabalhadores em Charqueadas

Terminam as férias coletivas na Iesa Charqueadas

Iesa Charqueadas confirma perda de oito módulos para a China

Dona da Iesa Óleo e Gás tem dívidas de quase R$ 49 milhões com bancos gaúchos

Justiça autoriza recuperação judicial e Iesa atrasa salários de novo

Metalúrgicos de Charqueadas vêm protestar em Porto Alegre contra crise na Iesa

Sindicato vai à Justiça tentar garantir pagamento de trabalhadores da Iesa

Metasa fecha dois contratos e garante a operação de Charqueadas

Iesa dá férias coletivas para trabalhadores de Charqueadas

Trabalhadores param na Iesa de Charqueadas

Iesa e Andrade Gutierrez fecham acordo sobre fábrica de Charqueadas

Petrobras reconhece que crise na Iesa começou ainda no ano passado

Prefeitos querem que trabalhadores suspendam greve na Iesa de Charqueadas

Prefeitos discutem situação da Iesa Charqueadas

Trabalhadores entram em greve na Iesa Charqueadas

Reunião nesta terça-feira decidirá sobre greve na Iesa

Protesto impede entrada de trabalhadores na Iesa de Charqueadas

Iesa retomará atividades em Charqueadas

Trabalhadores da Iesa em Charqueadas recebem salário atrasado

Metasa garante que ficará em Charqueadas

Trabalhadores protestam em frente à Iesa de Charqueadas

Iesa adia retorno de trabalhadores em Charqueadas 

Petrobras garante que está pagando Iesa em dia

Iesa promete regularizar na semana que vem todas as dívidas de Charqueadas

Trabalhadores da Iesa são dispensados em Charqueadas

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

 

Desemprego volta a cair após quatro altas na Região Metropolitana

19 de novembro de 2014 0

Após quatro meses em alta, a taxa de desemprego voltou a cair na Região Metropolitana de Porto Alegre. Passou para 4,6% em outubro, frente aos 4,9% de setembro.

Em relação ao ano passado, no entanto, o desemprego cresceu. Em outubro de 2013, a taxa calculada pelo IBGE era de 3%.

O instituto estima em 94 mil o número de pessoas desempregadas e que estão em busca de trabalho.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Banco Central alerta para perda de dinamismo na economia do Rio Grande do Sul

18 de novembro de 2014 2
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS.

Foto: Porthus Junior / Agencia RBS.

O Banco Central está alertando para dados que mostram e que também confirmam a perda de dinamismo na economia do Rio Grande do Sul. Segundo a autoridade monetária, é reflexo principalmente do desempenho fraco do comércio e da indústria, que estão dentro de um contexto de redução dos indicadores de confiança.

Dados listados pelo Banco Central:

- PIB do Rio Grande do Sul recuou 0,4% no segundo trimestre de 2014.

- IBCR-RS retraiu 0,1% no trimestre finalizado em agosto em relação ao terminado em maio, quando já tinha caído 1,4%.

- Venda do varejo cresceu 0,2% no trimestre encerrado em agosto, na comparação com o finalizado em maio, quando diminuíra 0,8%.

- Vendas de automóveis e veículos comerciais leves acumulam queda de de 10,2% no ano.

- Desempenho no trimestre refletiu queda na confiança, sobretudo quanto à trajetória da empresa e as perspectivas de contratação de funcionários.

- Mercado de trabalho do Estado registrou a redução de 12,6 mil empregos formais no trimestre encerrado em agosto.

- Taxa de desemprego da Região Metropolitana de Porto Alegre atingiu 4,3% no trimestre encerrado em agosto. Ano passado, era de 3,7%.

- Superavit primário dos governos do Estado, da Capital e dos principais municípios do Rio Grande do Sul atingiu R$ 1,4 bilhão no primeiro semestre de 2014, inferior em 6,1% ao resultado de igual período de 2013.

- Dívida líquida do Estado acumulou R$ 54,5 bilhões em junho, aumento de 2,8% em relação ao estoque de dezembro de 2013.

- Cotações médias de soja, feijão, arroz, trigo e milho variaram, na ordem, 3,2%, -2,3%, 5,7%, -3,5% e -6% nos primeiros nove meses do ano.

- VBP dos principais produtos agrícolas do Estado deverá diminuir 10,7% em 2014.

- Atividade da indústria gaúcha seguiu em desaceleração no trimestre encerrado em agosto. Caiu 1,9%.

- No trimestre encerrado em julho, foram vendidos 504 imóveis novos em Porto Alegre. Recuo de 65,3% em relação ao trimestre terminado em abril.

- O total de ônibus e caminhões comercializados no Estado recuou 21,3% no ano e 14,7% em doze meses, frente a variações nacionais de -1,2% e 1,4%.

- As exportações caíram 16,1%. As importações recuaram 10,7%.

Perspectivas

Para os próximos trimestres, no entanto, o Banco Central destaca o investimento de US$ 1,5 bilhão da Eletrosul para instalação do complexo eólico Campos Neutrais, entre Santa Vitória do Palmar e Chuí. Salienta também a ampliação do complexo Cerro Chato, em Santana do Livramento. Os dois empreendimentos devem contribuir para expansão da atividade econômica regional.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Fepam abre concurso com 100 vagas

17 de novembro de 2014 0
Foto: Piero Ragazzi / Agencia RBS.

Foto: Piero Ragazzi / Agencia RBS.

A Fundação Estadual de Proteção Ambiental abriu concurso com 100 vagas. As inscrições começaram nesta segunda-feira e vão até 1º de dezembro.

Além das vagas abertas, o concurso também será para formação de cadastro de reserva. O regime de trabalho é CLT.

A maioria das vagas é para Porto Alegre: são 15 para candidatos de nível médio e 46 para nível superior. Outros locais são: regionais de Alegrete, Caxias do Sul, Passo Fundo, Pelotas, Santa Cruz do Sul, Santa Maria, Santa Rosa ou Tramandaí.

As provas serão elaboradas pela Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos. Inscrições no site da FDRH-RS.

Para candidatos de nível superior, há vagas de Administrador (1), Advogado (3), Arquiteto (1), Biólogo (11), Contador (1), Engenheiro Agrônomo (12), Engenheiro Ambiental (6), Engenheiro Civil (6), Engenheiro de Minas (2), Engenheiro de Segurança do Trabalho (1), Engenheiro Florestal (5), Engenheiro Químico (8), Geógrafo (1), Geólogo (12), Hidrólogo (3), Médico Veterinário (CR), Químico (1) e Sociólogo (2). A remuneração será de R$ 5.116,50.

Os profissionais de nível médio e/ou técnico na área poderão pleitear cargos de Técnico em Eletrônica (CR), Técnico em Meio Ambiente (CR), Técnico em Processamento de Dados (4), Técnico em Secretariado (1), Técnico em Segurança do Trabalho (2) e Assistente Administrativo (17). Para estas funções, os salários variam entre R$ 1.912,11 e R$ 2.254,66.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Rio Grande do Sul reduz para menos da metade criação de empregos em outubro

14 de novembro de 2014 0

O Rio Grande do Sul criou 1.333 vagas de trabalho em outubro. São dados do Ministério de Trabalho sobre empregos com carteira assinada.

Ainda que tenha sido um desempenho positivo frente ao corte de 30 mil postos de trabalho no País, recuou o ritmo de geração de vagas. Em setembro, foram criados 2.955 empregos formais no Rio Grande do Sul.

Só a indústria da transformação cortou 3.141 empregos em outubro. Fábricas de borracha, fumo, couros, calçados e material de transporte puxaram a queda.

O comércio criou 3.563 vagas. Parece bastante, mas é quase a metade do mesmo mês do ano passado, sendo que outubro é para ser o mês de início das contratações dos temporários de fim de ano. A Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo adiantou em agosto para o blog Acerto de Conta$ que neste ano o varejo gaúcho contrataria 7 mil temporários a menos e ainda adiaria o recrutamento.

Foto: Genaro Joner / Agencia RBS.

Foto: Genaro Joner / Agencia RBS.

 

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.