Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "inflação"

Prévia aponta recuo da inflação

22 de julho de 2014 0

Considerado prévia da inflação oficial, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) teve variação de 0,17% em julho. Em junho, havia ficado em 0,47%.

Nos alimentos, muitos produtos ficaram mais baratos. Destaque para batata-inglesa (-13,23%), tomate (-11,63%), feijão-fradinho (-8,04%), cenoura (-7,67%), feijão-carioca (-7,44%), cebola (-6,36%), hortaliças (-5,33%), feijão-preto (-5,32%) e farinha de mandioca (-4,60%).

Nos últimos 12 meses, o IPCA-15 acumula inflação de 6,51%. Fica acima do teto da meta do Governo Federal. O índice é calculado pelo IBGE.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Inflação da Copa? Comer fora e hotéis pressionam índice de preços de Porto Alegre

24 de junho de 2014 0
Foto: Lara Ely / Agência RBS.

Foto: Lara Ely / Agência RBS.

Dois itens chamam atenção entre as principais pressões de alta na inflação de Porto Alegre: Refeições em Bares e Restaurantes; e Hotéis. Ocupam o segundo e o terceiro lugar no ranking de influências sobre o Índice de Preços ao Consumidor, calculado pela Fundação Getúlio Vargas.

Comer fora ficou 0,83% mais caro nos últimos 30 dias. Parece um aumento pequeno, mas tem grande influência sobre o índice porque pesa bastante no orçamento médio das famílias da Capital Gaúcha.

- Destaque para restaurantes e cafezinho. Cerveja e chopp também subiram bastante de preço. – complementa o coordenador da FGV/RS, Márcio Mendes Silva.

Já os hotéis não têm um peso tão grande no cálculo. Mas o aumento das diárias chegou a 9,83%.

Os dois itens, junto com massas congeladas e plano de saúde, evitaram recuo maior da inflação de Porto Alegre. Com a queda nos preços de alimentos in natura o IPC-S recuou de 0,20% para 0,16%. São eles: bergamota, tomate, batata e alface.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Cai intenção de consumo dos gaúchos

18 de junho de 2014 0

O índice que mede a intenção de consumo dos gaúchos caiu em junho. Na comparação com maio, recuo de     3,3%. Em relação a junho do ano passado, queda de 21,2%.

Calculado pela Fecomércio-RS, o indicador vem caindo desde janeiro. A entidade acredita que a inflação é o principal motivo, seguida pelo aumento dos juros, que deixa o crédito mais caro. A situação só não piora porque o mercado de trabalho ainda mantém taxas baixas de desemprego.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Prévia aponta inflação menor em junho

18 de junho de 2014 0

Usado como prévia da inflação do mês, o IPCA-15 desacelerou para 0,47% em junho. Em maio, foi de 0,58%.

O recuo foi influenciado por vários alimentos que ficaram mais baratos. O IBGE destaca: batata-inglesa (-16,35%), farinha de mandioca (-11,67%), cenoura (-5,05%), hortaliças (-4,69%) e frutas (-3,44%). Já a alimentação fora de casa teve aumento de 1,06%.

No acumulado dos últimos 12 meses, o IPCA-15 ficou em 6,41%.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Preços dos alimentos caem em Porto Alegre pela primeira vez no ano

17 de junho de 2014 2

Os preços dos alimentos acumulam deflação em Porto Alegre nos últimos 30 dias. É a primeira vez em 2014 que a Fundação Getúlio Vargas registra queda nos preços da alimentação. O grupo de despesas teve recuo de 0,14%.

As principais influências de queda:

Bergamota: -12,14%
Alface: -14,79%
Batata: -8%
Tomate: -7,99%
Frango inteiro: -6,21%
Costela bovina: -1,86%

Com a queda nos preços dos alimentos, a inflação geral para o consumidor de Porto Alegre também foi menor. Passou de 0,23% para 0,20%.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Pão até 24% mais caro

17 de junho de 2014 0

Confira a coluna Acerto de Conta$, no Diário Gaúcho. Todas as terças.

Prateleira de preços

De olho no pão

Inflação para o consumidor de Porto Alegre (IPC-S/FGV): 7,91% em 12 meses

Atenção para o preço do pão. Os aumentos estão muito diferentes. Alguns, bem abaixo da inflação e outros subiram o triplo.

Pão francês +23,7%
Pão de forma +4,9%
Pão doce +3,1%
Pão de outros tipos +18,5%

- É a concorrência que abaixa o preço, que existe mais entre as indústrias de pão de forma. – observa o coordenador da FGV/RS, Márcio Silva.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Novo corte forte na previsão de crescimento do PIB

16 de junho de 2014 0

O mercado cortou pela terceira semana seguida a previsão para o PIB em 2014. A redução foi forte e passou de 1,44% para 1,24% a projeção de crescimento da economia brasileira.

O mesmo para a produção industrial. Aposta agora de crescimento de apenas 0,51%.

Outras projeções do relatório Focus, do Banco Central:

Inflação IPCA +6,46%
Câmbio R$ 2,40
Taxa de Juros Selic 11% ao ano

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Economia começou segundo trimestre com avanço pequeno

13 de junho de 2014 0
Foto: Arivaldo Chaves / Agencia RBS.

Foto: Arivaldo Chaves / Agencia RBS.

Economia brasileira começou segundo trimestre com pequeno crescimento. Calculado pelo Banco Central, o IBC-Br apontou avanço de 0,12% em abril. A comparação é com março e tem o ajuste sazonal.

O índice mede a atividade econômica. É considerado uma prévia do PIB.

O primeiro trimestre há havia sido fraco. A queda na produção industrial e o ritmo lento das vendas do varejo já fizeram o mercado prever um IBC-Br fraco para abril.

Para os próximos meses, preocupação sobre a fabricação de veículos. Muitas indústrias reduzem produção. Inclusive, dando férias coletivas.

Abril 2013

Em relação a abril de 2013, o índice aponta retração da economia: -0,67%.

12 meses

No acumulado dos últimos 12 meses, o IBC-Br aponta crescimento de 2,19% da economia brasileira.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

 

Inflação dos namorados

10 de junho de 2014 0

Coluna Acerto de Conta$, no Diário Gaúcho. Todas as terças.

Prateleira de preços

Ainda não comprou o presente de Dia dos Namorados? Dá uma olhada nas variações de preço em relação ao ano passado, conforme a Fundação Getúlio Vargas:

Inflação de 12 meses em Porto Alegre: +7,91%

Caiu:
Agasalho Masculino -7,94%
Agasalho Feminino -16,10%

O que mais subiu:
Vinho +10,18%
Perfume +6,87%

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Porto Alegre começa junho com a menor inflação do País

10 de junho de 2014 0

Porto Alegre começou junho com a menor inflação entre as capitais pesquisadas pela Fundação Getúlio Vargas. O Índice de Preços ao Consumidor ficou em 0,23%. Caiu pela metade em relação à pesquisa anterior.

- Os astros conspiram a favor do consumidor. – brinca o coordenador da FGV/RS, Márcio Silva.

Alimentos que deram uma folga para o bolso:

Leite longa vida -0,69%
Carne bovina -0,11% – com destaque para a costela -4,80%
Frango inteiro -4,43%
Pão francês -0,37%
Hortaliças e legumes -4,33%
Frutas -5,77% – com destaque para bergamota -11,45% e laranja -10,64%

A tarifa elétrica residencial também vem contribuindo para reduzir a inflação. É efeito de um crédito tributário de PIS/Cofins que está sendo repassado para usuários da CEEE.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.