Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "inflação"

Ônibus, carne e leite elevam inflação de Porto Alegre

03 de maio de 2016 0
Foto: Genaro Joner/Agencia RBS.

Foto: Genaro Joner/Agencia RBS.

 

A inflação para o consumidor de Porto Alegre voltou a subir. Passou de 0,85% para 1,05%.

É a maior entre as sete capitais pesquisadas pela Fundação Getúlio Vargas. A média nacional ficou em 0,49% em abril.

Aqui na Capital Gaúcha, os três itens que mais pressionaram o Índice de Preços ao Consumidor foram:

Tarifa de ônibus urbano: +14,25% em 30 dias
Carne moída: +6,14%
Leite longa vida: +6,93%

Tanto pelo aumento nos preços quanto pelo peso no cálculo do indicador, que é determinado pela relevância destes gastos no orçamento médio das famílias de Porto Alegre.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

 

Inflação tem pequeno recuo em Porto Alegre

26 de abril de 2016 0

bancocentral

 

A inflação para o consumidor de Porto Alegre teve um pequeno recuo. Ainda assim, segue como a maior entre as capitais pesquisadas pela Fundação Getúlio Vargas.

O Índice de Preços ao Consumidor passou de 0,89% para 0,85%.

Principais pressões de alta:

Tarifa de ônibus +10,74%
Carne moída +6%
Leite tipo longa vida +7,46%

Principais pressões de queda:

Excursão e tour -9,13%
Tarifa de eletricidade residencial -1,64%
Tangerina -6,11%

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Mercado faz novo corte na previsão para inflação e PIB em 2016

25 de abril de 2016 0
Foto: Porthus Junior / Agência RBS

Foto: Porthus Junior / Agência RBS

O mercado fez novo corte na previsão para a inflação em 2016. Reduz há sete semanas.

Conforme o relatório Focus, os analistas projetam IPCA de 6,98% no ano. Ainda assim, fica acima do teto da meta de inflação estabelecida pelo Governo Federal.

Mas, corte também na projeção para o PIB. Acreditam que a economia brasileira tenha retração de 3,88%. O pessimismo aparece no relatório há 14 semanas.

Outras previsões:

Dólar R$ 3,80
Produção industrial -5,8%
Preços administrados +7%
Taxa de juros Selic 13,25% ao ano

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Prévia aponta avanço na inflação oficial

20 de abril de 2016 3
Foto: Omar Freitas / Agencia RBS

Foto: Omar Freitas / Agencia RBS

Prévia da inflação oficial do País, o IPCA-15 está apontando avanço para abril. O indicador ficou em 0,51%. No mês passado, foi de 0,43%.

A trégua passou rápido. Os alimentos subiram bastante e estão empurrando a inflação para cima.

Além das frutas, outros produtos ficaram mais caros de um mês para o outro. O IBGE destaca o açaí (11,80%), cenoura (8,77%), leite (5,76%), hortaliças (5,02%), batata-inglesa (4,80%) e feijão-carioca (4,19%). Por outro lado, o tomate (-8,63%) e a cebola (-3,35%) ficaram mais baratos.

Pressão também dos preços dos remédios. Ficaram em média 2,64% mais caros, com reflexo parcial do reajuste anual autorizado no fim de março.

A Região Metropolitana de Porto Alegre pressionou também o cálculo da inflação nacional. Aqui, teve o reajuste de 15,38% sobre as tarifas de ônibus urbano.

 

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Inflação de Porto Alegre volta a subir e é a maior do País

19 de abril de 2016 4

bancocentral

 

A inflação de Porto Alegre voltou a avançar. Das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getúlio Vargas, só aqui e no Rio de Janeiro que houve alta do Índice de Preços ao Consumidor.

Em Porto Alegre, o IPC-S passou de 0,85% para 0,89%. A média nacional está em 0,45%.

O principal impacto foi o aumento da tarifa de ônibus. Alta acumulada em 30 dias de 6,74%.

E ainda houve forte pressão de alta dos seguintes itens:

Carne moída +5,03%
Leite tipo longa vida +6,52%

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

 

Porto Alegre foi a única Capital com queda no preço da cesta básica no primeiro trimestre

11 de abril de 2016 0
Charles Guerra / Agencia RBS

Charles Guerra / Agencia RBS

Das 27 Capitais pesquisadas, Porto Alegre foi a única com queda no preço da cesta básica no primeiro trimestre do ano. Foi um recuo pequeno, de 0,82%.

Dois itens ficaram mais baratos no período:

Tomate -38,16%
Batata -3,26%

“Excesso de oferta de tomate devido à colheita, apesar da baixa qualidade, empurrou o preço para baixo na maior parte das cidades.” – analisa o Dieese.

Por outro lado, o maior aumento foi do leite. Aumentou 22,51%.

A pesquisa é feita todos os meses pelo Dieese. Em fevereiro, no entanto, ficou R$ 4 mais cara. O conjunto de produtos passou a custar R$ 420,90.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Alimentos e passagem de ônibus aceleram inflação de Porto Alegre

11 de abril de 2016 0

bancocentral

 

A inflação avançou em Porto Alegre. Na última pesquisa da Fundação Getúlio Vargas, o Índice de Preços ao Consumidor passou de 0,70% para 0,85%.

As principais pressões de alta no índice e os aumentos em 30 dias:

Mamão papaya +46%
Mamão formosa +41%
Tarifa de ônibus urbano +2,83%
Refeições em bares e restaurantes +0,81%

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Energia permite forte recuo da inflação oficial do País

08 de abril de 2016 0
Foto: Ricardo Chaves / Agencia RBS.

Foto: Ricardo Chaves / Agencia RBS.

Finalmente, em março, a inflação oficial do País teve um forte recuo. O IPCA passou de 0,90% em fevereiro para 0,43%. Para março, é o índice mais baixo desde 2012.

Segundo a pesquisa do IBGE, itens importantes tiveram queda ou reduziram a taxa de crescimento de preços de um mês para o outro. O principal foi a energia elétrica, com queda média de 3,41% na conta de luz do brasileiro.

Em março, a bandeira tarifária passou de vermelha para amarela. Isso reduziu a cobrança extra na conta de luz. Em abril, passou para verde e não haverá o valor a mais. Além disso, algumas regiões tiveram redução no valor das alíquotas de PIS/COFINS.

Ainda assim, teve alta forte de preços no grupo Alimentação e Bebidas (1,24%). E a maior variação ficou com a Região Metropolitana de Porto Alegre, onde a alta chegou a 2,15%. O principal impacto foi das frutas.

12 meses

A inflação acumulada de 12 meses caiu também. Passou para 9,39%.

A boa notícia é que baixa dos 10%, mas ainda fica bem longe da meta do Governo Federal para a inflação. O centro da meta é 4,5% e o teto é 6,5%.

 

==

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Voltam a tramitar ações que buscam correção das perdas da poupança

07 de abril de 2016 0
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS.

Foto: Porthus Junior / Agencia RBS.

Ato do Tribunal de Justiça determinou a retomada do julgamento de recursos envolvendo a correção da caderneta de poupança no Plano Verão, de 1989. Os processos contra o Banco do Brasil estavam suspensos aguardando decisão do Superior Tribunal de Justiça.

Segundo o defensor público Felipe Kirschner, a retomada abrange:

*Ações individuais
*Ações coletivas que foram ajuizadas dentro do prazo de cinco anos

- Outras ações coletivas, como ações civis públicas da Defesoria Pública do Rio Grande do Sul, que foram ajuizadas depois do prazo de cinco anos, seguem suspensas. – informa também o defensor

Estas outras ações aguardam ainda decisão do Supremo Tribunal Federal. O argumento é que a prescrição é de 20 anos e não de cinco anos.

Outra decisão do STJ que permitiu a retomada de processos aqui é sobre quando passam a contar os juros pelo atraso de pagamento. O entendimento é que os bancos devem pagar o montante que conta a partir do ajuizamento da ação e não desde o momento em que os valores deixaram de ser depositados na conta do poupador.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

 

Previsão para o dólar baixa para R$ 4 no fim do ano

04 de abril de 2016 0
Foto: Bruno Alencastro / Agencia RBS

Foto: Bruno Alencastro / Agencia RBS

O mercado fez, novamente, uma forte redução na aposta para o câmbio. Prevê dólar a R$ 4 no fechamento de 2016.

A projeção está no relatório Focus. Foi o sétimo corte consecutivo. O dólar já chegou a ser previsto em R$ 4,38 neste ano.

Queda também na projeção para a inflação, pela quarta semana. Passou para IPCA de 7,28%.

Para a economia, piorou ainda mais o pessimismo dos analistas. Segundo eles, o PIB deve recuar 3,73% em 2016.

Outras previsões do Focus:

Produção industrial -5,8%
Preços administrados +7,4%
Taxa de juros Selic 13,75% ao ano

 

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.