Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts com a tag "mercado"

Mercado corta previsão do PIB para avanço de apenas 0,52%

01 de setembro de 2014 1

Cortando a previsão há 14 semanas seguidas, o mercado aposta agora em um avanço de apenas 0,52% do PIB. O relatório Focus é divulgado toda segunda-feira pelo Banco Central, que pesquisa a opinião de analistas.

No primeiro levantamento do ano, a projeção era de um avanço de 1,95% na economia brasileira. A aposta foi se deteriorando com o passar dos meses.

Outras previsões:

Inflação pelo IPCA +6,27%
Produção Industrial -1,70%
Taxa de juros Selic 11% ao ano

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Tribunal de Justiça reduz indenização a ser paga por loja que não trocou produto vencido

28 de agosto de 2014 0

Lojista que vende produto com o prazo de validade vencido, se nega a substituí-lo e pelo preço anunciado na oferta tem comportamento abusivo em relação consumidor. O entendimento é do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul. Mandaram a Lojas Americanas indenizar o cliente em R$ 2 mil.

A condenação em primeiro grau foi de R$ 5 mil. No entanto, o TJ reduziu o valor entendendo que houve também vitimização por parte da cliente.

A cliente relatou que, em 16 de maio de 2010, esteve em uma das lojas da rede e viu uma promoção de pacotes de biscoitos. Comprou dez unidades por R$ 0,99.

Quando chegou no caixa, percebeu que o produto estava vencido desde 23 de fevereiro daquele ano. A consumidora solicitou a troca da mercadoria e foi informada de que, nesse caso, não poderia ser dado o mesmo desconto e que o pacote do biscoito não vencido custaria R$ 2,09.

A defesa das Lojas Americanas informou se tratar de um fato isolado. Explicou que o produto em promoção estava sendo retirado da prateleira, o que não ocorreu por falha de funcionários. Sustentou má-fé da autora.

Para o desembargador Miguel Ângelo da Silva, o vendedor tem compromisso com a oferta que divulga e precisa cumprí-la. Mas reduziu o valor da indenização por dano moral, porque achou que a consumidora adotou postura desproporcional ao dano.

- A indenização não pode propiciar ganho fácil e enriquecimento injustificado, sobretudo quando se flagra que a vítima poderia ter se conduzido de modo diverso. A função indenitária do princípio da reparação integral não pode ser menosprezada.

 

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

 

Consumidor mudou, dizem fornecedores dos supermercados

22 de agosto de 2014 0

Na tradicional pesquisa realizada todos os anos na Expoagas, a Associação Gaúcha de Supermercados acrescentou algumas perguntas enviadas pelo blog Acerto de Conta$. Confira as respostas dos expositores, que são os mais diversos fornecedores do setor supermercadista:

O comportamento do consumidor mudou nos últimos cinco anos?

78% disseram que sim

A principal mudança:

57,7% acreditam que o consumidor está mais exigente

Como a sua empresa fechará o ano?

95% terão crescimento

1% acredita que terá queda

1% fica no zero a zero

3% não quiserem opinar

Vigilância manda recolher lotes de pães Nutrella e Tradição

19 de agosto de 2014 33

Foi determinado recolhimento de lotes de pães das marcas Nutrella e Tradição, produzidos na fábrica de Gravataí. A unidade pertence ao Grupo Bimbo.

A ordem partiu da Vigilância de Produtos, da Secretaria Estadual da Saúde. O motivo foi uma interdição cautelar na linha de produção de pães brancos.

Segundo a Vigilância Sanitária de Gravataí, estava sendo feita uma obra perto da linha de produção. A interdição durou dois dias, de 12 a 13 de agosto. A empresa se regularizou e foi autorizada a retomar a produção.

Lotes que devem ser recolhidos e que ainda podem ser encontrados em pontos de distribuição e venda no Rio Grande do Sul e em outros Estados:

- Pão de forma, marca Tradição, 450g, validade 26/08/2014
- Pão de forma, marca Nutrella, 500g, validade 26/08/2014
- Pão de leite, marca Nutrella, 500g, validade 25/08/2014
- Pão de manteiga, marca Nutrella, 500g, validade 25/08/2014
- Pão de forma clássico, marca Nutrella, 450g, validade 25/08/2014
- Pão de forma, marca Tradição, 500g, validade 25/08/2014

Mercados já estão retirando os pães destes lotes das prateleiras. O blog Acerto de Conta$ e a Rádio Gaúcha entraram em contato com a empresa para saber detalhes dos lotes e como o consumidor pode efetuar o recolhimento. Aguarda retorno. A Nutrella foi comprada pela Bimbo em 2008.

Foto: Reprodução site Nutrella.

Foto: Reprodução site Nutrella.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Água contaminada: São Lourenço tem apenas 0,5% do mercado gaúcho

15 de agosto de 2014 0
Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

A marca São Lourenço responde por apenas 0,5% do mercado de água mineral no Rio Grande do Sul. A informação é da Associação Gaúcha de Supermercados.

A Anvisa proibiu a venda de um lote da água fabricada pela Nestlé. A determinação foi publicada no Diário Oficial da União. Um laudo identificou a presença da bactéria Pseudomonas aeruginosa acima do limite estabelecido na legislação.

Lote contaminado: 32966047S1, com validade em 23/10/2014.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Mercado reduz previsão para o PIB há onze semanas

11 de agosto de 2014 0

Há onze semanas, o mercado está reduzindo a previsão para o PIB. A aposta agora é que a economia brasileira cresça apenas 0,81%.

O relatório Focus ouve analistas e é divulgado pelo Banco Central. Nesta semana, manteve a previsão de queda de 1,53% na produção industrial em 2014.

Reduziu, no entanto, a projeção para a inflação. Aposta em IPCA de +6,26%.

Câmbio de R$ 2,35 no fechamento do ano e taxa de juros Selic em 11% ao ano.

Foto: Genaro Joner/Agencia RBS.

Foto: Genaro Joner/Agencia RBS.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Análise: "Ações da Petrobras têm ano muito volátil"

11 de agosto de 2014 0

Mercado Financeiro no Destaque Econômico

Analista de mercado Débora Morsch analisa o desempenho da Petrobras:

“O movimento das ações da Petrobras no ano de 2014 tem sido muito volátil. Abriu o ano caindo, chegando na mínima ao redor do R$ 12 e depois subindo em cima de pesquisas eleitorais, chegando a bater na máxima do ano R$ 21.

Na sexta-feira, a empresa divulgou o balanço do segundo trimestre e veio abaixo do projetado pelos analistas. Apesar da receita líquida no trimestre ter atingido o recorde de R$ 82,3 bilhões, um crescimento de 11,8% em relação ao mesmo período de 2013, o lucro líquido teve uma queda de 20%, no mesmo período somando R$ 4,9 bilhões. O EBITDA, que representa a geração de caixa da empresa, totalizou R$ 16,2 bilhões, uma queda de 10,2%.

No primeiro semestre, a empresa apresentou um lucro líquido de R$ 10,3 bilhões, uma queda de 25% em relação ao primeiro semestre de 2013. Alguns fatores vêm prejudicando o desempenho da empresa: a defasagem nos preços dos combustíveis, o Plano de Incentivo ao Desligamento Voluntário e o aumento das despesas financeiras líquidas. O endividamento subiu 9%, alcançando o montante de R$ 241 bilhões. Há dez anos, o endividamento era de R$ 20 bilhões.

A produção média diária de petróleo, LGN e de gás natural no semestre foi de 2,531 milhões de barris por dia, crescimento de 1,4% em relação ao primeiro semestre de 2013. Em dez anos, o crescimento foi de apenas 10,9%, ou seja, uma taxa anual de crescimento de apenas 1% na última década.

Na sexta-feira, as ações da Petrobras PN caíram 4,4%.”

Ouça o Destaque Econômico, na Rádio Gaúcha. Domingos, às 9h.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Saída de pessoas do mercado de trabalho reduz o desemprego na Região Metropolitana

31 de julho de 2014 0

A taxa de desemprego teve uma queda significativa em junho na Região Metropolitana de Porto Alegre. Passou para 5,7%, frente aos 6,2% de maio.

A pesquisa é feita por FEE, Dieese e Fundação Gaúcha do Trabalho. Segundo os pesquisadores, o motivo é a saída de pessoas do mercado de trabalho, ou seja, deixam de procurar emprego e isso influencia o cálculo, reduzindo a taxa de desemprego.

“Esse resultado ocorreu devido à saída 12 mil pessoas do mercado de trabalho, concomitantemente à relativa estabilidade do nível ocupacional.”

O número total de desempregados em junho foi estimado em 104 mil pessoas.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Análise: "Copa será de poucos negócios no mercado financeiro"

26 de maio de 2014 0

Mercado Financeiro no Destaque Econômico

A Copa do Mundo tem impacto no mercado financeiro?

Analista de mercado Débora Morsch

“Quando o Brasil se candidatou a ser sede da Copa do Mundo e das Olimpíadas, os investidores ficaram otimistas com o potencial de desenvolvimento que os eventos poderiam gerar.

Ao receber eventos tão importantes, o País teria uma necessidade com data marcada de realizar pesados investimentos, como em mobilidade para diversas cidades onde vão ocorrer os jogos. Foram sete anos desde que o Brasil foi aceito para a Copa do Mundo. Não é pouco tempo e o balanço que hoje fazemos é muito negativo.

O custo de construir e modernizar os estádios foram muito acima do previsto, as tão sonhadas obras de mobilidade urbana, expansão de aeroportos e rodovias não foram finalizadas e muitas nem saíram do papel. Deixamos de aproveitar uma grande oportunidade de avançarmos em termos de obras de infraestrutura. Acredito que não faltaram investidores para o País, mas sim uma falta de capacidade gerencial e falta de agilidade para atraí-los.

A expectativa de crescimento para PIB em 2014 não é muito animadora. Devemos ter o menor crescimento dos últimos anos. Durante os dias da Copa do Mundo, teremos feriados depedendo dos jogos, o que deve gerar vendas mais fracas no varejo e está levando algumas indústrias a concederem férias coletivas, pois será um período de baixa produtividade.

Respondendo à tua pergunta mais objetivamente, o impacto no mercado financeiro será de um período em que teremos baixa liquidez, ou seja, poucos negócios. A Copa do Mundo, que deveria ser um momento para colocar o Brasil na vitrine dos investidores internacionais, caso tivesse sido bem planejada e executada, provavelmente não deixará um sentimento de otimismo neles.”

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Cuba importou 277% mais calçados brasileiros

20 de maio de 2014 1

Cuba foi uma surpresa entre os destinos para calçados brasileiros. Em abril, importou 277% mais do que no mesmo mês do ano passado.

Os pares somam US$ 4,34 milhões. Ainda é pouco, no entanto, se comparado aos Estados Unidos, que compraram US$ 14 milhões.

Segundo a Abicalçados, Cuba importou basicamente chinelos e injetados mais baratos. O preço médio do par exportado fica em US$ 5. Grendene é uma das empresas brasileiras que apostam no mercado cubano.

Arábia Saudita e Angola também vêm surpreendendo os fabricantes brasileiros com o aumento das importações.

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.