Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts com a tag "mercado"

Mercado reduz aposta no dólar

04 de julho de 2016 0

O mercado reduziu para R$ 3,46 a previsão para o dólar no fechamento do ano. É a mediana apontada pelos analistas no relatório Focus, do Banco Central.

Para o PIB, melhorou: -3,35% em 2016.

Inflação também: IPCA de 7,27%.

Mas a produção industrial piorou nas projeções: -5,9%

Taxa de juros Selic 13,25% ao ano

Preços administrados +6,94%

Justiça manda supermercado pagar R$ 10 mil para cliente assaltada no estacionamento

29 de junho de 2016 9

Reprodução

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul manteve decisão que manda indenizar cliente que foi assaltada no estacionamento de um supermercado em Porto Alegre. O valor é R$ 10 mil.

O assalto ocorreu em 2014. A vítima foi abordada no estacionamento do hipermercado por dois homens armados. Os bandidos fugiram, levando o carro e o ticket do estacionamento. Ela pediu as imagens, mas o pedido foi negado para ela e para a polícia depois, conforme a ação. A cliente pediu na Justiça imagens e danos morais.

Já a empresa alegou que respondeu ao ofício da polícia informando sobre a indisponibilidade das imagens do estacionamento do Bourbon Assis Brasil. Ainda disse que não havia provas de que a cliente esteve no supermercado e muito menos danos morais para indenização.

As duas partes recorreram da primeira decisão. A autora queria indenização maior e a ré contestava o pedido.

Já o relator do processo no Tribunal de Justiça, desembargador Eugênio Facchini Neto não acolheu os argumentos apresentados da empresa. Considerou que a versão da cliente fechava com a ocorrência policial e com testemunhos.

Lembrou a inviabilidade do supermercado de exigir o ticket para comprovar sua presença no estabelecimento, já que a vítima entregou o documento para os assaltantes saírem do local. Também entendeu descabido exigir nota fiscal de compra, pois não houve tempo sequer da vítima usar os serviços do supermercado, já que estava chegando ao local.

- Tal responsabilidade é contratual, e não extracontratual. Trata-se de uma das aplicações do princípio da boa fé objetiva, na sua função de proteção. Disso deriva o dever de cada contratante zelar pela proteção da incolumidade física e patrimonial do outro contratante, em tudo aquilo que se relaciona ao negócio existente entre eles.

Sobre a indisponibilidade das imagens, observou que não convence.
Decisões semelhantes:

Churrascaria tem que indenizar cliente por furto no estacionamento

Shopping tem que pagar dano moral por tentativa de roubo no estacionamento

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Mercado aumenta - de novo - previsão para inflação

27 de junho de 2016 0

O mercado elevou, pela sexta semana consecutiva, a projeção para a inflação oficial do País. Aposta em IPCA de 7,29% em 2016. O centro da meta do Governo Federal é 4,5%.

O relatório Focus é divulgado pelo Banco Central às segundas. Traz previsões do mercado para a economia.

Aumentou também a aposta para a taxa de juros. Acreditam em Selic de 13,25% ao ano em dezembro.

Outras previsões:

PIB -3,44%

Produção industrial -5,89%

Dólar R$ 3,60

Preços administrados +7%

Foto: Porthus Junior / Agência RBS

Foto: Porthus Junior / Agência RBS

 

Saída do Reino Unido: turbulência no curto prazo e incerteza econômica

24 de junho de 2016 0
"Grã-Bretanha mergulha em crise constitucional após a votação para deixar UE" - Reprodução site Financial Times nesta manhã.

“Grã-Bretanha mergulha em crise constitucional após a votação para deixar UE” – Reprodução site Financial Times nesta manhã.

 

O mercado financeiro não lida bem com surpresas. As bolsas fecharam ontem apostando em um resultado do referendo e acordaram hoje com o Reino Unido decidindo sair da União Europeia.

As bolsas internacionais despencaram. A libra também. No Brasil, expectativa de fortes emoções para a abertura do pregão, às 10h.

Em relação à economia no prazo mais longo, os analistas acham cedo para dizer. Dizem que é preciso ver de que forma será essa saída, como ficarão as relações comerciais do Reino Unido com a UE e – bem importante – se isso vai influenciar outros países a tomarem atitudes semelhantes. Mas acham que o comércio internacional deve sofrer um retrocesso.

- O Reino Unido possui cerca de 50% de suas exportações para a União Europeia. O cenário de incertezas pode levar a uma recessão econômica, desemprego a médio prazo num efeito reverso. – opina o empresário do setor financeiro Eduardo Cairoli.

Mas Cairoli vê algumas oportunidades para o Brasil no médio prazo:

- No médio prazo, difícil dizer, mas existe oportunidade no Brasil, com ativos depreciados e moeda desvalorizada para atrair dinheiro e melhorar as relações comerciais com o Reino Unido.

Representando mais de 500 instituições de 70 países, o Instituto de Finanças Internacionais lamentou o resultado do referendo e disse que é uma decisão perturbadora para a economia. Disse que pode ser um entrave ao crescimento econômico e ao emprego no longo prazo, especialmente para o Reino Unido.

Quanto mais rápido se esclarecer como será a separação, se reduzirá as incertezas, que travam investimentos.

No acumulado de janeiro a abril, o Reino Unido comprou 1,4% dos produtos exportados pelo Rio Grande do Sul. Mas foram mais de US$ 55 milhões.

Mercados Futuros

Ibovespa futuro abre em forte queda de 5,38% e dólar futuro em forte alta de 2,86%.

- A libra está despencando. Moeda japonesa caiu muito também. Mesma tendência para o Real. É uma desvalorização natural, onde o capital migra para ativos mais conservadores como dólar e ouro. – explica o assessor da Monte Bravo Investimentos, Bruno Madruga.

Comunicado Banco Central

O Banco Central do Brasil acabou de divulgar comunicado dizendo que está monitorando a repercussão nos mercados:

“…e, caso necessário, adotará as medidas adequadas para manter o funcionamento normal dos mercados financeiro e cambial.

A economia brasileira tem fundamentos robustos para enfrentar movimentos decorrentes desse processo, especialmente, relevante montante de reservas internacionais, o regime de câmbio flutuante e um sistema financeiro sólido, com baixa exposição internacional.​”

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

 

Mercado projeta inflação maior, mas ameniza queda para o PIB

20 de junho de 2016 1
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

 

Pela quinta semana consecutiva, o mercado eleva a projeção para a inflação em 2016. Aposta agora em IPCA de 7,25% no fechamento do ano.

A meta do Governo Federal para a inflação é 4,5%. O relatório Focus é divulgado na segunda-feira e traz projeções dos analistas e instituições financeiras para a economia.

Outro dado é o PIB. Pelo documento desta semana, o mercado amenizou novamente a expectativa de recuo da economia brasileira. Retração esperada de 3,44%.

Outras projeções:

Produção industrial -5,85%
Dólar R$ 3,60
Taxa de juros Selic 13% ao ano
Preços administrados +6,99%

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Mercado piora estimativa de retração da economia do País

16 de maio de 2016 0

banco

 

O mercado voltou a piorar a estimativa de queda do PIB. Segundo o relatório Focus, a aposta é de retração de 3,88% da economia brasileira em 2016.

Ouvidos pelo Banco Central, os analistas amenizaram, no entanto, a projeção de queda na produção industrial. Ainda é forte, porém, de -5,85%.

Outras projeções:

Dólar R$ 3,70
Taxa de juros Selic 13% ao ano
Inflação pelo IPCA 7%
Preços administrados +7%

 

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

 

Mercado financeiro com tendência de alta e de olho nos discursos da nova equipe econômica

12 de maio de 2016 0

Repercussão econômica da aprovação do processo de impeachment no Senado e afastamento da presidente Dilma Rousseff:

 

Reprodução site Bovespa.

Reprodução site Bovespa.

 

Mercado Financeiro

Assessor de renda variável da Monte Bravo Investimentos, Bruno Madruga:

“Expectativa de alta para Bolsa de Valores. Mas sem surpresa quanto ao resultado da votação. O dólar deve seguir tendência de queda”

Diretor da Associação dos Profissionais de Investimento no Mercado de Capitais, Marco Martins:

“Acredito que os mercados ja precificaram o resultado. Mas ainda assim, deve reagir positivamente ao discurso de Michel Temer. Expectativa também para questionamentos no Supremo Tribunal Federal e a reação das ruas.”

Sócia da Zenith, Débora Morsch:

“Os mercados já estavam precificando o afastamento da presidente Dilma. Agora, novos movimentos de alta da Bolsa de Valores vão depender da confirmação dos nomes nos ministérios e das principais medidas que o novo governo deve anunciar.”

 

Leia mais:

“Varejo é sensível e reagirá rápido a medidas econômicas” – diz empresário

FT: Nova equipe tem que enfrentar economia encolhendo e milhões de desempregados

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Mercado financeiro começa a reverter perdas do início da tarde

09 de maio de 2016 0
Reprodução site Bovespa.

Reprodução site Bovespa.

 

O mercado financeiro já começa a reverter as perdas ocorridas após a notícia de que o presidente da Câmara dos Deputados mandou anular o impeachment. Investidores já tinha “precificado” a certeza de que o processo passará no Senado nesta semana e a presidente Dilma se afastaria. No entanto, o mercado se acalmou após a informação de que o presidente do Senado, Renan Calheiros, manterá a leitura do parecer favorável ao impeachment.

- O Ibovespa chegou a estar em 49.900 agora (às 14h25) está em 51.100. – diz Alexandre Wolwacz, sócio do Grupo L&S.

Wolwacz acha, inclusive, que pode fechar estável o dia.

- Mas podemos ter retorno da pressão de venda pelos investidores amanhã.

As ações que mais despencaram foram as estatais.

- Banco do Brasil caiu quase 7% no dia. Agora, está recuperando e tem queda de 1,50%. Petrobras chegou a cair 11%. Agora, com queda de 5%.

Dólar

Dólar comercial futuro operando agora (14h55) com alta de 1,4%. Vendido a R$ 3,575, segundo o assessor da Monte Bravo Investimentos Bruno Madruga.

Leia o post do início da tarde: Ibovespa despenca e dólar dispara após notícia sobre suspensão do impeachment

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

Ibovespa despenca e dólar dispara após notícia sobre suspensão do impeachment

09 de maio de 2016 1
Reprodução site Bovespa.

Reprodução site Bovespa.

 

- Volatilidade monstra.

É assim que o assessor de investimentos da Monte Bravo Bruno Madruga descreve o mercado financeiro após a notícia de que o presidente interino da Câmara dos Deputados suspendeu o impeachment. O Ibovespa acelerou muito as perdas.

O Ibovespa chegou a cair quase 4%. Ações da estatal Petrobras caíram mais de 12%.

Ao mesmo tempo, o dólar subiu 5%. O mercado já vinha “precificando” o impeachment passar no Senado, ou seja, negociava já contando com essa certeza.

Nas casas de câmbio, o aumento do dólar já chegou também. Pela manhã, o dólar turismo, com IOF, estava em R$ 3,68 e passou para R$ 3,76. Informação da AZM Assessoria em Câmbio.

* Post sendo atualizando. Acompanhe. 

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.

 

 

 

 

Negociações futuras abrem com bolsa em alta e dólar em queda

18 de abril de 2016 0
Reprodução site Bovespa.

Reprodução site Bovespa.

 

Abertura dos Futuros:

Índice Bovespa Futuro (INDJ16) = +1,10% aos 54.800 pontos
Dólar Comercial Futuro (DOLK16) = -1,77% aos 3.483,50 pontos

Como já era esperado, alta na bolsa de valores e queda no dólar. O mercado à vista abre às 10h.

- Achava até que seriam movimentos mais intensos, mas o mercado já estava precificando que o impeachment seria aprovado na Câmara dos Deputados. – diz o assessor de renda variável da Monte Bravo Investimentos Bruno Madruga.

Nos Estados Unidos, as ações brasileiras chegaram a ter alta superior a 3% no mercado futuro de Nova York.

Atualização:

Dia dinâmico e intenso no mercado financeiro. Como o esperado, com a aprovação do impeachment na Câmara dos Deputados, a Bolsa de Valores de São Paulo abriu em alta e o dólar em queda. As ações brasileiras também estavam em forte alta na bolsa de Nova York.

Houve, no entanto, uma mudança forte no meio da manhã.

Nova Intervenção do Banco Central com leilão de contratos de dólar fez a moeda norte-americana subir em relação ao real. Nas casas de câmbio, o dólar subiu R$ 0,07 em menos de 15 minutos no meio da manhã. A autoridade monetária tem feito intervenções frequentes quando há fortes oscilações do dólar.

Reversão também na Bovespa. Abriu em alta e passou a operar em queda. O mercado chamou de rali do impeachment, que são investidores vendendo papéis para embolsar os lucros das compras que fizeram já apostando – ou precificando – o resultado da votação na Câmara.

Já as operações no Tesouro Direto estão suspensas por causa da forte volatilidade das taxas de juros. Expectativa de normalização agora no fim da manhã.

Leia também:

Comemoração com cautela na repercussão econômica do impeachment

===

Siga @GianeGuerra no Twitter.