Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Confira o bate-papo que tive com Marcelo Harger

30 de agosto de 2013 0

15461394

Para Marcelo Harger, 42 anos, a função de um advogado vai além da defesa dos interesses dos clientes

Formado em direito pela Universidade Federal do Paraná, com especialização em processo civil pela PUC-PR, mestrado e doutorado em direito público pela PUC-SP, Marcelo Harger acredita que o advogado deve não somente defender os interesses dos clientes, mas contribuir para a evolução do direito.

- Procuro fazer isso escrevendo livros, artigos e ministrando cursos e palestras.

 

Pensamento
— “Trabalho e ousadia, é assim que se constrói o futuro.” Não sei quem é o autor dessa frase. Ela está inscrita em um pôster que ganhei quando visitei uma exposição sobre Leonardo da Vinci na época da faculdade. Há a figura do Homem Vitruviano e essa inscrição. Fiz um quadro e ele decora o escritório na minha casa há anos.

 

Viagens
— A viagem de que mais gostei foi para Fernando de Noronha. Adoro estar perto da natureza. O lugar é belíssimo e os mergulhos são incríveis. Adoraria conhecer Bora Bora, na Polinésia Francesa, e as ilhas Phi Phi, na Tailândia. São viagens dos sonhos.

 

Receita de bem-estar
— Isso é algo que eu gostaria de ter. Não tenho receita alguma, mas creio que o bem-estar se encontra com uma vida equilibrada. Eu ainda não a tenho. Acabo privilegiando muito o trabalho e a vida acadêmica e deixando um pouco de lado alguns dos prazeres da vida.

 

Conquistas
— A minha maior conquista foi o meu filho. É hoje a minha razão de viver. Profissionalmente, há várias causas difíceis. Academicamente, foram os títulos de mestre e doutor e os diversos livros que publiquei. São treze. O último saiu recentemente e é uma coletânea com trabalhos de alguns dos maiores juristas do País. Estou perdido lá no meio daqueles outros autores que estão todos na minha biblioteca. Chama-se Tratado de Direito Administrativo e foi coordenado por Ives Gandra da Silva Martins, Adilson Abreu Dallari e Carlos Valder.

 

Qualidades e defeitos
— Creio que a minha maior qualidade é também o meu maior defeito. Sou perfeccionista ao extremo. Vivo preocupado e querendo acertar em tudo. Sou o meu maior crítico.

 

Livro de cabeceira
— Não tenho um livro de cabeceira, pois leio muito. Há um livro que já li diversas vezes e sempre aprendo a cada leitura. Ele se chama as 48 Leis do Poder. Foi escrito por Robert Greene.

 

Sonho
— Hoje em dia, o meu maior sonho é poder ver um dia o meu filho encaminhado na vida. Sei que é prematuro porque ele só tem dois anos, mas eu já disse que sou perfeccionista e preocupado…

Envie seu Comentário