Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Criativo, dedicado e competente

01 de fevereiro de 2016 0
Foto: Samuel Fernandes/Divulgação

Foto: Samuel Fernandes/Divulgação

Caio Kamradt Yamaguchi, 31 anos, nasceu em Cascavel, no Paraná, e está em Joinville desde os seis meses de idade. Frequentou até o terceiro ano de design, mas abandonou o curso para morar no Japão, entre 2005 e 2007. Hoje, o empresário está à frente do Didge Steakhouse Pub e do Guaca-mole, na Via Gastronômica, e o Custom Bar Art Café, anexo à Barbearia Ministro, na rua Ministro Calógeras. Seu comprometimento e auto-crítica são alguns dos pontos favoráveis que destaca em seu perfil.

– Dou o meu melhor em tudo aquilo que me proponho a fazer – completa Caio.

Projetos para 2016

– Sem dúvida, além de continuar buscando aperfeiçoamento pessoal e a evolução dos negócios, o mais novo desafio para mim é representar a Câmara Setorial de Gastronomia e Entretenimento da CDL Joinville como ela e seus associados merecem.

Viagens

– Nova York, Londres e Toronto são ótimos lugares para se conhecer, mas o Japão, que tive o prazer de conhecer praticamente de Norte a Sul entre 2005 e 2007, tem uma cultura incrivelmente inspiradora! E não posso deixar de mencionar o simples (por estar tão perto e acessível) mas inesquecível “ride” de motocicleta pela Serra do Rio do Rastro. Paisagens deslumbrantes e histórias pra contar.

Receita de bem-estar
– Acho que nada melhor do que simplesmente estar se sentindo bem, fazendo as coisas que lhe dão prazer e não fazer mal a ninguém. Dias atrás, postei no meu Instagram um texto falando sobre a semelhança entre o espelho e o mundo. Você sorri para o espelho e você recebe o sorriso de volta. Assim é a vida, assim são as pessoas, assim é o nosso dia a dia.

Há quanto tempo é associado à CDL Joinville?

- Cinco anos.

Conquistas

– Reconhecimento pelo trabalho dedicado até hoje em tudo aquilo que tive o prazer de me envolver, mas, acima de tudo, a minha família.

Pensamento

“Dificilmente tomamos consciência de que estamos circundados pela invisibilidade; vivemos em um mundo que resulta do sonho, e tudo aquilo que importa e é real num ser humano é invisível.” Elio D’Anna, do livro A Escola dos Deuses.

Quais seus objetivos à frente da Câmara de Gastronomia e Entretenimento?

– Com muita alegria, pretendo me dedicar ao máximo e dar o meu melhor para possibilitar o crescimento desta área em nossa cidade. Como dono de dois restaurantes, posso dizer que sinto na pele as dificuldades e desafios deste setor. Assim, quero possibilitar maior visibilidade aos restaurantes e casas de entretenimento, onde o cidadão consiga enxergar de forma acessível as programações, opções e diferentes cardápios à sua disposição. Acredito que ações comunitárias também podem ser proveitosas, pois farão o cliente sentir-se parte do movimento. Ações que permitam o compartilhar de ideias e engajamento entre pessoas não só aumentarão a visibilidade das casas como também promoverão a vontade de consumir. Acredito que o joinvilense merece se aproximar da alta gastronomia, portanto, darei apoio e ajudarei no que for possível para que isso se concretize. Por fim, penso que devemos fortalecer cada dia mais o associativismo e, juntos, superar os contextos desafiadores.

Curtas


Lojas que indico

– Floripa HD, CKJ, Jaws, Teahupoo, Dudalina, Blood Stream.

O que adoro

– Isso é fácil. Vai faltar tempo pra tanta coisa! Fazer qualquer coisa com a minha filha Akemi, programas em família, tomar banho de mangueira ou brincar de guerrinha com a água da piscina, andar de motocicleta, criar (ter ideias inusitadas e customizar tudo que posso), praia, viajar, comer, compras, tocar violão (principalmente com a Akemi), ouvir boa música, academia, esportes em geral, contato com a natureza, filmes de suspense, escrever, me vestir. Também gosto de desenhar. Curto muito aprender coisas novas, botar a mão na massa, executar, orar. Isso me acalma, me traz paz de espírito. E por aí vai…

O que odeio

– Odeio quando preciso ficar longe das pessoas que eu amo, me sentir sedentário, odeio ficar parado – sou hiperativo, desde criança deixava todo mundo de cabelo em pé, até a psicóloga. Me sentir só; não consigo repetir nenhuma peça de roupa de um dia para o outro, nem mesmo óculos e relógio (sou refém da vaidade leonina). Mas acho que, acima de tudo, a falsidade é o que mais incomoda.

Compra indispensável em uma viagem

– Uma camiseta da Harley Davidson estampada com caveira e o nome da cidade que estou conhecendo.

Não vivo sem…

– iPhone.

Ainda quero…

– Viajar muito, conhecer lugares, pessoas, aprender o máximo possível e garantir que a minha família seja a mais feliz deste mundo pra sempre.

Envie seu Comentário