Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts na categoria "Entrevistas"

Juarez Machado no BBB17

31 de janeiro de 2017 0
IMG_8746

BBB!&, divulgação

Juarez Machado criou um dos quartos do BBB17. Os desenhos do artista são todos em preto & branco, no estilo dos desenhos de humor que iam ao ar no Fantástico na década de 70 na Rede Globo. Foi um convite especial de José Bonifácio Brasil de Oliveira, o Boninho, diretor do Big Brother. Juarez chegou de Paris e ficou no Rio de Janeiro este mês produzindo os desenhos.

O quarto é intitulado Paraíso Prometido. Segundo Melina Mosimann, mulher do artista, a cenógrafa do Big Brother tinha algumas ideias para o quarto e uma dela era a de que ele deveria ter desenhos.

- Ele teve total liberdade em relação ao tema. Ele recebeu a planta e pediu que tudo fosse preto. O Juarez quer fazer as pessoas pensarem, é tudo muito surreal. Há caveiras, diabos, bruxas, tapetes orientais – explica Melina.

As camas pretas também foram um pedido do artista, como se fossem túmulos. Embaixo delas há desenhos como coroas de flores, dando a impressão de que o quarto é um cemitério. O desenho foi criado no começo de janeiro, no ateliê do artista no Rio de Janeiro. (Colaborou a repórter Yasmine Fiorini)

Destaque na imprensa espanhola

10 de janeiro de 2017 0

Thays Magalhães, divulgação

Uma grata surpresa para a cultura catarinense: o El País, maior jornal da Espanha e principal jornal de língua espanhola do mundo, destacou a obra do escritor catarinense Carlos Henrique Schroeder (nascido em Trombudo Central, no Alto Vale do Itajaí, mas radicado em Jaraguá do Sul há pelo menos dezesseis anos) na sua edição especial de final de ano, no dia 31 de dezembro de 2016. Para o crítico Antonio Sáez Delgado, a obra Las Fantasías Electivas, recém-lançada na Espanha pela Editora Maresia Libros, de Barcelona, “abre as portas de uma obra singular na atual narrativa ibero-americana”.

— Fiquei surpreso. Nossa. A Mercedes, da editora espanhola, é que me avisou. Fiquei muito feliz. É incrível ver como um livro vai criando seu próprio caminho. Mas tem o outro lado, a responsabilidade sempre aumenta, é preciso encarar tudo com mais seriedade ainda — diz.

Chef Jr Durski compartilha sua receita especial de infância

21 de dezembro de 2016 0
Chef Jr Durski. Foto de Gerson Lima 025

Gerson Lima, divulgação

Prato típico polonês, Pierogi é a dica para diversificar e enriquecer os cardápios das ceias de final de ano
Pierogi_niloBiazetto (1)

Nilo Biazetto, divulgação

O Natal é uma data repleta de memórias. Seja pelo som das músicas próprias da época, pelo toque dos abraços e beijos trocados na confraternização, pelo aroma vindo da cozinha na preparação da ceia ou pela riqueza e diversidade de sabores colocados à mesa para a festa, o Natal traz sempre boas lembranças.

Para o chef Júnior Durski, o Natal tem um toque polonês. “Sempre tínhamos Pierogi à mesa e o Natal sempre era especial”, lembra o presidente e chef dos restaurantes Madero, que mantém até hoje as tradições da cozinha polonesa e ucraniana em seu restaurante de cozinha internacional, o Durski, eleito em 2016 o melhor de Curitiba.

O Pierogi é um pastel cozido, originário da Polônia e do oeste da Ucrânia. Normalmente, são recheados com batata, chucrute, carne, queijo ou frutas. “Esse prato tem um significado especial pra mim, é referência de comfort food, pois lembra muito minha infância. De preparo simples e muito saboroso, não podia deixar de fazer parte da minha ceia de Natal ou festas de fim de ano”, comenta.

Como essa é uma época própria para compartilhar mensagens, presentes e bons pensamentos, o chef compartilha uma receita especial de Pierogi para quem quiser variar e impressionar na sua ceia de Natal e de final de ano.

RECEITA
TEMPO DE PREPARO: 45 minutos
RENDIMENTO: 8 pessoas

INGREDIENTES PARA A MASSA
· 300 gramas de farinha de trigo
· 150 ml de água

INGREDIENTES PARA O RECHEIO
· 1 kg de batata
· 1 unidade de cebola grande picada
· 4 colheres de sopa de azeite de oliva
· 250 gramas de ricota amassada
· sal a gosto

INGREDIENTES PARA O MOLHO
· 500 gramas de patinho cortado em cubos pequenos
· 1 unidade de cebola grande picada
· 3 dentes de alho
· 200 gramas de tomate pelado
· 4 colheres de sopa de azeite de oliva
· sal a gosto
· pimenta a gosto
· cheiro verde a gosto

COMPLEMENTO (OPCIONAL)
· nata a gosto
· cebola frita
· krin (raiz forte com beterraba)

MODO DE PREPARO

RECHEIO
Cozinhe a batata até amolecer e amasse-a no espremedor. Frite a cebola no azeite de oliva até dourar e misture com a batata amassada. Adicione sal a gosto. Deixe esfriar. Quando estiver frio, misture a ricota.

MASSA
Misture a farinha com a água. Sove bem a massa até ficar lisa. Abra a massa com um rolo ou cilindro e corte com um cortador ou utilize a boca de um copo. Coloque o recheio no centro da massa e feche as bordas. Cozinhe em água salgada fervente. Estará no ponto quando boiar, aproximadamente dois minutos.

MOLHO
Esquente uma panela, coloque o azeite de oliva, a cebola, o alho e a carne. Frite até dourar. Neste ponto, acrescente o tomate picado e deixe cozinhando até a carne amolecer. Se preciso, adicione água aos poucos. Finalize temperando com sal, cheiro verde e pimenta a gosto.

Palestra gratuita

13 de dezembro de 2016 0

Estão disponíveis as inscrições antecipadas para a palestra Criatividade Além das Obras de Arte, que acontece no Garten Shopping, nesta sexta-feira. Promovido pela BTRC – Accademia Beatrice D’arte, instituição de ensino online, o evento acontece às 19h30, no Espaço Garten Mais. As vagas são limitadas e para participar basta entrar em contato pelo e-mail  contato@beatricedarte.com.br. A palestra será conduzida pelo professor de História da Arte, Matheus Henrique Camilo. O educador abordará métodos de estimular a geração de ideias, para quem deseja pensar e fazer diferente. A BTRC – Accademia Beatrice D’arte tem por objetivo trazer os alunos para mais perto da arte, de forma a iniciarem um hobbie, uma profissão ou desenvolverem-se profissionalmente.

Arte têxtil

09 de novembro de 2016 0
Retrato Eva Soban 2

Arquivo Pessoal

A artista visual paulista especialista em arte têxtil Eva Soban traz a Joinville sua exposição individual Por um Fio, para o anexo 2 da Cidadela Cultural-MAJ, que será inaugurada nesta quinta-feira, a partir de 19h. Eva está expondo atualmente na badalada Galeria Passado Composto Século XX em São Paulo. No MAJ, vai apresentar um site specific e videoarte sobre o cenário global atual, como terrorismo, refugiados e ganância. Vale conferir!

Grandes Intérpretes

24 de outubro de 2016 0

Foto Oscar dos Reis (2)

Joinville é a primeira a receber a nova turnê da Orquestra de Câmara de Blumenau: Grandes Intérpretes. A apresentação será no dia 26 de outubro, às 20h, na Sociedade Harmonia-Lyra. A entrada é franca e os ingressos serão distribuídos no dia, por ordem de chegada. O solista convidado é o acordeonista gaúcho Oscar dos Reis, a direção artística é do músico italiano Daniele Girardello e a regência do maestro Daniel Bortolosy. Os concertos são realizados pelo Ministério da Cultura com o patrocínio do Banco Bradesco e percorrerão as cidades de Santa Catarina. Depois de Joinville, o concerto segue para Itajaí, no dia 27, Pomerode, 28, Brusque, 31, e Blumenau no dia 1º de novembro.

Seleção no Bolshoi Brasil

17 de outubro de 2016 0

19DSC_2652ok

De 21 a 23 de outubro ocorre a seleção para admissão de novos alunos da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, vagas para 2017. As avaliações acontecem na sexta-feira, das 14h às 17h; no sábado, das 7h às 11h e das 13h às 19h30; e no domingo, das 8h30 às 11h30. Cerca de 650 concorrentes, de 25 Estados brasileiros e do Distrito Federal, Argentina e Paraguai participam da última etapa do processo, que acontece na sede da instituição em Joinville. Em 2016, a Escola Bolshoi realizou pré-seleção em 16 cidades: Araraquara-SP, Bauru-SP, Belém-PA, Catalão-GO, Chapecó-SC, Rio de Janeiro-RJ, Goiânia-GO, Mogi das Cruzes-SP, Governador Valadares-MG, Guaçuí-ES, Imperatriz-MA, Nova Lima-MG, Salvador-BA, Sinop-MT, Cambuí-MG e Assunção (Paraguai). No total, 2.590 candidatos se inscreveram e participaram desta etapa que antecede a seleção final, na qual 235 foram pré-selecionados e concorrem a uma das vagas para a Escola Bolshoi. Um verdadeiro vestibular da dança, que neste ano atinge o índice de 52 candidatos por vaga, na maior seleção desse gênero no País.

Casa criativa abre em Joinville

28 de setembro de 2016 0

Joice e Jean3

No dia 6 de outubro, às 20 horas, será inaugurado o Hibrido Concept idealizado pelo designer e produtor de moda Jean Smekatz e a designer de moda Joice Sarmento, que une em um único local profissionais de diversas áreas: arte, moda, beleza e cultura contemporânea.   Além disso, o espaço também promoverá eventos sazonais, de gastronomia, música, literatura e artes visuais de forma abrangente. A casa criativa abrigará as seguintes labels: Studio Celso Junior, Camila Esser, Minimal, Madame Giorgia e eventualmente diferentes marcas e designers autorais, o espaço também abrigará a Garagem 274, uma galeria especializada em arte contemporânea. Para a estreia, o espaço convidou o renomado fotógrafo Humberto Furtado para expor suas imagens que já rodaram em exposições pelo Brasil, a mostra intitulada: Olho da Alma, terá curadoria do marchand paulista Guilherme Provenzano, do escritório Provenzano Fine Art  e  é um apanhado das séries do fotógrafo, e que visita todas as fases do artista visual.

SERVIÇO

O QUÊ: Inauguração da Casa Criativa Hibrido Concept
QUANDO: 6 de outubro- quinta feira
ONDE: Rua dos Bandeirantes 274- Glória
HORÁRIO: 20h (coquetel de inauguração). O Hibrido Concept irá funcionar de segunda a sábado das 10h às 20h e domingo das 11h às 17h
Fan Page: http://www.facebook.com/hibrido.concept Instagram: @HibridoConcept

Paixão pela fotografia

27 de junho de 2016 1

IMG_4913

 Max Frederico Schwoelk, 33 anos, é formado em comunicação para web e desenvolvimento de produtos. Nasceu em Araquari em um dos plantões do seu pai, que é médico, mas nunca morou lá.

– Até gostaria de ter uma casa lá. Quem sabe um dia…

Trabalho, diferencial e talento 

– O diferencial é a qualidade (que na verdade, nessa área, é um requisito básico), agilidade (respostas ao cliente, entrega do trabalho etc.) e amor pelo que faço. Descobri o talento na escola na qual eu trabalhava fotografando crianças. Sempre fotografei para mim, mas quando vi que as pessoas estavam gostando do meu estilo de fotografia e do resultado e pagando por isso, foi o momento que vi que eu poderia viver da fotografia.

Novo estúdio e novo espaço

– Estamos com novos equipamentos (os melhores equipamentos de iluminação para fotos do momento) e uma câmera de médio formato (acredito que esse seja um diferencial porque ninguém tem esse equipamento na região) em uma sala nova do Adville Business, que fica na rua Blumenau, 64 – 10º andar, na sala 1002, em frente ao Hospital Dona Helena. Fazemos fotos para pessoas físicas e jurídicas. Nossos equipamentos são ideais para fotos publicitárias, pois a qualidade das fotos é bem superior à das câmeras DSLR.

Conquistas

– Viver do que amo fazer já é uma conquista, e o fato de estar há mais de dez anos no mercado me deixa ainda mais realizado.

Viagens

– Nova York foi um sonho realizado e quero voltar mais vezes para lá. Queremos, eu e a Alana, conhecer todos os países da América do Sul. Já conhecemos metade e mais alguns pelo mundo afora. Conhecer novas culturas faz com que a gente veja a nossa com outros olhos. Usamos isso para melhorar a nossa fotografia.

Receita de bem-estar

– Amar meu trabalho. “Quem ama o que faz…”

Pensamento

Você não fotografa com sua máquina. Você fotografa com toda sua cultura. – Sebastião Salgado.

CURTAS

Lojas que eu indico

– Apple Store, na 5ª Avenida, em NY; Covent Garden, em Londres; B&H Photo Video (NY); e Amazon.com.

O que adoro

– Estar em casa, assistir a filmes e viajar!

O que odeio

– Inveja.

Profissionais que admiro

– Steve Jobs, Sebastião Salgado, Robert Downey Jr., Stan Lee, Robert De Niro e Quentin Tarantino.

Compra indispensável em uma viagem

– Uma lembrança do lugar que lembre aquele momento especial. E tem que ser a menor possível, para ter espaço para mais lembranças.

Não vivo sem

– Minha esposa, meus gatos, minhas sobrinhas, enfim, minha família e amigos! E não consigo me ver sem fotografar, lógico.

Ainda quero

– Uma casa na rua Max Schwoelk, em Joinville.

A vida de aprendiz de cineasta em Hollywood

20 de junho de 2016 0

leila_direcao (1)

Diretora de dublagem de novelas hispânicas da VoXX Studios em Los Angeles. Este é o cargo ocupado hoje pela joinvilense Leila Vieira. Quem a conhece sabe que não poderia ter uma função mais acertada para seu início de carreira. Mesmo formada em jornalismo, ela sempre teve uma queda pela ficção dramática. Recentemente, finalizou as dublagens de Piel Salvaje (Pele Selvagem), uma novela com 120 capítulos que levou seis meses para ficar pronta. Ela comandou um elenco de mais de 30 atores que fizeram 110 vozes, entre eles, a brasileira Daniela Escobar.

LeilaVieira_ Foto_JonathanCaballero_baixa

Leila já iniciou uma nova etapa, preparando a dublagem de uma minissérie sobre a vida da cantora cubana Célia Cruz e também da novela argentina Somos Família. Para o elenco de dublagens, já estão escalados os atores brasileiros Jonas Torres e Erik Marmo. Para quem tinha como sonho trabalhar com Silvio Santos, produzindo novelas para seu canal, já é possível considerar que está no caminho certo.

Ao contrário da maioria das pessoas que começam a carreira apostando em uma linguagem mais cult, sua preferência sempre foi a cultura de massa. Tanto que seu projeto de especialização em comunicação, cultura e arte foi sobre a novela A Usurpadora.

Assistente Camera

— Eu sempre consumi os produtos da indústria cultural. Canais populares da TV aberta, novelas nacionais e mexicanas e o Silvio Santos fizeram parte da minha formação. Nada mais natural isso tudo virar objeto de meu estudo e produção — conta Leila.

A paixão pela sétima arte começou bem cedo, quando assistia repetidamente aos blockbusters produzidos em Hollywood. Depois de concluir o curso superior e fazer especialização em cultura e arte no Brasil, decidiu ir para a meca da indústria cinematográfica mundial, Los Angeles. O endereço foi a New York Film Academy, e o objetivo, fazer o master de cinema na conceituada instituição. Nos dois anos em que mergulhou no mundo de produção de filmes, concluiu seu primeiro curta-metragem, Signs, por meio de uma plataforma colaborativa. Ao final do curso, participou de alguns projetos de cinema independentes e, por fim, foi convidada para fazer parte da equipe da VoXX Studios.

BG-168

Segundo a diretora, sua carreira só está começando, mas a experiência no núcleo de dublagens do estúdio está sendo produtiva. E não apenas pela vivência em dirigir uma equipe, mas também pelas particularidades do produto final. Uma produção de baixo custo é capaz de prender a atenção de um grande número de espectadores com um roteiro simples, mas muito bem delineado.

— Para quem assiste, é fácil a compreensão de que lado da trama está um personagem. Isso para qualquer classe social. Depois, todo o enredo é muito afetivo e retrata um mundo cheio de emoções — teoriza.

Nos planos para o futuro próximo, a diretora continua apostando na área de dublagens e no trabalho paralelo de direção de produções independentes. Um roteiro de filme de terror também já começou a ser escrito e a pretensão é concretizá-lo até o final de 2017. E para um futuro mais distante, pretende voltar ao Brasil e realizar o grande sonho de trabalhar com o cinema nacional.

Conheça Justine Remond Mlanarczyki

30 de maio de 2016 0

IMG_0152

Dançar e ser feliz

  Justine Remond Mlanarczyki, 36 anos, formou-se em balé. Começou a dançar com três anos. Primeiramente, em escolas de dança da sua cidade, até que decidiu se profissionalizar.

IMG_0108

— Eu entrei então no Conservatoire de Tours-CRR Francis Poulenc (conservatório de dança na França), onde estudei, além do balé, a dança contemporânea, história da arte, da dança e música. Depois, fui para Toulouse (França) continuar a minha formação na escola Professional Académie Besso Ballet. Com 20 anos, me mudei para o Brasil, foi quando comecei a lecionar balé.

Onde nasceu?

— Nasci na França, em Saint-Brieuc, me criei em Saint-Malo e me mudei para o Brasil, para Porto Alegre, aos 20 anos. Depois, vim morar em Joinville, onde estou desde 2004.

Diferencial, talento e trabalho

— O prazer da dança vem em primeiro. Acredito na fidelidade à dança clássica. Não é necessário “inventar” nada. A dança por si só conquista o aluno e, independentemente da experiência dele, todos saem plenamente satisfeitos. Não digo que isto é um talento meu, mas tenho orgulho de poder ensinar em minha escola, mantendo a base da dança que aprendi desde criança.

Soube que faz aulas para mulheres adultas. É necessário saber ou ter experiência em dança? Pode-se iniciar o balé a qualquer idade?

— Sim, tenho um público grande de mulheres adultas que estão começando o balé. Muitas delas me disseram que sempre quiseram fazer ballet quando criança e por um motivo ou outro não puderam. Não precisa ter experiência em dança não, basta querer! Não há idade para começar a dançar balé. Vale lembrar que também tenho uma turma de adultas com mais experiência.

Conquistas

— Minha família e poder trabalhar com o que mais gosto: a dança!

Viagens

— Indispensáveis. Além de conhecer novos lugares, uma vez por ano viajar para minha cidade natal, voltar às minhas raízes, voltar à casa dos meus pais, ver meus irmãos, sobrinhos…

Receita de bem-estar

— Conhecer a si própria e sempre respeitar o seu limite e fazer atividade física.

Pensamento

“Il n’y a que les imbéciles qui ne changent pas d’avis.” (Somente os imbecis não mudam de opinião). Anônimo

CURTAS

Lojas que eu indico

— Zara no Brasil, Maje na França.

O que adoro

— Passar uma “tarde de meninas” com a minha filha Lisa, ficar em casa de bobeira com a minha família, um jantar com os amigos.

O que odeio

— Violência.

Profissionais que admiro

— Meu marido.

Compra indispensável em uma viagem

— Maquiagens, roupas e lembranças para casa.

Não vivo sem

— Minha filha e o meu marido.

Ainda quero

Conheça a nutricionista das estrelas

23 de maio de 2016 1

1545221_10154063462118631_8733468051361221012_n

Fernanda Muller, 32 anos é nutricionista Mestre em Ciências do Desporto. Nasceu e morou sempre em Jaraguá do Sul.

_ Só saí para fazer faculdade, mas depois voltei.

Desde quando vem se dividindo entre o Rio de Janeiro e Jaraguá do Sul? 

_ Há quase dois anos, quando comecei a namorar um carioca. Vinha todo final de semana até que decidimos morar juntos, desde outubro do ano passado. Mas continuei com meu consultório em Jaraguá, afinal foram 11 anos de atendimento na cidade! Hoje, vou uma vez por mês atender lá!

Qual o diferencial do seu trabalho? 

_ Eu acredito que meu diferencial é, além de muito amor pelo que faço, ir atrás dos meus sonhos, é focar naquilo que quero, estudando, me dedicando bastante. E eu acho que consigo ajudar meus pacientes a terem sucesso por ter o feeling necessário pra entender cada pessoa e assim escolher a melhor conduta.

12717376_10153974175053631_6705407917886538564_n

Como descobriu seu talento?

_ Atuando! Quando escolhi nutrição, não fazia ideia em que área iria trabalhar, o que eu ia fazer. Nunca tinha ido a uma nutricionista. Mas quando comecei atender em consultório, pensei, é aqui o meu lugar!

Quais atrizes globais está atendendo?

_ Deborah Secco, Juliana Paes e Carol Nakamura.

479709_10153984215108631_555803090684785774_n

Há diferenças? 

_ A diferença é que elas são muito focadas, pois precisam de um corpo magro para televisão. Mas no mais, é tudo igual, completa sorrindo.

Conquistas pessoais e profissionais

_ Estou conquistando ainda nos dois setores, mas eu curto a jornada enquanto as busco. A vida é agora!

Viagens

_ Fernando de Noronha foi a minha melhor viagem! Lugar incrível! Quero voltar. Gostei muito de um final de ano que passei em Trancoso também. E Portugal, onde fiz meu mestrado, foram três anos de idas e vindas e tenho boas lembranças do país.

Receita de bem-estar

_ Viver em equilíbrio! Entender que somos resultado daquilo que fazemos na nossa rotina (hábitos de dieta, exercício físico e gerenciamento de emoções). Não é a exceção que nos define! Tenha uma alimentação consciente, faça boas escolhas (inclusive para “jacar”) e tendo isso como base, curta a vida sem culpas.

Pensamento

Na verdade, tem uma música que me faz pensar na vida, que temos que viver agora! Recomendo ouvir: Epitáfio (Titãs).

CURTAS

Lojas que eu indico

_ Colcci.

O que adoro

_ Liberdade.

O que odeio

_ Injustiça e violência.

Profissionais que admiro

_ São muitos, mas que vieram na minha cabeça de imediato que são muito competentes foram, meu namorado Rafael Lund (personl trainer) e minhas amigas “Nutris do Lacinho”.

Compra indispensável em uma viagem

_ Comida.

Não vivo sem

_ Corretivo de olheiras, rímel, perfume e chocolate na TPM.

Ainda quero

_ Que o mundo tenha mais amor!

Experiência mais prática ao consumidor

16 de maio de 2016 0
00b9ff0d

Salmo Duarte, Agência RBS

Felipe Samy é sócio-fundador e diretor de operações da Gofind.Online, uma empresa de software em Joinville.

— Desenvolvemos um aplicativo para as pessoas encontrarem os produtos desejados na loja mais próxima. Também ajudamos empresas que querem expor seus produtos para milhares de consumidores — completa Felipe.

O joinvilense, de 30 anos, é administrador pela Sociesc/FGV com MBA em gestão financeira, auditoria e controladoria pela FGV. Hoje, a Gofind.Online já trabalha com Catarinense Pharma, Paviloche, Dom Haus, Lepper, Prudence, entre outras.  

 

Trabalho e diferencial

— O diferencial não está no meu trabalho, mas sim no meu processo decisório. Escolher minha profissão e me posicionar no mercado foram tarefas fáceis. Desde criança, eu enxergava meu futuro no mundo corporativo e isto me ajudou a iniciar essa trilha cedo, aos 16 anos. Tenho vocação para gestão empresarial, com uma veia forte em finanças e inovação.

Conquistas

— Minhas conquistas são momentâneas e, sempre que possível, celebradas. Valorizo muito a oportunidade de estudo e a saúde, que me permitem encarar os desafios cotidianos.

Viagens

— Tenho orgulho das viagens que faço, não só pelos destinos paradisíacos e divertidos, mas pelo grupo de familiares e amigos com o qual compartilho esses momentos felizes. De 2004 a 2005, morei um ano no México pelo intercâmbio cultural do Rotary. Talvez a maior experiência da minha vida.

Receita de bem-estar

— Levar a vida sem excessos.

Pensamento 

— Não deixar para depois o que pode ser feito imediatamente.

CURTAS

Lojas que eu indico

— Decathlon.

O que adoro

— Aventuras.

O que odeio

— Perder tempo.

Profissionais que admiro

— Os que acham “rápido” melhor que “devagar”.

Compra indispensável em uma viagem

— Copinho de tequila para coleção.

Não vivo sem

— Minha família.

Ainda quero

— Dar a volta ao mundo velejando.

Conheça Helena Cristina Marangoni Leigue, os chás e o ritual

09 de maio de 2016 0

EJ0A7871

Os chás e o ritual

 Helena Cristina Marangoni Leigue, 31 anos, de Jaraguá do Sul é advogada, tea sommelier e tea blender, pela escola Argentina El Club del Té.  Sempre teve dificuldade em identificar aromas e sabores, mas depois de uma cirurgia no nariz, começou a descobrir o mundo dos chás.

- Comecei tomando chá por ser uma bebida saudável, mas foi em uma viagem a Londres que me encantei ainda mais pela bebida. Criei o perfil Diário do Chá no Instagram e no Facebook para registrar meus momentos com o chá e ajudar as pessoas a descobrir esse mundo tão fascinante e fazer do chá um ritual diário.

Conquistas

_ Trabalhar com o que eu gosto.

Viagens

_ Ilha Maurício, visitei uma plantação e fábrica de chá Bois Chéri.

Receita de bem-estar

_ Dieta saudável, exercícios regulares e, o principal, saber dar risadas.

Pensamento

 “No meio da dificuldade encontra-se a oportunidade.” Albert Einstein

CURTAS

Lojas que eu indico

_ A Loja do Chá, situada no Shopping Iguatemi, em São Paulo.

O que adoro

_ Praia com a família

O que odeio

_ Falsidade

Profissionais que admiro

_ Carla Saueressig, tea sommelier e tea blender, a maior especialista sobre a bebida no Brasil.

Compra indispensável em uma viagem

_ Xícara de chá e, é claro, chá.

Não vivo sem

_ Amor e família.

Ainda quero

_ Viajar ao redor do mundo e conhecer a diversas regiões produtoras de chá.

De geração em geração

02 de maio de 2016 0

00b9b5af

Luís Henrique Fischer é apaixonado pela profissão e por sorrisos. O joinvilense de 45 anos é da terceira geração de dentistas da família — o avô foi um dos primeiros odontólogos de Joinville, seguido pelo pai de Luís.

— Então, desde criança, convivo neste ambiente. Na hora de escolher a faculdade, não tive dúvidas. Foi também na faculdade de odontologia que conheci minha mulher Tatiana.

Ele é cirurgião-dentista formado há 18 anos pela Univali, fez especialização e mestrado em ortodontia pela Universidade Cidade de São Paulo e pós-graduação em implantodontia.

— Destaco o programa de educação continuada em ortodontia que fiz na Universidade de Nova York. Participo regularmente de congressos no Brasil e no exterior.

Diferencial no trabalho

— Na área da ortodontia, oferecemos as melhores e mais recentes tecnologias. Hoje, os aparelhos evoluíram, são mais estéticos e os tratamentos, mais rápidos e confortáveis. Há também muita inovação em estética, clareamentos e cerâmicas que nos permitem transformar os sorrisos. Meu objetivo é que o cliente tenha uma boa experiência no seu tratamento e um excelente resultado.

Além do consultório

— Além do consultório, sou professor de especialização em ortodontia, o que possibilita contato com o que há de mais recente na área. Compartilhar com outros profissionais os conhecimentos adquiridos é muito gratificante. Ensinar é aprender duas vezes.

Conquistas

— Uma família feliz.

Viagens

— Meu maior hobby! Toda a América Latina apresenta paisagens fantásticas. As inesquecíveis: trekking no vulcão Villarrica, em Pucón, na Patagônia chilena; Machu Picchu, no Peru; no México, as ruínas maias e o azul-turquesa do mar de Cancún. A África do Sul também foi uma experiência interessante. Estados Unidos sempre é bom, principalmente com a família em Orlando, onde todos viram criança.

Receita de bem-estar

— Acordar cedo, caminhar, alimentação saudável. Estar de bem com todos e não guardar no coração sentimentos negativos.

Pensamento

A alegria do coração ilumina todo o rosto. Provérbios 15:13.

CURTAS

Lojas que eu indico

— Calvin Klein.

O que adoro

— Praia com a família e um café com os amigos.

O que odeio

— Desonestidade.

Profissionais que admiro

— Flávio Augusto, do blog Geração de Valor, e Juarez Machado, o nosso artista.

Compra indispensável em uma viagem

— Chocolate.

Não vivo sem

— Deus.

Ainda quero

— Com meu filho um pouco maior, fazer um grande tour de bike.