Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts com a tag "coluna Alto Estilo"

Paixão pela fotografia

27 de junho de 2016 1

IMG_4913

 Max Frederico Schwoelk, 33 anos, é formado em comunicação para web e desenvolvimento de produtos. Nasceu em Araquari em um dos plantões do seu pai, que é médico, mas nunca morou lá.

– Até gostaria de ter uma casa lá. Quem sabe um dia…

Trabalho, diferencial e talento 

– O diferencial é a qualidade (que na verdade, nessa área, é um requisito básico), agilidade (respostas ao cliente, entrega do trabalho etc.) e amor pelo que faço. Descobri o talento na escola na qual eu trabalhava fotografando crianças. Sempre fotografei para mim, mas quando vi que as pessoas estavam gostando do meu estilo de fotografia e do resultado e pagando por isso, foi o momento que vi que eu poderia viver da fotografia.

Novo estúdio e novo espaço

– Estamos com novos equipamentos (os melhores equipamentos de iluminação para fotos do momento) e uma câmera de médio formato (acredito que esse seja um diferencial porque ninguém tem esse equipamento na região) em uma sala nova do Adville Business, que fica na rua Blumenau, 64 – 10º andar, na sala 1002, em frente ao Hospital Dona Helena. Fazemos fotos para pessoas físicas e jurídicas. Nossos equipamentos são ideais para fotos publicitárias, pois a qualidade das fotos é bem superior à das câmeras DSLR.

Conquistas

– Viver do que amo fazer já é uma conquista, e o fato de estar há mais de dez anos no mercado me deixa ainda mais realizado.

Viagens

– Nova York foi um sonho realizado e quero voltar mais vezes para lá. Queremos, eu e a Alana, conhecer todos os países da América do Sul. Já conhecemos metade e mais alguns pelo mundo afora. Conhecer novas culturas faz com que a gente veja a nossa com outros olhos. Usamos isso para melhorar a nossa fotografia.

Receita de bem-estar

– Amar meu trabalho. “Quem ama o que faz…”

Pensamento

Você não fotografa com sua máquina. Você fotografa com toda sua cultura. – Sebastião Salgado.

CURTAS

Lojas que eu indico

– Apple Store, na 5ª Avenida, em NY; Covent Garden, em Londres; B&H Photo Video (NY); e Amazon.com.

O que adoro

– Estar em casa, assistir a filmes e viajar!

O que odeio

– Inveja.

Profissionais que admiro

– Steve Jobs, Sebastião Salgado, Robert Downey Jr., Stan Lee, Robert De Niro e Quentin Tarantino.

Compra indispensável em uma viagem

– Uma lembrança do lugar que lembre aquele momento especial. E tem que ser a menor possível, para ter espaço para mais lembranças.

Não vivo sem

– Minha esposa, meus gatos, minhas sobrinhas, enfim, minha família e amigos! E não consigo me ver sem fotografar, lógico.

Ainda quero

– Uma casa na rua Max Schwoelk, em Joinville.

A vida de aprendiz de cineasta em Hollywood

20 de junho de 2016 0

leila_direcao (1)

Diretora de dublagem de novelas hispânicas da VoXX Studios em Los Angeles. Este é o cargo ocupado hoje pela joinvilense Leila Vieira. Quem a conhece sabe que não poderia ter uma função mais acertada para seu início de carreira. Mesmo formada em jornalismo, ela sempre teve uma queda pela ficção dramática. Recentemente, finalizou as dublagens de Piel Salvaje (Pele Selvagem), uma novela com 120 capítulos que levou seis meses para ficar pronta. Ela comandou um elenco de mais de 30 atores que fizeram 110 vozes, entre eles, a brasileira Daniela Escobar.

LeilaVieira_ Foto_JonathanCaballero_baixa

Leila já iniciou uma nova etapa, preparando a dublagem de uma minissérie sobre a vida da cantora cubana Célia Cruz e também da novela argentina Somos Família. Para o elenco de dublagens, já estão escalados os atores brasileiros Jonas Torres e Erik Marmo. Para quem tinha como sonho trabalhar com Silvio Santos, produzindo novelas para seu canal, já é possível considerar que está no caminho certo.

Ao contrário da maioria das pessoas que começam a carreira apostando em uma linguagem mais cult, sua preferência sempre foi a cultura de massa. Tanto que seu projeto de especialização em comunicação, cultura e arte foi sobre a novela A Usurpadora.

Assistente Camera

— Eu sempre consumi os produtos da indústria cultural. Canais populares da TV aberta, novelas nacionais e mexicanas e o Silvio Santos fizeram parte da minha formação. Nada mais natural isso tudo virar objeto de meu estudo e produção — conta Leila.

A paixão pela sétima arte começou bem cedo, quando assistia repetidamente aos blockbusters produzidos em Hollywood. Depois de concluir o curso superior e fazer especialização em cultura e arte no Brasil, decidiu ir para a meca da indústria cinematográfica mundial, Los Angeles. O endereço foi a New York Film Academy, e o objetivo, fazer o master de cinema na conceituada instituição. Nos dois anos em que mergulhou no mundo de produção de filmes, concluiu seu primeiro curta-metragem, Signs, por meio de uma plataforma colaborativa. Ao final do curso, participou de alguns projetos de cinema independentes e, por fim, foi convidada para fazer parte da equipe da VoXX Studios.

BG-168

Segundo a diretora, sua carreira só está começando, mas a experiência no núcleo de dublagens do estúdio está sendo produtiva. E não apenas pela vivência em dirigir uma equipe, mas também pelas particularidades do produto final. Uma produção de baixo custo é capaz de prender a atenção de um grande número de espectadores com um roteiro simples, mas muito bem delineado.

— Para quem assiste, é fácil a compreensão de que lado da trama está um personagem. Isso para qualquer classe social. Depois, todo o enredo é muito afetivo e retrata um mundo cheio de emoções — teoriza.

Nos planos para o futuro próximo, a diretora continua apostando na área de dublagens e no trabalho paralelo de direção de produções independentes. Um roteiro de filme de terror também já começou a ser escrito e a pretensão é concretizá-lo até o final de 2017. E para um futuro mais distante, pretende voltar ao Brasil e realizar o grande sonho de trabalhar com o cinema nacional.

Conheça Justine Remond Mlanarczyki

30 de maio de 2016 0

IMG_0152

Dançar e ser feliz

  Justine Remond Mlanarczyki, 36 anos, formou-se em balé. Começou a dançar com três anos. Primeiramente, em escolas de dança da sua cidade, até que decidiu se profissionalizar.

IMG_0108

— Eu entrei então no Conservatoire de Tours-CRR Francis Poulenc (conservatório de dança na França), onde estudei, além do balé, a dança contemporânea, história da arte, da dança e música. Depois, fui para Toulouse (França) continuar a minha formação na escola Professional Académie Besso Ballet. Com 20 anos, me mudei para o Brasil, foi quando comecei a lecionar balé.

Onde nasceu?

— Nasci na França, em Saint-Brieuc, me criei em Saint-Malo e me mudei para o Brasil, para Porto Alegre, aos 20 anos. Depois, vim morar em Joinville, onde estou desde 2004.

Diferencial, talento e trabalho

— O prazer da dança vem em primeiro. Acredito na fidelidade à dança clássica. Não é necessário “inventar” nada. A dança por si só conquista o aluno e, independentemente da experiência dele, todos saem plenamente satisfeitos. Não digo que isto é um talento meu, mas tenho orgulho de poder ensinar em minha escola, mantendo a base da dança que aprendi desde criança.

Soube que faz aulas para mulheres adultas. É necessário saber ou ter experiência em dança? Pode-se iniciar o balé a qualquer idade?

— Sim, tenho um público grande de mulheres adultas que estão começando o balé. Muitas delas me disseram que sempre quiseram fazer ballet quando criança e por um motivo ou outro não puderam. Não precisa ter experiência em dança não, basta querer! Não há idade para começar a dançar balé. Vale lembrar que também tenho uma turma de adultas com mais experiência.

Conquistas

— Minha família e poder trabalhar com o que mais gosto: a dança!

Viagens

— Indispensáveis. Além de conhecer novos lugares, uma vez por ano viajar para minha cidade natal, voltar às minhas raízes, voltar à casa dos meus pais, ver meus irmãos, sobrinhos…

Receita de bem-estar

— Conhecer a si própria e sempre respeitar o seu limite e fazer atividade física.

Pensamento

“Il n’y a que les imbéciles qui ne changent pas d’avis.” (Somente os imbecis não mudam de opinião). Anônimo

CURTAS

Lojas que eu indico

— Zara no Brasil, Maje na França.

O que adoro

— Passar uma “tarde de meninas” com a minha filha Lisa, ficar em casa de bobeira com a minha família, um jantar com os amigos.

O que odeio

— Violência.

Profissionais que admiro

— Meu marido.

Compra indispensável em uma viagem

— Maquiagens, roupas e lembranças para casa.

Não vivo sem

— Minha filha e o meu marido.

Ainda quero

Experiência mais prática ao consumidor

16 de maio de 2016 0
00b9ff0d

Salmo Duarte, Agência RBS

Felipe Samy é sócio-fundador e diretor de operações da Gofind.Online, uma empresa de software em Joinville.

— Desenvolvemos um aplicativo para as pessoas encontrarem os produtos desejados na loja mais próxima. Também ajudamos empresas que querem expor seus produtos para milhares de consumidores — completa Felipe.

O joinvilense, de 30 anos, é administrador pela Sociesc/FGV com MBA em gestão financeira, auditoria e controladoria pela FGV. Hoje, a Gofind.Online já trabalha com Catarinense Pharma, Paviloche, Dom Haus, Lepper, Prudence, entre outras.  

 

Trabalho e diferencial

— O diferencial não está no meu trabalho, mas sim no meu processo decisório. Escolher minha profissão e me posicionar no mercado foram tarefas fáceis. Desde criança, eu enxergava meu futuro no mundo corporativo e isto me ajudou a iniciar essa trilha cedo, aos 16 anos. Tenho vocação para gestão empresarial, com uma veia forte em finanças e inovação.

Conquistas

— Minhas conquistas são momentâneas e, sempre que possível, celebradas. Valorizo muito a oportunidade de estudo e a saúde, que me permitem encarar os desafios cotidianos.

Viagens

— Tenho orgulho das viagens que faço, não só pelos destinos paradisíacos e divertidos, mas pelo grupo de familiares e amigos com o qual compartilho esses momentos felizes. De 2004 a 2005, morei um ano no México pelo intercâmbio cultural do Rotary. Talvez a maior experiência da minha vida.

Receita de bem-estar

— Levar a vida sem excessos.

Pensamento 

— Não deixar para depois o que pode ser feito imediatamente.

CURTAS

Lojas que eu indico

— Decathlon.

O que adoro

— Aventuras.

O que odeio

— Perder tempo.

Profissionais que admiro

— Os que acham “rápido” melhor que “devagar”.

Compra indispensável em uma viagem

— Copinho de tequila para coleção.

Não vivo sem

— Minha família.

Ainda quero

— Dar a volta ao mundo velejando.

De geração em geração

02 de maio de 2016 0

00b9b5af

Luís Henrique Fischer é apaixonado pela profissão e por sorrisos. O joinvilense de 45 anos é da terceira geração de dentistas da família — o avô foi um dos primeiros odontólogos de Joinville, seguido pelo pai de Luís.

— Então, desde criança, convivo neste ambiente. Na hora de escolher a faculdade, não tive dúvidas. Foi também na faculdade de odontologia que conheci minha mulher Tatiana.

Ele é cirurgião-dentista formado há 18 anos pela Univali, fez especialização e mestrado em ortodontia pela Universidade Cidade de São Paulo e pós-graduação em implantodontia.

— Destaco o programa de educação continuada em ortodontia que fiz na Universidade de Nova York. Participo regularmente de congressos no Brasil e no exterior.

Diferencial no trabalho

— Na área da ortodontia, oferecemos as melhores e mais recentes tecnologias. Hoje, os aparelhos evoluíram, são mais estéticos e os tratamentos, mais rápidos e confortáveis. Há também muita inovação em estética, clareamentos e cerâmicas que nos permitem transformar os sorrisos. Meu objetivo é que o cliente tenha uma boa experiência no seu tratamento e um excelente resultado.

Além do consultório

— Além do consultório, sou professor de especialização em ortodontia, o que possibilita contato com o que há de mais recente na área. Compartilhar com outros profissionais os conhecimentos adquiridos é muito gratificante. Ensinar é aprender duas vezes.

Conquistas

— Uma família feliz.

Viagens

— Meu maior hobby! Toda a América Latina apresenta paisagens fantásticas. As inesquecíveis: trekking no vulcão Villarrica, em Pucón, na Patagônia chilena; Machu Picchu, no Peru; no México, as ruínas maias e o azul-turquesa do mar de Cancún. A África do Sul também foi uma experiência interessante. Estados Unidos sempre é bom, principalmente com a família em Orlando, onde todos viram criança.

Receita de bem-estar

— Acordar cedo, caminhar, alimentação saudável. Estar de bem com todos e não guardar no coração sentimentos negativos.

Pensamento

A alegria do coração ilumina todo o rosto. Provérbios 15:13.

CURTAS

Lojas que eu indico

— Calvin Klein.

O que adoro

— Praia com a família e um café com os amigos.

O que odeio

— Desonestidade.

Profissionais que admiro

— Flávio Augusto, do blog Geração de Valor, e Juarez Machado, o nosso artista.

Compra indispensável em uma viagem

— Chocolate.

Não vivo sem

— Deus.

Ainda quero

— Com meu filho um pouco maior, fazer um grande tour de bike.

Apaixonada pela vida

25 de abril de 2016 1
IMG_7980

Karyne Schubert Gomes, 31 anos Alex Oliveira, divulgação

 

Karyne Schubert Gomes, 31 anos, é a mais velha de uma família de duas meninas. Casada com o DJ Hudson Passos, ela é apaixonada pela vida, natureza, pessoas, viagens e leitura. Sua relação com a educação vem desde bem pequena. Filha de educadora, cresceu no ambiente escolar e sempre foi apaixonada pela relação entre aprendizagem e desenvolvimento. Começou auxiliando a mãe e, aos 18 anos, iniciou seu trabalho como educadora. Formada em pedagogia e pós-graduada em psicopedagogia, Karyne, depois de alguns anos lecionando, decidiu investir na carreira e mudar a direção dos ventos. Ventos esses que a levaram a viver na Europa por mais de cinco anos.

Carreira

_ Sempre movida pela educação, analisei que era o momento de investir na minha carreira pessoal e profissional. Viver em outro país possibilitou me conhecer melhor e descobrir grandes habilidades pessoais e profissionais. Vale a pena ressaltar que viver imerso em outra cultura é descobrir-se a cada dia. Com isso, tive o desafio da habilidade de comunicação e, depois de estudar inglês por alguns anos, iniciei a faculdade de administração e marketing na Irlanda.

Conquistas

_Depois do aprimoramento da língua inglesa, ainda na Irlanda, entrei no mercado de trabalho na área comercial. Aplicando os conhecimentos adquiridos ao longo da faculdade de administração, trabalhei na área de cosméticos em duas grandes empresas. A L’occitane, de origem francesa, e a concorrente Molton Brown, de marca inglesa. Na Molton Brown, desenvolvi toda a parte de gestão comercial em uma das unidades na Irlanda. Constantemente, estava na ponte aérea entre Irlanda , Londres e Escócia para aprimoramentos e encontros de desenvolvimento das unidades. Com o background de pedagoga e experiência na área de humanas, logo descobri o quão interessante e rico seria aplicar esse conhecimento na área de gestão e liderança de pessoas. Acredito no ser humano, no desenvolvimento e aprimoramento em busca de melhores resultados.

Hoje

_ Atualmente, após a experiência abroad, retornei à bela Joinville com o objetivo de estar perto das minhas raízes novamente e de contribuir com um pouco da minha experiência e vivência. Estou gerenciando a área pedagógica do Yázigi de Joinville. Minhas principais atribuições são a seleção, capacitação, orientação e formação de equipe pedagógica, além de garantir o desenvolvimento e aprendizado dos alunos. Unindo o conhecimento pedagógico, a experiência com a língua inglesa e o trabalho de gestão comercial na Irlanda, está sendo possível colocar em prática o que estudei e vivi. Está sendo uma experiência bastante rica, interessante e desafiadora.

Viagens:

_ Viajei por mais de 12 países até agora, mas minha viagem favorita foi a Tailândia. Recomendo o destino para quem gosta de repensar a vida, o modo de ver o mundo e encarar os acontecimentos. Acredito que tudo acontece por uma razão.

Receita de bem-estar:

_ Equilíbrio, positividade, sorriso no rosto e fé na vida.

Pensamento

“Mantenha seus pensamentos positivos, porque seus pensamentos tornam-se suas palavras“. Mahatma Gandhi.

CURTAS

Lojas que eu indico:

_ Lóccitane, Zara, Mac, Forever 21, Tommy Hilfiger.

O que adoro:

_ Calor, praia (dá para pensar em outro motivo que me fez retornar a esse país lindo?), comida japonesa, um bom vinho branco e boa companhia.

O que odeio:

_ Mentira, mal humor e desigualdade.

Profissionais e pessoas que admiro:

_ Augusto Cury, professor e escritor brasileiro; Flávio Augusto da Silva, do site Geração de Valor; Mahatma Gandhi e Nelson Mandela.

Compra indispensável em uma viagem:

_ Maquiagem e cosméticos.

Não vivo sem: 

_ Amor, família, hidratante labial e creme para as mãos.

Ainda quero:

_ Viajar ao redor do mundo e conhecer diversas culturas.

Ajuda e qualidade de vida às crianças

18 de abril de 2016 1

00b938af

Zuleica Zarabia Morales, 39 anos, formado em medicina em 1999, com residência em pediatria pela UCPEL (RS) e residência em endocrinologia pediátrica na UFPR. Nasceu em Curitiba, mas mora em Joinville desde os cinco anos. Só saiu da cidade para a sua formação profissional e retornou em 2004.

Zuleica seguiu a profissão do pai, dr. Edgar Zarabia Rios, que tinha um hospital no interior.

_ Gostava de acompanhá-lo em alguns procedimentos desde criança. Na faculdade, me identifiquei com a pediatria e logo me apaixonei pela endocrinologia. Me encanta a possibilidade de tratar patologias, melhorando a qualidade de vida do paciente, podendo modificar o futuro de uma criança.

Conquistas
_ Conquistei a confiança dos pais de meus pacientes e o reconhecimento e o respeito de meus colegas.

Viagens
_ Amo esquiar. Primeiro, escolhemos uma estação de esqui e, depois, fazemos o roteiro.

Receita de bem-estar
_ Cuido muito da minha alimentação e faço atividade física: crossfit há dois anos e balé há três anos. Comecei depois de adulta. Considero fundamental os cuidados com a saúde, que refletem no trabalho e melhoram a autoestima.

Pensamento 
_ Mantenha na sua vida só o que lhe faz bem.

CURTAS

Lojas que eu indico
_ Não sou muito consumista, mas a Teahupoo combina comigo.

O que adoro
_ Fazer o papel de mãe, levar a Malu em suas atividades para aproveitar o pouco tempo que tenho para ela. Também adoro a minha casa cheia de amigos.

O que odeio
_ Envelhecer. Não estou aceitando a chegada dos 40. Odeio falta de educação e corrupção.

Profissionais que admiro
_ Juliana Dalbosco, que me maquia, e o Ale Almeida, do Paulo Franzoi Cabeleireiros, que faz o que quer no meu cabelo.

Compra indispensável em uma viagem
_ Maquiagem.

Não vivo sem
_ Marcelo Morales, meu marido.

Ainda quero
_ Esquiar no Japão.

Confira a entrevista com o empresário Luiz Roberto Kunde

04 de abril de 2016 1

00b8ce8b

Sempre buscando novas oportunidades

Luiz Roberto Kunde, 63 anos, engenheiro com mestrado em marketing pela University of Memphis, no Tennessee (EUA). O diferencial de Kunde no seu trabalho é o planejamento e acompanhamento de resultados.

- No nosso dia a dia, cada ação deve ser meticulosamente planejada e sua execução muito bem acompanhada para que não sejamos pegos de surpresa pelas mudanças do ambiente macroeconômico. É como um general em campo de batalha: ao participar dos movimentos no front, a qualidade da informação lhe permite uma velocidade de reação muito superior à do inimigo que acompanha o desenrolar da batalha à distância – comenta o empresário.

Como descobriu seu talento?
- Errando. Sempre fui muito curioso a respeito de todos os temas. Desde muito pequeno sempre quis entender o porquê das coisas. A curiosidade gera um certo desassossego com o que parece óbvio. E é isso que nos leva à busca de novos caminhos e, em consequência, novas oportunidades. Você sempre tem algo interessante a extrair de uma conversa inteligente!

Fale das lojas e das propostas ao público:

- A Levi’s é a mais conhecida marca de jeans do mundo. Além de ser a primeira (1853), ela jamais se acomodou. A cada coleção ela traz uma nova ideia, que sempre agrega valor reconhecido para os apaixonados pela marca. E a 4ever é uma aposta na mudança de perfil do público consumidor de nossa região. Não há uma loja no Estado que tenha a proposta de valor que a 4ever se propõe a entregar. Nosso público é o homem jovem de atitude e que busca conforto e descolamento.

Conquistas

- Um casamento gostoso, amigos jovens e divertidos e filhos felizes com suas escolhas.

Viagens

- Viajei muito por todo os Estados Unidos, onde residi por bastante tempo. Conheço bem o México e o Canadá. Adoro a gastronomia portenha.

Receita de bem-estar

- Campo Alegre com os amigos.

Pensamento

“Nem precisa muito pra ser feliz…” Maria Regina de Loyola Alves, a Margi.

CURTAS

Lojas que eu indico

- Levi’s e 4ever, naturalmente!

O que adoro

- Gente!

O que odeio

- Hipocrisia.

Profissionais que admiro

- Jony Ive, Sérgio Moro, Albertina Camilo, a Tina.

Compra indispensável em uma viagem

- Um bom vinho.

Não vivo sem

- Amigos!

Ainda quero

- Viajar muito!

Um delicioso cake in box

28 de março de 2016 0

00b8955d

Reges Bessa é fisioterapeuta e estudante de confeitaria. O jovem de 36 anos nasceu em Coronel Fabriciano (MG), se formou em Londrina (PR) e está em Joinville há 11 anos.

_ Amo a confeitaria. Desde criança minha mãe e minhas tias sempre fizeram todos os doces e bolos de aniversários ou encontros de família. Em Minas Gerais, todos os encontros eram em volta de uma mesa. Minha família é a minha inspiração. Comecei fazendo bolos em casa e, por meio dos incentivos, fui me aperfeiçoando.

Na Cakeorcake, todos os momentos merecem um delicioso cake para celebrar. Diversas massas, recheios e coberturas, além da oportunidade do próprio cliente criar o seu bolo. O trabalho, as criações, sabores e o resultado podem ser acompanhadas no Facebook e n Instagram.

Conquistas

_ Reconhecimento pelo trabalho que realizo no desenvolvimento dos líderes e profissionais do Ghanem Laboratório e Saúde e a criação da Cakeorcake.

Viagens

_ O Japão foi uma experiência incrível! Um verdadeiro encontro com a modernidade das cidades grandes como Tóquio e a espiritualidade das cidades do interior como Kyoto. Nova York, Orlando e Istambul também são cidades que valem a pena conhecer. Viajar é trocar a roupa da alma.

Receita de bem-estar

_ Estar bem consigo mesmo e com as pessoas que estão a sua volta, praticar exercícios físicos regularmente e pensar positivamente todos os dias.

Pensamento

_ “Você pode sonhar, criar, desenhar e construir o lugar mais maravilhoso do mundo. Mas é necessário ter pessoas para transformar seu sonho em realidade”. Walt Disney

CURTAS

Lojas que indico

_ Zara, Uniqlo e loja do Moma (Museu de Arte Moderna de Nova York).

O que adoro

_ Estar com os que amo, desenvolver pessoas, fazer uma boa sobremesa e viajar.

O que odeio

_ Mentira.

Profissionais que admiro

_ Omar Amin Ghanem Filho, Walt Disney, Silvio Santos, Buddy Valastro.

Compra indispensável em uma viagem

_ Utensílios para cozinha e confeitaria.

Não vivo sem…

_ Deus, família e amigos.

Ainda quero…

_ Fazer o curso de patisserie na Le Cordon Bleu.

Conheça a administradora e designer de interiores Viviani Doerner Krieger

14 de março de 2016 1

_MG_9965-Editar

Interagir para oferecer conforto e bem-estar 

Viviani Doerner Krieger, 39 anos, formada em administração de empresas e design de interiores, nasceu em Ituporanga e está em Joinville há 15 anos. É diretora da Evviva Joinville e sócia da Konzept Arquitetura.

- Me dedico a passar confiança aos meus clientes. Gosto muito de conversar e saber da vida dele, rotina, preferências, o que o aflige, estilo, viagens… Uma entrevista emocional, como chamo, para só então projetar. É normal depois de o trabalho concluído criar um laço de amizade.

Conquistas

- Minhas filhas Mariana, de oito anos, e Yasmin, de cinco. Foi uma história à parte a vinda delas. Amo meu sítio em Campo Alegre, lá tem tudo o que eu preciso para relaxar, recarregar as baterias e ter novas ideias.

Viagens

- Estou sempre nas feiras e mostras que acontecem pelo Brasil para ficar por dentro das tendências e ter novas inspirações e encantar os clientes.

Receita de bem-estar

- Estar em harmonia e sentir a satisfação dos meus clientes com os projetos executados.

Pensamento 

“O meio é produto do homem e não o homem produto do meio. Modifiquem o homem e o homem modificará o meio”. Celso Charuri

CURTAS

Lojas que eu indico

- Evviva Bertolini e lojas de produtos de design.

O que adoro
- Ir para Campo Alegre e preparar um delicioso jantar para a família e amigos. Frio!

O que odeio

- Atraso, arrogância, bagunça e muito calor.

Profissionais que admiro

- Sérgio Rodrigues, Juarez Machado e Arthur Casas.

Compra indispensável em uma viagem
- Decorações e lembranças do local visitado.

Não vivo sem…

- Deus, minha família e meu trabalho.

Ainda quero…

- Viajar o mundo.

Um homem que constrói e compartilha

15 de fevereiro de 2016 0
Peninha Machado, divulgação

Carlos José Serapião coordena o Instituto Dona Helena de Ensino e Pesquisa (IDHEP)

Carlos José Serapião, 78 anos, é médico patologista e coordena o Instituto Dona Helena de Ensino e Pesquisa (IDHEP). Nasceu no Rio de Janeiro e está em Joinville desde 1997. Há muito tempo não tem mais projetos estritamente pessoais. Seu principal motivação é participar da criação e do desenvolvimento de instituições. Suas ações envolvem colocar todo o esforço em algo institucional.

- Não penso no reconhecimento pessoal, mas no crescimento das entidades nas quais eu trabalho – comenta Serapião.

Diferencial

- É poder participar da evolução e influir na qualificação e na excelência de uma instituição de saúde. Poder participar e colaborar com a história do Hospital Dona Helena.

Conquistas

- Ao longo dos anos, com a ajuda de muitas equipes, ocorreram várias conquistas. No Rio de Janeiro, participamos da transformação de um hospital de subúrbio em um centro de pesquisa. Em outro hospital público, chefiei um departamento que se transformou em centro de referência da Organização Mundial da Saúde na área de patologia pediátrica. Na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), participamos da constituição da sua comissão de ética em pesquisa. Em Joinville, cidade que me recebeu com cordialidade e atenção, estivemos com a equipe do Hospital Dona Helena em muitas conquistas, como o Simpósio Catarinense de Bioética, a certificação da ISO, a creditação da Joint Commission International (JCI), a criação da revista Conecthos e da recente criação do Instituto Dona Helena de Ensino e Pesquisa, que temos a responsabilidade de coordenar. Na Univille, participamos da implantação do curso de medicina e do mestrado em saúde e meio ambiente.

Viagens

- Já viajei pelo mundo inteiro na área ocidental. No Oriente, conheço a Turquia e Israel. Em maio, vou à Rússia e ao Cazaquistão visitar meu filho, que trabalha como diplomata. No ano passado, fui a Madri várias vezes para ministrar aulas no curso de mestrado em bioética na Universidade Rey Juan Carlos. Neste ano, irei novamente.

Receita de bem-estar

- Estar com a mente ocupada com pensamentos positivos. Ter um ideal que transforme em ação. Estar bem com sua família. É difícil encontrar alguém que seja feliz quando é infeliz na vida pessoal.

Pensamento

“A diferença entre o que fazemos e aquilo que somos capazes de fazer bastaria para solucionar a maioria dos problemas do mundo”, Mahatma Gandhi.

CURTAS

O que adoro

- Um bom vinho.

O que odeio

- Não tenho ódio de nada. Do que não gosto, me afasto.

Profissionais que admiro

- Admiro todos os profissionais com os quais trabalhei e que me fizeram ser o que sou hoje. Todos me transmitiram suas experiências e me transformaram.

Compra indispensável em uma viagem

- Chocolate.

Não vivo sem…

- Família e amigos.

Ainda quero…

- Eu não quero muitos anos na minha vida, mas quero muita vida nos meus anos.

Criativo, dedicado e competente

01 de fevereiro de 2016 0
Foto: Samuel Fernandes/Divulgação

Foto: Samuel Fernandes/Divulgação

Caio Kamradt Yamaguchi, 31 anos, nasceu em Cascavel, no Paraná, e está em Joinville desde os seis meses de idade. Frequentou até o terceiro ano de design, mas abandonou o curso para morar no Japão, entre 2005 e 2007. Hoje, o empresário está à frente do Didge Steakhouse Pub e do Guaca-mole, na Via Gastronômica, e o Custom Bar Art Café, anexo à Barbearia Ministro, na rua Ministro Calógeras. Seu comprometimento e auto-crítica são alguns dos pontos favoráveis que destaca em seu perfil.

– Dou o meu melhor em tudo aquilo que me proponho a fazer – completa Caio.

Projetos para 2016

– Sem dúvida, além de continuar buscando aperfeiçoamento pessoal e a evolução dos negócios, o mais novo desafio para mim é representar a Câmara Setorial de Gastronomia e Entretenimento da CDL Joinville como ela e seus associados merecem.

Viagens

– Nova York, Londres e Toronto são ótimos lugares para se conhecer, mas o Japão, que tive o prazer de conhecer praticamente de Norte a Sul entre 2005 e 2007, tem uma cultura incrivelmente inspiradora! E não posso deixar de mencionar o simples (por estar tão perto e acessível) mas inesquecível “ride” de motocicleta pela Serra do Rio do Rastro. Paisagens deslumbrantes e histórias pra contar.

Receita de bem-estar
– Acho que nada melhor do que simplesmente estar se sentindo bem, fazendo as coisas que lhe dão prazer e não fazer mal a ninguém. Dias atrás, postei no meu Instagram um texto falando sobre a semelhança entre o espelho e o mundo. Você sorri para o espelho e você recebe o sorriso de volta. Assim é a vida, assim são as pessoas, assim é o nosso dia a dia.

Há quanto tempo é associado à CDL Joinville?

- Cinco anos.

Conquistas

– Reconhecimento pelo trabalho dedicado até hoje em tudo aquilo que tive o prazer de me envolver, mas, acima de tudo, a minha família.

Pensamento

“Dificilmente tomamos consciência de que estamos circundados pela invisibilidade; vivemos em um mundo que resulta do sonho, e tudo aquilo que importa e é real num ser humano é invisível.” Elio D’Anna, do livro A Escola dos Deuses.

Quais seus objetivos à frente da Câmara de Gastronomia e Entretenimento?

– Com muita alegria, pretendo me dedicar ao máximo e dar o meu melhor para possibilitar o crescimento desta área em nossa cidade. Como dono de dois restaurantes, posso dizer que sinto na pele as dificuldades e desafios deste setor. Assim, quero possibilitar maior visibilidade aos restaurantes e casas de entretenimento, onde o cidadão consiga enxergar de forma acessível as programações, opções e diferentes cardápios à sua disposição. Acredito que ações comunitárias também podem ser proveitosas, pois farão o cliente sentir-se parte do movimento. Ações que permitam o compartilhar de ideias e engajamento entre pessoas não só aumentarão a visibilidade das casas como também promoverão a vontade de consumir. Acredito que o joinvilense merece se aproximar da alta gastronomia, portanto, darei apoio e ajudarei no que for possível para que isso se concretize. Por fim, penso que devemos fortalecer cada dia mais o associativismo e, juntos, superar os contextos desafiadores.

Curtas


Lojas que indico

– Floripa HD, CKJ, Jaws, Teahupoo, Dudalina, Blood Stream.

O que adoro

– Isso é fácil. Vai faltar tempo pra tanta coisa! Fazer qualquer coisa com a minha filha Akemi, programas em família, tomar banho de mangueira ou brincar de guerrinha com a água da piscina, andar de motocicleta, criar (ter ideias inusitadas e customizar tudo que posso), praia, viajar, comer, compras, tocar violão (principalmente com a Akemi), ouvir boa música, academia, esportes em geral, contato com a natureza, filmes de suspense, escrever, me vestir. Também gosto de desenhar. Curto muito aprender coisas novas, botar a mão na massa, executar, orar. Isso me acalma, me traz paz de espírito. E por aí vai…

O que odeio

– Odeio quando preciso ficar longe das pessoas que eu amo, me sentir sedentário, odeio ficar parado – sou hiperativo, desde criança deixava todo mundo de cabelo em pé, até a psicóloga. Me sentir só; não consigo repetir nenhuma peça de roupa de um dia para o outro, nem mesmo óculos e relógio (sou refém da vaidade leonina). Mas acho que, acima de tudo, a falsidade é o que mais incomoda.

Compra indispensável em uma viagem

– Uma camiseta da Harley Davidson estampada com caveira e o nome da cidade que estou conhecendo.

Não vivo sem…

– iPhone.

Ainda quero…

– Viajar muito, conhecer lugares, pessoas, aprender o máximo possível e garantir que a minha família seja a mais feliz deste mundo pra sempre.

Estudioso, determinado e para o mundo

25 de janeiro de 2016 0
00b68483

Foto: Arquivo Pessoal

Albano Francisco Schmidt, 26 anos, advogado e mestrando em direito e economia na PUC/PR, é nascido – mas apenas nascido – em São Paulo. Cinco dias depois do parto, já estava em Joinville, “que eu não trocaria por nada se tivesse mais áreas verdes, menos trânsito e uma vista de frente para o mar”, completa o jovem. Hoje, ele divide seu tempo entre o escritório ARS Advogados e uma loja de RPG, a Card Games e Colecionáveis, aberta no final do ano.

– O grande diferencial das duas, contudo, é exatamente o mesmo: atenção total ao cliente. O que ele realmente precisa? Do que pode gostar? Prezo por um atendimento praticamente 24 horas pelo WhatsApp e outras mídias sociais.

Projetos para 2016

– Apresentar a minha dissertação de mestrado sobre os impactos do Programa Bolsa-família em Joinville. Deu um trabalhão danado para entrevistar 25 beneficiários e tentar entender como o programa impacta a sua relação com o trabalho. As descobertas foram surpreendentes! Quase 10% da população de Joinville são, ainda que indiretamente, dependente dos repasses do governo federal, e a esmagadora maioria trabalha e muito. Espero poder divulgar os resultados pelo País e fora dele, como fiz no ano passado, realizando apresentações no Reino Unido, nos EUA e na República Dominicana.

Conquistas

– Independência intelectual, depois de uma vida dedicada aos estudos. Uma das poucas coisas que ninguém pode roubar de você e te acompanhará por toda a vida. E começar dois negócios próprios. É uma sensação única ver uma pequena salinha no Itinga se transformar em algo tão maior hoje.

Viagens

– Pergunta difícil… Eu tenho um mapa na minha escrivaninha onde vou colocando alfinetes nos lugares que já conheci e nos que gostaria de conhecer. Na última contagem, foram quase 50 países! Cada um tem o seu que é único e especial, mas alguns locais específicos me marcaram muito. O Ibis de Santiago, recém-inaugurado, cheirando a novo, onde fiquei hospedado com a minha namorada para uma imersão num curso de espanhol; a American University, em Washington, de longe um dos campus mais bonitos que já conheci; o lago central de Zurique; o Burj Kalifa, em Dubai. O mundo é vasto, repleto de locais únicos. No fundo, toda viagem é única, por mais que seja a décima vez na Disney! Tudo o que fica eternizado são os momentos e os locais.

Curtas

Lojas que eu indico

– Song Modas, pela simpatia dos donos. E a minha e a da minha mãe, Scheila’s Country House, pelo mesmo motivo.

O que adoro

– Livros. Em todas as formas, tamanhos e cheiros. Ler em mídia virtual nunca chegará perto de cheirar um calhamaço de 400 páginas.

O que odeio

– Pessoas que opinam sem saber nada sobre o que estão falando, sobre temas que simplesmente não lhes dizem respeito. O silêncio vale ouro e poderia evitar a maioria das brigas, sejam pessoais, sejam guerras. Precisamos aprender, cada vez mais, a ouvir o outro.

Receita de bem-estar

– Poder acordar às 8h30. Essas horas de sono adicional fazem toda a diferença. E ter um (dois!) trabalho na frente de casa. Ver o seu escritório da janela do quarto não tem preço.

Não vivo sem…

– Uma revista para ler. A qualquer hora, em qualquer lugar. Elas ficam até amassadas, coitadas, de tanto que eu perambulo por aí: no Fórum, na praia, em pé esperando alguém.

Ainda quero…

– Publicar um livro explicando por que o socialismo pode ser perfeitamente compatível com o mundo moderno.

 

Para falar com o entrevistado:

 albano@arsadvogados.adv.br

 

 

Disciplinada e sempre atualizada

18 de janeiro de 2016 1
Foot: Salmo Duarte

Foto: Salmo Duarte

Karen Zanchet, 29 anos, é dentista especialista em endodontia (tratamento de canal) e dentística (estética), mas também atua como clínica geral. Está sempre buscando novos cursos para se aprimorar e se atualizar. Karen é forma-da pela Univali, com especialização em endodontia pela PUC-PR e especialização em dentística pela Associação Brasileira de Cirurgiões Dentistas, de Florianópolis.

O consultório

– Cada metro do consultório foi projetado para atender o paciente com mais conforto e requinte. O espaço é para atendimento único, com horário marcado, pois gosto de con-versar com o paciente para entender as necessidades e seus desejos. A decoração foge um pouco do normal, não sendo tudo branco ou verde-água. Assim, os pacientes podem se sentir um pouco mais em casa. A cadeira do paciente é de estofamento em couro, proporcionando maior descanso ao ficar deitado. Os materiais utilizados nos procedimentos são da melhor qualidade, sendo a maioria importados (suíços). Visto que lido principalmente com a parte estética, inclusive tratamento de canal, ofereço os melhores materiais e atendimento dedicado. Busco documentar todos os casos estéticos em fotografias. Possuo uma câmera profissional com lente macro para fotografias intra-orais, assim tenho a documentação e o paciente tem a comparação do seu aspecto inicial e final. Quanto ao horário de atendimento, também é diferente. Atendo basicamente no horário do salão do Paulo Franzoi, geralmente das 9 horas às 20 horas, e também aos sábados de manhã, o que facilita um pouco a vida de quem trabalha em horário comercial.

Diferencial

– Venho tentando utilizar um meio alterna- tivo de atendimento, com touca e máscara coloridas e jaleco preto. É um diferencial, e que não assusta tanto os pacientes, não inti- mida como o branco de hospital. Além disso, o paciente escolhe a música que quer ouvir.


Curtas

 

O que adoro

– Doce e sorrir. Muita escovação e fio dental.

O que odeio

– Mentira.

Profissionais que admiro

– Lilian Schlickmann.

Compra indispensável em uma viagem

– Chaveiro da cidade.

Bem-estar

– Uma boa alimentação, uma caminhada toda semana, um bom livro e amar seu trabalho.

Não vivo sem

– Minha profissão.

Ainda quero

– Viajar para a Europa.

Pensamento

“O sorriso é a coisa mais bonita que você pode vestir”. Anônimo.

Viagens

– As que já fiz! Minha família tem motor home, então já viajamos muito. Viajamos pelo litoral de Joinville até Natal (RN); fomos até Brasília; viajamos até Santiago, no Chile, e percorremos todo litoral até Puerto Montt, voltando pela Argentina; fizemos um tour pelo Uruguai, por Santa Catarina, e por aí vai. Também para Miami, nos Estados Unidos.

Conquistas

– As especializações que fiz e montar meu próprio consultório em 2015.

Mais informações no:

Rua Ministro Calógeras, 896, sala 100, Centro.
Tel. (47)3026-6565

 

Dedicação em tudo que faz

11 de dezembro de 2015 0
anexoo

Foto: Adri Buch

Numa tarde rara de sol em Joinville, conheci um pouco mais do dia a dia e das preferências da empresária Scheila C. da S. Schmidt. Agora sei por que é chamada pelos amigos por Scheilinha, uma mulher doce, mãezona, amiga e sincera. Scheila tem 52 anos, é formada em letras e sempre amou inventar coisas e vender.

– Mas como achavam que eu não tinha muito talento, sendo meu apelido Mão de Gancho, queria provar para mim mesma que conseguia fazer tudo. A joinvilense borda, pinta, faz cerâmica, pintura em faiança, costura e talha em madeira. Fez anos de curso em cerâmica com Mário Avancini.
– Nunca esqueço que, quando cheguei em casa com a minha superobra, meus pais viram uma bicicleta. E o nome da peça era O Desencontro. Já pensou?
– Falo sempre com o Albano que tenho medo. Este é um dos meus maiores medos, é que um dia a minha criatividade acabe…

Trabalho e diferencial

–Acho que o meu diferencial é que trabalho e dou aula pelo mais puro prazer de ser útil para alguém. Ver as coisas fluírem sozinhas,ver tudo ficando colorido e feliz!Amo conversar,dar conselhos.Amo a minha loja,a Scheila’s Country House,na rua Fernando de Noronha,212.É meu porto seguro, minha segunda casa.Meu sonho é ter o Shopping Schmidt e estou quase lá,completa,sorrindo.

Rotina e a loja

– Eu trabalho todas as tardes. De manhã, é para as crianças, afinal, são três. E para eu me cuidar. Eu que faço todas as compras da loja. A Cris, minha fiel escudeira, cuida da loja toda e nós duas nos ajudamos na parte da decoração. Cuidamos de cada detalhe como se fosse a nossa casa, acho que até mais. Agora é muita gente de fora, e sempre se faz amizades novas.

Viagens

– Hummmmmm! Viajo muito, amo viajar, e temos um pacto na família: todas as férias de julho, um escolhe um lugar que gostaria de conhecer. Assim temos conhecido muita coisa diferente.

Natal para mim é …

– Tudooooooooo, é o sonho mais puro, é o olhar mais meigo, é o acreditar do coração.

Conquistas

– Minha família, meus amigos e todos os que me querem bem.

Receita de bem-estar

– Viver feliz! Com o que nos é de direito e merecimento.

Pensamento

– Deve-se fazer justiça às mulheres, elas possuem instinto da beleza da alma. (M.J Lèrmontov)

RAPIDINHAS

Lojas que eu indico

– Kiwi, amooo! E Scheffer Joalheiros.

O que adoro

– A minha vida.

O que odeio

– Fofocas, intrigas, dar o tapa e esconder a mão…

Profissionais que admiro

– Meu marido Albano Schmidt. Outros, entraria numa roubada – completa, sorrindo.

Compra indispensável em uma viagem

– Sapatos!

Não vivo sem

– Comida, amo comer.

Ainda quero

– Ver este mundo ser menos egoísta.