Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de maio 2009

Devir traz HQ de Frank Miller

26 de maio de 2009 0


Gosta de história em quadrinhos com ação e aventura? E dos filmes de Frank Miller? E de filmes e desenhos japoneses? Se a resposta for sim para as perguntas, a pedida é o livro “Big Guy & Rusty, o Menino-robô”.

Do imperceptível mundo dos sonhos e de segredos místicos e ocultos, surge “A Coisa”. Sussurrando através de circuitos, rastejando entre elementos químicos em colisão, ela gargalha, repleta de mal.

A meio mundo dali, sob as águas agitadas do Golfo Pérsico, algo ouve o angustiado lamento de uma nação no limite de sua esperança. Algo sempre alerta. Algo muito forte. Algo pronto para a ação. Algo grande… muito grande.

Após longa espera, “Big Guy & Rusty, o Menino-Robô” finalmente chega ao Brasil. Escrita por Frank Miller (de “Sin City” e “Os 300 de Esparta”) e ilustrada por Geof Darrow (criador dos conceitos visuais da trilogia “Matrix”), esta aventura cheia de ação e violência faz uma divertida homenagem aos clássicos desenhos animados e filmes japoneses de monstros e robôs, além de nos presentear com um verdadeiro show visual.

“Big Guy & Rusty, o Menino-robô“, de Frank Miller e ilustrado por Geof Darrow. Editora Devir, 80 páginas, preço não-divulgado.

Postado por Aldo Brasil, Joinville, SC

Procura-se um fantasma

24 de maio de 2009 0


O livro “Procura-se um Fantasma”, de Jorge Fernando dos Santos, conta uma história que prende a atenção. Tudo começa quando Ricardo, professor de história na cidade mineira Juiz de Fora, recebe um telefonema que vai mudar a sua vida: na véspera do feriado de 7 de Setembro, morre o seu tio Fausto de Sousa, em Petrópolis, cidade histórica do Rio de Janeiro.

Como não encontrou vagas nos hotéis da cidade, por causa do feriado, ele é obrigado a dormir no casarão que o tio deixou como herança. Mas janelas batendo, passos no corredor escuro e tábuas rangendo não o deixaram dormir. Foi aí que ele entrou em contato, pela primeira vez, com o hóspede mais ilustre do casarão: o fantasma do capitão Sancho Perro.

De volta a Minas, ele acaba sendo demitido do colégio em que dava aulas. Ricardo resolve, então, assumir a fortuna que o tio lhe deixou e transformar o casarão numa pousada, cujo principal atrativo seria, exatamente, o fato de ser assombrada pelo fantasma de Sancho Perro. Mas Ricardo acaba descobrindo que o velho capitão não é o único habitante do outro mundo a fazer parte do lugar. Fantasmas de vultos famosos que passaram por Petrópolis também ajudam a assombrar a pousada.

“Procura-se um Fantasma”, de Jorge Fernando dos Santos, ilustrado por Filipe Rocha. Atual Editora, 96 páginas, R$ 26,60.

Postado por Aldo Brasil, Joinville, SC

Porcolino procura sua mamãe

21 de maio de 2009 0


Trabalhando temas como o relacionamento de mãe e filho e solidariedade, o livro “Porcolino e Mamãe”, de Margaret Wild, conta a singela história de um porquinho que não está coneguindo encontrar sua mãezinha, o que o deixa muito triste.

Ainda bem que ele não está sozinho. Ele recebe o carinho dos amigos: Pato, Carneiro, Burro, Gato… enfim, da bicharada inteira. Mas não tem jeito: tudo o que ele quer é encontrar a mamãe.

O livro mostra que, apesar de tudo que possa estar ao alcance das crianças, muitas vezes, o que elas precisam é de coisas simples, como um gostoso abraço da mamãe. Na mesma linha, há o livro “Porcolino e Papai”.

“Porcolino e Mamãe”, de Margaret Wild, com ilustrações de Stephen Michael King e tradução de Gilda Aquino. Editora Brinque-Book, 36 páginas, R$ 29,00.

Postado por Aldo Brasil, Joinville, SC

A emenda saiu pior que o soneto

20 de maio de 2009 1

Você, provavelmente, já ouviu essa frase. Ela significa que alguém foi consertar (emendar, corrigir) algo ou uma situação, mas o resultado foi mais desastroso que a situação anterior.

Mas de onde vem essa expressão? Segundo Márcio Cotrim, no seu livro “O Pulo do Gato 3″, a origem tem mais ou menos 200 anos. Conta ele que um aspirante a poeta entregou um soneto de sua autoria ao famoso poeta português Manuel Maria Barbosa du Bocage e solicitou que este marcasse com uma cruz cada erro que fosse encontrado; enfim, que corrigisse a obra.

O famoso escritor leu e, depois de um tempo, entregou os escritos para o pobre rapaz, sem um risquinho sequer, e disse que, se fosse apontar os erros, seriam tantas cruzes que a emenda ficaria pior que o soneto.

Postado por Aldo Brasil, Joinville, SC

Está na hora de dormir!

19 de maio de 2009 0


A Editora Caramelo apresenta a coleção “Um Dia na Fazenda”, que traz livros que, além de fazerem a criança e os pais se identificarem com as situações, ainda são divertidos. A brincadeira fica por conta das páginas em formato pop-up, aquele estilo em que as figuras parecem saltar do livro ao abrir-se as páginas.

O livro “Vamos Dormir!”, das autoras Julie Sykes e Melanie Williamson, conta a história de cinco ovelhinhas que não estão nem aí para a hora de ir dormir. Elas ficam com os olhinhos bem abertos e prontas fazer aquela bagunça.

Isso, com certeza, faz os pais lembrarem da ladainha em que algumas noites se transformam. Afinal, tem (muitas) vezes que o que os pequenos querem é farra. “Filho, vai dormir! Está na hora”; “Já vou, mãe! Só mais um pouquinho”. Estas são algumas frases ouvidas nas noites em que o que os baixinhos mais querem é se divertir.

“Vamos Dormir!”, de Julie Sykes e Melanie Williamson. Editora Caramelo, 12 páginas cada livro. R$ 39,90 cada título.

Postado por Aldo Brasil, Joinville, SC

Livro mostra o que está na boca do povo

14 de maio de 2009 0


Você, provavelmente, já ouviu expressões como “fazer boca-de-siri” ou “a cobra está fumando”. Invariavelmente, a maioria das pessoas sabe o significado de tais expressões, mas ignora a origem.

O livro “O Pulo do Gato 3 — o Berço de Palavras e Expressões Populares”, de Márcio Cotrim, mostra justamente onde nasceram e o significado delas. Aliás, a língua portuguesa é riquíssima desse tipo de recurso que as pessoas usam para “enfeitar” o discurso.

A obra, já em seu terceiro volume, é um delicioso presente de leitura e de revelação da imaginação criadora de uma língua e de seus falantes. O livro mostra 270 expressões que usamos diariamente. Além das já citadas acima, é interessante descobrir como surgiram expressões do tipo larápio, sanduíche, fazer nas coxas… Por essas e outras, está aí o livro de Márcio Cotrim para você lavar a égua. E pode tirar o cavalinho da chuva, pois se quiser saber mais, esses são outros quinhentos. Quem ler este livro vai se divertir à beça.

“O Pulo do Gato 3 — o Berço de Palavras e Expressões Populares”, de Márcio Cotrim, com ilustrações de Osvaldo Pavanelli. Geração Editorial, 128 páginas, R$ 34,90.

Postado por Aldo Brasil, Joinville, SC

Literatura catarinense é tema de livro

13 de maio de 2009 0


Será lançado, neste sábado, dia 16, às 14 horas, na Feira Catarinense do Livro de Florianópolis, o livro “A Nova Literatura Catarinense” (foto), do escritor Luiz Carlos Amorim, no estande Espaço dos Escritores. O livro, de 122 páginas, é a história de um grupo que ajudou a fazer a história de literatura catarinense nas últimas três décadas. Na oportunidade, será lançado também o livro infantil “Flecha Dourada”, com texto de Luiz C. Amorim e ilustrações de Solange Gerloff Alves de Lima.

“A Nova Literatura Catarinense” reúne biografia, bibliografia, alguma fortuna crítica e uma pequena amostra da obra de escritores que passaram ou que estão até hoje no Grupo Literário A Ilha, como Eloí E. Bocheco, Enéas Athanázio, Else Sant`Anna Brum, Urda Alice Klueger, Celestino Sachet, Iaponan Soares e tantos outros. O preço não foi divulgado.

O autor é catarinense de Corupá, radicado atualmente em Florianópolis. É cronista da página 3 do jornal “A Notícia” e colabora com dezenas de jornais e revistas pelo Brasil e pelo mundo.

É fundador e coordenador do Grupo Literário A Ilha, que completa 29 anos de atividades neste ano e tem 24 livros publicados, além de participação em dezenas de antologias, inclusive no exterior, como “Selected Writing”, “UK Brazil”, “Poesia Brasileña para el Nuevo Milénio”.

Amorim tem trabalhos traduzidos para diversas línguas, publicados nos seguintes países: Índia, Rússia, Grécia, Estados Unidos, Portugal, Espanha, Cuba, Argentina, Uruguai, Inglaterra, Itália, Chile, Cuba e outros. É o editor das Edições A Ilha, que publicam a revista “Suplemento Literário A Ilha”, já na edição de número 107 e que já editou dezenas de livros e do Portal Prosa, Poesia & Cia, em http://br.geocities.com/prosapoesiaecia. Publica em vários portais na internet, como Rio Total, Cronópios, Telescópio, Veropoema, Domist (Portugal), “Alla de Cuervo” (Venezuela), Liberal (Cabo Verde).

Postado por Aldo Brasil, Joinville, SC

Quer ser astronauta por um dia?

10 de maio de 2009 1


Muitas crianças um dia já pensaram em embarcar em uma nave e conquistar o espaço. Logicamente que os filmes na TV e no cinema ajudam a aguçar a curiosidade sobre os mistérios que o espaço sideral guarda. No livro interativo “Astronauta por um Dia”, existem alguns recursos que vão agradar à garotada.

Na publicação, é possível levantar, puxar e mover abas e figuras, revelando surpresas, como a de um foguete espacial que parece viajar pela página. A interatividade do livro estimula a imaginação e a coordenação motora e visual da criança.

Além da diversão, o livro também traz informações que vão deixar as crianças espertas na hora de conversar sobre o “mundo da Lua”. Os pequenos vão conhecer os alimentos de uma refeição espacial e os trajes do astronauta, saber como iniciar uma contagem regressiva e, na volta dessa viagem ao espaço, “aterrissar”, como verdadeiros astronautas. Embarque nessa história e boa viagem!

“Astronauta por um Dia”, Editora Caramelo, dez páginas com capa e páginas em papel resistente, R$ 34,90.

Postado por Aldo Brasil, Joinville, SC

Teste para quem é bom de pontuação

08 de maio de 2009 0

Recebi, de amigos, este teste e compartilho com os leitores. Dizem que foi aplicado por uma empresa aérea em um curso. Se é verdade, não sei, mas lanço o desafio. A resposta está no final do post, mas não vale pular direto sem pelo menos fazer a tentativa de acertar.

O teste consiste em colocar a pontuação correta de forma que deixe a frase com coerência. Para facilitar um pouco, dou uma dica: deverão ser colocados um ponto e duas vírgulas. Aí vai a frase:

MARIA TOMA BANHO PORQUE SUA MÃE DISSE ELA PEGUE A TOALHA.

Não vale pular para a resposta…

Está difícil? Tente mais uma vez!

Resista! Você consegue.

A tentação de olhar a resposta é grande, você não acha?

Satisfazendo a sua curiosidade, lá vai a resposta:

Maria toma banho porque sua. Mãe, disse ela, pegue a toalha.

A dificuldade de se chegar a uma resposta está no uso da palavra “sua”. No caso da frase, ela é um verbo, mas as pessoas acabam sendo “induzidas” a pensar que se trata de um pronome possessivo por causa da proximidade com o substantivo feminino “mãe”.

Esse tipo de frase mostra como um texto mal pontuado cria dificuldades de interpretação.

Postado por Aldo Brasil, Joinville, SC

Maria Mariana e suas "Confissões de Adolescente"

06 de maio de 2009 1


Em março de 1992, estreava no Rio de Janeiro um peça, aparentemente, sem grandes pretensões. Escrita por uma jovem de 18 anos (Maria Mariana), com base em seus próprios diários, contava a história conflituosa de quatro adolescentes, em processo de descoberta do mundo.

Surpreendentemente, a peça “Confissões de Adolescente” revelou-se mais do que um sucesso e ficou dez anos em cartaz, virou livro que vendeu mais de 200 mil exemplares.

Este semestre, a peça volta a cartaz. E a Editora Agir relança o texto, que ao longo de sua carreira no palco passou por várias alterações. Por decisão da autora, o que figura na reedição é o livro do primeiro espetáculo.

A obra traz revelações íntimas de uma adolescente: o súbito interesse pelo sexo, a questão das drogas, a importância dos amigos, a relação com os pais. E a montanha-russa de emoções turbinadas pelos hormônios. Essa é a matéria-prima deste “Confissões de Adolescente”, da atriz e escritora Maria Mariana.

Baseada nos diários da autora, a peça homônima teve sucesso estrondoso. Lotou teatros de todo o país, virou série de TV nos anos 1990 e transformou-se em livro, com mais de 200 mil exemplares vendidos. A nova edição da Agir, para a garotada desta nova geração, vem com texto revisado por Maria Mariana e ilustrações do seu diário original.

“Confissões de Adolescente”, de Maria Mariana. Editora Agir, 128 páginas, R$ 29,90.

Postado por Aldo Brasil, Joinville