Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

A poesia que se encontra na rosa dos ventos

12 de novembro de 2009 0


Com a rotação da Terra e o corpo invento uma bússola e sou uma rosa dos ventos. Abro os braços como se para um abraço. Com a mão direita tento tocar onde o Sol nasce. Lá é o Leste, lá é o Oriente. Ao nascer, o Sol acorda a noite e tudo vira dia. O Sol surge lento… Assim começa o livro “Rosa dos Ventos”, de Bartolomeu Campos de Queirós. A obra pode parecer apenas um livro com a intenção de ensinar, brincando, os pontos cardeais, porém no texto de Queirós há muito mais do que isso. Musicalidade, ritmo, sonoridade, elementos sensoriais, múltiplos significados, intensa sensibilidade e ampliação do imaginário mesclam-se para criar um texto em que há muito para sentir e refletir sobre si mesmo e sobre estar no mundo.

Além disso, o livro, que traz como temas principais a percepção e a localização geográfica, pode ser usado interdisciplinarmente em disciplinas como geografia, língua portuguesa e artes.

“Rosa dos Ventos”, de Bartolomeu Campos de Queirós, com ilustrações de Camila Mesquita. Editora Global, 24 páginas, R$ 25,00.

Postado por Aldo Brasil, Joinville, SC

Envie seu Comentário