Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de novembro 2010

Minidicionário atualizado pelo acordo ortográfico

30 de novembro de 2010 1

Falta praticamente um ano para que os brasileiros e países que têm a língua portuguesa como idioma oficial adotem definitivamente as regras previstas pelo novo acordo ortográfico. A partir do começo de 2012, a escrita deverá ser feita unicamente pelo que estabelecem as novas regras.

Para dar uma forcinha principalmente aos estudantes, o Blog do Aldo mostra hoje o “Minidicionário da Língua Portuguesa Ruth Rocha”. A obra foi elaborada para estudantes em processo de desenvolvimento da língua escrita e atende plenamente às necessidades do leitor em geral, por seu caráter enciclopédico.

O dicionário vem com 31.414 verbetes, numa seleção que inclui desde palavras cotidianas até vocábulos de cunho literário e leva em conta as dificuldades do estudante do ensino fundamental. As definições primam pela simplicidade, complementadas, sempre que possível, por palavras de sentido semelhante (sinônimos, variantes ou correlatas).

A obra mostra a separação silábica, indicação de pronúncia, categoria gramatical com gênero e número, além da transitividade dos verbos. Há também modelos de conjugação verbal, quadros com classes gramaticais e flexões, numerais, algarismos romanos e unidades de medida.

O livro apresenta locuções e expressões idiomáticas, plural dos substantivos compostos, flexão de gênero e número para numerosos substantivos. Para enriquecer, há 392 ilustrações informativas que complementam as definições de alguns vocábulos.

A autora Ruth Rocha é graduada em ciência política pela Escola de Sociologia e Política de São Paulo, escritora  e editora executiva da “Enciclopédia Larousse-Cultural” no Brasil.

“Minidicionário da Língua Portuguesa Ruth Rocha”. Editora Scipione, 832 páginas, R$ 24,90.

O enigma da lagoa

29 de novembro de 2010 0

Os bichos dependiam da lagoa. Sem ela não havia como se refrescar e saciar a sede – o pavão até mesmo a usava como espelho. Quando suas águas começaram a desaparecer, gota a gota, foi um rebuliço. Quem seria o responsável?

“O Enigma da Lagoa”, livro de Milton Célio de Oliveira Filho indicado para crianças de três a oito anos, tem um texto encantador, com elementos de suspense que prende a atenção dos pequenos leitores.

A história demonstra a importância da preservação da água e o ciclo desse elemento essencial para a nossa sobrevivência. Além disso, traz imagens envolventes que convidam o leitor a desvendar o suspense. Fique de olho nas pistas!

“O Enigma da Lagoa”, de Milton Célio de Oliveira Filho, com ilustrações de Maté. Editora Brinque-Book, 32 páginas, R$ 29,60.

Minilivros para levar na mochila

26 de novembro de 2010 0


O Blog do Aldo dá uma dica que vai agradar às crianças bem pequenas. Trata-se da coleção “Brinque-Book na Mochila”. São quatro volumes compostos de páginas pop-up, recurso que ajuda na interatividade com o livro e dá movimento aos cenários.

Com “Números Divertidos” ajudará, de forma alegre, na compreensão de quantidade, dando noções dos números de 1 a 5.

“Cores Divertidas” mostra como uma brincadeira e um desenho ficam mais legais quando envolvem um mundo de cores.

“Opostos Divertidos” ensina noções de alto e baixo, grande e pequeno. A criança aprende de forma divertida os antônimos.

“Palavras Divertidas” mostra como a escrita e a leitura são tarefas que estão muito longe de serem coisas chatas.

Coleção “Brinque-Book na Mochila” (quatro volumes), com texto e ilustrações de Derek Matthews e tradução de Regina Dell’Aringa. Cada livro tem oito páginas (capa dura) e custa R$ 17,00 a unidade.


Uma guerra. Um amor. Um herói por acaso

25 de novembro de 2010 0

A Guerra Civil Espanhola é o cenário para as desventuras românticas e militares de Juan Castro Pérez, homem que luta por uma causa na qual não acredita. Para ele, ganhar a guerra não é tão importante quanto a sorte de sua mula, Valentina. Por isso, quando ela desaparece, parte à sua procura e, ao atravessar a linha de frente, vê-se enredado num episódio perigoso, mas hilariante, o qual, contra a sua vontade, o torna um herói de guerra.

Por intermédio da figura de Juan Castro, mais preocupado com sua vida amorosa do que com o inimigo, nos é oferecida uma visão insólita da Guerra Civil Espanhola: ao mesmo tempo anti-heroica, pícara e terna. Em “A Mula”, Juan Eslava Galán constrói um ousado e burlesco manifesto contra a guerra e em defesa da liberdade, da inocência e do amor.

O autor Juan Eslava Galán nasceu em Arjona (Espanha) em 1948. Licenciou-se em filologia inglesa e é doutor em filosofia e letras. Historiador e ensaísta, traduziu a poesia de T. S. Eliot e escreveu mais de 60 obras de ficção e não-ficção, algumas das quais já publicadas em várias línguas. No Brasil, teve publicado “Em Busca do Unicórnio”.

“A Mula”, de Juan Eslava Galán. Tradução de Josely Vianna Baptista. Editora Benvirá, 280 páginas, R$ 44,90.

Armando descobre como funciona o corpo humano

24 de novembro de 2010 0

Armando é um garotinho esperto. Já sabe para que servem as letras e o que são os sonhos. Também já descobriu o espaço, a grandeza do tempo e a importância do respeito entre as pessoas.

No livro “Armando e o Corpo”, de Mônica Guttmann, o menino, curioso que só ele, se aventura num grande desafio: conhecer o corpo humano e entender as mensagens que ele nos envia. Ele descobre que o primeiro órgão a se manifestar é o coração, que bate bem forte e cheio de ritmo para lembrá-lo de que está apaixonado. E assim, de descoberta em descoberta, ele entende como funciona essa máquina perfeita chamada corpo humano.

Além do texto criativo e das belas ilustrações, a obra também oferece aos leitores sugestões de atividades lúdicas relacionando-as ao nosso corpo, como, por exemplo, elaborar uma história em quadrinhos em que órgãos conversam entre si; moldar, com argila, algum personagem (humanos, ETs, animais) e discutir sobre como é o corpo deles; ou até mesmo escrever uma carta para pessoas que tenham albuma deficiência física.

“Armando e o Corpo”, de Mônica Guttmann, com ilustrações de Mirella Spinelli. Editora Paulus, 32 páginas, R$ 16,00.

Um sapo cantor

23 de novembro de 2010 0

Como se escreve um livro sem escrever nada? Tem um ditado que diz que uma imagem vale mais do que mil palavras. A autora Christiane Gribel e o ilustrador Claudio Souza constroem, no livro “A Pequena Serenata do Sapo Cantor”, com seus traços, tons e cores, e muita sintonia e sincronia, uma sinfonia silenciosa que embala a leitura e abre caminhos para a imaginação.

Os desenhos saltam aos olhos do leitor, como notas e acordes. Os jogos de luz e os movimentos traduzem os estados de alma. “A Pequena Serenata do Sapo Cantor” é uma história sem barreiras. Como a própria autora diz, escrita só com desenhos, que é para todo mundo poder ler e viver o encantamento da serenata do sapo cantor.

“A Pequena Serenata do Sapo Cantor”, de Christiane Gribel, com ilustrações de Claudio Souza. Global Editora, 32 páginas, R$ 29,00.

O grande livro dos fantasmas

22 de novembro de 2010 1

O Dia das Bruxas já passou faz um tempinho. Mas histórias de fantasmas não caem de moda e são as preferidas de muitas crianças (e adultos também!). O Blog do Aldo mostra hoje 0 livro “Tobias e o Grande Livro dos Fantasmas”, de Tom Percival, que traz um fantasminha até bem simpático.

A história é sobre Tobias, um menino-fantasma que está para lá de entediado. Parece que nada diferente acontece, tudo é sempre muito igual. Noite após noite, o solitário fantasminha anda pela casa à procura de algo divertido para fazer — mas nada nunca acontecia.

Até que um dia uma esperta garotinha se mudou para a casa… Tobias, então, para ter um pouco de diversão, decidiu assustá-la com seus truques fantasmagóricos! O que ele não esperava era que o feitiço poderia virar contra o feiticeiro…

Uma divertida história sobre amizade com incríveis ilustrações e muitos sustos!

“Tobias e o Grande Livro dos Fantasmas”, texto e ilustrações de Tom Percival, com tradução de Carla Fortino. Editora Caramelo, 32 páginas, R$ 34,90.

"Drácula", de Bram Stoker, para os jovens

19 de novembro de 2010 0

O advogado Jonathan Harker hospeda-se no castelo do conde Drácula, na Transilvânia. Lá ele presencia fatos horríveis, de deixar qualquer um de cabelos em pé.

Para quem acha que eram só alguns sustinhos, uma coisa ainda pior ele veio a descobrir: o seu cliente era um vampiro, desses loucos para cravar os dentões nos pescoços alheios. Harker, assim que pôde, deu no pé e se mandou de volta para casa, na Inglaterra. Integrante da coleção Reencontro Infantil, a adaptação de Anna Claudia Ramos, com ilustrações de Mariana Massarani, da história de “Drácula”, criada originalmente por Bram Stoker, mostra que a aventura  não termina aí…

Para dar um jeito no dentuço, o bravo advogado contou com a ajuda do lorde Godalming, do doutor John Seward e do professor Van Helsing para se lançar em uma luta incansável contra a criatura das trevas.

O escritor Abraham Stoker nasceu em Dublin (Irlanda) em 1847  e morreu em Londres (Inglaterra) em 1912. Na infância, sofreu de uma doença estranha que o deixou fraco e incapaz de andar sem ajuda até os sete anos. Quando se curou, tornou-se atleta e jogador de rúgbi.

Estudou matemática no Trinity College da Universidade de Dublin, foi funcionário público, crítico teatral de um grande jornal e secretário de um ator famoso na época, Henry Irving. Teve vários de seus romances publicados, mas nenhum alcançou a repercussão de “Drácula”, lançado em 1897 com imenso sucesso. Foi traduzido para quase todas as línguas e já rendeu dezenas de filmes, peças e histórias em quadrinhos sobre o famoso personagem.

“Drácula”, de Bram Stoker, com adaptação de Anna Claudia Ramos e ilustrações de Mariana Massarani. Editora Scipione, 48 páginas, R$ 28,90.

"Shrek para Sempre" com óculos 3D

18 de novembro de 2010 0

Olá, galerinha shrekmaníaca. O Blog do Aldo mostra hoje mais uma dica para vocês.

Depois de enfrentar um dragão, resgatar uma linda princesa e salvar um reino, o que mais um ogro pode fazer? Bem, se esse ogro for Shrek, ele pode se tornar um pacato e dedicado pai de família.

Apesar de viver feliz com Fiona e seus três filhos, Shrek sente falta do tempo em que era um “ogro de verdade e, em vez de dar autógrafos, assustava as pessoas. Por isso aceita a proposta do duende Rumpelstiltskin para voltar a ser, por um dia, um temido ogro. Mas as letras miúdas do contrato levam nosso herói a uma versão alternativa do reino de Tão Tão Distante nela, Rumpelstiltskin é rei, Shrek não é amigo do Burro nem do Gato de Botas e, pior ainda, ele e Fiona nunca se conheceram.

Conseguirá Shrek recuperar sua antiga vida e seu verdadeiro amor antes que seja tarde demais? Use os óculos que acompanham o livro para ver Shrek e o reino de Tão Tão Distante como você nunca viu antes! Com imagens 3D em todas as páginas e um pôster gigante, o livro apresenta Shrek e Fiona com um visual completamente novo.

“Shrek para Sempre 3D”. Editora Caramelo, 24 páginas, R$ 19,90.

Guerra aos Bibliotecários do Mal

17 de novembro de 2010 0

Um herói com o poder incrível de quebrar coisas. Uma missão de vida ou morte para resgatar um saco de areia. Uma terrível ameaça da poderosa rede secreta que domina o mundo, os Bibliotecários do Mal.

Alcatraz Smedry é um garoto órfão, de óculos bem peculiares e talento superespecial, que vive de lar adotivo em lar adotivo. Desastrado a ponto de destruir qualquer coisa sem querer, já foi devolvido por 26 famílias. No dia de seu 13º aniversário, ele recebe inesperadamente um saquinho de areia como herança de seus verdadeiros pais, mas que, logo em seguida, é roubado pelos Bibliotecários do Mal, falsos amantes de livros que disseminam a desinformação e ocultam a verdade a fim de dominar o mundo.

Começam então as aventuras repletas de ingredientes mágicos, reviravoltas divertidas e originais, com personagens deliciosamente bem construídos e equilíbrio entre humor e aventura fazem da série a grande revelação da literatura de fantasia.

O livro “Alcatraz Contra os Bibliotecários do Mal”, de Brandon Sanderson, é o primeiro volume da série traz dinossauros falantes, carros que andam sozinhos e em que outros poderes esquisitos são possíveis.

“Alcatraz Contra os Bibliotecários do Mal”, de Brandon Sanderson, com tradução de Ricardo Gouveia. Editora Benvirá, 288 páginas, R$ 34,90.