Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de março 2011

Faça uma viagem pela Bíblia

31 de março de 2011 0

Você já reparou quantos lugares são citados na Bíblia? Pois é, daria para fazer um passeio e tanto se fosse visitar tantos lugares. Mas você pode saber um pouquinho mais sobre eles lendo o livro “Viagem pela Bíblia”, da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB). Por meio de 20 grandes aventuras, o leitor vai viajar sem sair de onde está.

Por meio desta obra, as crianças irão embarcar numa fascinante viagem, visitando algumas das cenas mais importantes das Sagradas Escrituras. Como não poderia deixar de ser, a aventura tem início com a criação do mundo. Em seguida, são mostradas as belas terras do antigo Oriente Próximo – Canaã, Egito, Assíria, Babilônia e Pérsia. Mais para o fim da jornada, o leitor é convidado a visitar o Império Romano e os lugares onde Jesus esteve.

Ilustrações ricas em detalhes, textos explicativos e mapas com a indicação de alguns dos trajetos percorridos pelos personagens facilitam o entendimento do episódio narrado. Para completar a visualização do percurso, há o quadro “Dicas de viagem”, no qual o leitor poderá conhecer a cultura dos tempos bíblicos. Passando por desertos e cidades magníficas, o público infantil poderá vivenciar o cotidiano das pessoas daquela época, numa emocionante viagem no mundo da Bíblia.

A obra tem texto bíblico na Tradução Novos Leitores e público-alvo focado em crianças e pré-adolescentes entre sete e 12 anos, além de pais e professores de escolas bíblicas.

“Viagem pela Bíblia”, de Lois Rock, com ilustrações de Andrew Roland, com tradução de Susana Klassen. Sociedade Bíblica do Brasil, 48 páginas, R$ 10,90.

Solidariedade em forma de livro

30 de março de 2011 0

Lar Abdon Batista venderá as obras na Feira do Livro

Sabe aqueles livros que você não sabe mais o que fazer com eles? A dica do Blog do Aldo é você dar uma chance à solidariedade. Desde segunda-feira, 21 de março, a campanha Leitura Solidária já recebeu mais de 300 doações de livros, que serão repassados ao Lar Abdon Batista. A coleta de livros na campanha Leitura Solidária ocorre até o dia 31 de março. Os locais onde podem ser feitas as doações são:

Redes de Postos Damiani – unidades na avenida Juscelino Kubitschek, no Centro; avenida Beira-rio, rua Marquês de Olinda, rua Anita Garibaldi e rua Santa Catarina.

Villa Damiani – rua Benjamin Constant, nº 258, no bairro América. Mais informações no telefone 3028-4102.

Centro Europeu – rua Henrique Meyer, 280, no Centro.

Os livros recebidos durante a campanha serão comercializados pelo Lar Abdon Batista, que completa cem anos no dia 21 de abril de 2011, durante a 8ª edição da Feira do Livro de Joinville, de 1º e 10 de abril. Todo o dinheiro arrecadado com a venda dos livros será utilizado pelo Lar Abdon Batista para dar continuidade aos trabalhos sociais que a entidade realiza junto a crianças e adolescentes. A iniciativa é da Rede Damiani, Villa Damiani e do Centro Europeu.

"O Poeta e o Cavaleiro" de Findomundo

29 de março de 2011 0

Essa história aconteceu há muito e muito tempo num lugar distante, desses que não se encontram nos mapas, chamado Findomundo, cenário do livro “O Poeta e o Cavaleiro”, de Pedro Bandeira. A obra faz parte da coleção “No Meio do Caminho”, da Editora FTD.

Findomundo era uma cidade pequena, calma e diferente de todas as outras. O povo era feliz na sua simplicidade. Lá se votava para tudo, até para ladrão. Ladrão era modo de dizer, pois, para cumprir o mandato, o ladrão eleito roubava pequenas coisas, que eram devolvidas assim que outra pessoa fosse eleita para o cargo, e, logo em seguida, eram roubadas de volta pelo novo ladrão.

Desse modo, o ladrão não enganava seus eleitores, afinal, ninguém gostava de ver seu candidato eleito sem cumprir as obrigações. Findomundo era mesmo uma cidade diferente.

Um dia, porém, um estrondo abalou a cidade, seguido por uma labareda cuspida para o céu e um rugido infernal. Houve pânico, correria, confusão. Quando o medo se instalou em Findomundo, eis que surge o herói Dom Pendragon de Cantalupo, vindo não se sabe de onde, determinado a restabelecer a ordem. Que preço Findomundo pagaria por tão inesperada bondade?

“O Poeta e o Cavaleiro”, de Pedro Bandeira, com ilustrações de Marcos Guilherme. Editora FTD, 96 páginas, R$ 30,70.

Lançamento de "A Batalha do Apocalipse" na Curitiba

28 de março de 2011 1

Nesta quarta-feria, dia 30 de março, a Livrarias Curitiba no Shopping Mueller promoverá o lançamento do livro “A Batalha do Apocalipse – da Queda dos Anjos ao Crepúsculo do Mundo”, bate-papo e sessão de autógrafos com o autor Eduardo Spohr, jornalista conhecido do público nerd devido a sua participação na coluna “Nerdcast” do site O Jovem Nerd.

O sucesso da primeira obra publicada do carioca é refletido nos mais de 80 mil exemplares vendidos, entre cópias em brochura, edição especial e primeira versão da obra, editada de maneira independente pela Nerd Books.

“A Batalha do Apocalipse – da Queda dos Anjos ao Crepúsculo do Mundo”, atualmente o único título de ficção nacional na lista dos mais vendidos do Brasil, tornou-se fenômeno editorial e de mercado assim que chegou às livrarias em julho de 2010 pela Verus, editora recém-adquirida pelo Grupo Editorial Record.

A quarta edição da publicação alcançou a marca de 45 mil exemplares vendidos, o que motivou a editora a produzir uma edição especial com ilustrações, capítulos extras e quadros das hierarquias celestiais.

A saga de “A Batalha do Apocalipse” conta a história dos anjos expulsos do céu em tempos imemoriais, que ajustam suas contas com os seus algozes no Dia do Juízo Final. A trama se desenrola em torno de Ablon, líder da revolta contra os arcanjos, que desde sua expulsão e de seus seguidores das paragens celestes foi condenado a coexistir com Lúcifer e seus diabólicos agentes. O drama vivido pelo protagonista está em não poder ser perdoado pelos arcanjos, mas também não querer se juntar às hordas do demônio.

O autor usa metáforas em sua narrativa, que viaja pelo tempo e mostra antigas civilizações que desejaram, sem sucesso, dominar o mundo e épocas que ainda estão por vir. Das ruínas da Babilônia ao esplendor do Império Romano, das vastas planícies da China aos gelados castelos da Inglaterra medieval, “A Batalha do Apocalipse” não é apenas uma viagem pela história humana: é também uma jornada de conhecimento.

SERVIÇO

O QUÊ: lançamento do livro “A Batalha do Apocalipse – da Queda dos Anjos ao Crepúsculo do Mundo”, de Eduardo Spohr. Editora Verus/Record, 586 páginas. ONDE: Livrarias Curitiba no Shopping Mueller, rua Visconde de Taunay, n° 235, piso 1, loja 1, no Centro de Joinville. QUANDO: nesta quarta-feira, dia 30, a partir das 1930. Haverá bate-papo e sessão de autógrafos com o autor. QUANTO: o acesso ao evento é gratuito. O livro custa R$ 39,90. MAIS INFORMAÇÕES: (47) 3433-6400.

Uma nova era que se aproxima

27 de março de 2011 0

Neste primeiro romance da série “Eras”, o autor Stephen Play conduz o leitor a uma jornada pela história evolutiva da humanidade – o conhecimento velado das eras planetárias. O planeta Terra está ao final de mais uma era planetária. A sexta era vai começar e a humanidade não está preparada para esta mudança.

Os genitores da vida humana – os habitantes das Plêiades – previam este momento e a necessidade de uma ação direta que garantisse a continuidade da evolução. Um grupo de 12 pleiadianos incorpora no planeta, em lugares distintos, em completo sigilo. Eles mesmos não sabem de sua condição especial e de sua missão na Terra – estão latentes.

Os sábios que comandam o Complexo Pleiadiano designam Kuius – o mais experiente Enviado – para despertar um dos pleiadianos latentes. O escolhido é Christian Joaquim de Assis, um brasileiro que mora na ilha de Itaparica, na Bahia; aparentemente um homem normal, que trabalha num resort de luxo, vivendo uma vida comum.

Os encontros de ambos, a instrução e os embates se dão nos mundos não-materiais. Enquanto Kuius não tem corpo físico, Christian se alterna entre a matéria – nos períodos de vigília – e os mundos sutis – enquanto dorme.

O Enviado Kuius destrói as barreiras criadas por Christian uma a uma: a dificuldade em aceitar sua origem, a rejeição de sua missão no planeta e o medo em assumir seu papel na evolução humana são paulatina e amorosamente desconstruídas pelas instruções do tutor. Ele ensina a chave para que o pupilo liberte-se da prisão gerada pelas emoções e pensamentos desequilibrados, e pelos vínculos terrenos criados por apegos e aversões.

Kuius ensina como se passaram as eras planetárias na Terra, libertando Christian da ignorância de sua personalidade moldada pela sociedade contemporânea. Ele explica como a Quarta Era gestou o povo que foi escolhido para liderar a Quinta Era – a atual, que está finalizando. E também fala sobre as sete épocas culturais desta Era, entre elas a Anglo-saxônica, que terminou em 2008, e a Russo-chinesa que está em curso.

Christian aprende como a vida principiou na Terra, como o planeta foi saqueado e colonizado reiteradas vezes, como se deu a evolução humana até os dias de hoje, e como foi a passagem do Cristo Jesus em nosso planeta. A casca de ignorância da personalidade definha lentamente, até que se exaure – e acontece o despertar.

“Série Eras – Despertar – livro 1″, de Stephen Play. Editora Americana, 296 páginas, R$ 33,00.

Programação atualizada da Feira do Livro de Joinville

25 de março de 2011 0

Quem gosta de escrever pode aprimorar conhecimentos na Feira do Livro 2011 com as oficinas de Cristiano Moreira e Antonio Torres, realizadas no dia 2 de abril (sábado).

Na oficina “Reinvenção das escrituras”, promovida pelo Sesc durante a Feira do Livro, Cristiano Moreira apresenta um projeto de formação de leitores que faz parte de um movimento editorial independente que surgiu na Argentina em 2003. Neste projeto, ele mostra livros feitos com capas de papelão e livros de cartonaria que se espalharam pela América Latina, minimizando custos e possibilitando a circulação de jovens escritores aproximando-os dos leitores. O projeto chama a atenção pela acessibilidade e inclusão uma vez que, em Navegantes, por exemplo, o trabalho envolve os catadores de papelão e textos cedidos por autores locais. As atividades de Cristiano Moreira estão associadas aos selos Papa Terra e Dengo Dengo Cartoneiro, e também ao Instituto Caracol uma organização não governamental voltada a projetos culturais.

As inscrições para a oficina gratuita podem ser feitas no Sesc, em horário comercial, pelo (47) 3441-3305. As vagas são limitadas e por ordem de inscrição. A oficina será realizada no dia 2, em dois horários: das 9 às 13horas e das 13h30 às 17horas, no Centro de Convenções Alfredo Salfer, anexo ao Centreventos Cau Hansen e ao lado do Edmundo Doubrawa, sede da Feira.

Já a oficina de Antonio Torres, “Para gostar de ler e escrever crônicas”, será realizada n um auditório montado dentro da Feira do Livro 2011, no Expocentro Edmundo Doubrawa. As inscrições gratuitas devem ser realizadas diretamente no site do Instituto Feira do Livro, o www.institutofeiradolivro.com.br no campo contato.

Reconhecido nacionalmente como o romancista de “Essa Terra”, “O Cachorro e o Lobo”, e “Pelo Fundo da Agulha”, Antônio Torres é também contista (“Meninos, eu Conto”) e cronista (“Sobre Pessoas”), cujo conjunto da obra mereceu o Prêmio Machado de Assis, da Academia Brasileira de Letras, em 2000. No ano seguinte, foi agraciado (junto com o catarinense Salim Miguel (por “Nur na Escuridão”), com o Prêmio Zaffari & Bourbon, da 9ª Jornada Literária Nacional de Passo Fundo, por seu romance “Meu Querido Canibal”.  De 1999 a 2005, ministrou oficinas literárias na Universidade do Estado do Rio de Janeiro, atividade que exerce frequentemente em espaços culturais variados.

A 8ª edição da Feira do Livro de Joinville – Educação, Cultura e Sustentabilidade – é organizada pelo Instituto da Cultura, Educação, Esporte e Turismo e tem correalização/patrocínio da Prefeitura, Fundação Cultural de Joinville, Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura (Simdec) e Secretaria da Educação com o apoio da Águas de Joinville, Fundema, Banco Santander, Sesc e “AN Escola”, projeto do jornal “A Notícia”.

Em 2011, a programação traz autores consagrados como o teólogo Leonardo Boff, o jornalista André Trigueiro, o médico Jairo Bouer e o escritor Fernando Moraes.  O presidente da Fundação Biblioteca Nacional, Galeno Amorim, também estará em Joinville falando sobre as “Políticas do Livro e da Leitura no Brasil”.

As escolas de toda a região interessadas em participar do evento podem fazer agendamento gratuito pelo biblioteca@joinville.sc.gov.br oup elo (47) 3422-7000, com Eliana pela manhã ou Marlete, a tarde. Informações adicionais sobre o evento podem ser obtidas no www.institutofeiradolivro.com.br ou no www.blogdosimdec.blogspot.com.

Livro ensina que sempre cabe mais um

24 de março de 2011 0

“Onde come um, comem dois”. Essa é uma frase muito ouvida, transmitindo a ideia de que mesmo o pouco pode ser dividido. A dica de hoje do Blog do Aldo é um livro que vai nessa linha, apenas mudando um pouco o foco: ele ensina, de forma implícita, como é possível ter uma boa relação com todos, mesmo que alguns sejam, digamos, diferentes.

A obra “Onde Cabe um, Cabem Dez”, dos indianos Anushka Ravishankar e Sirish Rao, tem texto curto e ilustrações brilhantes. Este livro, cujo original é indiano, acompanha a inclusão, numa mesma árvore frondosa, de animais de todos os tipos.

Além de se divertir aprendendo a contar, a criança vai ter contato com lindas imagens e apreciar uma fábula sobre a arte da boa convivência.

“Onde Cabe um, Cabem Dez”, de Anushka Ravishankar e Sirish Rao, com ilustrações de Durga Bai e tradução de Monica Stahel. Editora WMF Martins Fontes, 48 páginas, R$ 32,00.

Mitos e lendas do Brasil

23 de março de 2011 0

Você já ouviu falar em mula sem cabeça? E do Saci? Ou que tal a lenda do boto? Pois é. O Brasil é riquíssimo em histórias e lendas. Trata-se de feitos que nascem do povo e que, geralmente, vêm em resposta a um contexto histórico-social pleno de questões de cunho moral. E são esses personagens fantásticos e suas histórias os habitantes do livro “Mitos e Lendas do Brasil em Cordel”, de Nireuda Longobardi.

As mesmas histórias se espalham por diferentes Estados do País, e com isso misturam-se a novos elementos. É comum que haja uma ou outra variação, mas a essência das histórias e causos é a mesma. O cordel também é uma manifestação de nossa cultura. Sendo mais difundido nos Estados do Nordeste brasileiro, essa forma de expressão vem ganhando força e valorização em nossa literatura. A união desses dois elementos numa mesma obra retrata, de forma pedagógica, a beleza da cultura popular brasileira.

O Blog do Aldo quer saber: qual (ou quais) dessas histórias mais o impressionaram quando ouviu pela primeira vez? Você conhece alguma outra história com seres fantásticos? Conte para a gente.

“Mitos e Lendas do Brasil em Cordel”, de Nireuda Longobardi. Editora Paulus, 56 páginas, R$ 26,00.

Vem aí mais uma Feira do Livro de Joinville

22 de março de 2011 0

Já tem gente esfregando as mãos na expectativa de mais uma edição da Feira do Livro de Joinville (FLJ), que neste ano finca os pés no trinômio educação, cultura e sustentabilidade. O evento, na sua oitava edição, vai se firmando e provando que é, sim, uma data importante no calendário de Joinville.

Este ano, a FLJ muda de endereço e vai para o Expocentro Edmundo Doubrawa, ao lado do Centreventos Cau Hansen, na avenida Beira-rio. A principal vantagem do novo espaço é que ele não está tão sujeito aos humores de São Pedro. A não ser, claro, que ocorra um daqueles pés-d’água em Joinville que alagam boa parte da área central. Mas como o calorzão parece que já arrumou as malas e foi embora, a expectativa é de que, se não houver tempo bom, pelo menos nada passará de uma chuvinha nossa de cada semana.

Para esta edição, que vai de 1º a 10 de abril, gente graúda da literatura baterá ponto no evento. Apesar de a programação, segundo a Fundação Cultural de Joinville, não estar fechada, já foram confirmados os nomes de Jairo Bouer, médico e escritor que dá dicas, orientações e tira dúvidas sobre sexualidade. Ele estará presente no primeiro dia da FLJ; Leonardo Boff, teólogo que defende uma visão em busca da sustentabilidade do planeta, estará na feira nos dias 4 e 5. Ele também faz parte do time de articulistas de “A Notícia”, com seus textos publicados aos sábados. Outro que está na grade é Fernando Morais (dias 8 e 9). O escritor é autor do livro “O Mago”, biografia de Paulo Coelho.

As escolas que quiserem levar a galerinha devem agendar a visita. Isso pode ser feito pelos telefones (47) 3422-7000 (Biblioteca Municipal Rolf Colin), 9901-5634 (com Eliana, na parte da manhã) ou 9961-6432 (com Marlete, à tarde). Também há o e-mail biblioteca@joinville.sc.gov.br.

Univille lança livro de resenhas

21 de março de 2011 0

O Programa Institucional de Literatura Infantil e Juvenil (Prolij), de extensão universitária da Univille, lançou no dia 16 de março uma série de 157 resenhas  de obras destinadas a crianças e adolescentes reunidas no “Livro dos livros”, da Editora Univille. O lançamento fez parte das comemorações dos 160 anos de Joinville.

O “Livro dos Livros” serve como um guia para escolha de obras literárias contemporâneas infantis, juvenis, infantojuvenis, além de narrativas visuais e teóricas. As resenhas são o resultado de estudos feitos por pesquisadores do Prolij.

A obra é organizada pela professora Sueli de Souza Cagneti, coordenadora do Prolij, e Alencar Schueroff, pesquisador voluntário do programa e mestrando em educação, e teve a participação de 26 colaboradores, principalmente professores e acadêmicos da Univille e Univali.

“As resenhas indicam tendências e sinalizam valores, para que os mediadores de leitura se instrumentem na difusão de uma literatura mais adequada aos diferentes leitores, de modo a respeitar a diversidade dos perfis”, enfatiza a professora Taiza Mara Rauen Moraes, coordenadora do Proler, em sua análise publicada na obra.

“Livro dos Livros”, organizado por Sueli de Souza Cagneti e Alencar Schueroff. Editora Univille, 168 páginas, R$ 15,00. O livro pode ser comprado na Editora Univille ou na Livraria Midas.