Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Gonçalves Dias, o poeta do exílio

27 de dezembro de 2011 2

“Minha terra tem palmeiras, onde canta o sabiá”… Muita gente já leu ou ouviu esse trecho do poema “Canção do Exílio”. O autor, Gonçalves Dias, o escreveu enquanto estava em Coimbra, Portugal, longe do Brasil. No dia 3 de novembro fez 147 anos da morte do excepcional poeta, que homenageou o País com essas palavras bem escolhidas e posicionadas, e agora é revisitado por Marisa Lajolo, em “O Poeta do Exílio”, publicado pela Editora FTD.

O título faz parte da coleção “Meu Amigo Escritor”, que tem o objetivo de aproximar os leitores juvenis dos principais escritores brasileiros, e da imensidão de suas obras e suas complexidades. A autora escolheu Gonçalves Dias, que, mais do que um grande poeta, remete a ela lembranças de sua juventude. Daí também sua admiração pela vida e obra do autor “baixinho, franzino e mestiço”.

A autora traz o poeta para o cenário atual – uma escola e dois jovens apaixonados – e utiliza a música como fio condutor. A canção composta por Pedro e Júlia, inspirada em Gonçalves Dias, é escolhida como finalista de um festival de música estudantil. Para animar a torcida de amigos, os dois pretendem apresentá-los à vida e obra do poeta.

Pedro cria um blog – uma das melhores formas de disseminação cultural entre a juventude hoje – e, junto a Júlia e aos amigos, o alimenta com poemas, cartas, artigos de jornal, documentos da época e tudo mais sobre o escritor. O BlogDoDias, e o livro em si, passam a reunir um grande material – resultado de muitas pesquisas de Marisa – e tornam-se um dossiê do poeta.

Com linguagem contemporânea, a autora promete dividir com os leitores essa paixão pelo trabalho do poeta, que foi lhe passada pelo pai. “O autor de ‘I Juca Pirama’ me acompanha desde sempre, lembrança misturada com saudade. Saudade de meu pai, saudade dos jovens que éramos quando aprendemos, em casa, a amar o poeta”.

“O Poeta do Exílio”, de Marisa Lajolo, com ilustrações de Alexandre Camanho. Editora FTD, 256 páginas, R$ 33,90.

Comentários (2)

  • Mara licia diz: 29 de outubro de 2016

    Oi, encontrei seu blog e amei, trabalho com alunos de 4 ano, e estou trabalhando esse poema falei um pouco do que pesquisei sobre mas gostaria muito de saber mais e poder fazer teatro enriquecer mais esse tralho, vamos fazer feira de cultura no mes de novembro que ja começa semana que vem,se vc tiver algo que possamos enriquecer nossa feira por favor me mande se puder. li que existem cartas, jornais e se puder por favor me ajude nesse trabalho. Obrigada

Envie seu Comentário