Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Só lendo é que se acredita...

26 de setembro de 2012 0

Que a Amazônia é um lugar fantástico ninguém duvida. Assim também são as histórias que circulam pela região e estão presentes na vida dos seus habitantes. Em “Só Contado, que Visto não se Acredita – Contos e Lendas da Amazônia”, de Sebastião Amoedo, o leitor encontrará narrativas que são descrições de fatos vivenciados por pessoas reais e que trazem como personagens principais os seres fantásticos do imaginário popular amazônico.

Os textos são narrativas transmitidas pelas vozes das muitas gerações que habitavam e ainda habitam a região. Segundo Amoedo, os rios e florestas onde as histórias acontecem estão intimamente ligados à cultura desse povo e é deles que emerge toda uma gama de seres encantados para viverem ações e aventuras com homens, mulheres e crianças.

As ilustrações são de Mauricio Negro, que utiliza técnicas e recursos alternativos em seu trabalho. Neste livro, da coleção “Narrando o Brasil”, ele misturou monotipias (processo de impressão em que se obtêm estampas monotípicas), pigmentos naturais e recursos digitais na finalização, resultando em imagens marcantes que, aliadas ao excelente acabamento gráfico, valorizam ainda mais os contos presentes neste volume. Além disso, a obra possui um glossário para ajudar o leitor a compreender algumas palavras, como aningal, pinguela, matupá, entre outras.

“Só Contado, que Visto não se Acredita – Contos e Lendas da Amazônia”, de Sebastião Amoedo, com ilustrações de Mauricio Negro. Coleção “Narrando o Brasil”, Editora Paulus, 48 páginas, R$ 25,00.

Envie seu Comentário