Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Astron, o super-robô

22 de setembro de 2014 0
Divulgação, Nemo

Divulgação, Nemo

Um acidente de laboratório, envolvendo um raio, dá origem a um ser extraordinário… Esse tema clássico da ficção científica é o ponto de partida da história de Astron, um fantástico robô com consciência própria. O novo personagem da Editora Nemo, criado por Wellington Srbek e desenhado por Kris Zullo, estreia em “Astron: o Super-robô!”. Nessa primeira aventura, descobrimos como esse herói robótico “nasceu” e também as reações da mídia e da sociedade ao surgimento do primeiro ser com inteligência artificial.

Tudo começa quando o professor Nicodemos Rosas e seus auxiliares Sarah Shalom e Hélio Takahashi estão se preparando para iniciar a nova fase no desenvolvimento de um autômato com capacidade cognitiva avançada: o robô Astron 21. O protótipo estava sendo programado para enxergar, ouvir e até mesmo responder a questões simples. Mas quando um raio atinge o laboratório da Unitec-Futuro, o experimento acaba tomando um rumo completamente inesperado pelos cientistas. A descarga elétrica desencadeia uma potencialização do sistema ao qual a rede neural de Astron está ligada. Após o susto inicial, os pesquisadores aguardam alguns dias para poderem analisar os danos. Mas, de repente, o robô “acorda”, revelando surpreendentes capacidades intelectuais e até consciência ética.

As páginas da HQ contam com bastante ação, em que Astron mostra que seu cérebro avançado é acompanhado de muita força física e também de atos heroicos. Ao final dessa primeira edição, encontramos um esquema visual do robô, que indica onde estão localizados seus mais diversos aparatos tecnológicos, como: rede neural com capacidade ampliada; captadores de som ambiente; saída de áudio para fala; câmaras binoculares para visão tridimensional em cores, infravermelho e raio X; propulsores de plasma principais e auxiliares; células fotoelétricas para captar luz e converter em eletricidade; microssensores para reproduzir o sentido do tato, entre outros.

Esse superlançamento da Nemo, criado pelos mesmos autores de “Força Animal: a Aventura Começa!”, promete fazer sucesso entre os fãs de ficção científica e quadrinhos de ação, com uma história envolvente e inteligente, desenhos bastante detalhados e cores caprichadas.

“Astron: O Super-robô!”, com roteiro de Wellington Srbek e desenhos de Kris Zullo. Editora Nemo, 32 páginas, R$ 19,80.

Envie seu Comentário