Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de fevereiro 2016

Mais uma aventura com Minecraft: A Invasão dos Endermen

29 de fevereiro de 2016 0
Divulgação, Pandorga

Divulgação, Pandorga

Com uma nova aventura para o herói Steve, Winter Morgan insere o leitor em mais uma animada e emocionante narrativa cheia de desafios, mobs, tesouros e Griefers, tudo baseado no universo do jogo Minecraft.Na história do livro “A Invasão dos Endermen”, Steve acaba de ser convidado para participar de uma competição de construção de elite na Ilha Cogumelo. Na companhia dos amigos Max, Lucy e Henry, além da vizinha Kyra, Steve segue em uma jornada até o campeonato, incluindo no meio do caminho um templo repleto de tesouros raros.

Depois da emocionante e gratificante aventura para chegar ao concurso, os aventureiros aterrissam na Ilha Cogumelo, onde encontram os jurados e os outros competidores. Porém, antes de as construções serem avaliadas, a ilha é tomada por um mob gigante de Endermen.

Ilhas Cogumelos são conhecidas por não serem invadidas por mobs hostis, então todos sabem que isso é obra de algum Griefer. Será que foi um dos competidores? Ninguém sabe, mas todos precisam se unir para lutar contra a invasão.

Winter Morgan não é uma pessoa real. Esse é o pseudônimo da autora de diversos livros infantis e adultos. Ela tem um filho viciado em Minecraft, que inspirou a história. Ela vive no Brooklyn, em Nova York.

“Minecraft – A Invasão dos Endermen”, de Winter Morgan. Editora Pandorga, 112 páginas, R$ 27,90.

O Aurélio com a Turma da Mônica

26 de fevereiro de 2016 0
Reprodução

Reprodução

“O Aurélio com a Turma da Mônica”, de Marina Baird Ferreira e Margarida dos Anjos, é um dicionário idealizado e desenvolvido especialmente para crianças na fase inicial de alfabetização. Trata-se de uma obra dividida em duas grandes seções: uma seção temática, com 19 temas, e um dicionário elementar, que:

» Busca despertar nas crianças a percepção de que existe uma linguagem escrita, o interesse em descobrir como aprendê-la e o fascínio pelo seu lado lúdico e poético;

» Serve como primeiro contato direcionado e orientado com o universo das palavras, seus significados e sentidos, como um elemento de apresentação da forma escrita das palavras, como uma ferramenta de aprofundamento do conhecimento já adquirido e como instrumento de ampliação do conhecimento próprio da faixa etária;

» Traz para as crianças as palavras em um contexto, aplicadas em situações de vida;

» Introduz a noção de dicionário.

É uma obra totalmente colorida e dinâmica em termos visuais, ilustrada com a Turma da Mônica, com mais de 640 ilustrações.

“O Aurélio com a Turma da Mônica”, de Marina Baird Ferreira e Margarida dos Anjos, Editora Positivo, 208 páginas, R$ 59,20.

Arte e poesia no livro "Desenhando com Chimbica"

25 de fevereiro de 2016 0
Divulgação, Editora Areia

Divulgação, Editora Areia

O primeiro sábado de março pode ficar marcado como o dia em que muitas crianças de Joinville desenharão um cavalo, um gato ou um pintinho pela primeira vez: nesta data, será lançado o livro infantil “Desenhando com Chimbica – Bichinhos no Quintal”, com evento às 10 horas na Livraria A Página. A obra apresenta, entre versos e ilustrações, o passo a passo para criar os desenhos de animais a partir de formas geométricas. Idealizada pelo artista Valério Mattos, ela contou com a parceria do escritor Jura Arruda para desenvolver a parte literária.Quem dá as orientações para juntar círculos, semicírculos, triângulos e outras formas e traços é o personagem-título, Chimbica, fazendo com que o jovem leitor compreenda que desenhar também é uma questão de técnica. Em forma de poema, as lições explicam como os símbolos podem se transformar em animais, que aparecem para fazer companhia para o menino.

Chimbica existe para além do papel: na verdade, ele foi criado a partir de outra forma de arte. Durante 20 anos anos, Valério Mattos foi professor de artes das redes municipal e estadual de Joinville. Foi dentro da sala de aula que nasceu o menino travesso e questionador, como um grande fantoche.

“Comecei a dar aulas de artes para os alunos do primeiro ano, que ainda não eram alfabetizados. Era necessário encontrar um jeito de ensiná-los e conquistar seu interesse”, explica Valério. “Eu já levava violão e pequenos fantoches, mas o Chimbica me fez querer pesquisar como criar um boneco do tamanho dele”, conta.

Com boneco de 80 centímetros em punho, ele fez sucesso entre os estudantes. Em 2014, já no papel de autor, percebeu que Chimbica poderia ajudá-lo também em outra esfera: a do mercado. Ele participava da Feira do Livro de Joinville divulgando seu primeiro livro, “O Mundo Mágico das Cores”, quando percebeu que a simples permanência em um estande não chamava a atenção para o livro de um joinvilense.

“Em oito dias, eu havia vendido apenas três livros. Levei o Chimbica para contar histórias e nos dois últimos dias do evento, vendi 70 exemplares”, recorda.

Aquela primeira obra, “O Mundo Mágico das Cores”, trazia a experiência de educador ao apresentar os conceitos das cores primárias em meio à história de um reino em que a população vê tudo ser transformado em branco, preto e cinza. Em “Desenhando com Chimbica”, o estilo se repete: sem querer ser didático, Valério apresenta as formas geométricas enquanto ensina a desenhar, seguindo o modelo que utilizava com os alunos. Foi aí que o amigo Jura Arruda entrou na história.

“Eu havia criado as quadrinhas, fazendo rimas enquanto ensinava. Mas sou artista plástico e professor, não escritor. Jura foi revisar o texto e acabou assumindo o papel de transformá-lo em literatura” conta ele. Geralmente, é o ilustrador quem cria a partir do texto, mas, desta vez, fizemos o caminho inverso”, relata.

Evento terá contação de histórias e sessão de autógrafos

Valério Mattos, Jura Arruda e, claro, Chimbica se reúnem na manhã de 5 de março para apresentar o novo livro. O evento ocorre na Livraria A Página (rua João Colin, 475) e terá sessão de autógrafos e contação de histórias com os dois autores, além de uma prova do quanto é fácil desenhar com o Chimbica: Jura Arruda, que não tem muitas habilidades artísticas, seguirá as indicações do livro para criar os bichinhos no quintal. O livro estará à venda a R$ 15 e fica disponível na Livraria A Página e em outras livrarias da cidade.

“Desenhando com Chimbica – Bichinhos no Quintal”, de Valério Mattos e Jura Arruda. Editora Areia, R$ 15,00.

Divulgação, Editora Areia

Divulgação, Editora Areia

O que jamais dizer a uma mulher grávida

24 de fevereiro de 2016 1
Divulgação, Chiado

Divulgação, Chiado

De maneira muito bem-humorada e direta, reuniu no livro sua vivência nas duas gestações e também de grávidas que entrevistou ao longo das 40 semanas de gestação. “Chegava nas consultas do pré-natal uma hora antes, munida de caneta e um bloco de notas, e fazia verdadeiras DRs com 12, 15 gestantes ao mesmo tempo. O meu obstetra perguntava se precisava fazer aquela bagunça toda vez que ia para a  consulta”, conta a autora.

As redes sociais facilitaram e muito a comunicação com mamães de outros países. “Assim, pude ver que certos comentários e crendices populares são parecidos em vários países”, completa. Além de citar situações das mais variadas com parentes, amigos, colegas de trabalho, conhecidos e dezenas de  desconhecidos, Tatiana relata momentos que soam engraçados não fossem constrangedores. Não há fórmula mágica para ensinar as pessoas a serem gentis e educadas, mas é preciso que as pessoas compreendam que é possível evitar que a grávida conviva com essas situações. Com ilustrações de Zé Dassilva e prefácio da modelo e atriz Letícia Birkheuer, o livro é para aprender e se divertir.

“O livro não pretende dar lição de moral, mas mostrar que alguns comentários e piadas não são tão engraçados, já que as gestantes não acham a menor graça”, diz.

Os capítulos acompanham os nove meses de gestação, já que os comentários e piadinhas vão mudando, e se intensificando, conforme as semanas passam.

A parceria com Zé Dassilva, que em suas ilustrações fez questão de colocar como os pais ficam nesta história, extrapola mais de uma década de convívio pessoal, complementa o trabalho de 58 páginas, editado pela Chiado Editora, para a coleção “Passos Perdidos”.

“Sou apaixonada por quadrinhos, uma forma eficiente de se comunicar de maneira simples e rápida. Qualquer criança vai entender o que jamais dizer a uma mulher grávida!”, completa Tatiana.

Onde encontrar: Saraiva, Livraria Cultura, Livraria da Travessa, Livraria Galileu e FNAC. Livrarias online: Livraria Easybooks, Livraria Erdos e na própria Chiado pelo site www.chiadoeditora.com (neste caso, com a cotação em euro).

“O que Jamais Dizer a uma Mulher Grávida”, de Tatiana Kinoshita, com ilustrações de Zé Dassilva. Coleção “Passos Perdidos”, Chiado Editora, 58 páginas, R$ 35,00.

Histórias e Orações para cada Dia do Ano

19 de fevereiro de 2016 0
Divulgação, SBB

Divulgação, SBB

Fechando a semana, o Blog do Aldo mostra uma Bíblia feita para as crianças.A “Bíblia Infantil Deus Está Comigo – Histórias e Orações para cada Dia do Ano”, da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), traz uma história bíblica e oração para cada dia do ano. Com textos curtos e linguagem simples, as narrativas são enriquecidas com belas ilustrações, que vão encantar o pequeno leitor e ajudá-lo na compreensão do texto bíblico. Uma obra que estimula na criança os hábitos de ler, orar e amar a Palavra de Deus.

A obra, feita com capa dura, traz recursos como:

• Histórias bíblicas e orações para cada dia do ano;
• Ilustrações coloridas e envolventes;
• Linguagem de fácil entendimento.

“Bíblia Infantil Deus Está Comigo“, da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), 496 páginas, R$ 62,90.

Rimas rápidas em "Vapt-vupt"

18 de fevereiro de 2016 0
Divulgação, Caramelo

Divulgação, Caramelo

A semana está quase no fim. Eu disse quase. Então, dá para sugerir mais uma dica à galerinha. No livro “Vapt-vupt”, Valquíria Gesqui Malagoli explora o universo infantil a partir de rimas delicadas em poemas breves, mas carregados de emoção e bom humor.

Brincadeiras de criança, personagens fantásticos, bichos, sonhos e mesmo a própria poesia servem de matéria-prima para a autora criar um universo onírico repleto de beleza.

O livro foi finalista do Prêmio Saraiva na categoria literatura infantojuvenil, em 2014.

“Vapt-vupt”, de Valquíria Gesqui Malagoli, com ilustrações de Roberto Weigand. Editora Caramelo, 40 páginas, R$ 42,00.

Não vou mais usar fraldas!

17 de fevereiro de 2016 0
Divulgação, Todo Livro

Divulgação, Todo Livro

Hoje, eu tenho uma dica bem legal para aqueles papais e mamães que têm filhos pequenos. Sabem aquela fase em que as crianças estão por abandonar as fraldas? O livro “Não Vou Mais Usar Fralda”, de Maria Maneru, trata de forma divertida desta etapa da vida das crianças.

O livro, da coleção “Eu já Sou Grandinho!”, conta que, com a ajuda do papai e da mamãe, Dani e Ana começam a ir ao banheiro sozinhos! Eles já são duas crianças crescidas para usarem fraldas. Mas antes eles devem aprender a utilizar o penico… E para eles vai virar uma divertida aventura fazê-lo da forma correta!

“Não Vou Mais Usar Fralda”, de Maria Maneru. Coleção “Eu já Sou Grandinho!”, Editora Todolivro, 14 páginas, R$ 36,50.

Hugo e a gangue dos sapos

16 de fevereiro de 2016 0
Divulgação, Vale das Letras

Divulgação, Vale das Letras

A sugestão de hoje trata de um assunto bem sério, mas que, infelizmente, é bem comum: o bullying. E essa praga está em todo lugar: no trabalho, no clube e, que pena!, na escola. Em qualquer lugar, pode sempre ter um (ou vários) que acha que pode tirar onda só porque ele acha que o outro é “diferente”. Mas não se dá conta (ou não se importa mesmo, o que é pior) que isso entristece a vítima, podendo levar a consequências muito graves.No livro “Hugo e a Gangue dos Sapos”, de Francesca Simon, o personagem-título odeia ser maltratado pela malvada gangue dos sapos, mas o que ele pode fazer? Ele é apenas um pequeno sapinho com um coaxado bem baixinho.

Só que o pato teve uma grande ideia para dar aos sapos uma boa lição! Será que Hugo aprenderá a se defender sozinho?

“Hugo e a Gangue dos Sapos”, de Francesca Simon, com ilustrações de Caroline Jayne Church. Editora Vale das Letras, 16 páginas, preço não divulgado.

Quem nunca nesta vida?

15 de fevereiro de 2016 0
Patacoadas

Divulgação, Escarlate

Quem nunca morreu de vergonha? Quem nunca esqueceu o que não podia esquecer? Quem nunca se arrependeu de não ter ido ao banheiro na hora do recreio? Nestas divertidas histórias do livro “Patacoadas”, a autora Patricia Auerbach reconta, com leveza e bom humor várias “patacoadas” da sua infância e juventude.

As divertidas histórias permitem trabalhar temas como humor e adolescência. As crônicas, de caráter autobiográfico, rememoram diversos eventos da vida da autora. Para os professores, dá para lançar perguntas à galerinha, como: alguém já passou por uma situação semelhante e gostaria de compartilhar? Que tal se os alunos escrevessem suas próprias crônicas, com acontecimentos da sua infância?

Quem nunca fez alguma patacoada que atire a primeira pedra…

“Patacoadas”, texto e ilustrações de Patricia Auerbach. Editora Escarlate, 92 páginas, R$ 28,70.

A vida complicada de Léa Olivier

12 de fevereiro de 2016 0
Divulgação

Divulgação

A jovem Léa foi forçada a deixar sua cidade natal e mudar-se para Montreal com a família. Longe de seus amigos, namorado e tudo o que lhe era familiar, Léa tenta se adaptar a sua nova vida na metrópole e também a sua nova escola.

Em “A Vida Complicada de Léa Olivier: Perdida”, de Catherine Girard-Audet, você vai entrar no mundo da personagem do título e descobrir os obstáculos que ela encontra no decorrer dessa nova fase: tais como o grupo de garotas populares que gostam de complicar sua vida; os desafios de um amor a distância; e as desvantagens de ter um irmão mais velho que é muito bonito e muito cool!

O livro já vendeu mais de 160 milhões de exemplares na Europa e no Canadá e é bastante indicado para o público infantojuvenil porque trata do dia a dia de uma menina que precisa se mudar e se adaptar a coisas novas, o que é muito comum de acontecer na vida dos adolescentes.

“A Vida Complicada de Léa Olivier: Perdida”, de Catherine Girard-Audet. Editora Todolivro, 312 páginas, R$ 29,90.