Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de março 2016

Contos de arrepiar revelados por Cora Coralina

31 de março de 2016 0
Divulgação, Global

Divulgação, Global

Quem não gosta de sentir aquele friozinho correndo a espinha quando se ouve uma boa história de assombração? Em “De Medos e Assombrações”, Cora Coralina nos faz voltar no tempo para a época em que as almas do outro mundo faziam procissões ou retornavam para dizer onde estava o pote de ouro.

São seis contos intrigantes publicados anteriormente nas obras “O Tesouro da Casa Velha” (6ª edição, Global Editora) e “Estórias da Casa Velha” (14ª edição, Global Editora): “As capas do diabo”, “O capitão-mor”, “Medo”, “O corpo delito”, “Candoca” e “Procissão das almas”. Cada um deles ilustrado por Rogério Soud, artista premiado que, nesta obra, corroborou, por meio de seus desenhos, com o suspense assustador de cada uma dessas histórias de arrepiar.

“O capitão-mor, mestre de campo, tinha desaparecido, misteriosamente, da cidade. Ninguém sabia dele [...]
[...] Algum crime?… Alguma vingança?… Alguma emboscada?… [...]
[...] Um século mais tarde, na Cidade de Goiás [...]”

No início da obra, a ilustração de um oratório, para o leitor fazer as suas preces antes de começar a leitura e, no final, outro, para o leitor conseguir dormir sossegado!

“De Medos e Assombrações”, de Cora Coralina, com ilustrações de Rogério Soud. Global Editora, 64 páginas, R$ 39,00.

Vem aí mais uma Feira do Livro de Joinville

30 de março de 2016 0
Reprodução

Reprodução

Em sua décima terceira edição, a Feira do Livro de Joinville abre oficialmente no dia 1º de abril, às 19 horas. Com o slogan “A literatura pede passagem”, um dos mais importantes eventos do gênero no Brasil se consagra por promover o encontro de autores de várias regiões com o público e estimular a formação de leitores. A programação oficial da 13ª Feira do Livro de Joinville está definida e oferece atrações para crianças, adolescentes e adultos. O roteiro de atividades que serão cumpridas de 1º a 10 de abril no complexo do Centreventos Cau Hansen (Teatro Juarez Machado e Centro de Exposições Edmundo Doubrawa). Informações podem ser obtidas pelo telefone (47) 3422-1133 e pelo e-mail feiradolivro@institutofeiradolivro.com.br. No dia 1º de abril, o público poderá começar a visitar a feira às 9h, mas a abertura oficial do evento ocorrerá às 19h, com a visitação prosseguindo nos dias seguintes das 9h às 21h, e nos sábados e domingos, até 20 horas.

Além da visitação à feira, na qual serão comercializados livros de todos os gêneros literários, haverá palestras, mostra de autores catarinenses, lançamentos de livros e sessões de autógrafos, mostra comentada de filmes, sessões de teatro e de música, exposições e apresentações culturais etc. Integrados ao evento principal ocorrem o painel em torno do tema “A importância da Leitura na formação do operador do direito”, com a participação de representantes do Poder Judiciário, e um seminário para professores que debaterá o tema “Desenvolvendo o gosto pela leitura”. Como ocorre todos os anos, o acesso à programação da Feira do Livro de Joinville é gratuito. Escolas, empresas e instituições interessadas em realizar visitas em grupos podem agendar pelo telefone (47) 3422-1133 ou pelo e-mail agendamento@institutofeiradolivro.com.br.

Na edição de 2016, o evento homenageia o artista joinvilense Juarez Machado, que será homenageado no dia 5 de abril, às 19h. Juarez Machado lançará um livro inédito — “A saída” — e o relançamento de seu primeiro livro de imagens — “Domingo de Manhã” — já esgotado. Segundo a escritora Maria Antonieta Cunha, curadora da Feira do Livro, a presença do artista representa uma homenagem ao talento de um joinvilense que consagra a arte brasileira no cenário internacional. Outro aspecto desta edição é a presença de autores da região ao lado de nomes com atuação marcante na literatura brasileira, promovendo um encontro de experientes escritores em diferentes gêneros e permitindo ao público conhecer o melhor da literatura nacional. Sueli Brandão, presidente do Instituto da Cultura e Educação e idealizadora da Feira do Livro de Joinville, comenta que a edição 2016 ocorre em um momento importante do Brasil, em que a educação e o incentivo à leitura oportunizam a reflexão quanto ao futuro do País.

“Temos o privilégio de ter em Joinville um evento que desde a sua primeira edição buscou este diferencial de promover o encontro de autores com o público e de se notabilizar como agente de formação de leitores e de cidadãos críticos do seu papel na sociedade, ao mesmo tempo em que proporciona ao público a condição de ter acesso a boas obras a preços acessíveis. Um processo de educação só é bem-sucedido com a sinergia destes fatores”, afirma Sueli Brandão, destacando que, apesar do momento difícil da economia, a Feira do Livro se mantém sintonizada com os mesmos propósitos que acompanham a trajetória de 13 anos consecutivos em que é realizada. A Feira do Livro de Joinville é uma iniciativa do Instituto da Cultura e Educação com apoio da Prefeitura de Joinville e Fundação Cultural de Joinville.

Confira a programação:

Sexta, dia 1º

9h – Abertura.
9h – Sessão de autógrafos do livro “O Professor e o Esperto”, de Leo Silva (RJ) — estande de autógrafos.
10h – Atividade do Sesc — palco.
10h15 – Palestra “A História que Sai da Imagem” e sessão de autógrafos com Márcia Széliga (PR) — Teatro Juarez Machado.
11h – Sessão de autógrafos do livro “Salvos pelo Amor”, de Juliane Rodrigues (RJ) — estande de autógrafos.
14h30 – Atividade do Sesc — Palco.
14h30 – Lançamento e sessão de autógrafos dos livros “Duda de Yorkshore” e “Duda de Yorkshore em Família”, de Marisa B Krás Borges (RS) — estande de autógrafos.
15h – Palestra “A História que Sai da Imagem” e sessão de autógrafos com Márcia Széliga (PR) — Teatro Juarez Machado.
15h – Sessão de autógrafos dos livros “Meu Segredo no Diário” e “Horizonte Azul”, de Lira Vargas (RJ) — estande de autógrafos.
15h30 – Contação de histórias — palco.
15h30 – Sessão de autógrafos do livro infantil “Turma da Tia Juju”, de Juliane Rodrigues (RJ) — estande de autógrafos.
19h – Solenidade de abertura — palco.
19h – Palestra “A presença alemã em Santa Catarina, a partir do romance “Malditas Fronteiras”, e sessão de autógrafos com João Batista Melo (MG) — palco
21h – Encerramento.

Sábado, dia 2

9h – Abertura.
9h30 – Mostra de Cinema Infantil: curtas do cineasta João Batista Melo (MG) — Centro de Convenções Alfredo Salfer.
9h40 – Sessão de autógrafos do Livro “Salvos pelo Amor”, de Juliane Rodrigues (RJ) — estande de
autógrafos.
10h – Apresentação musical do Coral Colégio Bom Jesus — Palco.
10h – Palestra para pais e professores: Logosofia — Centro de Convenções Alfredo Salfer.
10h30 – Sessão de autógrafos do livro “O Professor e o Esperto”, de Leo Silva (RJ) — estande de autógrafos.
11h – Bate-papo com pais e educadores sobre o cinema para crianças no Brasil e sessão de autógrafos com João Batista Melo (MG) — Teatro Juarez Machado.
14h – Sessão de autógrafos do livro “Uma Cama para Três”, de Eberson Theodoro (SC) — estande de autógrafos.
15h – Apresentação musical: Coral Hospital Dona Helena — Palco.
16h – Painel “Meu Amor pelos Livros”, com depoimentos de alunos de diversas instituições de ensino — palco.
16h30 – Sessão de autógrafos dos livros “Meu Segredo no Diário” e “Horizonte Azul”, de Lira Vargas (RJ) — estande de autógrafos.
17h – Atividade cultural — palco.
17h – Sessão de autógrafos do livro infantil “Turma da Tia Juju”, de Juliane Rodrigues (RJ) — estande de autógrafos.
19h – Bate-papo “Valor na gestão de negócios: propósito e execução para a área comercial fazer a diferença”, de Delton Batista (SC) — estande de autógrafos.
21h – Encerramento.

Domingo, dia 3

9h – Abertura.
10h – Contação de histórias — palco.
10h30 – Sessão de autógrafos do livro “O Professor e o Esperto”, de Leo Silva (RJ) — estande de autógrafos.
11h – Show de mágica com Mágico Franco (SC) — palco.
14h – Apresentação musical — palco.
15h – Bate-papo e sessão de autógrafos do livro “Elas Contam”, de Elizabeth Fontes, Ana Janete Pedri, Marlete Cardoso, Nilza Helena Vilhena e Odenilde Martins (SC) — estande de autógrafos.
16h – Sessão de autógrafos “A Dança que Encanta Crianças”, de Bernadete Costa (SC) — estande de autógrafos.
16h30 – Espetáculo “Cidade da Chuva”, do Pequeninus Grupo de Arte (SC), e sessão de autógrafos “Cidade da Chuva”, de Humberto Soares (SC) — palco.
17h30 – Lançamento do Livro “Contar Histórias: uns Passarão e Outros Passarinhos” – Coletânea – 20 anos do Proler Joinville, de Taiza Mara Rauen Moraes, Fábio Henrique Nunes Medeiros e Maurício Biscaia Veiga (SC) — palco.
18h – Sarau Música e Poesia, com Rita de Cássia Alves e Ananias Almeida (SC) — palco.
19h – Show de mágica com Mágico Franco (SC) — palco.
20h – Encerramento.

Segunda, dia 4

9h – Abertura.
9h30 – “Desenhando com Chimbica”, de Valério Mattos (SC) — palco.
10h – “As Crônicas de Fiorella”, com a autora Vanessa Martinelli (SC) — palco.
14h – “Desenhando com Chimbica”, de Valério Mattos (SC) — palco.
15h – “As Crônicas de Fiorella”, com a autora Vanessa Martinelli (SC) — palco.
16h – Atividade do Sesc — palco.
19h30 – Bate-papo “Teatro Playback”, com Clarice Siewert (SC) — Teatro Juarez Machado.
20h – Sarau Música e Poesia, com Rita de Cássia Alves e Ananias Almeida (SC) — palco.
21h – Encerramento.

Terça, dia 5

9h – Abertura.
9h às 17h – Seminário para professores: “Desenvolvendo o gosto pela leitura”, com Lúcia Fidalgo (RJ) e Maria Alexandre de Oliveira (SP) — Teatro Juarez Machado.
9h30 – Encontro com o escritor Jura Arruda (SC) — palco.
10h – “A Menina Distraída” — uma luta contra o bullying, com a autora Vanessa Bencz (SC) — palco.
10h30 – Atividade do Sesc — palco.
14h – Encontro com o escritor Jura Arruda (SC) — palco.
14h30 – “A Menina Distraída” — uma luta contra o bullying, com a autora Vanessa Bencz (SC) — palco.
15h – Atividade do Sesc — palco.
16h – Lançamento do livro “Coração Guarani”, da escritora Marlete Cardoso — palco.
19h – Homenagem ao patrono da Feira do Livro, o artista Juarez Machado; lançamento dos livros de imagem “Domingo de Manhã” e “Saída”, de Juarez Machado; Apresentação de Mello e Banda — palco.
21h – Encerramento.

Quarta, dia 6

9h – Abertura.
9h – Painel “Professores escritores” – Rede Municipal de Ensino — Teatro Juarez Machado.
9h30 – Bate-papo “Ficção e realidade: escrevendo histórias com as quais o público se relaciona” – com a escritora Janda Montenegro (RJ) — palco.
10h – Atividade do Sesc — palco.
10h30 – Sessão de autógrafos dos livros “Meu Segredo no Diário” e “Horizonte Azul”, de Lira Vargas (RJ) — estande de autógrafos.
14h – Bate-papo “Ficção e realidade: escrevendo histórias com as quais o público se relaciona” — com a escritora Janda Montenegro (RJ) — palco.
14h às 18h – Oficina: “Dinâmicas em literatura infantojuvenil e seus aspectos formativos” – com Maria Alexandre de Oliveira (SP) — Centro de Convenções Alfredo Salfer.
15h – Contação de histórias — palco.
16h – Encontro com Juarez Machado — palco.
18h – Bate-papo “Viver (não) é tudo – Diário da perseverança”, com o escritor Alcides Buss (SC) — estande de autógrafos.
19h – Apresentação do Coral Arte Maior — palco.
19h30 – Teatro de fantoches e Brincadeiras — Teatro Juarez Machado.
20h – “O Pinho Toca Forte – Histórias do Violão em Joinville”, com Guilherme Diefenthaeler (SC) — palco.
21h – Encerramento.

Quinta, dia 7

9h – Abertura.
9h30 – Apresentação musical “O Mágico de Oz” – Colégio Tupy (SC) — Teatro Juarez Machado.
9h45 – Bate-papo “Ficção e realidade: escrevendo histórias com as quais o público se relaciona” -
com a escritora Janda Montenegro (RJ) — palco.
14h – Lançamento do livro “Respostas para Tudo”, de Marinaldo de Silva e Silva (SC) — palco.
15h – Apresentação musical “O Mágico de Oz” – Colégio Tupy (SC) — Teatro Juarez Machado.
15h30 – Bate-papo: “Escritos da paixão – do Samba ao futebol” e sessão de autógrafos com Luís Pimentel (RJ) — palco.
16h – Lançamento e sessão de autógrafos do livro “Luzia, a Gatinha Pretinha”, de Eleonora de Medeiros (RS) — estande de autógrafos.
19h – Bate-papo: “Escritos da paixão – do samba ao futebol” e sessão de autógrafos com Luís Pimentel (RJ) — palco.
20h – Palestra “Valores essenciais para o profissional da atualidade”, com Daniel Lopes Martins (MG) – logosofia — Teatro Juarez Machado.
21h – Encerramento.

Sexta, dia 8

9h – Abertura.
9h30 – Bate-papo: “Escritos da paixão – do samba ao futebol” e sessão de autógrafos com Luís Pimentel (RJ) — palco.
9h45 – Sessão de autógrafos do livro “Uma Orquestra Especial”, de Luciana Costa (RJ) — estande de autógrafos.
10h – Bate-papo com a escritora Graciela Mayrink (RJ) — Teatro Juarez Machado.
10h30 – Contação de histórias e sessão de autógrafos de “O Sonho de Caio”, com Isabella Ingra (RJ) — palco.
14h30 – Hora do Conto – “Luzia, a Gatinha Pretinha”, com Eleonora Medeiros (RS) — palco.
15h – Lançamento do livro infantil “Por quê?”, de Cacá Melo (RJ) — estande de autógrafos.
15h30 – Contação de histórias e sessão de autógrafos de “O Sonho de Caio”, com Isabella Ingra (RJ) — palco.
16h – Encontro com o autor Celso Gutfreind (RS) e sessão de autógrafos dos livros “Crônica dos Afetos” e “A criança Através do Espelho” — Teatro Juarez Machado.
16h15 – Bate-papo com a escritora Graciela Mayrink (RJ) — palco.
18h30 – Apresentação musical do Coral Arte Maior — palco.
19h – Palestra: “A Utilização da literatura na saúde mental e na aprendizagem”, com Celso Gutfreind (RS) e sessão de autógrafos dos livros “Crônica dos Afetos” e “A Criança Através do Espelho” — palco.
19h30 – Painel “A importância da leitura na Formação do operador de direito”, com Dr. Maurício Povoas, Dr. Luis Gustavo Cardoso, Dr. João Marcos Buch, Dra. Maria de Lourdes Bello Zimath e Dra. Giordani Flenik — Teatro Juarez Machado.
21h – Encerramento.

Sábado, dia 9

9h – Abertura.
9h30 – Sessão de autógrafos do livro “Uma Orquestra Especial”, de Luciana Costa (RJ) — estande de autógrafos.
9h30 – Bate-papo com a escritora Graciela Mayrink (RJ) — palco.
10h – Contação de histórias — palco.
10h30 – Apresentação do Coral Arte Maior — palco.
11h – Sessão de autógrafos do livro “Cartas para Você”, de Maria Eduarda Razzera (SC) — estande de autógrafos.
13h30 – Sessão de autógrafos do livro “Romances em Contos 2″, de Flávia Cunha e Stella Cáceres (SE) — estande de autógrafos.
14h – Lançamento do livro infantil “Brinco de Pérola”, de Manoela Ramoniga Furtado e Miriam Ramoniga (SC) — estande de autógrafos.
14h45 – Bate-papo sobre o livro “A Lua que eu te Dei”, de Ana Rapha (PR) — estande de autógrafos.
15h – Contação de histórias e brincadeiras com Isabella Ingra (RJ) — palco.
16h – Bate-papo “Dramaturgia como literatura”, com Borges de Garuva (SC) — palco.
17h – Apresentação da Escola de Dança Justine Remond (SC) — palco.
17h30 – Sessão de autógrafos do Livro “A Lua que eu te Dei”, de Ana Rapha (PR) — estande de autógrafos.
18h – Sessão de autógrafos do Livro “No Tempo da Ana Bugra”, de Urda Klueger (SC) — estande de autógrafos.
18h45 – Sessão de autógrafos do Livro “A Lua que eu te Dei”, de Ana Rapha (PR) — estande de autógrafos.
19h – Palestra “Os meus olhos que não eram os meus” e sessão de autógrafos com Helenah (DF) — palco.
21h – Encerramento.

Domingo, dia 10

9h – Abertura.
10h – Sessão de autógrafos do livro “Uma Orquestra Especial”, de Luciana Costa (RJ) — estande de autógrafos.
10h30 – Lançamento do livro “As Estrelas da Vila do Luar”, de Quésia Cunha (SC) — palco.
11h – Sessão de autógrafos do livro “A Lua que eu te Dei” de Ana Rapha (PR) — estande de autógrafos.
11h – Sarau Música e Poesia, com Rita de Cássia Alves e Ananias Almeida (SC) — palco.
15h – Sarau Música e Poesia, com Rita de Cássia Alves e Ananias Almeida (SC) — palco.
16h – Leitura de poesias e sessão de autógrafos de “Carretel”, de Valmir Capim Neitsch (SC) — palco.
20h – Encerramento.

A Lua que eu te dei

29 de março de 2016 0
a lua que eu te dei

Divulgação, Appris

Ana Rapha Nunes, escritora carioca radicada em Curitiba, colocou no mercado o livro “A Lua que eu te Dei…”, pela Editora Appris. O trabalho, seu primeiro romance, é uma história de amor que mostra os conflitos e os dilemas vividos por um casal de crianças que chegam à adolescência. Os joinvilenses terão a oportunidade de conhecer a escritora nos dia 9 e 10 de abril, durante a Feira do Livro de Joinville.O livro não é inspirado em uma história real, mas conta com diversos elementos daquilo que vivenciamos. Nisto, o enredo torna-se interessante não apenas para jovens e adolescentes, mas também para o público adulto.

A obra fala sobre uma bela amizade, uma doce infância, a Lua como presente. Bebel e Luan são amigos inseparáveis, desde o tempo das fraldas. Mas agora que cresceram surgem mudanças o tempo todo. Novos sonhos, novos amigos, novas histórias. Será que o sentimento deles sobreviverá a essa nova fase?

Luan seria capaz de tudo para provar o seu amor por Bebel? Quem não gostaria de ter a Lua ao alcance das mãos? E provar o sabor das estrelas? Será que Bebel resistirá a essa prova de amor?

Sobre a autora

Com aulas saborosas e prêmios, Ana Rapha, assim carinhosamente chamada pelos seus alunos, é uma professora que conquista pelo seu modo diferente de ensinar a língua portuguesa.

Além de professora do ensino fundamental II, ela acumula outras experiências: é professora universitária, formando docentes para ensinarem com criatividade, e já foi coordenadora de área, tendo capacitado profissionais, criado materiais didáticos, projetos literários e avaliações diferenciadas.

Apaixonada por cores e letras, adora apreciar um belo pôr do sol, saborear um delicioso chocolate ou dedicar-se a uma leitura. Além de escrever, adora viajar, por livros e por lugares desconhecidos, gosta de poesia e aprecia a natureza. A “Lua que eu te Dei…” é o seu primeiro romance, outros já estão a caminho. Tem realizado palestras e bate-papos em escolas de Curitiba e região, conversando com os alunos sobre leitura.

Ana Rapha é membro da Associação de Escritores e Ilustradores de Literatura Infantil e Juvenil (Aeilij) e tem uma coluna semanal, na qual publica crônicas, chamada A vida por Ana Rapha, no blog Faroeste Literário.

Recentemente, participou do programa de tevê “Vida em Ação”, apresentado por Cecília Comel, no canal Evangelizar, e também do programa “Negócios da Terra”, exibido na rede Massa. Também participou de uma entrevista para a Rádio Jornal (Recife – Fm 90.3). Há pouco tempo, participou do programa de rádio “Boa da Pan” (rede Jovem Pan). Seu livro tem sido alvo de várias resenhas feitas por blogueiros de todo o País.

O livro, ilustrado por Raphaela Athayde, pode ser comprado no site da editora (http://www.editoraappris.com.br/produto/a-lua-que-eu-te-dei), nas Livrarias Cultura ou diretamente com a autora (nesse caso, você poderá pegar uma cópia autografada) em contato via página do Facebook (https://www.facebook.com/escritoraanarapha) ou pelo e-mail escritora.anarapha@gmail.com.

A autora Ana Rapha Nunes está disponível para entrevistas, palestras e eventos literários. O telefone é (41) 9931-0621.

Ajude a Barca a navegar por mares mais tranquilos

28 de março de 2016 0
Divulgação

Divulgação

A Barca dos Livros Biblioteca é um projeto de incentivo à leitura, principalmente a crianças e adolescentes, que funciona em Florianópolis, na Lagoa da Conceição.

Divulgação

Divulgação

Em 2014, em concurso promovido pelos ministérios da Educação e da Cultura, a Barca foi eleita a melhor biblioteca comunitária do Brasil. Além de livros para adultos, a Barca tem o maior acervo de literatura infantil e juvenil de Santa Catarina. Em nove anos de funcionamento, o projeto atendeu a cerca de 150 mil pessoas e promoveu mais de 2 mil eventos culturais.

Mas a Barca – uma ONG sem fins lucrativos – passa por um momento de que dificulta sua navegação pelo mundo da literatura porque enfrenta sérias dificuldades financeiras e corre o risco de fechar as portas por falta de apoio público e privado. Para que isso não aconteça, você pode ajudar com que ela deslize por mares mais calmos depositando qualquer quantia na conta corrente do Banco do Brasil: 13.058-3, agência 3185-2. Ajude, compartilhe, embarque nesta campanha!

Elas Falam de Deus

24 de março de 2016 0
Divulgação, SBB

Divulgação, SBB

Às vésperas da Páscoa e por março ser o mês dedicado às mulheres (obviamente, este mês é só para marcar uma data no calendário, porque as mulheres merecem respeito e admiração todos os dias), o blog pede uma licencinha à criançada para dar uma dica às mulheres em forma da Palavra de Deus. Trata-se da Bíblia Sagrada “Elas Falam de Deus”, da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB).Por meio de 366 reflexões escritas por mulheres, esta publicação apresenta o cuidado de Deus com o público feminino. Nos textos, preparados por cerca de 100 mulheres, a leitora encontrará reflexões bem pessoais e, algumas vezes, até íntimas e de intensa sinceridade. Dúvidas, anseios, alegrias, decepções, perdão… Esses são alguns dos tópicos tratados de forma autêntica e sensível, “de mulher para mulher”. Todos os devocionais (reflexões) fazem ponte com o texto bíblico, promovendo o crescimento no conhecimento da Palavra de Deus.

Com texto bíblico na Nova Tradução na Linguagem de Hoje, “Elas Falam com Deus” traz, ainda, 52 artigos, também escritos por mulheres, que tratam de temas atuais e do cotidiano: profissão, maternidade, depressão, família, perdas e enfermidade, entre outros.

A leitora também terá a oportunidade de refletir sobre histórias de importantes mulheres da Bíblia, que são exemplos e oferecem ensinamentos para a vida. Entre elas, estão as de Maria, cheia de graça; Débora, líder e conselheira; e as de Maria e Marta, que serviram e ouviram Jesus. Todas elas mulheres amadas por Deus, que falam sobre Ele e testemunham ao mundo o amor de Jesus.

Bíblia Sagrada “Elas Falam de Deus”, da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), 1.600 páginas (capa em couro sintético na cor pêssego), R$ 79,90.

Os benefícios da leitura no berçário

23 de março de 2016 0
Divulgação, InVerso

Divulgação, InVerso

Todo mundo sabe que a leitura faz bem. O que poucos entendem é que a leitura pode ser iniciada ainda quando as crianças estão na fase do berçário. E os benefícios nessa etapa são muitos:

  • Estreita a relação afetiva entre quem conta as histórias e os bebês;
  • Ajuda a construir a identidade;
  • Promove a interação com os livros e por meio dos livros;
  • Desenvolve o gosto pela leitura;
  • Potencializa o imaginário;
  • Proporciona o acesso às histórias como patrimônio cultural e à cultura letrada.

Então, galerinha, que tal uma sugestão (ou melhor, duas) para começar ou continuar essa prática tão benéfica? Dentre muitas opções para a criançada, há a coleção “Primeiro Olhar”, que inicia com dois volumes: “Abraço” e “Festa”, ambos de autoria de Eliziane Nicolao e Ross Mary Vieira, com ilustrações de Karen Basso. As autoras partiram de estudos feitos com bebês e crianças na primeira idade e trabalham a leitura e a afetividade nestas duas obras.

O livro “Abraço” incentiva o carinho pela família. Já “Festa” aborda o cuidado e o carinho com os animais, aproximando pais e filhos por meio da leitura.

“Abraço” e “Festa”. Coleção “Primeiro Olhar”, de Eliziane Nicolao e Ross Mary Vieira, com ilustrações de Karen Basso. Editora InVerso, R$ 30,00 cada título.

Divulgação, InVerso

Divulgação, InVerso

Todo mundo é misturado

22 de março de 2016 0
Divulgação, Escarlate

Divulgação, Escarlate

Pablo, o novo menino da classe de Júlia, é boliviano. Curiosa, ela logo quer saber mais sobre ele, mas seus colegas de classe não têm uma opinião tão favorável sobre o aluno novo que veio de longe. Uma série de mal-entendidos e palavras trocadas em português e espanhol armam um cenário nada amigável para Pablo. Será que Júlia conseguirá ajudar o novo amigo e fazer todos entenderem que, no fundo, somos todos “misturados”?

No livro “Todo Mundo é Misturado”, a autora Beth Cardoso traz de forma leve e bem-humorada temas como a tolerância e o respeito a diferentes línguas e culturas. Por meio da convivência entre Júlia e Pablo, a autora aborda tanto a relação do Brasil com culturas latino-americanas quanto a formação da nossa própria identidade por meio dos diversos povos e culturas que imigraram para o Brasil.

A história permite trabalhar temas como amizade, identidade, geografia e convivência social.

“Todo Mundo é Misturado”, de Beth Cardoso. Editora Escarlate, 108 páginas, R$ 28,70.

Poemas para brincar com Manuel Bandeira

21 de março de 2016 0
Divulgação, Global

Divulgação, Global

Em Pra Brincar, Manuel Bandeira faz um convite às crianças: conhecer a poesia por meio das brincadeiras com as palavras. São doze poemas acompanhados pelos traços artísticos de Cláudia Scatamacchia, que reavivam as recordações da infância. Entre eles estão “Pardalzinho”, “Lenda Brasileira”, “Na Rua do Sabão”, “Trem de ferro”, “Porquinho-da-Índia” e “Vozes da Noite”.

Bandeira soube, como poucos escritores de sua geração, captar os aspectos mais simples do cotidiano, resgatar em seus versos a cultura popular, o humor e dar a eles linguagem coloquial, musicalidade, ritmo, sonoridade e lirismo.

Possibilitar o contato com os clássicos da literatura o mais cedo possível é quebrar o preconceito de que o clássico é sinônimo de velho, quando é, na verdade, algo que o tempo eternizou, certamente, por algum valor especial.

Café com pão
Café com pão
Café com pão

Virgem Maria, que foi isto maquinista?

Agora sim
Café com pão
Agora sim
Café com pão

[...]

(Trecho de “Trem de Ferro”, de Manuel Bandeira.)

“Pra Brincar”, de Manuel Bandeira, com ilustrações de Cláudia ScatamacchiaGlobal Editora, 32 páginas, R$ 39,00.

"Brincadeiras do Sítio" traz sete histórias em desenho animado

18 de março de 2016 0
Divulgação

Divulgação

Nesta sexta-feira, o blog traz uma dica “diferente”: em vez de um livro, a sugestão é um DVD do Sítio do Picapau Amarelo. As histórias levam a magia dos personagens criados por Monteiro Lobato, escritor que dispensa comentários quando o assunto é literatura infantojuvenil, para um DVD, que fará a criançada se divertir.A sugestão é o quarto volume com aventuras em desenho animado, lançado pela área de desenvolvimento comercial da Globo, em parceria com a Som Livre. “Brincadeiras do Sítio” reúne sete episódios exibidos durante a primeira temporada.

Em uma das histórias, “O Circo do Picapau Amarelo”, Pedrinho tem a ideia de fazer um circo no Sítio. Emília logo se empolga e prepara um número especial para encerrar o espetáculo. Mas, quando chega o grande dia, ela não consegue fazer seu número. Ninguém poderia imaginar, mas a boneca tem vergonha de se apresentar na frente de todo mundo!

Já em “Os Carimbos de Emília”, a boneca de pano, Narizinho e Pedrinho começam a discutir para saber de quem é cada um dos brinquedos que eles têm. Para resolver a questão, Emília tem uma ideia que acaba deixando o Sítio do Picapau Amarelo de pernas para ar!

Em outro episódio, Emília está chateada porque nunca a deixam completar uma tarefa sozinha. Sempre aparece alguém oferecendo ajuda, achando que ela não vai conseguir. Mas ela está disposta a mudar isto e decide fazer uma pipa sozinha, sem a ajuda de ninguém: “A Pipa da Emília”!

Uma grande ameaça para a nossa boneca falante! Pedrinho decide que também quer ter um boneco, e pede para Tia Nastácia fazer “O Outro Boneco” igual a Emília… só que mais rápido, mais forte e mais inteligente. Emília fica apavorada: e se ela perder seu lugar no Sítio do Picapau Amarelo?

Em “O Feitiço do Visconde”, nosso Visconde de Sabugosa fica empanturrado de tanto ler ciências. Logo, Narizinho, Pedrinho e Emília decidem esconder seus livros para ele não se encher outra vez. Mas o Visconde acaba encontrando outros livros que podem ser ainda mais perigosos para o Sítio do Picapau Amarelo!

Emília diz que entende a língua de qualquer inseto. E começa a contar vantagem inventando o que estão dizendo, mesmo sem entender nada do que dizem! Mas o que ela não sabe é que os insetos entendem muito bem o que ela diz e decidem se vingar da boneca em “A Língua das Formigas”.

Narizinho vive esquecendo Emília pelos cantos. Até que um dia, a boneca decide fazer as malas e ir embora do Sítio do Picapau Amarelo em busca de uma nova dona. E a nova dona que Emília encontra é.. a Cuca! A aventura está no episódio “A Fuga da Emília”.

“Brincadeiras do Sítio” tem classificação livre, apresentação em um estojo com um disco com duração de 1h13. O DVD  está à venda pelo preço sugerido de R$ 26,90 e também pode ser encontrado no site www.loja.globo.

Balada do Velho Chico

17 de março de 2016 0
Divulgação, Autêntica

Divulgação, Autêntica

“Na Serra da Canastra nasce o Velho Chico, olhinho d’água no Chapadão da Zagaia brotando aos borbotões.
De pedra em pedra o rio menino saltita com o sorriso de quem já se sabe rio, rio-mar, Opará!”O São Francisco, um dos rios mais importantes do Brasil, cujo nome indígena é Opará ou Pirapitinga e o apelido carinhoso, Velho Chico, é homenageado no livro “Balada do Velho Chico”, de Raimundo Carvalho. A obra traz histórias e paisagens do rio e de suas populações ribeirinhas. Há milhares de anos fonte de vida e riqueza, sua história recente é também a história do sofrimento de um rio.

Verdadeira declaração de amor ao Velho Chico, foi desenvolvido em parceria com o Centro de Pesquisas e Experimentação de Sistemas Multimodais da Fundação Rodrigo de Melo Franco de Andrade, da UFMG, sob o patrocínio da Hidroex/Unesco.

“Balada do Velho Chico”, de Raimundo Carvalho, com ilustrações de Demostenes Vargas. Autêntica Editora, 48 páginas, R$ 35,00.