Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

A história de Uólace e João Victor

13 de abril de 2016 0
Reprodução

Reprodução

Todos os dias, vemos cenários diferentes em uma mesma cidade ou até mesmo no bairro onde moramos. De um lado, gente de posses, com uma vida confortável. Já olhando para o outro lado, pessoas desprovidas, muitas vezes, do mínimo necessário à sobrevivência.

Como diz Maria Valéria Rezende no prefácio de “Uólace e João Victor”, livro escrito por Rosa Amanda Strausz, “nascemos num mundo dividido (…): a cidade é uma sucessão de muros, grades, paredões, cercas, ‘bairros bons’ e ‘bairros ruins’, o asfalto e a favela.” Mas essa divisão, muitas vezes, são “apenas” espaciais, mesmo para pessoas com modo de vida bem diferente um do outro.

O livro conta que João Victor mora com a mãe e vive as alegrias e dificuldades de um adolescente de classe média. Uólace vive nas ruas com a mãe alcoólatra e enfrenta os desafios de um adolescente que tenta sobreviver. Apesar das enormes diferenças entre os dois garotos, a história revela que, mesmo em mundos tão distantes, eles podem ter inquietudes, expectativas e sonhos semelhantes.

Da trajetória desses personagens emergem dramas e esperanças que têm como cenário a cidade do Rio de Janeiro.

“Uólace e João Victor”, de Rosa Amanda Strausz, com ilustrações de Gustavo Piqueira e Samia Jacintho. Editora FTD, 96 páginas, R$ 44,10.

Envie seu Comentário