Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Vamos aprender o ABC dos Abraços!

26 de junho de 2017 0
Divulgação, Global

Divulgação, Global

Toda criança gosta de fazer (muitas) perguntas. Quer saber por que isto e por que aquilo. Pouco depois, junto ao porquê, ela pergunta sobre o como. Age assim estabelecendo relações com os objetos e com os seres vivos ao seu redor.

Em “ABC dos Abraços”, de Sérgio Capparelli, essa criança é Bia. Ela aplica uma gramática pessoal para entender o mundo, com um ABC sem pé, nem cabeça, em que o grande pode ser pequeno e o tombo, uma razão a mais para se pôr de pé.

São 33 poemas: alguns bem curtinhos, outros curtos, alguns médios, outros maiores. Os temas apresentam-se diversos e tratados de forma coerente com o universo infantil — família, escola, animais, tempo, medos, atitudes, comportamento, sentimentos, entre outros. A menina Bia, presente em muitos versos, cria um elo afetivo com o leitor.

É importante que a escola dê continuidade ao contato da criança com o texto poético, uma vez que cantigas de roda, canções de ninar, trava-línguas e adivinhas são manifestações poéticas orais associadas à sonoridade, ao ritmo, à descoberta do jogo das palavras, e desde cedo fazem parte do repertório infantil.

“ABC dos Abraços”, de Sérgio Capparelli, com ilustrações de Cris Eich. Global Editora, 48 páginas, R$ 45,00.

Envie seu Comentário