Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de agosto 2017

Escritor e ilustrador Odilon Moraes lança livro em homenagem a Guimarães Rosa

31 de agosto de 2017 0
Rosa

Divulgação, Olho de Vidro

O blog traz hoje um livro que faz uma homenagem a um dos principais escritores brasileiros em todos os tempos: Guimarães Rosa, autor de livros consagrados como “Grande Sertão: Veredas” e “Sagarana”. Em “Rosa”, o escritor e ilustrador Odilon Moraes oferece ao leitor um texto enxuto e poético que dá a cada palavra uma densidade extraordinária e sugere uma constelação de sentidos e de relações com a afetividade e a memória.

Em uma margem, as palavras contam a história da distância entre o pai e o filho. Em outra margem, as imagens mostram o percurso do filho em busca do seu passado. O leitor atravessa de uma margem a outra, oscilando entre o tempo das palavras e o das imagens. A primeira frase já lança o leitor em rios profundos. A narrativa tem sua origem no nascimento de um menino chamado Rosa. Ao mesmo tempo nasce outra lógica: o endoidecimento do pai.

Enquanto o leitor acompanha as palavras da história do homem que desaparece em viagem pelo rio, seus olhos são guiados pelas imagens do filho chegando a uma antiga casa, a fim de refazer o percurso do pai. O encontro pode se dar na terceira narrativa, aquela que o leitor irá construir com os alicerces de palavras e imagens criados por Odilon Moraes.

Este livro faz uma bonita homenagem ao universo de Guimarães Rosa, que neste ano completa 50 anos de falecimento, e ao seu emblemático conto “A terceira margem do rio”. Originalmente planejado para ser lançado pela extinta Cosac Naify, o livro foi proposto pelo próprio autor às Edições Olho de Vidro. Rosa é o segundo título no catálogo da editora. Com a proposta de publicar poucos títulos, grandes escritores e ilustradores, edições bem cuidadas para crianças e jovens leitores, a Olho de Vidro iniciou as atividades no começo de 2017.

“Rosa”, de Odilon Moraes. Edições Olho de Vidro48 páginas, R$ 49,90.

Livros bem baratinhos na Feira do Livro do Shopping Mueller

30 de agosto de 2017 0
top livros

André Kopsch, divulgação

Para quem gosta de ler é uma boa pedida. Para quem não gosta muito, fica o convite: de 1º a 30 de setembro, o Shopping Mueller recebe a Feira Top de Livros. São mais de 20 mil exemplares de diversos gêneros, desde literatura infantil até clássicos da literatura mundial, vendidos a preços populares: R$ 10 cada.

“É uma oportunidade que o Shopping Mueller oferece aos clientes para estimular a leitura e disseminar conhecimento”, afirma Aurea R. Pirmann, superintendente do shopping.

Atuando há mais de 20 anos no mercado da literatura, a Top Livros tem por objetivo promover a cultura por meio da oferta de livros a preços acessíveis.

Serviço
O quê: Feira de Livros.
Onde: praça central do Shopping Mueller, em frente à Loja Marisa.
Quando: de 1º a 30 de setembro.
Horário: das 10h às 22h (de segunda a sábado) e no domingo, às 14h às 20.

Uma noite para João e outros poemas

29 de agosto de 2017 0
uma noite para joão

Reprodução

O livro “Uma Noite para João e Outros Poemas”, de Peter O’Sagae”, leva o leitor para a atmosfera das festas populares, da poesia, da sensibilidade e força de um menino que vem para anunciar um caminho, da criança que brinca, sonha e transforma, do amor de mãe que acalenta com doces canções de ninar os receios de seu filho.

Dos dias de hoje rumo às lendas do imaginário popular, vamos conhecer uma infância que a invenção particular do poeta pode fazer, abrindo uma noite de sonhos com João ainda no ventre de sua mãe e depois nos primeiros passos sob à luz do mundo.

Com um lirismo ao modo das canções de ninar, na segunda parte do livro, aparecem outras histórias falando de brincadeiras, vento e pássaros, medos, alegrias e milagres. São lembranças de outros meninos, mas igualmente protegidos pela voz da esperança de suas mães e pais.

O livro é composto de 15 poemas inspirados em personagens históricos do cristianismo e lendas de santos medievais. Os textos podem ser classificados como acalantos, parlendas ou lenga-lengas, poemas narrativos anedóticos. Cada poema é feito uma canção, um quadro, contendo uma pequena narrativa. Desta maneira, o público poderá ser o mais variado possível.

As ilustrações delicadas e sensíveis transmitem bem o clima de festa e os símbolos que permeiam os poemas.

“Uma Noite para João e Outros Poemas”, de Peter O’Sagae, com ilustrações de Sandra Jávera. Coleção Espaço Aberto, Editora Paulinas, 36 páginas, R$ 35,80.

 

O que você quer ser quando crescer?

28 de agosto de 2017 0
i want to be

MercadoLivros, divulgação

Todo mundo sabe que aprender um novo idioma, especialmente o inglês, é muito importante nos dias atuais. E quanto mais cedo essa habilidade for despertada, melhor. Por isso, a minha dica nesta segunda-feira é o livro “I Want to Be”, escrito todo em inglês pela professora e pedagoga Yvette Pais.

As crianças sempre ouvem a pergunta “o que você quer ser quando crescer?”. Da família, das professoras, dos amigos da escola, todos. Já pensou de quantas maneiras criativas as crianças podem nos responder? A autora mostra isso de forma didática no livro da Editora MercadoLivros.

Direcionado a crianças entre seis e dez anos, o livro é sobre o “A, B, C” em inglês. Cada letra é representada por uma profissão. As frases são curtas, mas cheias de mensagens positivas que incentivam e convidam as crianças a sonhar que elas querem ser quando crescer. De maneira paradidática e espontânea, “I Want to Be” incentiva a interação entre diversas áreas do conhecimento de forma natural, unindo-as no cotidiano pelas falas das crianças.

Palestrando atualmente em escolas e universidades, Yvette conta que o livro vem sendo adotado por escolas, e a resposta dos professores e pais é muito boa. “É uma alegria ver que este livro cumpre seu propósito de inspirar e motivar as crianças a pensarem no que elas querem ser quando grandes”, afirma.

“I Want to Be”, de Yvette Pais. Editora MercadoLivros, 60 páginas, R$ 36,00.

Sinais do mar na poesia de Ana Maria Machado

25 de agosto de 2017 0
Sinais do mar

Divulgação, Gaia

Não é à toa que Ana Maria Machado é considerada uma das escritoras mais completas da literatura brasileira. Além de autora de sucesso de livros voltados para crianças e jovens, a escritora também vem se destacando nos últimos anos como exímia autora de livros de ficção para adultos, com romances e contos.

“Sinais do Mar” apresenta uma faceta da escritora que se encontrava escondida como um tesouro no fundo do mar: a de poeta. E é justamente sobre os encantos e mistérios do mar que esta primeira incursão no mundo dos versos está concentrada. Carioca de nascimento e dona de uma intimidade cotidiana com o universo das águas salgadas, Ana Maria Machado concebe no livro poemas que trazem evocações e imagens líricas de quem avista as ondas em seu balanço por vezes calmo, por vezes bravio, recriando seres, cenários e sentimentos que são próprias da vida marítima.

No poema “Estrelas”, a escritora brinca de maneira deliciosa e profunda com as palavras:

Cinco pontas

Cinco destinos

São areias tontas

De desatinos.

Cinco sentidos

Cinco caminhos

Grãos tão moídos

Por mares e moinhos.

Estrela-guia

Em alto-mar

Outra Maria

Vem me chamar”

 

“Sinais do Mar”, de Ana Maria Machado. Editora Gaia, 56 páginas, R$ 29,00.

 

 

Os Flintstones, Os Jetsons e Scooby-Doo ensinam as crianças sobre a evolução do mundo

24 de agosto de 2017 0
Divulgação, Boa Nova

Divulgação, Boa Nova

A Editora Boa Nova investe em personagens licenciados com a Warner Bros e traz para o mercado editorial mais uma obra do escritor peruano Luis Hu Rivas: “Evolução dos Mundos com The Flintstones, The Jetsons e Scoby-Doo”. O livro será lançado na 18ª Bienal Internacional do Livro no Rio de Janeiro, em sessão de autógrafos com o autor, nos dias 2 e 3 de setembro, entre as 16h e as 18h.

Atrelar a literatura a desenhos clássicos infantis facilita às crianças um melhor entendimento sobre a importância dos valores e a necessidade de aprender sobre o que é espiritualidade.

Nesta intrigante obra, o professor Einstone, que vive na Idade da Pedra, leva à pré-história a turma do Scooby-Doo por meio de uma máquina do tempo. Nesta aventura, os detetives mais queridos do mundo conheceram os Flintstones, o mundo primitivo em que vivem, e ajudam a resolver um mistério na era dos homens das cavernas.

Após isso, eles são mandados diretamente para o futuro, ao mundo de Regeneração, onde encontram a família Jetsons e por lá passaram por experiências incríveis. Nesta viagem, a turma da máquina do mistério também resolverá um caso fantasmagórico futurístico.

Será que os nossos amigos conseguirão voltar ao nosso tempo e resolver esses mistérios? Luis Hu faz destas duas historinhas uma divertida leitura para a criança entender melhor a transição planetária.

A intenção da Boa Nova com a coleção infantil é ensinar os pequenos o amor ao próximo, aproveitar melhor o tempo, e cuidar do ambiente em que vivem.

“Evolução dos Mundos com The Flintstones, The Jetsons e Scoby-Doo” (adaptado de “Scooby-Doo Team-Up), de Luis Hu Rivas. Editora Boa Nova52 páginas, R$ 17,90.

Dois pinheiros e o mar e outras crônicas sobre o meio ambiente

23 de agosto de 2017 0
Divulgação, Global

Divulgação, Global

Rubem Braga sempre esteve à vontade no meio da natureza. Nasceu e cresceu em Cachoeiro do Itapemirim, no Espírito Santo, tomando banho no rio que corta a cidade, andando solto por matas e fazendas, em meio a bichos e árvores. No Rio de Janeiro, onde se radicou, construiu um admirável jardim a céu aberto em sua cobertura na rua Barão da Torre, em Ipanema, cultivando flores, árvores frutíferas, periquitos e beija-flores. Desde suas primeiras crônicas, são patentes o amor, o respeito e a preocupação do cronista pela conservação das belezas e riquezas do mundo natural.

Neste “Dois Pinheiros e o Mar e Outras Crônicas Sobre Meio Ambiente”, estão reunidas 21 crônicas inéditas em livro, publicadas em jornais e revistas entre 1948 e 1969, cujos originais integram o acervo do autor, pertencente à Fundação Casa de Rui Barbosa. Nelas, “o sabiá da crônica” descreve não só a singeleza da fauna e da flora, como também clama aos homens que olhem com mais carinho e responsabilidade por este universo, que, no fim das contas, garante a plena sobrevivência da humanidade. Por causa desta viva sensibilidade, Rubem Braga expõe e critica com sua fina ironia a crueldade humana que violenta o mar, polui os rios e cria desertos.

Destinadas também ao público juvenil, as crônicas foram selecionadas por Gustavo Henrique Tuna e ilustradas por Dave Santana.

“Dois Pinheiros e o Mar e Outras Crônicas Sobre Meio Ambiente”, de Rubem Braga, com seleção e prefácio de Gustavo Henrique Tuna e ilustrações de Dave Santana. Global Editora, 104 páginas, R$ 35,00.

Jornalista lança em Joinville o livro interativo de poemas "Na Casa Amarela do Vovô, Joaninja Come Jujubas"

22 de agosto de 2017 0
Divulgação, MercadoLivro

Divulgação, MercadoLivros

Alô, galerinhas e pais e mães de galerinhas: coloquem na agenda um lançamento bem legal que vai acontecer aqui em Joinville. Querem saber mais? Continuem lendo.

No dia 2 de setembro, às 10h30, na Livraria A Página  (rua Dr. João Colin, 475, Centro, telefone 47 3027-7600) será lançado “Na Casa Amarela do Vovô, Joaninja Come Jujubas”, um livro de poemas que convida a criança a participar da obra e foi escrito pela jornalista e especialista em economia criativa e colaborativa Jaqueline Conte.

Na obra — repleta de poemas que aguçam a imaginação —, ao lado de cada texto há espaço para que a criança desenhe, dando ao poema sua própria interpretação visual, numa brincadeira entre diferentes linguagens. Também há, no topo da página, um local para que se registre o nome e a idade da criança que fez o desenho. Assim, a imagem fica catalogada e pode ser preservada para o futuro.

Mestranda em estudos de linguagens pela Universidade Tecnológica do Paraná (UTFPR), Jaqueline conta que sempre gostou de brincar com diferentes linguagens e sensibilidades. “E é essa a proposta do livro, fazer com que os poemas mobilizem as crianças para produzir suas próprias versões, sejam em forma de desenho ou outras manifestações. A criança lê o poema, reelabora em sua cabeça e traz de volta a ideia em forma de imagem ou mesmo de um novo texto”, afirma a autora, que vem recebendo muitos desenhos enviados por seus pequenos leitores. “É muito bom poder acompanhar os desenhos produzidos pelas crianças e perceber a leitura que cada uma faz. É a poesia que voa e se materializa em outros formatos”, afirma.

SERVIÇO

O QUÊ: lançamento do livro “Na Casa Amarela do Vovô, Joaninja Come Jujubas”, de Jaqueline Conte.
ONDE: Livraria A Página  (rua Dr. João Colin, 475, Centro, telefone 47 3027-7600).
QUANDO: no dia 2 de setembro (sábado), às 10h30.
QUANTO: o acesso ao evento é livre. O livro, editado pela MercadoLivros e tem 72 páginas, custa R$ 35.

 

 

 

Desenhos de um garoto solitário

21 de agosto de 2017 0
Divulgação, Farol

Divulgação, Farol

Galerinha, presta atenção na dica de hoje. Muita gente vai se identificar com o personagem. A sugestão não é um livro de histórias em quadrinhos. Também não é um livro de poesia ou uma pequena novela. Ele mostra, isso sim, pensamentos, piadas, declarações de amor, raiva, alegria e tristeza, sempre com muito humor e um toque de ironia.

Em “Desenhos de um Garoto Solitário” estão reunidas as artes feitas por Naldo Junio, um jovem de Goiânia que começou a desenhar e resolveu compartilhar seus desenhos nas redes sociais, tendo hoje mais de 850 mil seguidores!

Agora seu personagem sai do mundo virtual para ganhar as estantes e espalhar muitas risadas por aí! Não falei?! Provavelmente, você ou alguém que você conhece é igualzinho ao personagem, que transporta sentimentos para traços no papel.

“Desenhos de um Garoto Solitário”, de Naldo Junio. Farol Editorial, 128 páginas, R$ 21,90.

Livro retrata a história contemporânea — da Revolução Francesa à Primeira Guerra Mundial

19 de agosto de 2017 2
Divulgação, Contexto

Divulgação, Contexto

O século 19 pode ser considerado “longo” do ponto de vista da História. E é justamente esse período o foco de estudo do historiador Luís Edmundo Moraes, autor de “História Contemporânea – da Revolução Russa à Primeira Guerra Mundial. Para Moraes, o início do período é marcado em 1789, com a Revolução Francesa, e seu fim, em 1914, início da Primeira Guerra Mundial.

Entre essas datas surgiram concepções políticas, sociais e econômicas que ainda regem o mundo. Em um ritmo então nunca visto, as novidades — técnicas, mas também espirituais, intelectuais e políticas — ocuparam espaço na vida pública de uma sociedade que se industrializava e adquiria novas feições.

A Revolução Francesa trouxe ideais republicanos; os avanços napoleônicos geraram tensão bélica e diplomática; a Revolução Industrial transformou formas de produção; o desenvolvimento científico levou a progressos, mas trouxe ideais que serviriam a propósitos eugenistas.

“História Contemporânea — da Revolução Francesa à Primeira Guerra Mundial”, de Luís Edmundo Moraes. Coleção “História na Universidade”, Editora Contexto, 176 páginas, R$ 35,00.