Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts na categoria "Língua portuguesa"

Oportunidade para escritores brasileiros em Portugal

05 de junho de 2017 0
Palestra com autores da língua portuguesa. Foto: divulgação

Palestra com autores da língua portuguesa. Foto: divulgação

Mais de 30 autores brasileiros serão apresentados no 3º Salão do Livro de Portugal, que acontece nos dias 24 e 25 de junho, em Lisboa. A responsável pelo intercâmbio cultural será a escritora Jô Ramos, da ZL Editora.

Segundo Jô, a proposta é reunir escritores de todos os países de língua portuguesa com o objetivo de discutir a divulgação da literatura lusófona e criar uma grande rede de autores. A exposição contará ainda com debates, filmes e vendas das obras.

Para a escritora, os salões de livros internacionais surgiram da necessidade de divulgar os autores independentes e as pequenas editoras, ambos sem acesso ao circuito oficial literário brasileiro.

— Sabemos das dificuldades e dos círculos fechados, onde poucos conseguem acessar. Esse tipo de iniciativa torna-se um estímulo para preservação da nova literatura e dos novos escritores, além de ampliar o poder de ação para o exterior — ressalta.

Como participar

Os autores que tiverem interesse em participar do Salão do Livro de Portugal em 2018 precisam se inscrever pelo e-mail zlcomunicacao8@gmail.com.

Serviço:

O QUÊ: 3º Salão do Livro de Portugal-Lisboa e 3º Encontro de Escritores da Língua Portuguesa.
ONDE: Sana Malhoa Hotel I. Av. José Malhoa, 8. Lisboa, PT.
QUANDO: 24 e 25 de junho, das 10h às 17h.
ORGANIZAÇÃO: Jô Ramos e ZL Editora.

Boom, cabrum e toc-toc ganham dicionário

19 de dezembro de 2016 0
Divulgação, Autografia

Divulgação, Autografia

Não entendeu nada sobre o título deste post? Sem problema, eu explico: como você já deve ter estudado nas aulas de português, palavras assim são classificadas como onomatopeias. Ainda não se lembra do que isso significa? Então, lá vai: onomatopeia, segundo o “Aurélio”, é uma “palavra cuja pronúncia imita o som natural” de uma coisa. E esses vocábulos acabam de ganhar um dicionário.

O “Dicionário de Onomatopeias e Vocábulos Expressivos”, de Wagner Azevedo, é resultado de uma pesquisa prazerosa do autora nas letras da MPB, nas literaturas, poemas, e nas histórias em quadrinhos. A obra foi dividida em três tópico: Primeira Parte, Segunda Parte e Adendo.

A Primeira Parte reúne os vocábulos gerais que estão registrados nos dicionários como onomatopeia ou vocábulo expressivo. A Segunda Parte está subdividida em Apêndice I e II. O Apêndice I reúne os vocábulos que não estão registrados como onomatopeias e nem como vocábulos expressivos, entretanto, apresentam características muito semelhantes às onomatopeias devido seus redobros e afins. O Apêndice II reúne os vocábulos que não são nem onomatopeias e nem vocábulos expressivos, mas sim expressões informais utilizadas por nós brasileiros no dia a dia. Essa parte é um presente para os estrangeiros que estudam a língua portuguesa do Brasil. O Adendo apresenta vocábulos comuns que não são onomatopeias, entretanto, são usados como tal; e alguns caracteres usados especificamente nos gibis e histórias em quadrinhos.

“Dicionário de Onomatopeias e Vocábulos Expressivos”, de Wagner Azevedo. Editora Autografia, 568 páginas, R$ 77,00.