Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Língua portuguesa"

Boom, cabrum e toc-toc ganham dicionário

19 de dezembro de 2016 0
Divulgação, Autografia

Divulgação, Autografia

Não entendeu nada sobre o título deste post? Sem problema, eu explico: como você já deve ter estudado nas aulas de português, palavras assim são classificadas como onomatopeias. Ainda não se lembra do que isso significa? Então, lá vai: onomatopeia, segundo o “Aurélio”, é uma “palavra cuja pronúncia imita o som natural” de uma coisa. E esses vocábulos acabam de ganhar um dicionário.

O “Dicionário de Onomatopeias e Vocábulos Expressivos”, de Wagner Azevedo, é resultado de uma pesquisa prazerosa do autora nas letras da MPB, nas literaturas, poemas, e nas histórias em quadrinhos. A obra foi dividida em três tópico: Primeira Parte, Segunda Parte e Adendo.

A Primeira Parte reúne os vocábulos gerais que estão registrados nos dicionários como onomatopeia ou vocábulo expressivo. A Segunda Parte está subdividida em Apêndice I e II. O Apêndice I reúne os vocábulos que não estão registrados como onomatopeias e nem como vocábulos expressivos, entretanto, apresentam características muito semelhantes às onomatopeias devido seus redobros e afins. O Apêndice II reúne os vocábulos que não são nem onomatopeias e nem vocábulos expressivos, mas sim expressões informais utilizadas por nós brasileiros no dia a dia. Essa parte é um presente para os estrangeiros que estudam a língua portuguesa do Brasil. O Adendo apresenta vocábulos comuns que não são onomatopeias, entretanto, são usados como tal; e alguns caracteres usados especificamente nos gibis e histórias em quadrinhos.

“Dicionário de Onomatopeias e Vocábulos Expressivos”, de Wagner Azevedo. Editora Autografia, 568 páginas, R$ 77,00.