Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Literatura Infantojuvenil"

Autora-ilustradora Marilda Castanha conversa com jovens leitores no 19º Salão FNLIJ

22 de junho de 2017 0
Divulgação, Positivo

Divulgação, Positivo

Marilda conversará com os leitores no dia 27. Foto: Divulgação/Positivo

Marilda conversará com os leitores no dia 27. Foto: Divulgação/Positivo

De 21 a 28 de junho, a Editora Positivo participa do 19º Salão da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) para Crianças e Jovens e leva um presente para os novos leitores: uma conversa com a ilustradora Marilda Castanha, autora do livro “Sem Fim”, premiado no Nami Concours, na Coreia do Sul. Esse encontro, que também marca o lançamento do livro no Brasil, acontece às 15 horas do dia 27, no espaço Biblioteca FNLIJ Criança.

Marilda Castanha representa o Brasil este ano no Nami Concours, concurso que destaca os maiores expoentes dos picture books — livros de imagens — do mundo. Sua obra “Sem Fim”, publicada pela Editora Positivo, foi a única selecionada no evento, cuja exposição dos livros premiados abriu na primeira semana de maio e prossegue até a próxima edição do concurso.

Reconhecida na categoria Purple Island, a obra concorreu com outros 1.777 artistas de 89 nações. O livro ficou entre os 150 selecionados de 43 países e ainda integra o catálogo que marca a terceira edição do evento. O local onde está sendo realizada a mostra, a ilha de Nami, fica a cerca de uma hora da capital sul coreana Seul e é um destino ecológico e cultural do país asiático. Além disso, “Sem Fim” faz parte da exposição bienal internacional que integra o concurso: o Nambook Festival, dedicado aos livros ilustrados para crianças. Nela, as ilustrações premiadas são transformadas em ambientes interativos nas salas, cabines e corredores da Biblioteca de Nami.

Considerada uma obra interacionista, “Sem Fim” traz a convivência entre um homem e uma árvore, descrita apenas por ilustrações feitas com tinta acrílica e máscara de aquarela. No livro, que integra a coleção “História à Vista”, a autora promove indagações sobre harmonia e renovação, o real e o imaginário, e provoca reflexões sobre as possíveis transformações que podem surgir por meio da relação entre o ser humano e o meio ambiente.

“Sem Fim” é um trabalho que reúne a paixão da autora pelas suas “árvores inventadas” ao ser humano, bem como a um elemento silencioso: a caixa, que nada mais é do que uma bela metáfora para a consciência. O livro levou dois anos para ser finalizado e mostra a força de Marilda Castanha no desenho, com a cor amarela e os tons terra que lhe são peculiares. Ele também estampa a capa do catálogo da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) para a Feira de Bolonha 2017 e, recentemente, recebeu o Selo de Altamente Recomendável pela entidade, além de integrar a lista dos “30 melhores livros infantis do ano 2017” na seleção da revista “Crescer”.

O livro “Sem Fim” (60 páginas, R$ 54,90) pode ser encontrado em livrarias de todo o Brasil e no site www.editorapositivo.com.br.  Além de promover o encontro da autora-ilustradora com os jovens leitores, a Editora Positivo participa do Salão no estande de número 34.

Baleia Rosa, uma corrente do bem

19 de junho de 2017 0
Divulgação, Buzz

Divulgação, Buzz

Muito provavelmente, você já ouviu falar em Baleia Azul, o jogo que ficou famoso no mundo todo por propor aos participantes desafios que vão desde realizar pequenas mutilações no corpo até cometer suicídio. Mas que tal uma corrente do bem, que, ao contrário, propõe uma série de tarefas para espalhar atitudes inspiradoras e benéficas? Esta é, exatamente, a Baleia Rosa, um movimento que ganhou fama na internet e é tema do mais novo lançamento da Buzz Editora: “Baleia Rosa — Você Está Espalhando o Bem?”.

Resultado das páginas de Facebook, Twitter e Instagram @eusoubaleiarosa, o livro é de autoria dos amigos Ana Paula Hoppe e Rafael Tiltscher. Interativo, reúne 50 desafios lúdicos e práticos — como caça-palavras, listas e frases — para reforçar a autoestima, a alegria de viver e o sentimento de pertencimento dentro de cada leitor. Mas cuidado, porque a obra tem uma regra: “Divirta-se sempre com segurança”.

“Estamos vivendo uma época de muita descrença, ódio, negatividade, impaciência, indiferença, incertezas. Falta esperança nas pessoas”, afirma Rafael Tiltscher. “Então, decidimos criar um antídoto ao caos e à maldade que estão instalados no mundo. Com simples tarefas, queremos provar que todos nós somos poderosas ferramentas para reverter este quadro. Acreditamos que todos temos a capacidade de ajudar outras pessoas e construir o bem”, acrescenta.

Por acreditar que o bem deve ser partilhado, o livro convida o leitor para, além de realizar os desafios, compartilhar alguns deles no app Baleia Rosa — Oficial, por meio do QR code presente em algumas das páginas. “Fazer o bem é uma lição simples. Aprendemos desde criança com nossos pais o mantra ‘fazer o bem sem ver a quem’, mas, ultimamente, esse valor parece ter sido engolido pela individualidade do ser humano. Precisamos resgatar e praticar o bem para salvar a humanidade”, finaliza Ana Paula Hoppe.

“Baleia Rosa — Você Está Espalhando o Bem?”, de Ana Paula Hoppe e Rafael Tiltscher. Buzz Editora160 páginas, R$ 29,90.

 

Cultura oral africana em "Contos do Baobá"

07 de junho de 2017 0
Divulgação, Global

Divulgação, Global

“No começo dos tempos, o céu ficava muito perto da Terra, tão pertinho que as mulheres deviam tomar cuidado para não encostar nele quando manejavam seus pilões. E à noite, quando o firmamento se iluminava, elas se armavam de longas varas e pescavam umas estrelas para suas crianças brincarem.” 

Assim começa a história chamada “Por que os Pescadores Gostam do Vento?”, uma das quatro narrativas que compõem os “Contos do Baobá — 4 Contos da África Ocidental”, um livro inspirado no repertório dos griots, os verdadeiros guardiões da cultura oral africana.

A obra reúne quatro contos da África Ocidental adaptados e ilustrados por Maté. Em “Contos do Baobá”, as histórias — “A Lebre, o Rinoceronte e o Hipopótamo”, “Anansi e o Presente de Deus”, “Por que os Pescadores Gostam do Vento?” e “O Camaleão e o Chimpanzé” — são protagonizadas por personagens marcantes das narrativas tradicionais africanas.

O livro apresenta ainda, antes das histórias, o griot, poeta, músico e guardião de histórias transmitidas oralmente geração após geração e explica por que todo griot precisa de um baobá, árvore gigante quase mágica.

Ao longo das páginas, surgem várias figuras de animais cujos traços de personalidade divertem e encantam grandes e pequenos. A lebre preguiçosa conseguirá pagar o que deve ao rinoceronte e ao hipopótamo? A inteligência de Anansi, a aranha, bastará para desvendar a charada de Deus? E o pacato camaleão, saberá se safar das artimanhas do chimpanzé? Quem quiser saber a resposta, que sente à sombra do baobá e ouça com atenção as palavras do griot.

“Contos do Baobá — 4 Contos da África Ocidental”, adaptação e ilustrações de Maté. Global Editora, 40 páginas, R$ 39,00.

Plataforma Dentro da História permite criar seus próprios personagens

06 de junho de 2017 0
Divulgação, Dentro da História

Divulgação, Dentro da História

Dentro da História, plataforma que permite criar conteúdos personalizados com a singularidade dos desejos e sonhos de cada criança, lançou novas opções de cores de pele, olhos, roupas e acessórios, para proporcionar uma identificação cada vez mais significativa e emotiva dos pequenos por meio da magia dos livros.

A novidade se deu por dois bons motivos. O primeiro foram os inúmeros pedidos de pais, tios, avós que queriam tornar os personagens cada vez mais parecidos com suas crianças. O segundo motivo partiu da Dentro da História, que deseja promover por meio de suas histórias a pluralidade, tornando os avatares cada vez mais parecidos com as crianças, gerando uma conscientização sobre a diversidade do gênero, étnica, características físicas e psicológicas de cada pessoa.

Segundo Diego Moraes, cofundador e CCO (chief children officer) do Dentro da História, a editora busca cada dia mais desenvolver formas e métodos para que a educação infantil seja um grande colaborador da inclusão. “Em uma sociedade na qual as pessoas se expressam de forma tão única, o respeito à singularidade e à tolerância de cada indivíduo se torna fator de extrema importância para ser abordado e posicionado dentro dos livros”, argumenta o executivo.

A interação com o livro começa por meio do site www.dentrodahistoria.com.br, com a criação do personagem personalizado da criança, que é feita por meio da seleção de características, como olhos, pele, cabelo, roupas e acessórios. Após essa etapa, o desenho personalizado é inserido em um roteiro único, em português, inglês ou espanhol, e depois enviado para impressão. Com o processo de criação finalizado, será enviado um livro de capa dura e material resistente para o endereço indicado.

Dentro da História é uma editora que oferece uma plataforma online de personalização de livros e gibis. Criada pelos empreendedores brasileiros Flávio Aguiar, André Campelo e Diego Moraes, tem foco no público infantojuvenil. A plataforma permite criar conteúdos personalizados, que unem o universo lúdico dos personagens infantis com a singularidade dos desejos e sonhos de cada criança. A empresa formalizou sua primeira parceria com a Mauricio de Sousa Produções para personalização de livros infantis com a Turma da Mônica. Com navegação intuitiva, a própria criança pode criar seu avatar no site, que gera um roteiro exclusivo com os personagens do gibi. Com a história pronta, é possível enviar o material para impressão e receber o livro em casa.

Para mais informações acesse: www.dentrodahistoria.com.br ou fanpage: www.facebook.com/dentrodahistoria.

A vida de lobos-marinhos, leões-marinhos, focas e morsas

31 de maio de 2017 0
Divulgação, Gaia

Divulgação, Gaia

O livro “A Vida de Lobos-marinhos, Leões-marinhos, Focas e Morsas”, de Fernando Siqueira Alvarenga, conta mais uma história da blogueira Sandrinha, a sardinha viajante que adora viajar pelo oceano para observar como vivem as outras espécies e postar todas as descobertas em seu blog. Desta vez, a pesquisa é sobre A vida de lobos-marinhos, leões-marinhos, focas e morsas.

Essas espécies são chamadas de pinípedes — mamíferos aquáticos que possuem nadadeiras no lugar das patas. Essas nadadeiras permitem que eles se locomovam tanto na água, quanto na terra.

Sob a coordenação de Bianca Encarnação, editora-chefe da revista “Ciência Hoje das Crianças”, editada pelo Instituto Ciência Hoje, a coleção “Bichos do Mar” é escrita por especialistas, com a supervisão do coordenador científico Otto Bismarck Fazzano Gadig, doutor em ciências biológicas pela Universidade Estadual Paulista (Unesp).

“A Vida de Lobos-marinhos, Leões-marinhos, Focas e Morsas”, de Fernando Siqueira Alvarenga, com ilustrações de Orlando Pedroso. Coleção Bichos do Mar, Editora Gaia, 32 páginas, R$ 42,00.

Livros altamente recomendáveis para a galerinha

24 de maio de 2017 0

Olá, pessoal. Neste post, o blog coloca quatro livros que ganharam reconhecimento. As obras já apareceram aqui, mas o que é bom merece repeteco. Isso também é sinal de que o Blog do Aldo acerta nas dicas para a criançada e os jovens. Vamos lá?

Há mais de 40 anos, a Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) seleciona e analisa as obras consideradas de melhor qualidade para a leitura de crianças e jovens. O reconhecimento é um dos mais importantes em termos de qualidade literária e premia os dez melhores livros com o Selo de Altamente Recomendável, nas categorias: criança, jovem, imagem, poesia, informativo, tradução.

Quatro obras da Editora Positivo foram selecionadas para receber o selo. Três delas fazem parte da coleção de livros que homenageia o autor Murilo Rubião “Bárbara”, com ilustrações de Marilda Castanha; “O Edifício”, com ilustrações de Nelson Cruz; e “Teleco, o Coelhinho”, ilustrado por Odilon Moraes. O quarto livro, “Sem Fim”, é o livro de imagens de autoria da Marilda Castanha.

A premiação, de acordo com a editora de literatura da Editora Positivo, Cristiane Mateus, é um importante estímulo para todos os envolvidos no desenvolvimento das obras premiadas. “É com grande alegria que a Editora Positivo recebe mais essa conquista. Com a classificação de altamente recomendáveis, os livros acabam ganhando ainda mais visibilidade e, por consequência, um número maior de leitores também”, comemora.

Os livros premiados, além de serem selecionados para fazer parte do acervo básico da FNLIJ, que tem como objetivo orientar a compra e acompanhamento pedagógica para o seu uso efetivo em sala de aula, ainda estão concorrendo ao Prêmio FNLIJ — O Melhor para Criança, distinção máxima concedida aos melhores livros infantis e juvenis. A lista dos vencedores será publicada ainda em maio no site da fundação.

Além do selo de alta recomendação, a obra “Sem Fim” foi premiada neste ano no concurso internacional de livros ilustrados infantis Nami Concours, realizado na Coreia do Sul. A autora, Marilda Castanha, foi a única representante brasileira no evento, de 43 países participantes, e venceu na categoria Purple Island.

Conheça as obras altamente recomendadas

Divulgação, Positivo

Divulgação, Positivo

“O Edifício” — trabalho, que remete ao mito de Sísifo, é uma alegoria à condição humana e um conto extremamente angustiante no qual a vida parece suspensa. Segundo o escritor Nelson de Oliveira, que responde pelo prefácio da obra, a narrativa transparente, sem exageros retóricos, mostra que, para o autor, o enredo é tão importante quanto a linguagem. Ilustrado por Nelson Cruz em tinta acrílica e caneta nanquim (valor sugerido de R$ 39,80, 48 páginas).

 

Divulgação, Positivo

Divulgação, Positivo

“Bárbara” — uma obra que relata, por meio do fantástico, a soberba e o vazio. É a história de uma mulher que não se sacia e tem desejos sem fim, e de seu companheiro que, com um amor descomunal, não se limita a satisfazer as vontades da esposa. Na visão de Mariana Ianelli, que prefacia o livro, também pode ser considerado uma história de sombras ou a fábula de um amor louco. Ilustrado por Marilda Castanha, em técnica mista (valor sugerido R$ 39,80, 48 páginas).

 

Divulgação, Positivo

Divulgação, Positivo

“Teleco, o Coelhinho — esse conto fala das questões da existência humana e da metamorfose, no sentido de tentativa de adaptação do mundo. Como explica Nilma Lacerda, que apresenta o livro, a obra mostra as transformações contínuas de humor, de um corpo que em certas ocasiões parece não caber no eu que o abriga. Com ilustrações de Odilon Moraes, em lápis, nanquim e Ecoline (valor sugerido de R$ 39,80, 48 páginas).

 

sem-fim

Divulgação, Positivo

“Sem Fim” — a convivência entre um homem e uma árvore é o fio condutor da obra “Sem Fim”, de Marilda Castanha. A obra integra a coleção “História à Vista” e promove indagações sobre harmonia e renovação, o real e o imaginário, provocando reflexões sobre as possíveis transformações que podem surgir por meio da relação entre o ser humano e a natureza. Pintado em tinta acrílica e aquarela (valor sugerido de R$ 54,90, 60 páginas).

Mais informações sobre o Prêmio FNLIJ podem ser obtidas no site http://bit.ly/2rm0m67.

Authentic x Ender Dragon: a batalha será épica

09 de maio de 2017 0
Divulgação, Astral Cultural

Divulgação, Astral Cultural

Para encerrar a trilogia “AuthenticGames”, do youtuber Marco Túlio, especializado em Minecraft e que é seguido por mais de oito milhões de fãs em seu canal, a Editora Astral Cultural lança o último volume da série, o “AuthenticGames: a Batalha Contra Ender Dragon”.

No primeiro título desta trilogia, “A Batalha da Torre”, o youtuber é sequestrado e precisa sair dessa enrascada; no segundo título, A Batalha Contra Herobrine”, ele e seus amigos resgatam a espada roubada do herói e, após esta aventura, ele ainda terá que enfrentar o temido Ender Dragon. Esses dois primeiros títulos ultrapassam a barreira dos 400 mil exemplares vendidos.

Nesta nova aventura, Authentic, Builder e Nina terão que seguir até a sombria dimensão do The End para enfrentar novos desafios e salvar o mundo da superfície das terríveis ameaças do Ender Dragon.

As batalhas para deter o vilão e, ainda, acabar com as ameaças dos mobs, não serão fáceis. A eletrizante jornada está cheia de conflitos emocionantes, enigmas instigantes para o leitor solucionar e, dessa forma, ajudar os heróis a salvarem a Vila Farmer.

E aí? Será que o leitor está preparado para mais uma jornada cheia de emoção e aventura?

“AuthenticGames: a Batalha Contra Ender Dragon”, de Marco Túlio. Editora Astral Cultural, 112 páginas, R$ 19,90.

Bartolomeu Campos de Queirós propõe reflexão sobre a Constituição

08 de maio de 2017 0
Divulgação, Global

Divulgação, Global

Bartolomeu Campos de Queirós sempre nos surpreende com sua prosa poética, construída com maestria. No livro “Apontamentos” não poderia ser diferente. Na obra, o autor propõe uma reflexão sobre a importância de todo cidadão conhecer e pôr em prática a nossa Constituição, denominada também de Carta ou Carta Maior.

A narrativa, entremeada de diálogos, é um convite ao jovem leitor para que fique atento às necessidades de seu país e aproprie-se das leis e das normas que regem uma nação.  Sempre levando em conta a construção da consciência crítica, “Apontamentos” é mais uma das fantásticas obras de Bartolomeu, com uma leitura que seduz e encanta leitores de todas as idades.

As ilustrações são assinadas por Mauricio Negro, renomado autor e ilustrador, e acompanham magistralmente o trabalho do mestre Bartolomeu.

“Apontamentos”, de Bartolomeu Campos de Queirós, com ilustrações de Mauricio Negro. Global Editora32 páginas, R$ 39,00.

Navegando em mares internacionais

04 de maio de 2017 0
Divulgação, Positivo

Divulgação, Positivo

Rogério e as duas versões de "O Barco dos Sonhos". Foto: Divulgação

Rogério Coelho e as duas versões de “O Barco dos Sonhos”. Foto: Divulgação

Galera que acompanha o blog, olha como este espaço dá sugestões de leitura bem legais. Quer saber o motivo? Eu conto: um livro que já saiu aqui ganhou reconhecimento internacional. Continue lendo…

Depois de conquistar o Prêmio Jabuti, em 2016, e o HQMIX para desenhista nacional, “O Barco dos Sonhos”, de Rogério Coelho, acaba de alcançar mais uma conquista: a medalha de ouro na categoria “children’s picture books” (para todas as idades) no Independent Publisher Book Awards 2017, na edição americana, pela Tilbury House Publishers.

O Independent Publisher Book Awards, também conhecido como o Ippy Awards, é um concurso anual de prêmios de livros realizado para homenagear os melhores títulos independentes do ano. Os prêmios estão abertos a autores e editores independentes em todo o mundo que produzem livros escritos em inglês e destinados ao mercado norte-americano.

Considerado uma das maiores honras aos editores independentes, o concurso deste ano reuniu quase 5 mil inscritos dos Estados Unidos, Canadá, Austrália e de outros 29 países ao redor do mundo.  “A distinção foi uma surpresa e tem uma grande relevância para o meu trabalho, especialmente por fazer com que ‘O Barco’ figure em uma lista de recomendados que vai para 15 mil influenciadores, agentes bibliotecários e compradores do mundo todo”, explica o autor Rogério Coelho. A obra também ganha um selo especial de recomendação que auxilia as vendas no atacado e no varejo, popularizando ainda mais o livro.

Lançado no final do ano passado nos Estados Unidos, “O Barco dos Sonhos” tem recebido uma série de críticas positivas, incluindo uma recomendação estrelada da Booklistonline, desenvolvida pela American Library Association (ALA), a mais antiga e maior associação de bibliotecas do mundo. Nela,  o crítico Michael Cart destaca o estilo expressionista de Rogério Coelho e o compara a storyboards para um filme de Tim Burton. “Posso dizer que ‘O Barco’ tem me ofertado muitos projetos como ilustrador nos Estados Unidos e isso é muito gratificante”, destaca o autor.

Neste sentido, Coelho explica que muita coisa ainda pode surgir em virtude de que “O Barco dos Sonhos” (que na versão em inglês tem o título de “Boat of Dreams”) levou quase sete anos para ficar pronto — entre ideia e consolidação. “É um projeto pessoal, diferente de outros convites que chegam para ilustrar uma obra pronta ou em andamento. Assim, considero este livro como um conjunto de escolhas que deram certo. Foi um trabalho de fôlego, de força, e que me ensinou a ser fiel ao que me faz sentido na ilustração e na narrativa”, argumenta.

Sobre a obra

“O Barco dos Sonhos”, de Rogério Coelho, é uma encantadora narrativa em que a realidade e o sonho se misturam. As belíssimas imagens que compõem esse livro retratam a magia que pode surgir de uma folha em branco, das mãos de um velho ou das de um menino, da misteriosa correspondência entre os dois. Trabalha temas como amizade, afetividade, gerações, realidade e imaginação. Recomendado para crianças a partir de nove anos, o livro, publicado pela Editora Positivo, tem 84 páginas e preço sugerido de R$ 39,80.

Viagem pelo mundo das águas encantadas

03 de maio de 2017 0
Divulgação, Gaia

Divulgação, Gaia

Vamos viajar? No livro “Águas Encantadas”, a autora e ilustradora Maté nos conta três lendas de terras muito longínquas. As águas, doces ou salgadas, escondem criaturas maravilhosas: uma menina-sereia, uma ilha-crocodilo e um dragão chinês.

A primeira história, ambientada no Ártico, é sobre Sedna, a menina-sereia do povo inuit, criadora de todos os seres marinhos. A segunda, uma lenda tradicional do Timor Leste, conta como a amizade pura e destemida entre um garoto e um crocodilo é recompensada. Na terceira narrativa, vinda da China, um menino-dragão salva seu povo da seca e de um imperador tirano.

Nesse livro, o leitor mergulha nessas águas, que o esperam ao fio das palavras, e nas imagens que vão simplesmente brotando do papel. Maté, além de narrar essas histórias maravilhosas, também nos presenteia com ilustrações coloridas e únicas, que aguçam a percepção visual dos pequenos leitores.

“Águas Encantadas”, texto e ilustrações de Maté. Editora Gaia, 40 páginas, R$ 42,00.