Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Psicologia"

Livro fala sobre menina com comportamento obsessivo

06 de outubro de 2016 0
Divulgação, Peirópolis

Divulgação, Peirópolis

Sabe aquelas pessoas obcecadas por organização, limpeza e outras manias obsessivas? O livro “A Menina que Organizava”, de Eve Ferretti e Fabiola Werlang, que será lançado no dia 9 de outubro, a partir das 10h30, no Solar do Rosário, no Centro Histórico de Curitiba, trata de um desses temas.

O álbum ilustrado narra a trajetória de uma menina verdadeiramente ordeira — ou seria uma bordadeira inconformada? Em imagens emolduradas sobre paredes marcadas pelo tempo, a ilustradora Eve Ferretti traz para a narrativa um clima que em nada combina com os rituais perfeccionistas da personagem.

As autoras compartilham feições próprias de sua personalidade ou de pessoas com quem conviveram para, sem julgamento, iluminar aspectos do comportamento humano.

“A Menina que Organizava”, de Fabiola Werlang, com ilustrações de Eve Ferretti. Editora Peirópolis, 40 páginas, R$ 39,00.

O menino que entrou dentro de si mesmo

18 de abril de 2016 1
Divulgação, Caminho Suave

Divulgação, Caminho Suave

Começando a semana, a sugestão é uma obra que pretender ensinar a olhar para os pensamentos e desenvolver uma nova atitude frente a eles: “O Menino que Entrou Dentro de si Mesmo”, de Arnaldo Vicente e publicada pela Editora Caminho Suave.

No livro, o pequeno leitor descobre que, mesmo com todos os pesadelos, pensamentos negativos e medos, é possível percebê-los, mas nem sempre segui-los. O autor oferece a todos, sejam adultos ou crianças, uma reflexão de como estão processando os problemas e como é possível mudá-los por meio das emoções.

A história traz o conceito-chave da terapia cognitiva, que tem o objetivo de ensinar que a criança evolui na medida em que descobre que conversar consigo mesma é essencial para a felicidade, sempre distinguindo entre os fatos e os pensamentos sobre eles.

A mensagem principal da obra é plantar uma semente para que as crianças cresçam emocionalmente saudáveis, conhecedoras de si mesmas e capazes de lidar com os desafios e as adversidades da vida. Afinal, o Menino Triste encontra a felicidade quando entra no próprio coração, vê os pensamentos ruins e descobre que ele pode desenvolver uma nova atitude diante destes sentimentos negativos.

“O Menino que Entrou Dentro de si Mesmo” é o primeiro livro infantil de uma série que levará a chancela da Caminho Suave — editora que publica a famosa e tradicional cartilha “Caminho Suave”, que já alfabetizou mais de 40 milhões de brasileiros com sua maneira simples e inteligente — que tem o objetivo de ajudar os pais na laboriosa arte de educar os filhos.

“O Menino que Entrou Dentro de si Mesmo”, de Arnaldo Vicente, com ilustrações de Kelly Adão. Editora Caminho Suave, 32 páginas, R$ 32,90.

Augusto Cury lança "Felicidade Roubada"

26 de junho de 2014 0

Divulgação, Saraiva

Lançado pela Editora Saraiva, “FELICIDADE ROUBADA” traz aspectos autobiográficos e experiências adquiridas pelo autor Augusto Cury durante seções como psiquiatra e psicoterapeuta a respeito da felicidade. Mas o que é ser feliz? Em 192 páginas, Cury tenta trazer o tema para discussão, ao contar a história do bem-sucedido neurocirurgião Alan Alcântara, que é acometido por uma crise de pânico no meio de uma cirurgia.

Com traços céticos e pragmáticos em sua personalidade, o médico não aceita o diagnóstico de transtorno psíquico, uma vez que isso seria destinado aos fracos. Vendo sua vida profissional sugar-lhe todas as energias, Alan Alcântara chega a pensar que o amor é algo incondicional, que não precisa de cuidados, por isso mal convive com sua esposa e filha.

Na leitura do romance, Augusto Cury quer que o leitor entenda que, mesmo uma pessoa sendo culta e realizada, pode ter a sua felicidade roubada pelos “fantasmas” da sua mente se não aprender a se proteger das próprias ideias. Segundo ele, estatísticas apontam que mais de 3 bilhões de pessoas, cedo ou tarde, desenvolverão um transtorno psiquiátrico, uma vez que vivemos em uma sociedade estressante. No final, as respostas encontradas pelo personagem Alan Alcântara servem de ajuda para os leitores.

“FELICIDADE ROUBADA”, de Augusto Cury. Editora Saraiva, 192 páginas, R$ 19,90.

 

 

A arte de manter a cabeça no lugar

05 de junho de 2014 0

Divulgação, Thomas Nelson

Peço uma licencinha aos meninos e às meninas que me leem para dar uma sugestão para os adultos, principalmente àqueles que são pavios-curtos, estão de saco cheio, no limite. Resumindo: estressados.

Não existe nada de errado em viver as emoções. Elas fazem parte da natureza humana e dão graça à vida. O problema começa quando elas fogem ao controle e parecem dominar as ações, levando as pessoas a atitudes autodestrutivas ou que ferem quem está em volta. O resultado é arrependimento, depressão, vergonha… ou tudo isso junto. Mas não precisa ser assim.

No livro “EMOÇÕES SOB CONTROLE”, exemplos pessoais e ensinamentos bíblicos especialmente dirigido às mulheres, Lysa TerKeurst — uma das mais requisitadas palestrantes cristãs da atualidade nos Estados Unidos — se dispõe a demonstrar como usar as emoções a seu favor em todas as situações.

Autora de “Abra o Coração e Feche a Geladeira”, best-seller do “New York Times” publicado pela Thomas Nelson Brasil, ela aborda de maneira descontraída, ainda que profunda, a complexidade dos sentimentos e o que é preciso fazer para mantê-los “nas rédeas”.

“EMOÇÕES SOB CONTROLE”, de Lysa TerKeurst, com tradução de Ana Paula Argentino. Editora Thomas Nelson Brasil, 224 páginas, preço não divulgado.

O que fazer quando seus filhos tomam decisões erradas ou arriscadas

23 de maio de 2014 0

Aldo Brasil

Os pais costumam se encher de orgulho quando percebem que os filhos são bem-sucedidos em qualquer área da vida. Mas, quando isso não acontece, eles se sentem culpados e se punem de alguma maneira. “Onde foi que eu errei?” é a pergunta que muitos pais se fazem diante de decisões equivocadas que os filhos tomam.

A partir da experiência com sua filha mais velha, Katie, Brenda Garrison conta no livro “O que Fazer Quando seus Filhos Tomam Decisões Erradas ou Arriscadas” como conseguiu colocar mais tijolos na ponte que as unia do que no muro que as separava.

Com depoimentos da própria Katie e as histórias de outras famílias, além da indispensável sustentação bíblica, a autora ajuda mães (e pais, por extensão) a verem como chegaram ao ponto em que estão e, ao mesmo tempo, aponta maneiras de desenvolver relacionamentos saudáveis com os filhos.

“O que Fazer Quando seus Filhos Tomam Decisões Erradas ou Arriscadas”, de Brenda Garrison com Katie Garrison. Tradução de Marcelo Buenayre. Editora Thomas Nelson, 168 páginas, preço não divulgado.