Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Suspense"

Vaquinha para colocar "Sósia" na praça

22 de maio de 2017 0
Divulgação

Divulgação

Tem muita gente com talento que, geralmente, precisa de uma forcinha para transformar os projetos em algo concreto. O problema é que, muitas vezes, as iniciativas, como publicar um livro, precisam ficar adormecidas numa gaveta qualquer das boas intenções devido às limitações de verba. Menos mal que existe a modalidade de financiamento coletivo (uma espécie de vaquinha eletrônica), com o qual se pode ajudar. E é esse mecanismo que Renan Cardozo, de Joinville, está usando para publicar o livro “Sósia”.

O projeto está no site Catarse.me e disponibiliza várias formas (valores) de ajudar, partindo de apenas R$ 10. Cada valor tem um tipo de recompensa, como exemplar do livro, reprodução da capa em tamanho grande etc. Vá lá e ajude Renan a tirar do papel o seu “Sósia”.

“Sósia” é um suspense psicológico inspirado pelos clássicos lovecraftianos, como “O Caso de Charles Dexter Ward”, que pretende questionar os laços com nossa própria identidade. A história começa com um conjunto de relatos do médico Johnas Spirandelle enquanto ele e seu amigo, o oficial Ten. Carvalho, tentam descobrir que bizarra relação ocorre entre uma série de assassinatos e a histeria religiosa causada por uma misteriosa ressurreição.

O livro discute o tema da “Sombra”, desenvolvido pelo psicólogo Carl Jung, sobre a natureza selvagem do ser humano. A arte da capa, criada pelo artista Walter Pax (autor das ilustrações da edição brasileira de “O Chamado de Cthulhu”) descrevem esse conflito.

Serviço:

Suspense alucinante em "Febre de Enxofre"

31 de janeiro de 2017 0
Divulgação, Penalux

Divulgação, Penalux

O que esperar de um convite que pode mudar sua vida? Sorte, armadilha ou simplesmente alucinações? Essa é uma questão que envolve o poeta desiludido Yuri Quirino, personagem do livro “Febre de Enxofre”, do escritor mineiro, radicado na Paraíba, Bruno Ribeiro.

O romance, publicado pela Editora Penalux, começa quando Yuri se despede da mulher amada e conhece Manuel di Paula, uma criatura estranha que oferece uma oportunidade peculiar de trabalho para ele: escrever sua biografia. Para produzi-la, Yuri precisa viajar até Buenos Aires (Argentina), a cidade natal de Manuel. Porém, ele termina entrando em uma voragem absurda de horror e perdição.

Elementos como o culto, o prosaico e o sagrado, a alucinação e a realidade, são pontos importantes das versões pós-moderna dos grandes mitos da literatura moderna: o vampirismo, traduzido com muita vitalidade na obra de Bruno Ribeiro.

Segundo o autor, o livro tende a se converter em um jogo de bonecas russas, ou espelhos confrontados, onde um e outro pisam na cauda do outro mutuamente. Ele comenta ainda que a obra brinca com o real e com o fictício, trazendo um mundo de imaginação e suspense para o leitor. “É um livro que assume riscos e cumpre com as expectativas que se propõe. Sem pudor”, ressalta.

“Febre de Enxofre”, de Bruno Ribeiro. Editora Penalux, 274 páginas, R$ 45,00.

Dois crimes, uma testemunha e muito suspense em "A Garota do Lago"

27 de janeiro de 2017 0
Divulgação, Faro

Divulgação, Faro

Becca Eckerley tinha a vida perfeita. Estudava para ser uma grande advogada numa das faculdades mais importantes do país, uma família feliz e unida, seus amigos eram leais, se dava bem com todos que a conheciam… Uma garota inteligente e amável que encantava a todos. Até que é encontrada morta.

Um crime brutal que abalou a pequena cidade de Summit Lake era o que a repórter investigativa Kelsey Castle precisava para afastar a mente de sua tragédia pessoal. O que ela não imaginava é que a vida dela e a morte dessa jovem estariam ligadas. E o que mais incomodava Kelsey eram as perguntas que ninguém conseguia responder: por que estão tentando manter tudo em sigilo? O que realmente aconteceu com essa garota? Como acontece um crime de ódio contra alguém sem inimigos? E por que Becca está morta e ela não?

A Faro Editorial lança neste mês o thriller “A Garota do Lago”, de Charlie Donlea, que arrebatou milhares de leitores nos Estados Unidos. Um livro de estreia que mereceu destaque de diversos autores consagrados, como Robert Dugoni e Emily Bleeker. Desde então, o autor tem sido considerado um dos autores mais promissores dos últimos tempos. Com uma narrativa eletrizante, mesclando flashes do passado e do presente, ele criou um romance assombroso sobre duas mulheres que foram vítimas de um crime, mas só uma sobreviveu para contar essa história.

“A Garota do Lago”, de Charlie Donlea. Faro Editorial, 296 páginas, 39,90.

O chamado do monstro

20 de janeiro de 2017 0
Divulgação, Ática

Divulgação, Ática

A escuridão. O vento, os gritos. Os olhos estatelados, a respiração entrecortada.

É o pesadelo de novo, como em quase todas as noites depois que a mãe de Conor ficou doente. A escuridão, o vento, os gritos – e o despertar no mesmo ponto, antes de chegar ao fim. Tudo é tão aterrorizante que Conor não se mostra nem um pouco assombrado quando uma árvore próxima à sua casa – um imponente teixo – transforma-se num monstro.

Além disso, ele precisa lidar com coisas mais urgentes e graves: o reinício do tratamento contra o câncer ao qual sua mãe terá de se submeter, a vinda da avó para “ajudá-los”, a permanente ausência do pai desde que foi morar com a nova família e o pesado bullying na escola, do qual é vítima quase todos os dias. Tudo muito mais perturbador do que uma criatura feita de folhas e galhos (mesmo que pulsem e se contorçam).

Só que o monstro sabe que Conor esconde um segredo. E isso o torna realmente assustador. Por que Conor deveria dar ouvidos ao que parece imaginado? Por que o monstro parece ser a única criatura a estar ao seu lado diante de seus maiores medos: perder a mãe e contar a verdade sobre o que sente?

A narrativa de “O Chamado do Monstro”, de Patrick Ness, trata de temas universais sem ser artificial ou moralizante. Com texto simples, o autor parece tocar cada leitor individualmente, fazendo da narrativa uma experiência múltipla e única ao mesmo tempo.

A ideia central desta história é da escritora Siobhan Dowd. Morta pelo câncer em 2007, ela não teve, infelizmente, tempo de terminá-la. Então, Patrick Ness recebeu a proposta de desenvolver a trama. Mesmo hesitando no começo, a força da história o cativou. O resultado é uma narrativa comovente e verdadeira, escrita sob uma situação-limite e com uma força inesquecível.

O filme “Sete Minutos Depois da Meia-noite”, inspirado no livro e que estreou nos cinemas em janeiro, é dirigido por J.A. Bayona, diretor espanhol do terror “O Orfanato”. O próprio Patrick Ness assina o roteiro. O longa traz Sigourney Weaver e Felicity Jones, além de Liam Neeson, que faz a voz do monstro e narra a força e a imprevisível ferocidade das histórias, responsáveis pelo medo, pela angústia, pela solidão, lembrando que encarar com sinceridade segredos recolhidos dentro do peito é muito mais aterrorizante.

“O Chamado do Monstro”, de Patrick Ness (ideia original de Siobhan Dowd), com ilustrações de Jim Kay e tradução de Antônio Xerxenesky. Editora Ática, 216 páginas, R$ 35,90.

Haverá um futuro para o bem da humanidade ou o mal irá prevalecer?

19 de janeiro de 2017 0
Divulgação, Autêntica

Divulgação, Autêntica

Uma trama sombria pode liberar o mal que habita em cada um de nós e se espalhar sem controle pelo mundo. Os destinos de três jovens precisam se conectar para tentar evitar que isso aconteça. É nesse enredo que se desenvolve a história contada no livro “O Mistério da Luz e a Face das Sombras”, de Silvio Costta.

O passado medieval e o presente tecnológico estão ligados nessa incrível trama que envolve violência, corrupção e crimes misteriosos, tendo como eixo a modernidade e a ciência em contraponto à e à esperança no divino.

Haverá um futuro para o bem da humanidade ou o mal irá prevalecer? Tudo o que acontece é causa e efeito ou estamos predestinados? A batalha entre o caos e a ordem começa agora, com o mistério da luz e a face das sombras!

“O Mistério da Luz e a Face das Sombras”, de Silvio Costta, com ilustrações de Cláudio Martins. Autêntica Editora, 240 páginas, R$ 39,80.

Uma pedra, uma feiticeira, um reflexo e muito mistério

05 de janeiro de 2017 0
Divulgação, Escarlate

Divulgação, Escarlate

Gosta de ler histórias com mistérios e suspense? Então, preste atenção no livro que o Blog do Aldo indica hoje: “Espelho, Espelho seu – uma Pedra, uma Feiticeira, um Reflexo”, de Rosana Rios.

O livro conta que três desconhecidos, fragmentos de um antigo espelho e um mistério centenário: quando cacos de um antigo espelho partido aparecem na cidade de São Vicente, no litoral paulista, acontecimentos estranhos passam a ocorrer com três habitantes da cidade. Divididos entre razão e loucura, magia e realidade e passado e presente, o aposentado Solero e os estudantes Adriano e Alexa precisarão montar um quebra-cabeça intrigante para chegar à verdade, antes que seja tarde demais.

A autora desenvolveu a história a partir de uma lenda do folclore de São Vicente sobre a Pedra da Feiticeira, que, de fato, existe. Para os professores, a sugestão é, junto aos alunos, escolher um marco histórico ou geográfico de sua cidade e peça que eles escrevam um pequeno conto de ficção a seu respeito. Os protagonistas Adriano e Alexa enfrentam problemas com a própria imagem e identidade: converse com os alunos sobre quais fatores (sociais, emocionais etc.) podem levar a esse tipo de crise e peça que os alunos desenvolvam um texto dissertativo sobre suas causas e consequências.

“Espelho, Espelho seu – uma Pedra, uma Feiticeira, um Reflexo”, de Rosana Rios. Editora Escarlate, 144 páginas, R$ 28,70.

Scooby-Doo e sua turma em uma viagem misteriosa

25 de novembro de 2016 0
Divulgação, Boa Nova

Divulgação, Boa Nova

No ano de 1848, fenômenos misteriosos aconteceram em uma casa em que moravam duas garotas: as irmãs Fox. As duas meninas ouviam pancadas esquisitas nas paredes da casa, produzidas por um fantasma chamado Charles, um vendedor de joias que morreu no local.

Para conversar, batia uma vez para responder sim e duas vezes para dizer não. Depois, a casa foi vendida para a família das irmãs e, em seguida, virou um hotel.

Na obra “Viagem Misteriosa”, história adaptada de Gail Herman escrita por Luis Hu Rivas, Scooby-Doo e sua turma pegam a estrada, mas uma tempestade interrompe a viagem e obriga os detetives da Máquina do Mistério a se hospedarem em algum lugar próximo. Só que não imaginavam que este local seria o mesmo em que viveram as irmãs Fox.

Salsicha e Scooby-Doo vão parar em um quarto que está mais para um quarto de terror do que de hotel. Eles e seus amigos se aventuram numa história cheia de surpresas. Será que conseguirão resolver os mistérios em torno desses acontecimentos assustadores.

O livro, na parte final, também tem diversão para a criançada, com atividades como colorir, ligue os pontos e jogo dos erros.

“Scooby-Doo — Viagem Misteriosa”, de Luis Hu Rivas e Warner Bros., adaptado da obra de Gail Herman. Editora Boa Nova, 64 páginas, R$ 31,90.

Uma lebre, um gato e um porco em uma noite assustadora

21 de novembro de 2016 0
Divulgação, Brinque-Book

Divulgação, Brinque-Book

Para você que gosta de uma história com mistério, a primeira dica da semana, “Uma Noite Assustadora”, de Lesley Gibbes, vem bem a calhar.

O livro conta que, em uma noite escura e assustadora, a lebre, o gato e o porco partiram numa viagem, cada um carregando um objeto. Percorrendo vales e montanhas, florestas e grutas, o trio segue em direção a uma localização misteriosa, enfrentando diversos perigos. Para que servem os objetos que eles levam? Qual o objetivo da viagem noturna? O leitor descobrirá apenas no final deste divertido livro, que permite trabalhar temas como amizade, imaginação, rimas e mistério.

Logo no início da história, a autora informa que os personagens saíram em viagem levando três objetos. Junto aos alunos, pense se esses objetos podem indicar o destino da viagem ou por que os animais estavam tão determinados a chegar lá. Este é um texto rimado: observe com os alunos o efeito que as rimas têm na narrativa, elas provocam algum efeito especial?

“Uma Noite Assustadora”, de Lesley Gibbes, com ilustrações de Stephen Michael King e tradução de Gilda de Aquino. Editora Brinque-Book, 36 páginas, R$ 35,00.

Malu no mundo dos cabeças de ferro

14 de novembro de 2016 2
Cabeças de Ferro

Divulgação

No livro “Cabeças de Ferro”, Malu – a nova protagonista da autora Carol Sabar – acaba de ingressar na concorridíssima Universidade de Ponto Sem Nó, reduto das mentes mais brilhantes do País. A trama se passa na cidade imaginária de Ponto Sem Nó – próxima a Ouro Preto – e é recheada com trotes violentos, festas desregradas, debates políticos acirrados, boatos maldosos e rivalidade inescrupulosa, ou seja, temas recorrentes na vida de universitários “cabeças de ferro“, jovens que se consideram acima do bem e do mal por sua inteligência e pela capacidade de entrar numa universidade concorrida como essa. Nesse cenário um tanto perturbado, Malu então se vê envolvida em uma nova e eletrizante aventura tentando desvendar crimes e mistérios que parecem ter tomado conta da universidade.

Após ela mesma quase ter sido vítima de queimaduras químicas num desses trotes humilhantes com um estranho produto chamado “ácido agressílico“, Malu, juntamente com dois colegas, tenta desvendar o que há por trás desse ataque criminoso e da estranha mistura. A partir daí, uma série de reviravoltas tem início em uma trama que prende a atenção do leitor como num bom filme de suspense. Como se não bastasse, ela ainda precisa resolver sua atribulada (e acalorada!) vida amorosa e fazer uma escolha: o conforto dos braços de Nicolas, o melhor amigo apaixonado de todas as horas, ou a atração desenfreada que sente por Artur, o bad boy genial que ela sempre odiou e que a colocou numa situação humilhante quando ela tinha apenas 11 anos.

Em Cabeças de Ferro, Carol Sabar promete fazer o leitor ser absorvido pelas aventuras de Malu e seus dilemas românticos num ambiente descolado numa trama inteligente e que vai fazer o leitor se deliciar com a trajetória de sua nova heroína. Com a mesma linguagem espontânea e divertida que conquistou tantos leitores, Carol Sabar agora nos conta uma história irresistível, cheia de suspense, romance e adrenalina.

“Cabeças de Ferro”, de Carol Sabar. Editora Jangada, 304 páginas, R$ 34,90.

Histórias de arrepiar os cabelos

26 de outubro de 2016 0

Todo ano, o Halloween é sempre a mesma coisa. Quando se aproxima o dia 31 de outubro, as emissoras de TV começam a exibir os filmes com os mesmos vilões: Freddy Krueger, Jason, Brinquedo Assassino, Drácula, Frankenstein, Hannibal Lecter, entre outros. Mas se você quer sair dessa rotina e fugir do básico, fique atento às dicas de obras-primas do terror das quais poucos falam.

Um deles é o livro de ficção “O Grande Deus Pã” (122 páginas, R$ 32), do galês Arthur Machen. Publicado pela Editora Penalux e traduzido pela primeira vez no Brasil, a obra mostra as consequências decorrentes de um experimento neurológico conduzido por um leigo inescrupuloso, para quem – e também a tantos outros – o desejo de “olhar por sob o véu” acarreta um preço amargo.

A história acontece no período vitoriano, em Londres, após a ocorrência de uma série de suicídios, dos quais ninguém sabe o motivo. O único elo em comum é uma mulher enigmática, que atrai e horroriza os homens à sua volta. Para tentar desvendar o que está acontecendo, o leitor acompanha alguns personagens: Sr. Clarke, Dr. Raymond, Villiers e Austin, todos frequentadores da alta sociedade.

Outro importante clássico é o “Assovie que Virei: Histórias de Fantasmas” (144 páginas, R$ 34), de M.R. James, que nunca teve uma coletânea sua traduzida no País. Os contos desse livro instauram um clima de mistério e horror, combinando situações e personagens cotidianas com temas eruditos, como mausoléus, tumbas e templos. A leitura transmite um sentimento de arrepio, horror e mistério, ao adentrar histórias que sutilmente o levam para um mundo sombrio de conhecimentos secretos.

Para quem gosta de mistérios, “Na Garupa do Besouro” (76 páginas, R$ 32), de J.P. Effting, é um prato cheio. Com personagens do senso comum no meio de pequenas narrativas com cenários simples e cotidianos, o livro traz enredos aterrorizantes e sombrios. A obra ainda aproxima o leitor do desconhecido e do terror nas situações mais simplórias que possamos imaginar.

Ainda para quem quer curtir obras de terror de escritores brasileiros, tem “O Demônio de Cada um” (114 páginas, R$ 34), coletânea de contos de autores paraibanos organizada por Bruno Gaudêncio, e o livro de contos da escritora e jornalista Vivian de Moraes“Satan me Tirou para Dançar” (116 páginas, R$ 34),  que não é necessariamente uma obra de terror, mas nem por isso deixa de causar assombros.

Os livros podem ser comprados pelo site da Editora Penalux: http://www.editorapenalux.com.br/.

Escolha sua leitura e divirta-se no Halloween. Confira abaixo as capas dos livros.

Divulgação

Divulgação

Divulgação

Divulgação

Divulgação

Divulgação

Divulgação

Divulgação