Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "editora saraiva"

Escritora joinvilense Vanessa Martinelli faz pré-lançamento de "As Crônicas de Fiorella"

05 de outubro de 2015 1
Reprodução

Reprodução

Divulgação

Divulgação

Coloque na agenda: “As Crônicas de Fiorella”, obra da autora joinvilense Vanessa Martinelli (foto),  terá pré-lançamento na quarta, dia 7, a partir das 17h, na Loja Villa Rosa. Além de apresentar seu mais novo título, a autora ainda realiza um bate-papo para meninas entre sete e dez anos.

O livro mostra que vida de adolescente, especialmente das meninas, foco da obra, não é só um mar de rosas. Responsabilidades, hormônios, o adeus à infância e a entrada na vida adulta: todos têm suas boas e más recordações desses momentos – e que ainda não tem não perde por esperar. E com a garota Fiorella não é diferente.

O mundo das meninas é abordado no livro “As Crônicas de Fiorella”. Ela é uma menina comum, com pais divorciados, que vive com o irmão e a mãe e vai à escola todos os dias. Ah, ela também tem uma melhor amiga, Flávia; um cachorro estranho chamado Rufus e uma forte queda por pasta de chocolate.

A partir das crônicas narradas por ela neste livro, vencedor do 1º Prêmio Saraiva na categoria juvenil, o leitor conhecerá um pouco mais sobre ela, além de se divertir e emocionar com o amadurecimento da personagem.

Vanessa Martinelli Levandowski é neuropsicóloga e escritora. Com quatro livros publicados, a autora foi vencedora do prêmio Saraiva de Literatura na categoria Juvenil. A entrada é gratuita e para participar do bate-papo não há necessidade de inscrição . A Loja Villa Rosa fica na rua Benjamin Constant, 258, em Joinville.

“As Crônicas de Fiorella”, de Vanessa Martinelli, com ilustrações de Carla Irusta. Editora Saraiva, 112 páginas, R$ 29,90.

Petrus Logus, o Guardião do Tempo

31 de outubro de 2014 1
Divulgação, Saraiva

Divulgação, Saraiva

Com o colapso dos recursos naturais, a humanidade foi obrigada a lutar por sua sobrevivência, e após a Terceira Guerra Mundial e uma reestruturação social, o Reino de Cosmus surgiu em todo o seu esplendor. Com a certeza de que o progresso e o mau uso da tecnologia causaram a destruição do mundo, os governantes de Cosmus proibiram a propagação do conhecimento, abolindo os livros e as escolas. É nesse cenário que se passa a história de “Petrus Logus, o Guardião do Tempo”, lançamento da Editora Saraiva e estreia de Augusto Cury na literatura juvenil.

No centro da trama está Petrus, filho do rei Apolo, soberano de Cosmus, um jovem apaixonado pelo conhecimento e sem talento para lutas e embates físicos. Educado pelo sábio Malthus para ser um líder justo e generoso, o príncipe começa a questionar o governo do pai, expondo as injustiças sociais e contestando as posições ditatoriais. Seu senso de justiça o leva a conviver com camponeses, algo proibido para um nobre, e no meio daqueles conhece o verdadeiro amor: a jovem Nátila.

Sua atitude contestadora o coloca em situações de risco, já que os conselheiros do rei o veem como uma ameaça à hegemonia do reino e um rebelde que pode fazer o povo se levantar contra os nobres. E por questionar uma das decisões tomadas por Apolo, Petrus sofre a maior condenação de Cosmus: é obrigado a vestir a temida Máscara da Humilhação.

A máscara deixa fortes cicatrizes físicas e emocionais no jovem príncipe, mas não o enfraquece. Ao contrário. Para continuar sua luta contra as injustiças, Petrus vai precisar domar uma fera que, mal sabe ele, poderá tanto destruí-lo quanto salvá-lo.

Os direitos de “Petrus Logus, o Guardião do Tempo” já foram vendidos para o cinema.

“Petrus Logus, o Guardião do Tempo”, de Augusto Cury. Editora Saraiva, 296 páginas, R$ 29,90.

 

Mike Tyson - a verdade nua e crua

08 de julho de 2014 1
Divulgação, Saraiva

Divulgação, Saraiva

A sugestão de hoje é indicada para aqueles que apreciam boxe ou que são fãs do maior lutador de todos os tempos: Mike Tyson, que apresenta sua autobiografia.

Demolidor de adversários, mas também um grande colecionador de polêmicas. Isso poderia ser o resumo da vida do multicampeão. Mas isso não daria conta de dizer tudo sobre essa figura amada por muitos e odiada por outro tanto.

A excelência como boxeador, o comportamento áspero dentro e fora do ringue, as polêmicas e os vícios fizeram de Tyson uma celebridade mundialmente famosa. Mas esta autobiografia vai muito além do que se leu ou ouviu sobre o mito. “MIKE TYSON – A VERDADE NUA E CRUA” é uma busca por autoconhecimento que dispensa qualquer filtro ou pudor.

“MIKE TYSON – A VERDADE NUA E CRUA”, de Mike Tyson, com tradução de Roberto Candido Francisco. Editora Benvirá, 510 páginas, R$ 49,90.

Augusto Cury lança "Felicidade Roubada"

26 de junho de 2014 0

Divulgação, Saraiva

Lançado pela Editora Saraiva, “FELICIDADE ROUBADA” traz aspectos autobiográficos e experiências adquiridas pelo autor Augusto Cury durante seções como psiquiatra e psicoterapeuta a respeito da felicidade. Mas o que é ser feliz? Em 192 páginas, Cury tenta trazer o tema para discussão, ao contar a história do bem-sucedido neurocirurgião Alan Alcântara, que é acometido por uma crise de pânico no meio de uma cirurgia.

Com traços céticos e pragmáticos em sua personalidade, o médico não aceita o diagnóstico de transtorno psíquico, uma vez que isso seria destinado aos fracos. Vendo sua vida profissional sugar-lhe todas as energias, Alan Alcântara chega a pensar que o amor é algo incondicional, que não precisa de cuidados, por isso mal convive com sua esposa e filha.

Na leitura do romance, Augusto Cury quer que o leitor entenda que, mesmo uma pessoa sendo culta e realizada, pode ter a sua felicidade roubada pelos “fantasmas” da sua mente se não aprender a se proteger das próprias ideias. Segundo ele, estatísticas apontam que mais de 3 bilhões de pessoas, cedo ou tarde, desenvolverão um transtorno psiquiátrico, uma vez que vivemos em uma sociedade estressante. No final, as respostas encontradas pelo personagem Alan Alcântara servem de ajuda para os leitores.

“FELICIDADE ROUBADA”, de Augusto Cury. Editora Saraiva, 192 páginas, R$ 19,90.

 

 

O Escandaloso Teatro das Virtudes

21 de abril de 2014 0

Aldo Brasil

Quem nunca se sentiu injustiçado pelo menos uma vez na vida? Reivindicar nossos direitos, falar o que pensamos, ser ouvido e atendido parece algo simples, até natural. Mas não é. Isso é o que descobre Rui Barbosa, um professor que decide reivindicar o que é seu botando a boca no trombone: escreve algumas anedotas, inventa caricaturas de personagens e cria o Teatro das Virtudes.

A realidade mistura-se à ficção na feira de Aquissepaga, em cujo palco são apresentadas cenas de uma sociedade na qual a esperteza de uns leva vantagem sobre a virtude de outros.

A narrativa de “O ESCANDALOSO TEATRO DAS VIRTUDES”, de Marco Túlio Costa, mescla esquetes teatrais, de diálogos ágeis carregados de ironia e humor, com as histórias que as inspiraram. Trata-se obra atual, já que o Brasil vivencia uma fase na qual a população não aceita mais injustiças e vai para a rua manifestar-se.

“O ESCANDALOSO TEATRO DAS VIRTUDES”, de Marco Túlio Costa, com ilustrações de Andrea Ebert. Coleção “Jabuti”, Editora Saraiva, 80 páginas, R$ 36,00.

Matemática na Educação Infantil

07 de abril de 2014 0

Aldo Brasil

Preparar receitas, fazer brigadeiro e gelatina, comemorar o aniversário dos amigos, colecionar objetos e figurinhas e brincar com um boneco amigo são atividades que fazem parte do cotidiano de muitas crianças, de várias maeniras.

A proposta do livro “MATEMÁTICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL — SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS E PROJETOS DE TRABALHO”, de Eliane Reame, é partir dessas atividades como temas para a exploração de duas modalidades de organização do trabalho escolar na educação infantil – sequências didáticas e projetos de trabalha -, tendo em vista o ensino e a aprendizagem de noções matemáticas.

A organização e a estrutura da obra, que teve a colaboração de Anna Claudia Ranieri, Liliane Gomes e Priscila Montenegro, refletem o interesse da autora em examinar de que maneira a matemática pode ser explorada por meio de ações intencionais e planejadas, favorecendo a construção de saberes relacionados às medidas, às formas de tratamento de informações e aos números, em contextos de investigação interdisciplinares e de resolução de problemas.

“MATEMÁTICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL – SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS E PROJETOS DE TRABALHO”, de Eliane Reame, com colaboração de Anna Claudia Ranieri, Liliane Gomes e Priscila Montenegro. Editora Saraiva, 112 página, R$ 48,00.

A Cara da Rua e Outras Crônicas

20 de março de 2014 0

Aldo Brasil

Qual é a cara da rua? Vivendo hoje, na segunda década do século 21, você consegue responder a essa pergunta?

No livro “A CARA DA RUA – E OUTRAS CRÔNICAS”, lançado pela Editora Saraiva, o autor Marcelo Xavier apresenta a cara da rua por meio da sinfonia de seres e cores que há nela: a partir do ponto de vista das ervas daninhas, das emoções públicas, da vida dos objetos, dos insetos que vivem em meio à guerrilha estética, despojada e precária que encontramos na cidade e das diferentes metamorfoses que sofremos ao longo do dia e da vida, a obra não deixa o leitor voltar à sua toca sem antes tomar uma dose de rua.

“A Cara da Rua – e Outras Crônicas” é uma compilação de 31 textos selecionados e ilustrados pelo autor já publicados no jornal “Hoje em Dia”, de Minas Gerais.

“A CARA DA RUA – E OUTRAS CRÔNICAS”, texto e ilustrações de Marcelo Xavier. Editora Saraiva, 128 páginas, R$ 37,00.

O Bonequeiro de Sucata

03 de março de 2014 0

Divulgação, Saraiva

Todo mundo já deve ter visto por aí aquele pessoal que anda com carrinhos recolhendo lixo. A sugestão de hoje, “O BONEQUEIRO DE SUCATA”, de ELIANA MARTINS, mostra a realidade de um menino do Rio de Janeiro que trabalha no lixão transforma seus sonhos em arte.

O menino Zeca, de 13 anos, vive com a mãe, uma ex-cantora que virou dona de casa, e o pai, também catador de lixo. Só que, obviamente, essa não é a vida que o garoto quer. Afinal, se para um adulto não deve ser tarefa fácil catar lixo reciclável, imagine para um adolescente. Mas, enquanto não encontra uma saída, Zeca, junto com Elvispresli e Tozoando, executa a tarefa para ajudar a família.

A sorte do menino começa a mudar um pouco quando Maquelsen, o homem mais rico da comunidade, descobre o talento para as artes do rapazinho. Então o endinheirado constrói o Galpão das Artes Recicladas, onde Zeca e outros garotos fazem objetos de sucata para vender aos turistas. Mas um problema aparece para atormentar a vida do pessoal: o misterioso Bosu não está para brincadeira e assombra os sonhos de todos, roubando o pouco lucro que obtêm.

Um detalhe interessante da obra, que faz parte da coleção “Jabuti”, da Editora Saraiva, é que as ilustrações do miolo também são “recicladas”, isto é, feita com colagens.

“O BONEQUEIRO DE SUCATA”, de ELIANA MARTINS, com ilustrações de Catarina Bessell. Coleção “Jabuti”, Editora Saraiva, 72 páginas, R$ 32,90.

Taquinho e Clau: uma Dupla Legal?

03 de fevereiro de 2014 0

Divulgação, Saraiva

Galerinha, tenho uma dica bem legal. Quem acompanha meu blog já deve ter visto sugestões da coleção “Casa Amarela”, da Editora Saraiva. E é dessa série a sugestão de hoje: “TAQUINHO E CLAU: UMA DUPLA LEGAL?”, escrito por LILIAN SYPRIANO.

A Casa Amarela está em povorosa! E está todo mundo prosa! Liloca Gatoca, Rubião Gatão, Julinho Gatinho, Vovô Antônio Gatônio e Vovó Catita Gatita, os moradores da Casa Amarela, recebem novas visitas: Eustáquio, um engenheiro muito maneiro, mais conhecido como Taquinho, e Cláudio, um arquiteto não muito discreto, também chamado de Clau.

Essa dupla misteriosa conta que foi responsável pela construção da casa há 25 anos. Eles trazem a notícia surpreendente de que o local guarda um tesouro, encontrado no sótão. Mas é preciso trocar as moedas de ouro por dinheiro. Taquinho e Clau se incumbem dessa missão, mas será que eles vão voltar com o dinheiro ou só querem se aproveitar da turma da Casa Amarela?

“TAQUINHO E CLAU: UMA DUPLA LEGAL?”, de LILIAN SYPRIANO, com ilustrações de Cláudio Martins. Coleção “Casa Amarela”, Editora Saraiva, 64 páginas, R$ 32,90.

Tabuada a qualquer hora

21 de janeiro de 2014 0

Divulgação, Saraiva

Para muitas crianças, aprender a tabuada é uma verdadeira tortura. Ficar decorando “isso vezes aquilo” chega a dar um nó na cabeça. Mas a sugestão de hoje vai dar uma ajudinha. Trata-se do livro “TABUADA A QUALQUER HORA”.

De maneira simples e direta, a obra apresenta aos leitores um reforço em diversos conteúdos na disciplina de matemática. O projeto gráfico é agradável e as ilustrações, além de fotos, são bem-humoradas, tudo para resgatar a matemática em nosso dia a dia.

A obra apresenta:

  • Conteúdos relacionados ao dia a dia da criança, para facilitar a aprendizagem;
  • Personagens que trazem lembretes e dicas ao longo de toda a obra;
  • Todas as respostas das atividades, que podem ser encontradas ao final do volume;
  • Ilustrações, fotos e curiosidades para tornar o conteúdo mais atrativo e lúdico para a criança.

E então, amiguinhos, estão a fim de multiplicar seus conhecimentos?

“TABUADA A QUALQUER HORA”, ilustrada por Fábio Sgroi. Editora Caramelo/Saraiva, 32 páginas, R$ 7,90.