Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "família"

Ternura no livro "Cachinhos de Prata"

11 de agosto de 2017 0
Foto: Aldo Brasil

Foto: Aldo Brasil

Era uma vez uma avó e seus três netos que se amavam muito. Sempre aos domingos os netos iam visitá-la, mas naquele dia tudo estava diferente. A avó dos meninos não mais os reconhecia.

Com um texto poético e repleto de afeto, o livro “Cachinhos de Prata”, de Leo Cunha, recolhe, lá dos contos clássicos, a essência, a delicadeza e o espanto. Fala sobre a perda de memória, o envelhecimento, a relação entre avó e netos e como o amor pode nos ensinar a lidar com os limites impostos pelo esquecimento.

As ilustrações de Rui de Oliveira trazem, na força das cores e formas, o abalo das folhas e memórias levadas pelo tempo. Tudo com delicadeza para tratar de um tema denso e difícil.

“Cachinhos de Prata”, de Leo Cunha, com ilustrações de Rui de Oliveira. Coleção “Espaço Aberto”, Editora Paulinas, 22 páginas, R$ 29,90.

Marcos Piangers fala de seu novo livro no Shopping Mueller, em Joinville

05 de agosto de 2017 0
Divulgação

Divulgação

O Shopping Mueller e a Editora Belas Letras trazem a Joinville o escritor Marcos Piangers. Neste dia 6 de agosto, às 16h, o escritor apresenta seu novo livro — “O Papai é Pop – Quadrinhos” — e ainda faz sessão de fotos e autógrafos. O evento será realizado no primeiro piso, em frente à Loja Marisa e faz parte das ações do shopping que integram a campanha de Dia dos Pais do empreendimento. Para participar da sessão de autógrafos, basta retirar senhas, que já estão disponíveis no concierge. Serão distribuídas 300 senhas.

Piangers apresenta as histórias de “O Papai é Pop” em quadrinhos, ideal para ler com os filhos. A obra traz desenhos divertidos e mensagens para serem curtidas em família. Para o evento, o cachê do apresentador e escritor foi integralmente doado para a compra de livros. Exemplares serão distribuídos a escolas de Joinville. Além disso, a Editora Belas Letras doou outros 200 livros para a Omunga Grife Social, de Joinville.

Trabalhando desde 2001 com comunicação jovem e plataformas digitais no maior grupo de mídia do Sul do País, o apresentador tornou-se destaque como escritor com a publicação de seu livro “O Papai é Pop”, no qual aborda de forma divertida e sincera as vivências da paternidade. Além disso, ministra palestras e seus vídeos na internet já somam mais de 30 milhões de visualizações.

Serviço

  • O quê: bate-papo com o escritor Marcos Piangers.
  • Quando: dia 6 de agosto, às 16h — senhas para autógrafos devem ser retiradas no concierge.
  • Onde: primeiro piso do Shopping Mueller, em frente à Loja Marisa.
  • Quanto: o acesso ao evento é gratuito. O livro custa R$ 39,90.

Autora que chegou a morar em caverna aborda a questão da adoção no livro "Nunca Deixe de Acreditar"

28 de julho de 2017 0
Nunca Deixe de Acreditar

Divulgação, Novo Conceito

Com mais de 6,5 mil crianças e adolescentes para adoção, o Brasil ainda tem muitos sonhos a realizar. Entretanto, para muitos, o sonho é ter em casa apenas um filho adotado, com 70% das famílias não querendo adotar duas crianças (informações do Cadastro Nacional de Adoção). Para a autora Christina Rickardsson, nascida Christiana Mara Coelho, ter consigo seu irmão durante a adoção foi fundamental, e o link que a mantinha forte em meio a tantos conflitos e perdas.

Christina morou com a mãe em uma caverna, em Diamantina-MG, e, após o nascimento de seu irmão, Patrick, foi para São Paulo viver em uma favela. Enquanto a mãe trabalhava, ela rondava pelas ruas da cidade à procura de comida e um lugar para dormir. Em relato emocionante de vida no livro “Nunca Deixe de Acreditar”, lançamento do Grupo Editorial Novo Conceito, Christina revela que o irmão sempre esteve com ela, e que ao serem adotados juntos, o sentimento de família com ele só aumentou.

“Quando cheguei à Suécia, tinha oito anos de idade e o meu irmão tinha um ano e dez meses. Temos a mesma mãe, mas pais diferentes. Nos documentos da adoção está escrito o nome do pai de Patrick, porém no meu documento há um espaço em branco. Queria saber se significa alguma coisa nunca saber quem foi o meu pai. Dizer que eu e Patrick somos meios-irmãos é estranho, talvez por eu não ter conhecido nem o meu pai, nem o dele. A ausência dos nossos pais deve ter feito com que eu sempre visse Patrick como meu irmão de pai e de mãe. Talvez a nossa relação também tenha se fortalecido quando fomos adotados e ganhamos um novo pai e uma nova mãe. Formamos uma família, uma família sem laços de sangue, mas criada pelas circunstâncias, pelo acaso e, quem sabe, por algo inexplicável. De qualquer forma, formamos uma família e Patrick tem curiosidade em saber, por exemplo: de onde ele veio, quem são os seus pais biológicos e por que o abandonaram.”

O livro é um drama emocionante, contado através das memórias ainda inocentes de Christina. Uma história que vai fazer você olhar o mundo com outros olhos. A obra, que será lançada em agosto, está com pré-venda pelo site https://www.saraiva.com.br/nunca-deixe-de-acreditar-9736624.html.

“Nunca Deixe de Acreditar”, de Christina Rickardsson. Editora Novo Conceito, 256 páginas, R$ 44,90.

Uma família é uma família é uma família

26 de julho de 2017 0
uma família é uma família é uma família

Divulgação, Brinque-Book

O que constitui uma família? Há um jeito certo? Uma quantidade exata de pessoas? Uma fórmula ideal? De forma afetuosa e  bem-humorada, este livro faz uma exploração de diversas formações familiares e demonstra, de maneira sutil, que ao  mesmo tempo em que existem infinitas famílias diferentes é o  afeto entre seus integrantes que as une e as torna especiais.

A história de “Uma Família é uma Família é uma Família”, de Sara O’Leary, começa de forma bem familiar: dentro da sala de aula. Então, para os professores, a sugestão é perguntar aos alunos como é a família de cada um: se moram com ambos os pais ou apenas um, se têm irmãos etc. Alguém tem uma família igual à alguma representada no livro?

Debata com eles: cada família apresentada na história é singular, mas há algo em comum em todas elas? O quê? O que significa para os alunos a palavra “família”?

“Uma Família é uma Família é uma Família”, de Sara O’Leary, com ilustrações de Qin Leng e tradução de Gilda de Aquino. Editora Brinque-Book, 36 páginas, R$ 35,00.

João está em meio a tudo ao mesmo tempo

31 de março de 2017 0
Divulgação, Global

Divulgação, Global

“Tudo ao Mesmo Tempo” é o segundo volume da trilogia infantojuvenil “João e seus Meio Irmãos”, do autor Toni Brandão. A série conta a história do garoto João, desde a separação dos pais até os novos relacionamentos deles e os meios-irmãos que surgem na sua vida.

João agora tem de aprender a conviver com as novidades dos pais: sua mãe está grávida do Dr. Spielberg, a “Se Achenta” da Penélope vai morar com eles, e o seu pai encontrou um novo amor. Para completar, João se surpreende com novos sentimentos. E tudo ao mesmo tempo. Será que ele vai conseguir conviver com tudo isso?

Para se sentir um pouco menos sozinho, ele cria um grupo no WhatsApp para conversar com os amigos:

“Criei um grupo com meus melhores amigos. Claro que eu já criei vários grupos com eles, mas esse é ‘o’ grupo. Estou praticamente abandonado aqui em São Paulo. Está todo mundo viajando e eu não posso esperar os meu amigos voltarem pra falar sobre um monte de coisas que estão acontecendo na minha vida ‘tudo ao mesmo tempo’!”, escreveu o garoto.

A narrativa é uma história envolvente, contada de maneira divertida, destinada a todos aqueles que vivem só com a mãe, só com o pai, com outro namorado da mãe, com outra namorada do pai, com os avós, com os tios, com os padrinhos ou com outros acolhedores que a vida os escolhe como os grandes amigos.

“Tudo ao Mesmo Tempo”, de Toni Brandão, com ilustrações de Attílio. Global Editora, 120 páginas, R$ 35,00.

Aborto é tema de livro de estreia de joinvilense

06 de março de 2017 0
Divulgação

Divulgação

O aborto é um tema que sempre divide opiniões e gera polêmica. E é justamente sobre isso que o joinvilense João Borges decidiu abordar em seu primeiro livro, “Nove Meses e Quarenta Minutos” (Manuscritos Editora, 128 páginas, R$ 10). A obra será lançada no dia 8 de março, às 19h, na Livrarias Curitiba do Shopping Mueller, com sessão de autógrafos do autor.

Após conhecer a história de um casal de amigos, João decidiu falar a respeito da difícil decisão de abortar legalmente no Brasil. A história virou um romance fictício, onde a mãe enfrenta altos riscos na gestação. Amanda, a protagonista, e o marido, precisam decidir se levam a gestação adiante e como assumir os riscos, independente da decisão tomada. A intenção do autor, que é formado em ciências econômicas, é levantar uma reflexão sobre a decisão livre e responsável dos pais. “A história deles é a história de muitas famílias, tenho convicção de que existem muitas pessoas precisam conhecer o exemplo deles”, explica João.

A história contada no livro é da personagem Amanda, uma jovem que viveu intensamente todos os sentimentos próprios da infância e juventude. Na fase adulta, ela descobre que todos os dramas, angústias e tristezas que vivera eram apenas preparação para algo muito maior que viria. Ela seria mãe, porém teria uma gestação de altíssimo risco. Ela e o marido precisavam decidir sobre o futuro daquela gestação. Abortar? Levar a gestação à frente? Como assumir os riscos, independentemente da decisão a ser tomada?

Serviço
O quê: lançamento do livro “Nove Meses e Quarenta Minutos”, de João Borges.
Quando: dia 8 de março de 2017, às 19h.
Onde: Livrarias Curitiba do Shopping Mueller, em Joinville.
Quanto:
o acesso ao evento é gratuito. O preço do livro não foi divulgado.

Para registrar os momentos da coisinha mais linda do mundo

16 de fevereiro de 2017 0
Divulgação, Vale das Letras

Divulgação, Vale das Letras

A chegada de um bebê é um momento especial em qualquer família. Todo o clima da casa muda (para muito melhor, lógico) e toda atenção se volta para aquele pequeno ser tão cheio de graça.

Para registrar esses momentos, a Editora Vale das Letras, de Blumenau, tem à disposição de pais-leitores o “Álbum do Bebê”, produzido em material excelente e capa dura almofadada.

O livro-recordação é perfeito para registrar, em fotos e textos, os momentos importantes e poder relembrá-los quando desejar. Ele tem três opções de cores: amarela, rosa e azul.

“Álbum do Bebê”, da Editora Vale das Letras, 48 páginas, R$ 39,90.

Um guia de cuidados com o seu bebê

18 de janeiro de 2017 0
A Bíblia do Bebê

Divulgação, CMS

Para criar um bebê com saúde, os pais precisam adquirir informações e novas habilidades – é de vital importância saber como alimentar, limpar, confortar e manter os pequenos protegidos de perigos e doenças. Por isso, é essencial que tenham acesso rápido e fácil a tudo que precisam saber, para que possam seguir as orientações de forma correta e eficiente.

O livro “A Bíblia do Bebê”, dos médicos Luiz Vicente F. da Silva Filho e Mariano Tamura e publicado pela CMS Editora, é um guia prático que tem o objetivo de proporcionar aos pais as informações mais atuais e completas sobre os cuidados com bebês, do nascimento aos três anos de idade.

Produzido por uma equipe de especialistas em bebês e pré-escolares, este manual traz capítulos abrangentes, abarcando todos os aspectos da criação dos filhos pequenos, como higiene do pequeno, dicas sobre amamentação e alimentação, informações sobre doenças comuns da infância e muitas sugestões e reflexões sobre o relacionamento e o papel de cada um dos membros da família frente à chegada de um novo integrante.

A “Bíblia do Bebê” é uma obra de leitura agradável e ilustrações primorosas, que certamente vai ajudar pais e mães a passar momentos de descontração e relaxamento, auxiliando-os na decisão de coisas simples do dia a dia e alertando-os sobre quando pedir ajuda do pediatra ou unidade de emergência. O livro traz ainda um guia mês a mês, com detalhes de como o bebê vai se desenvolver no decorrer das primeiras 36 semanas de vida.

“A Bíblia do Bebê”, de Luiz Vicente F. da Silva Filho e Mariano Tamura. CMS Editora, 392 páginas, R$ 169,00.

Gabriel e o teatro da memória

09 de janeiro de 2017 0
Divulgação

Divulgação

A vida, às vezes, parece um redemoinho interminável, não é mesmo? As coisas vão acontecendo e você não sabe como lidar com elas. E isso também está ocorrendo com Gabriel, protagonista do livro “Gabriel e o Teatro da Memória”, de Max Velati.

A família do rapaz está cheia de problemas. O pai briga com o avô, que acaba tendo que sair da casa; para Gabriel, é uma tristeza, pois vô Chico era seu grande interlocutor e professor de filosofia. O pai sofre um infarto e quase morre, e o próprio Gabriel quebra o braço em uma queda; e ele não sabe como terminar o namoro com Clara, para se aproximar de Joana, sua última paixão.

Aos poucos, porém, tudo vai se resolvendo. A chance de virar o jogo está em um torneio de perguntas e respostas promovido pela escola: para participar, ele tem de decorar, em nove dias, uma apostila de 200 páginas. É a oportunidade para vô Chico, que está de volta por causa da internação do pai, continuar com as aulas de filosofia, agora de maneira prática: fala sobre a Retórica na Grécia Antiga e ensina ao neto o método grego de memorização.

“Gabriel e o Teatro da Memória”, de Max Velati. Editora FTD, 160 páginas, R$ 46,00.

 

Quem quer ficar, quem quer partir

14 de dezembro de 2016 0
Divulgação, Ática

Divulgação, Ática

Denise, Dália e Lúcia, personagens do livro “Quem Quer Ficar, Quem Quer Partir”, de Marcia Kupstas, eram tão amigas que se nomeavam com uma sigla: DEDALU. Porém, um mistério as separou na pequena cidade de Pedra Alta, onde muitas vidas se cruzaram. Vinte anos depois, elas se reencontram na triste despedida de uma pessoa querida: a professora Madu. O novo encontro servirá para conferir as lembranças, revelar um grande mistério que envolvia a amizade dessas três amigas de infância e, sobretudo, acertar as contas com o passado. Quem quer ficar, quem quer partir é enfrentar ou esquecer, ganhar ou perder, ficar ou fugir, viver ou morrer.

A obra de Marcia destaca-se por conseguir tocar em temas delicados, como o preconceito, os problemas de família e o alcoolismo. Traz uma questão ambiental que divide opiniões: a construção de uma usina hidrelétrica. Narrada em terceira pessoa e repleta de diálogos informais, a história é dinâmica e apresenta linguagem acessível aos jovens.

A estrutura do livro é dividida em dois tempos narrativos – passado e presente –, o que permite conhecer a infância e a vida adulta das personagens principais, as quais refletem, na atualidade, sobre o que aconteceu no passado. “Há vários elementos autobiográficos na infância de DEDALU. Foi uma revelação, para mim mesma, lembrar de onde morei na infância, como convivia na escola, as brincadeiras que fazia com colegas… Talvez você tenha algo como DEDALU na sua vida, ou perceba que superar mágoas do passado é o melhor modo de se conviver consigo hoje, de modo mais sereno e feliz”, diz Marcia.

“Quem Quer Ficar, Quem Quer Partir”, de Marcia Kupstas, com ilustrações de Bernardo França. Editora Ática, 184 páginas, R$ 45,90.